Parceria
SIGMA CAMISETAS
Votação

Quem você quer entrevistar?

Set Fire to the Rain - Página 6 I_vote_lcap64%Set Fire to the Rain - Página 6 I_vote_rcap 64% [ 9 ]
Set Fire to the Rain - Página 6 I_vote_lcap36%Set Fire to the Rain - Página 6 I_vote_rcap 36% [ 5 ]

Total dos votos : 14


Set Fire to the Rain

Página 6 de 15 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 10 ... 15  Seguinte

Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por Gláucia em Ter Dez 13, 2011 3:21 pm

Aguardo ansiosa...... bounce
Gláucia
Gláucia

Mensagens : 290
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 29
Localização : Barueri, SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por carolina cardinal em Ter Dez 13, 2011 7:52 pm

PERGUNTINHA:
alguém aqui tem facebook?
carolina cardinal
carolina cardinal

Mensagens : 455
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por Gláucia em Ter Dez 13, 2011 7:58 pm

carolina cardinal escreveu:PERGUNTINHA:
alguém aqui tem facebook?


..... o/ ............

Me add ou me manda o seu link Carol ........
Gláucia
Gláucia

Mensagens : 290
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 29
Localização : Barueri, SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por carolina cardinal em Ter Dez 13, 2011 8:01 pm

carolina cardinal
carolina cardinal

Mensagens : 455
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por NandaSalvatore em Ter Dez 13, 2011 9:21 pm

Filhinha adorei a música.
Essa eu n conhecia
Eu gosto dakela Someon like you dela é mto boa
Poste logo
to ansiosa
bjs
NandaSalvatore
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por isabela c tonon em Qua Dez 14, 2011 1:02 pm

ainnnn!
que capt. mais lindo!
afilhada.. DELENA total!
adorei!!
eu tenho facebook!
vou te add...
linda.. que fic a sua heim??
vc me mata com esses capt.
bjoss ty amu!
isabela c tonon
isabela c tonon

Mensagens : 2789
Data de inscrição : 28/08/2011
Idade : 22
Localização : Entre lençois... Com Damon Salvatore XD

https://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002452519341

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por carolina cardinal em Qua Dez 14, 2011 2:02 pm

se eu te matei com esse ultimo nem te conto o proximo...
carolina cardinal
carolina cardinal

Mensagens : 455
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por carolina cardinal em Qua Dez 14, 2011 4:32 pm

Prometi e aí está!!!!

Capítulo 11

Os raios de sol queimavam sua pele forçando-a a abrir os olhos. Arrependeu-se no mesmo instante. A luz forte cegou-a e sua cabeça latejou com o movimento das pálpebras. Amaldiçoou-se por ter esquecido as cortinas abertas, se bem que esta seria a sua última preocupação na noite passada por conta do álcool e das lagrimas. Com um esforço quase que infinito conseguiu virar-se na cama para proteger o rosto. Tentou voltar a dormir, mas era tarde demais. Seu corpo já reconhecera os sintomas da ressaca e a dor que sentia castigar o seu cérebro tornava impossível relaxar a ponto de pegar no sono.
Apenas uma palavra era processada e repetida mentalmente: analgésico. Precisava achar um, senão tinha certeza que iria morrer ou no mínimo entrar em colapso. Abriu a gaveta do criado mudo e tateou o interior à procura do remédio. Quando não o encontrou, quase chorou de frustração. Não o fez porque previu que os soluços só piorariam sua tortura. Optou por ficar imóvel na cama, ainda com os olhos fechados, e esperar que a dor diminuísse ou que alguma boa alma aparecesse com um comprimido. Como se o seu pedido realmente tivesse sido ouvido, escutou o toque insuportável do seu celular de algum canto no quarto. “Cuidado com o que deseja, Elena”. Obrigou-se a levantar-se para atender e acabar com aquela música estridente. Localizou sua bolsa jogada ao lado da cama, pegou o pequeno aparelho e aceitou a ligação.
- Alô. – falou com uma voz quase irreconhecível até mesmo para ela.
- Elena? É você? – perguntou a voz do outro lado da linha com humor.
- Quase. Stefan?
- Eu mesmo. Você não parece muito bem.
- Não mesmo. Poderia falar só um pouquinho mais baixo.
- Me desculpe. – disse ele abaixando consideravelmente o tom de voz, arrancando um sorriso de Elena. – Quer que eu passe aí?
- Tem um analgésico?
- Não, mas posso arrumar um.
- Então venha imediatamente!
Ouviu o riso dele e, não conseguindo se conter, o acompanhou.
- Estarei aí em um minuto.
- Pode ter certeza que não sairei do lugar.
Elena desligou com um suspiro e um pequeno sorriso. Era estranho como ela ainda parecia uma boba com ele. Por um minuto esqueceu-se da enxaqueca e se concentrou no pensamento de que em pouco tempo Stefan estaria ali junto com ela. Mas este momento não durou muito, pois seu foco de atenção mudou completamente quando encontrou as 15 chamadas não atendidas de Damon. Dormira tão pesadamente que nem escutara o celular tocar. A última era de 10 minutos atrás.
- OH Damon!
Sentou-se na cama rapidamente, sentiu-se tonta e sua visão embaçou com o movimento. Já ia ligar para o número na discagem rápida quando ouviu baterem violentamente na porta da frente no primeiro andar. Havia também vozes, mas estavam muito abafadas então não conseguiu identificar-las. Outra batida a fez levantar-se em um rompante. Atravessou o corredor e as escadas correndo enquanto o barulho ficava ainda mais alto.
- ELENA! – gritava uma voz masculina do lado de fora.
- Quer que os vizinhos chamem a polícia, Damon?! – repreendeu uma voz aguda e claramente feminina.
Elena destrancou e abriu aporta bem na hora que Damon ia retrucar com uma resposta mal educada. Ele encarava Bonnie com raiva, mas sua expressão logo mudou quando percebeu a presença de Elena e voltou-se para ela. Seu olhar agora era carinhoso e preocupado, soltou um suspiro sentindo um alívio quase palpável. A bruxa ainda tinha os lábios franzidos e balançava a cabeça em reprovação.
- Eu disse que você estava bem, mas ele não quis me ouvir. – explicou Bonnie.
- Fiquei preocupado quando não atendeu minhas ligações.
- Vamos conversar aqui dentro, preciso me sentar. Entrem. – disse Elena abrindo mais a porta para eles passarem.
- Você está bem? – perguntou Damon, já na sala de estar, com sincera preocupação.
Elena jogou-se em um dos sofás e segurou a cabeça com as duas mãos tentando amenizar a dor.
- Estou com dor de cabeça.
- Ressaca? – foi a vez de Bonnie entrar na conversa.
- Aham.
- Vou arrumar um analgésico para você. Onde é o armário de remédios?
- Aquele do lado do microondas. – respondeu Bonnie.
- Não, não precisa.
- Claro que precisa. Está com dor, não está? – ele a olhava com incredulidade.
- Damon...
O vampiro a ignorou e iniciou a sua busca pelo comprimido. O seu empenho era quase hilário. Como se acabar com a ressaca de Elena fosse o maior objetivo da sua vida, ou existência como gostava de chamar. Ela desistiu de argumentar e permaneceu deitada no sofá em silencio, só prestando atenção na movimentação na sala. Bonnie sentou-se na poltrona mais próxima e, pelo barulho de teclas, estava digitando uma mensagem.
- Estou avisando Caroline de que você está viva. – ela respondeu à sua pergunta silenciosa.
Elena deu de ombros e tentou ignorar os ruídos que vinham da cozinha que maltratavam seus ouvidos. Pelos barulhos pôde perceber que Damon estava ficando irritado com a sua procura fracassada. Abria e fechava os armários com violência e remexia no seu conteúdo sem nenhuma delicadeza. A intenção dele era boa tentando ajudar, mas só a fazia piorar ainda mais. Cogitou a idéia de mandar-lo parar, mas só de pensar que teria o trabalho de abrir a boca e falar a fez desistir na mesma hora.
Cobriu o rosto com uma das almofadas de caxemira para abafar o som. Não foi necessária por muito tempo. Damon interrompeu-se abruptamente. Ela esperava que ele voltasse reclamando para a sala, franzindo o cenho e rosnando como um animal. Mas em vez disto, um silencioso súbito tomou conta do ambiente. Nenhum arquejo ou respiração era ouvido. Até mesmo Bonnie parou de se mexer na poltrona. Era algo bom para sua dor de cabeça, mas ela sentia a tensão daquele momento então não conseguiu relaxar. Segundos depois, escutou a maçaneta girar e, em seguida, passos contra o piso de madeira, indicando que alguém havia entrado na casa.
- Olha só quem apareceu! – disse Damon ironicamente.
- O que faz aqui, Damon?
- Stefan? – disse Elena incrédula enquanto jogava a almofada longe e sentava-se no sofá.
- Faço a mesma pergunta irmãozinho.
- Elena me chamou!
carolina cardinal
carolina cardinal

Mensagens : 455
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por carolina cardinal em Qua Dez 14, 2011 4:33 pm

Ela não encarou o vampiro mais velho, mas sentiu o olhar dele queimar suas costas. Encarou a imagem raivosa de Stefan. Ele ainda estava no hall de entrada em frente à porta. Sua mandíbula estava travada, o nariz franzido e as sobrancelhas unidas. Apertava com forca uma sacola plástica com o slogan de uma farmácia. Ele não encarava as duas mulheres presentes, apenas o irmão com evidente desgosto.
- Te chamou?
- Liguei mais cedo e ela me pediu para trazer um analgésico para sua dor de cabeça.
Elena bateu na testa com uma das mãos e desviou o olhar. Pronto, agora estava perdida. Imaginava claramente a decepção nos olhos de Damon, sabia que ele estava magoado agora. E com razão, afinal ele tentou falar com ela a manhã inteira sem conseguir. E agora escuta uma ligação de Stefan foi atendida e não as dele. Ela sentiu o rosto queimar tamanha era a sua vergonha.
- Como pode ter te atendido se nem eu consegui falar com ela.
- Talvez ela prefira conversar comigo. – disse Stefan sarcástico.
Houve um estrondo de algo batendo na parede e dois rosnados animalescos. Isto chamou a atenção de Elena que encarou os dois irmãos. Damon segurava Stefan pelo pescoço com as duas mãos. O outro agarrava os ombros do irmão tentando manter alguma distancia. Ambos tinham os olhos vermelhos, marcantes veias roxas nos seios da face e as presas expostas, uma clara expressão de ameaça.
- Parem os dois com isso! – gritou Bonnie repreendendo-os. – Se não se comportarem eu vou intervir!
As duas já estavam de pé, uma do lado da outra. Bonnie estava com as mãos erguidas na direção dos vampiros, pronta para lançar um feitiço. Damon e Stefan a ignoraram completamente, os rosnados não cessaram nem se separaram. A bruxa começou a sussurrar palavras estranhas e desconexas, uma língua parecida com o latim, mas com ternos mais antigos.
Os dois separaram-se imediatamente. Tinham uma mão de cada lado da cabeça e soltavam arquejos ferozes por causa da dor. Tudo acabou de repente. Ambos estavam encolhidos no chão, ainda muito tontos e desnorteados. Seus rostos voltaram ao normal, sem presas ou olhos vermelhos. Stefan encostou-se no batente da porta e acariciou a própria testa tentando se recompor. Ofegava e mantinha os olhos fechados como que para afastar os últimos vestígios de dor. Damon estava em uma situação parecida. Já havia se levantado e apoiava-se com uma mão na parede enquanto fitava insistentemente os pés com um olhar decepcionado. Elena esperava que ele explodiria a qualquer momento, distribuindo ofensas para todos os presentes e começasse a quebrar a casa. Não foi o que aconteceu. Para sua surpresa, Damon simplesmente permaneceu em silêncio naquela posição.
- Bem... – disse Stefan já se levantando. – Aqui está o seu remédio, Elena. Espero que melhore logo para conseguir sair. – Damon deu um rosnado baixo. – É melhor eu ir embora. Me liga se precisar de alguma coisa. Qualquer coisa. – Ele olhou-a profundamente quando pronunciou a última frase.
- Po... pode deixar.
- A gente se vê. – despediu-se com um sorriso sedutor e foi embora.
O silêncio agora era extremamente constrangedor. Damon ainda não movera um músculo, nem para encarar-la com raiva. Seu semblante era quase indiferente, se não fosse pela pontada de chateação e remorso. E isto a destruía. Sabia o que ele estava sentindo. A rejeição era difícil de suportar, mesmo ela não sendo intencional. Em momento nenhum Elena pensou em deixar-lo de lado, ela tinha consciência disto. Mas nada ajudou a diminuir a culpa que sentia. Seu coração estava apertado, prestes a ser transformado em migalhas. Sua vontade era de abraçar-lo e implorar por perdão, mas a postura dele deixava bem claro que queria distância de todos, principalmente dela.
Em um movimento rápido, Damon atravessou a porta e sumiu pela rua, deixando para trás uma Elena pior do que quando a encontrou. Uma figura loira e confusa entrou na casa. Caroline olhava para a calçada com um enorme ponto de interrogação na expressão.
- O que aconteceu aqui? – perguntou inocentemente.
- Depois eu te conto, Caroline. – disse Bonnie aproximando-se da amiga.
Um pequeno soluço irrompeu dos lábios de Elena e em um segundo era aninhada pelas duas amigas.
carolina cardinal
carolina cardinal

Mensagens : 455
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por NandaSalvatore em Qua Dez 14, 2011 4:46 pm

Filhotinha,

Eu adorei os caps.
E essa Elena hein?

Quando ela vai ficar com o Damon d uma vez?

Bjs
NandaSalvatore
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por carolina cardinal em Qua Dez 14, 2011 5:03 pm

eu seu que estão bem dramaticos os ultimos postes mas isso é importante para a historia!!!!
se gostaram doem um comentario!!!!
bjooooooooooooooo
carolina cardinal
carolina cardinal

Mensagens : 455
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por Gláucia em Qua Dez 14, 2011 5:04 pm

Concordo Nanda........quero Delena....logo......kkkkkkk

Amei o cap. Carol...... tadim do Damon.....Se ele aparecer aqui em casa eu consolo ele....kkkkk

Gláucia
Gláucia

Mensagens : 290
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 29
Localização : Barueri, SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por Gil Somerhalder Salvatore em Qui Dez 15, 2011 12:58 pm

Faço minhas as vossas palavras afilhada
Se ele quiser consolação, vem q eu te consolo
E eu sei fazer massagens incriveis
kkkkkkkkkkkkkk
Bjoos Carol, estava otimo
Gil Somerhalder Salvatore
Gil Somerhalder Salvatore

Mensagens : 2313
Data de inscrição : 30/09/2011
Idade : 21
Localização : battery city

http://a-legoria.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por isabela c tonon em Qui Dez 15, 2011 3:07 pm

adoreiiiiii linda
afilhada vc me impreciona!
amo a fic
te add no facebook.
bjossss
(quero mais)
isabela c tonon
isabela c tonon

Mensagens : 2789
Data de inscrição : 28/08/2011
Idade : 22
Localização : Entre lençois... Com Damon Salvatore XD

https://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002452519341

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por Gil Somerhalder Salvatore em Sex Dez 16, 2011 5:54 pm

Tô com falta de cap akki Carol
Gil Somerhalder Salvatore
Gil Somerhalder Salvatore

Mensagens : 2313
Data de inscrição : 30/09/2011
Idade : 21
Localização : battery city

http://a-legoria.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por carolina cardinal em Sex Dez 16, 2011 11:16 pm

DESCULPAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
estava muuuuuito acupada por aqui!
ontem fiquei o dia inteiro (e a madrugada) com os meus amigos e hj foi aniversario da minha afilhada entao nem deu para escrever!
domingo tem mais pessoal!
não vão se arrepender! Twisted Evil
bjooooooooooooooooo
carolina cardinal
carolina cardinal

Mensagens : 455
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por Doxc em Sab Dez 17, 2011 10:44 am

Me atualizai!!!
adorei os capitulos!!!
vc escreve super bem!!!!
adoro as cenas Delenas!!!
doid para vero q vai acontecer!!!
quando posta mais??
Bjsss
Doxc
Doxc

Mensagens : 508
Data de inscrição : 16/09/2011
Idade : 21
Localização : Conselheiro Lafaite-MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por carolina cardinal em Seg Dez 19, 2011 10:20 am

desculpe a demora pessoal!!!!
aqui vai mais um capítulo polêmico e fofinho!!!!
carolina cardinal
carolina cardinal

Mensagens : 455
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por carolina cardinal em Seg Dez 19, 2011 10:20 am

Capítulo 12

- Que loucura! – disse Caroline depois de Bonnie contar-lhe sobre a confusão daquela manhã.
Quando Elena finalmente parou de chorar, Caroline exigiu uma explicação para a saída dramática de Damon. A história foi brevemente resumida para a vampira, mas chegou um momento em que a ressaca foi mais forte. Então Bonnie ficou conversando sozinha com a amiga enquanto a outra se virava do avesso no banheiro. Estavam tão distraídas que esqueceram completamente o analgésico que Stefan trouxera. A bruxa bateu na própria testa repreendendo-se pela falha.
- Loucura será cuidar de Elena hoje. Me passa aquela sacola. – disse Bonnie apontando para um montículo de plástico jogado no sofá ao lado de Caroline.
Caroline pareceu não ouvir o pedido. Estava muito compenetrada nos próprios pensamentos para dar atenção ao que estava ao redor. Fitava, sem realmente ver, um ponto distante da sala. Tinha uma expressão chocada e um tanto abobalhada, uma reação exagerada típica da loira. Bonnie revirou os olhos e pegou ela mesma a sacola com a caixa de remédio. Deixou a amiga preocupar-se com suas indagações e suposições e dirigiu-se para o banheiro social que ficava ainda no primeiro andar.
Conforme se aproximava, os gemidos e tossidas, seguidos sempre de um barulho parecido com água sendo jorrada, ficavam mais altos. A bruxa franziu o nariz com nojo quando abriu a porta do pequeno ressinto e encarou Elena debruçada sobre o vaso sanitário. Que nem se preocupou em afastar os cabelos, então eles escondiam o seu rosto e quase entravam na abertura da privada. Bonnie não conseguia ver, mas sabia que a amiga moribunda estava tão verde quanto um sapo. Relutante, afastou os fios marrons e lisos e segurou-os atrás da nuca da jovem. Obrigou-se a fitar o rejunte do azulejo do banheiro para não olhar para a massa gosmenta e mal cheirosa que saía do estomago da outra. Aquela situação nojenta durou mais alguns minutos quando finalmente Elena conseguiu afastar-se do vaso e recostar-se na parede. Ela suava e ofegava levemente. Sentia-se tonta demais para levantar-se ou abrir os olhos. Sua cabeça rodava e a ânsia voltou, mas não havia mais o que expelir. Limitou-se apenas em ficar lá sentada sendo abanada pela bruxa.
- Melhor? – ouviu a voz de Bonnie perguntar como um sino dentro de sua cabeça.
- Um... pouco.
- Consegue levantar sozinha?
Ela negou com a cabeça. Bonnie segurou-a por debaixo dos braços e suspendeu-a. Ajudou-a a sentar na tampa da privada e deu descarga. Virou-se para a pia e umedeceu uma toalha pequena para limpar o rosto de Elena. Enquanto esfregava a boca dela, percebeu que ela havia aberto os olhos e a encarava. Sua expressão era cansada e seu olhar ilustrava toda a sua fragilidade. Havia também uma pontada de tristeza, provando que não era apenas o álcool que a deixara assim. Sentia que logo a amiga começaria a desabafar, já previa o assunto da conversa. Entortou um canto dos lábios em desgosto.
- É tudo minha culpa.
- Pare com isso, Elena! Você não fez nada.
- Fiz sim. Eles se desentenderam por minha causa.
- Eles são dois idiotas que brigam por você como um leão briga com outro por um pedaço de carne!
Elena ficou assustada com a pequena explosão de Bonnie. Estava visivelmente chateada com o que ouviu. Desde que sua avó morreu, a bruxa tem uma séria aversão aos vampiros. Quando o assunto surgia, ela se esquivava ou soltava frases agressivas, como era o caso agora. Mesmo tendo ajudado inúmeras vezes tanto Stefan quanto Damon, fazia questão de se manter afastada e relutante. Só os auxiliava a pedido de Elena ou para salvar-la. Mas sempre fez questão de expor o quanto estava descontente com a proximidade que a ela tinha com essas criaturas. Apenas Caroline não a incomodava, afinal a loira não gostava de sua condição e era sua amiga de infância.
- Não fale assim...
- Você esperava o quê? Eles são vampiros, é claro que querem matar um ao outro por território. Não sei por que insiste em ter-los por perto. Sabe muito bem o quanto eles são perigosos.
- Eles nunca me machucariam.
- Já machucaram e estão te levando para um caminho sem volta. Não pense que eles se contentarão por muito tempo com uma simples e frágil humana. Não precisa mais deles agora, Elena! Vá embora enquanto há tempo!
Jogou a sacola da farmácia no colo de Elena e saiu do banheiro a passos pesados. Que ouviu os sapatos baterem sobre as tábuas de madeira do piso. O barulho parou por um segundo para recomeçar no seguinte. A sinfonia dos saltos de Bonnie foi finalizada com o estrondo da porta da frente sendo fechada com violência. Elena antes pensava que a situação não poderia piorar, mas descobriu que sim. Uma das pessoas mais importantes para ela acabara de deixar sua casa soltando fumaça pelas orelhas e, se bem conhecia, não voltaria tão cedo.
O ruído da maçaneta chamou sua atenção. Virou-se lentamente, para não testar o seu senso de equilíbrio comprometido, e encontrou Caroline a pouco mais de um metro de si. Ela segurava um copo cheio de água em uma das mãos. Tinha um sorriso sincero, mas sem mostrar os dentes, e sua postura era descontraída, nada afetada pelo clima tenso.
- Me diz que você não vai embora também.
- Claro que não vou. Quem acha que vai cuidar da casa enquanto você dorme? Porque com esse analgésico – disse apontando para a sacola de plástico – você vai capotar.
- Acho que é disso que estou precisando.
Caroline estendeu-lhe o copo. Elena abriu a caixa, tirou um dos comprimidos da cartela e engoliu-o com um gole de água. Agora era só esperar pela inconsciência, onde tudo era perfeito.
carolina cardinal
carolina cardinal

Mensagens : 455
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por carolina cardinal em Seg Dez 19, 2011 10:20 am

----------X----------

Foi só quando o carro de Caroline saiu da garagem dos Gilbert e desapareceu pela rua que Damon aproximou-se. Ficou pouco mais de uma hora esperando uma oportunidade para conversar com Elena em paz. Este tempo todo ficou escondido em cima de uma árvore do quintal da frente de um dos vizinhos. Tinha uma vista privilegiada da casa branca e, com sua visão super desenvolvida, conseguiu observar o interior através de algumas janelas abertas. Apenas Caroline andava de um lado para outro na sala de estar e na cozinha, passando aspirador de pó ou limpando alguma outra coisa. Não viu Elena em nenhum momento, mas sabia que ela não havia saído, primeiro por causa da ressaca, e segundo porque sentia o seu cheiro mesmo a 15 metros de distância. Sua fragrância era inconfundível para ele, detectaria em qualquer lugar. E ela estava forte naquele momento, exalando seu doce perfume pela vizinhança.
Passou a tarde inteira atormentado pelo rosto dela quando saiu daquela forma de sua casa. Antes de desaparecer, deu uma rápida espiada nela e arrependeu-se no mesmo instante. Ela nem percebeu por causa dos seus movimentos rápidos. A tristeza era a emoção mais latente que encontrou. A boca levemente aberta em surpresa, os olhos marejados e as sobrancelhas sutilmente unidas. Esta imagem o perseguiu e o destruiu por dentro. Antes de encarar-la tinha uma vontade incontrolável de caçar o irmão e terminar o que começou. Mas este pensamento foi totalmente esquecido. Tudo o que via era Elena decepcionada, chateada. Por causa dele, sendo que ele prometeu nunca mais fazer-la se sentir assim. Ainda achava que Stefan merecia uma boa surra por provocar-lo, mas deixaria para outra hora, afinal, ele também devia desculpas. O mais importante agora era resolver-se com ela.
Optou por não tocar a campainha. O humor de Elena às vezes era imprevisível. Não queria arriscar levar uma porta na cara e ter que entrar a força e deixar-la mais nervosa. Agradeceu por estar escuro quando saltou do quintal até a janela no segundo andar. Forçou a tranca e entrou no quarto. O cômodo era iluminado apenas pelo abajur no criado mudo. A cômoda e a cama eram destacadas pela luz amarela da lâmpada antiga, enquanto que o guarda-roupa e a porta que dava para o banheiro da suíte estavam quase totalmente na penumbra. E deitada sob os lençóis floridos, remexendo-se lentamente em processo de despertar, estava Elena. Tinha a expressão serena e os olhos ainda fechados. Levantou os braços acima da cabeça, espreguiçando-os. Deu um leve gemido que provocou um arrepio em Damon, já que era um som de puro prazer e contentamento. Não ousou mexer um músculo, nem conseguiria, tamanha era a sua distração com o pequeno contorcionismo. Ficou maravilhado com os movimentos que seu corpo fazia, parecia uma gata acordando de um sono tranqüilo e tem aproveitado. Via sensualidade em uma ação tão inocente.
Finalmente suas pálpebras se abriram, também bem lentamente, piscou algumas vezes e encarou-o. Damon esperava que ela ficasse assustada por ele estar ali, no quarto dela. Mas surpreendeu-se quando ela deu um pequeno sorriso em sua direção.
- Olá. – disse ela numa voz rouca.
- Olá. Não se assustou? – perguntou ele estranhando a situação.
- Já estou acostumada a encontrar você no meu quarto. – Elena deu uma risadinha. – Ficou meio estranha esta frase.
- Fazer o quê se é verdade. – aproximou-se e sentou-se na cama aos pés dela. – Não está com nenhuma estaca escondida aí, está?
- Não, você me pegou desprevenida. – eles riam da piada.
- Ainda bem que não fiz a besteira que tirará a minha vida.
Eles ficaram em silêncio. Damon desviou o olhar para um bordado da roupa de cama e apertou um pedaço da colcha entre os dedos. Não conseguia olhar-la nos olhos com a vergonha que sentia. Mas para convencer-la de sua sinceridade, deveria fazer-lo. Levantou o rosto e afogou-se naqueles olhos chocolate tão profundos, que tanto amava. Engoliu em seco tentando balbuciar alguma coisa, mas esqueceu-se completamente do que ia dizer. Aproximou-se inconscientemente, sentando-se na altura do tronco dela. Passou a observar seu rosto e em como a sua pele sedosa e brilhante parecia tão pálida sob a luz do abajur. Os cabelos aparentavam um tom de chocolate quase comestível, o que combinava com o shampoo de frutas vermelhas, envolvente e afrodisíaco. Reparou nas sombras que os cílios de boneca faziam sempre que ela piscava e eles tocavam levemente suas bochechas. O local começou a avermelhar-se e ele amou isso. Amou o efeito que causava. Claro que não estava menos entorpecido. Sentia como se seu coração tivesse voltado a bater, a pulsação firme e prazerosa contra as costelas.
- Eu... pensei que você não viria tão cedo. – disse ela quebrando o silêncio.
- E eu pensei que você não que me quisesse aqui tão cedo.
- Como assim?
- Depois do que aconteceu imaginei que não fosse querer ver a minha cara nunca mais.
- Eu fui a culpada, Damon...
- Não! Fui eu e minha infantilidade.
- Ainda discordo.
- Digo o mesmo.
- Me perdoa?
- Só se você me perdoar.
- Não há o que perdoar.
- Então nenhum de nós tem culpa.
Algo quente revirou-se dentro deles. Quando se deram conta, Damon estava inclinado sobre Elena, apoiando-se no colchão com um braço de cada lado do corpo da jovem. Os rostos estavam a apenas alguns centímetros de distância, a respiração fria batendo na face fervendo. O coração da garota falhava várias batidas e o sangue pareceu acumular-se em suas bochechas. Estava imóvel, não conseguia se mexer, não queria. Estavam sozinhos, ninguém iria julgar nem impedir. Tudo poderia acontecer naquele pequeno espaço aéreo que os separava. Absolutamente tudo. E ela não hesitaria nem se afastaria. Umedeceu o lábio inferior e entreabriu-os como um reflexo.
- Eu me sinto tão frustrado.
Ele acabou com a distância e beijou-a na bochecha, roçando levemente os lábios nos dela.
- Eu me recuso a jogar tão sujo. Mas você me conhece, não sou nada limpo.
Damon voltou à posição normal, afastando-se com um sorriso debochado. Ainda não estava recomposto do momento, mas não queria demonstrar o caos e descontrole que estavam as suas emoções. Voltou a encarar um bordado e a brincar com um babado de algodão.
- Com fome? Acho que aquele filé ainda presta.
carolina cardinal
carolina cardinal

Mensagens : 455
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por carolina cardinal em Seg Dez 19, 2011 10:23 am

aliás! teremos um especial de natal!!!
capítulos fofíssimos com temas natalinos!!!!
mamae vai ficar orgulhosa!!!
carolina cardinal
carolina cardinal

Mensagens : 455
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por isabela c tonon em Seg Dez 19, 2011 2:35 pm

quero um presente desses hehehehe
kkkk
afilhada@!
adorei esse capt!..
to mt orgulhosa aqui!
Poste mais!
ti amu!

bjosss
isabela c tonon
isabela c tonon

Mensagens : 2789
Data de inscrição : 28/08/2011
Idade : 22
Localização : Entre lençois... Com Damon Salvatore XD

https://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002452519341

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por NandaSalvatore em Seg Dez 19, 2011 5:26 pm

Filhotinha!!
Eu adorei
Foi post duplo ainda
Posta mais logo, viu?
Bjs
NandaSalvatore
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por Gláucia em Qua Dez 21, 2011 2:55 pm

Amei o cap.......

Quando tem mais????
Gláucia
Gláucia

Mensagens : 290
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 29
Localização : Barueri, SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por carolina cardinal em Qua Dez 21, 2011 4:48 pm

acho que hj mesmo, mais a noite
carolina cardinal
carolina cardinal

Mensagens : 455
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Set Fire to the Rain - Página 6 Empty Re: Set Fire to the Rain

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 15 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 10 ... 15  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum