Parceria
SIGMA CAMISETAS
Votação

Quem você quer entrevistar?

Love Never Dies - Página 3 I_vote_lcap64%Love Never Dies - Página 3 I_vote_rcap 64% [ 9 ]
Love Never Dies - Página 3 I_vote_lcap36%Love Never Dies - Página 3 I_vote_rcap 36% [ 5 ]

Total dos votos : 14


Love Never Dies

Página 3 de 28 Anterior  1, 2, 3, 4 ... 15 ... 28  Seguinte

Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Dom Jul 31, 2011 2:58 pm

Capítulo 5- Feelings hurt the soul

Love Never Dies - Página 3 Tristeza

Quando você vai embora
Os pedaços do meu coração sentem a sua falta
Quando você vai embora
O rosto que eu conheci também me faz falta
Quando você vai embora
As palavras que eu preciso ouvir sempre ao longo do dia
E fazer tudo ficar bem
Eu sinto sua falta...


Elena estava sentada na arquibancada do ginásio da Robert E. Lee. A garota nem conseguiu ir para a sala de aula. Havia chorado o caminho todo até o ginásio que naquele momento estava vazio. Elena não conseguia tirar a imagem de Stefan da cabeça. Aqueles olhos tão tristes, com uma dor tão profunda...

As portas se abriram de repente, fazendo Elena limpar as lágrimas que ainda caiam de seus olhos com a manga da blusa branca que ela vestia. Ela olhou para a porta, extremamente envergonhada e irritada. Será que nem sofrer ela podia mais?

-desculpe-me, acho que aqui não é a classe de sociologia. –uma voz doce e feminina soou contra o silêncio do ginásio.

Elena riu um pouco. Novata. Deu um sorriso simpático para a garota e sussurrou meio rouca por causa do choro:

-é, acho que não.

As duas riram. Elena passou a avaliar a garota com curiosidade. Ela era bonita. O rostinho de proporções angelicais e suaves, os olhos castanhos sobre cílios pequenos, o sorriso perfeitamente alinhado. Ela não era muito alta, devia ter quase um palmo a menos que Elena. Embora fosse baixinha, a garota tinha um corpo muito belo. Era magra, pele meio bronzeada, mas dava para ver que era branquinha. E os belos cabelos meio cacheados caindo em uma cascata até os ombros.
Elena percebeu que ela também tinha bom-gosto. Não estava com uma roupa qualquer como Elena. Estava muito bem produzida. Um vestidinho azul-claro com babados e uma linda sapatilha branca. A garota parecia uma daquelas bonequinhas de porcelana.

-sou Juliana McQueen. –a garota estendeu a mão. –mas pode me chamar de Juh.

Elena pegou a mão da garota sorrindo.

-Elena Gilbert, mas pode me chamar apenas de Elena.

Juliana recolheu a mão e sorriu para a loira. Só então ela percebeu que aquela garota que parecia a Barbie em carne o osso havia chorado. Juliana não sabia direito o porquê, mas queria ajudar aquela garota de alguma forma.

-você está bem Elena? Eu sei que você não me conhece direito, mas se precisar conversar... Eu estou aqui.

Elena sorriu. Aquela garota nem a conhecia e já queria ajudá-la de alguma forma. Mas isso era complicado. Primeiro era queria falar com Bonnie e Meredith...

-você disse que está perdida? –Elena mudou de assunto.

Juliana assentiu, retorcendo o rostinho de menina numa careta.

-odeio ser novata! Sinto-me uma alienígena!

Elena assentiu feliz por ter conseguido mudar de assunto. A garota parecia ser muito legal. Muito divertida, gentil, e perceptiva.

-eu te mostro o caminho, se quiser é claro. –Elena forçou um sorriso.

-seria maravilhoso. –Juliana sorriu.

Elena guiava a garota pelos corredores da escola. Ela sabia que a garota estava falando com ela, mas Elena não conseguia entender muito. Ela não estava filtrando nada. Seus pensamentos estavam em Stefan. Onde ele estaria? E como estaria?

***
Stefan mantinha a postura ereta. Seus olhos já não tinham mais lágrimas para derramar. Embora a dor que estivesse em seu peito fosse mais do que profunda, ele não podia baixar a cabeça. Estava triste, sofrendo, querendo arrancar aquele anel do dedo e se jogar ao sol. Qualquer coisa. Ele só queria parar com aquela dor miserável que o torturava.

Uma idéia sombria passou pela cabeça dele: Desligar os sentimentos. Era a forma mais simples e indolor de parar com aquele sofrimento todo. Só bastava ele desligar-se de todos os seus sentimentos humanos que o enfraqueciam...

Não! Stefan colocou as mãos na cabeça. O que ele estava pensando? Não podia fazer isso! Por mais que doesse, por mais que a dor parecesse que o estava consumindo, devorando-o, queimando-o vivo, ele não podia se desligar do que ainda o mantinha humano. Se ele fizesse isso, se desse adeus para seus sentimentos... A culpa por matar iria junto com a dor de não ter Elena. E então ele voltaria a ser um monstro.

-é eu sei. Não, eu já falei pra você! Não ouse comprar aquela pulseira Sarah!

Uma voz feminina atraiu a atenção de Stefan. Era uma garota. Não era muito alta, mas andava com classe e sofisticação. Seu rosto tinha proporções harmoniosas e sedutoras, entrando em perfeita sintonia com os longos e lisos cabelos meio avermelhados que caíam numa cascata avermelhada até o meio das costas.

Ela falava distraída ao celular. Sequer tinha percebido a presença de Stefan ali. Por um breve momento, Stefan pensou que ela poderia ser uma vampira. Ela se daria muito bem com Damon. Vestida totalmente de preto. Mas ficava bem contra a pele clara dela. A blusa colada ao corpo, mostrando suas curvas, a calça jeans preta colada, as botas pretas feitas de couro. Sem falar é claro, da maquiagem escura. Os olhos verde-piscina dela ficavam absolutamente lindos tão delineados...

Stefan balançou a cabeça. Ele não estava pensando nisso estava? Não estava avaliando uma garota. Mas algo dentro dele ardeu ao imaginar Elena com Damon. Uma ira profunda que o fez querer mostrar para a loira que ele não precisava dela. Que ele podia ter quem ele quisesse na hora que bem quisesse. E aquela ruiva iria ser a primeira.

Pena querida, pensou Stefan abrindo um sorriso sombrio, lugar errado, hora errada.

-olá. –o vampiro deu um sorriso largo.

A ruiva olhou de imediato para onde Stefan estava com uma careta irritada, mas ao ver o vampiro sua expressão se tornou de choque. Aquele era o homem mais lindo que ela já havia visto em toda a sua vida! Aquela boca sexy, os olhos verdes que pareciam querer sugá-la, o corpo musculoso... O celular caiu num baque surdo no chão.

-creio que ainda não nos conhecemos. –Stefan pegou a mão dela, depositando um beijo nas costas. –sou Stefan Salvatore.

A ruiva olhou maliciosa para Stefan e com um meio sorriso se apresentou:

-sou Miriam Kutcher. Prazer em conhecê-lo Stefan.

-o prazer é absolutamente meu... Miriam.

Stefan sentia algo se apossando dele. Um instinto á muito adormecido. Ele queria esquecer Elena. Queria esquecer a dor que ela havia causado á ele. Queria causar dor á ela. Mostrar á ela que ele não estava sofrendo. Que se ela o traiu, ele não se importava mais...

Ele nem pensou duas vezes ao empurrar a ruiva contra um dos carros e grudar a boca na dela com violência. Miriam não se opôs e simplesmente deu passagem para Stefan aprofundar o beijo. As mãos do vampiro apertavam o corpo da garota contra si com força, enquanto ela entrelaçava as mãos nos cabelos dele, puxando-o para si.

O que ela estava fazendo? Pensava Miriam totalmente envolvida. Ela não tinha como lutar contra aquele homem. O olhar dele a deixava tonta, submissa. Ela o havia conhecido á apenas alguns minutos e já estava se agarrando com ele! Ah, que se dane! Pensou Miriam puxando Stefan para mais perto, como se quisesse se fundir á ele, quem está na chuva é pra se molhar mesmo! Eu vou é aproveitar!

Stefan começou a sentir uma coisa crescendo dentro de si. Uma fome predadora. Ele estava com sede, na verdade, faminto. Mas ele havia acabado de se alimentar de um cervo... Não fazia sentido. Mas a sede o estava dominando. Stefan rompeu o beijo arfando. Era melhor aquela garota correr, e correr muito. A sede que o dominava parecia que tinha poder sobre as ações dele. Stefan não conseguia ver direito, não conseguia pensar.

Toda aquela sede insuportável, misturada á mágoa e á tristeza o deixaram prisioneiro do próprio instinto. Stefan não conseguia raciocinar, em sua cabeça tudo o que aparecia era a veia apetitosa do pescoço de Miriam. Ele imaginava o sabor, imaginava aquela doce bebida dos deuses escorrendo por sua garganta, aplacando aquele fogo infernal que subia por sua garganta seca.

A visão de Stefan ficava turva, indistinta. E a última coisa que ele viu foi que avançava em direção á garota ruiva e um grito sufocado que depois foi engolido pela escuridão...

Continua...

Notas da autora: Esse cap foi meio chato né? Mas era só para apresentar as meninas. Juh, minha maninha do coração, espero q vc goste. E Miriam tb. Como eu disse vc consolou o Tetefan um pouquinho. XD. Não se preocupe! Vc ainda é uma peça muito importante da história! Bjins, amooo vcs!


Última edição por Keroll Salvatore em Dom Out 09, 2011 6:23 pm, editado 2 vez(es)
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Miriam Salvatore em Dom Jul 31, 2011 3:05 pm

Eu Ameii..
A Juh é bem angelical acho que ela vai ser uma otima amiga...
E Eu nemse fala,amei minha descrição e a pegada do Stefan Twisted Evil vai ser gostoso aqui em casa.. Twisted Evil
Se eu sou importante na historia quer dizer que não morro agora..
HUm..
Anciosa por mais.. e muitos Hot entre eu e Stefan kkk
Miriam Salvatore
Miriam Salvatore

Mensagens : 3362
Data de inscrição : 29/03/2011
Idade : 27
Localização : Caxias do Sul RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por manuoc em Dom Jul 31, 2011 3:25 pm

Chato não Kerol, gostei do capítulo,
o Stefan vai libetar o lado ruim dele é? curiosa...
manuoc
manuoc

Mensagens : 747
Data de inscrição : 08/05/2011
Idade : 29
Localização : Feira de Santana - Bahia

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por SweetDream em Dom Jul 31, 2011 7:53 pm

CHATO? EU AMEEEEEEEEEEEEEI
ahhh, eu amei demais!
eu sou bem dessas mesmo: pergunto se a pessoa está bem, tento consolar, mesmo não conhecendo a ela direito.
odeio ver pessoas tristes.
awnn maninha do coração! ficou muito perfeito o capítulo, sério mesmo!!
Stefan mau.... mas bem que a Miriam gostou, né? Twisted Evil [mwahahahahahaha] Twisted Evil
e ela não morreu agora, né maninha?
a Juh McQueen parece ser legal... gostei dela! kk'
quando tem mais maninha? ansiosa demais!
amuce maninha do I love you
SweetDream
SweetDream

Mensagens : 1311
Data de inscrição : 08/07/2011
Idade : 23
Localização : Caxias do Sul, RS

Ver perfil do usuário http://booklies.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Laala saalvatore ;) em Dom Jul 31, 2011 8:06 pm

Claro que nãoo foi chato, neta liiinda!
Gostei da Juuh, ela pareceu bem doce e meiga, e até ajudou a Elena mesmo sem conhecê-la.
Stefan ficou boladãoo =O e pegoo a Miriam! Miriam sortuuda!
Mas agoora será que ele vai queerer virar um monstro só para esquecer a Elena? MEDO!
Laala saalvatore ;)
Laala saalvatore ;)

Mensagens : 716
Data de inscrição : 05/04/2011
Idade : 22
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por SweetDream em Dom Jul 31, 2011 10:34 pm

dona Keroll, sem querer ser chata mas...
quando tem mais? eu to morrendo de ansiedade!
SweetDream
SweetDream

Mensagens : 1311
Data de inscrição : 08/07/2011
Idade : 23
Localização : Caxias do Sul, RS

Ver perfil do usuário http://booklies.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Ter Ago 02, 2011 12:43 pm

Amrs desculpem a demora!! Embarassed
Eu sei q vcs querem um cap nv, mas é q minha professora d História passou um trabalho em grupo e eu estava beeeeem ocupada. #sorry!!
Olha, o cap nv vem logo tá bom? Talvez dq a pouco ou á noite.
Mais uma vez: Desculpe-me oks?
Bjins, amo vcs
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Ter Ago 02, 2011 1:25 pm

Capítulo 6-Difficult Truths

Love Never Dies - Página 3 Tristeza

Os olhos de Stefan abriram-se lentamente. A luz forte do sol o cegava e fazia seus olhos supersensíveis doerem. A cabeça dele girava de uma forma incômoda e todo o corpo do vampiro doía.

Stefan percebeu que estava deitado no chão, em meio ás folhas mortas de carvalhos. Seu rosto estava virado para baixo. Ele virou-se com cuidado, sentindo dores no corpo apenas em se movimentar um pouco. Onde estava no fim das contas? Certamente era uma floresta, mas ele não sabia.

O vampiro sentou-se no chão, passando a mão no rosto para limpar a sujeira que havia ficado em sua bochecha. Nada estava fazendo muito sentido. Onde ele estava afinal? Suas lembranças das últimas horas eram tão confusas que não passavam de pequenos fragmentos. Gritos... Alguém gritava. A ruiva gritava... E o clarão meio prateado... A ruiva... Miriam!

Stefan levantou do chão num salto. Miriam! A garota que ele havia conhecido no estacionamento. A garota que ele havia beijado...

Stefan não tinha a menor idéia do que estava acontecendo. Ele não conseguia lembrar direito do que tinha acontecido nas últimas horas. Ele só se lembrava com clareza de Elena. Da dor que havia sentido ao vê-la proferir aquelas palavras tão duras que o atingiram como milhares de estacas banhadas a verbena.

Lembrava-se também da outra garota. Dos longos cabelos lisos e vermelhos cintilando no sol, dos belos olhos num tom curioso de verde-piscina, da voz sedosa e sedutora. E depois? O que tinha acontecido com ela? Com eles?

Stefan passou a língua na boca seca e sentiu um gosto delicioso. Um gosto tão familiar e aconchegante. Como um vinho raro de uma coleção muito antiga. Sangue!
O cheiro inebriante de sangue humano deixava o vampiro meio tonto. Era sangue mesmo, e era sangue fresco. O vampiro passou a mão pelo rosto e percebeu que estava molhado com um líquido vermelho brilhante. Não, não era possível! Ele não podia ter feito tal coisa com aquela garota!

Stefan arfou tentando se controlar. Não, ele não podia ter machucado Miriam! Ele não podia tê-la matado!

Ele olhou ao redor, como se esperasse encontrar a prova do crime. Mas não havia nada ali. Só folhas mortas que caíram de grandes carvalhos. Nada, nem mesmo um animal. Nem mesmo uma formiga!

Stefan respirou fundo. Talvez não fosse isso, talvez Miriam tivesse conseguido fugir. Talvez ele não a tenha matado realmente...

O que ele estava pensando? Que voltar a ser um monstro ia aliviar a dor? Se for isso, na certa estava ficando realmente louco. Se banhar em sangue humano não estava aliviando a dor. Não estava sequer ajudando em alguma coisa. Só estava aumentando a culpa interior dele, só estava fazendo com que ele se tornasse ainda menos merecedor de Elena.

Aquela garota, Miriam, não tinha nada a ver com o sofrimento dele. E agora ela estava desaparecida! Ela poderia estar perdida, completamente apavorada... Ou até mesmo... Morta.

***

Elena andava pelos corredores em direção ao refeitório. Estava se sentindo muito mal. Com um aperto no peito que não passava. Ela queria que ele estivesse ali com ela. Com seus olhos maliciosos e muitas vezes insondáveis, mas que continham o brilho de todas as estrelas do céu neles, ou seu sorriso secreto, aquele que ele só dava para ela...

A loira se sentiu pior do que antes. Era certo pensar em Damon enquanto seu coração estava apertado por causa de Stefan? Mas, naquele momento, ela precisava de Damon. Ela precisava dele mais do que nunca. Ela queria sentir que tudo o que ela havia feito tinha uma razão maior. Que magoar Stefan daquele modo tinha um motivo mais forte do que ela.

-Elena, eu não aguento mais esse seu silêncio sepulcral seguido por essa carinha tão triste.

Era a vigésima quinta vez que Bonnie tentava fazer a amiga desabafar, mas em nenhuma das tentativas teve êxito. Até a garota nova, Juliana, tinha percebido o clima depressivo que cercava a
loira. Meredith apenas a encarava.

-tudo bem Bonnie. –Elena deu um suspiro pesado. –podemos conversar no refeitório o.k.?

A ruiva assentiu ainda desconfiada. Não era comum ver Elena Gilbert daquela maneira. Que motivos a Rainha da Robert E. Lee tinha para ficar daquele jeito? A garota tinha tudo! A vida dela era a perfeição! Loira, alta, corpo esbelto, olhos azuis. O típico padrão de beleza americano. Sem falar que namorava o garoto mais bonito do colégio!

O caminho até o refeitório foi estranhamente silencioso. Elena não quis comer nada, só de imaginar as reações de Bonnie e Meredith, ela ficava nervosa. Ela nem se importava se a garota nova ouvisse. Elena gostava dela. Parecia uma boa garota. Gentil, animada e estava disposta á ajudar alguém que nem conhecia.

Já sentadas á mesa, Bonnie não perdeu tempo:

-estamos aqui. Comece.

Elena sentiu-se suar frio. Bonnie jamais aceitaria aquilo. Muito menos Meredith... Ou talvez ela estivesse errada. Talvez elas compreendessem...

Ah, qual é! Pensou Elena revirando os olhos. Ninguém entenderia a complexidade desse relacionamento. Ela voltou a atenção para as meninas á sua frente. Bonnie estava com o olhar vidrado em Elena, Meredith também a fitava, já Juliana dava um sorrisinho encorajador para ela, como se estivesse dizendo: Vai lá, você consegue!

-terminei com o Stefan.

Bonnie engasgou com o suco que tomava. Ele tinha ouvido bem? Elena Gilbert havia terminado o namoro com sua alma gêmea, Stefan Salvatore?

-eu sei, eu sei. Eu disse que o amava e não menti. Eu amo Stefan, mas... Não é o suficiente.

-não é o suficiente pra quê? –Meredith arqueou as sobrancelhas.

-não basta Meredith. Eu... –Elena corou. –eu amo outra pessoa.

-calma! –Bonnie a encarou. –você disse que ama o Stefan, certo? –Elena assentiu. –então como você ama outra pessoa amando o Stefan?

-é complicado Bonnie.

-tenho certeza que na certa somos capazes de entender Elena. –Meredith estava séria.

-eu amo o Stefan tá? Quero deixar isso bem claro. Mas... Eu sinto algo muito mais forte pelo Damon. É algo tão forte que eu nem sei explicar. É mais que amor, ou pelo menos eu acho que tem que ser. Porque “amor” parece uma palavra muito fraca e pálida para que eu possa descrever o que eu sinto por ele.

Bonnie arregalou os olhos ao ouvir Elena falar aquilo. Damon? O assassino? Elena tinha surtado de vez?

-você ficou louca? –Bonnie levantou da cadeira num salto. –Damon não presta Elena! Ele é o assassino, lembra-se? Ele matou pessoas! Ele deve ter jogado o Stefan naquele poço! E você ainda diz que ama aquele monstro? Faz assim Elena: Quando você levar um choque de realidade e perceber o erro enorme que você cometeu... Avise-me tá? Porque aí sim eu quero ouvir você falar sobre amor.

Elena ficou boquiaberta enquanto via Bonnie sair batendo os pés. Foi bem pior do que ela havia imaginado. Bonnie deu um ataque, como ela previra. E Meredith? Bem, só se mantinha calada olhando para onde Bonnie tinha ido.

-Meredith? –Elena estava insegura.

-não concordo com o que fez. Você lutou muito pelo Stefan. Eu não gosto do Damon mais do que a Bonnie e você sabe. Eu não entendo o que aconteceu, por isso não vou te julgar. Somos amigas, e nada vai mudar isso. E quando você acordar eu vou estar aqui tá?

Ela fez um pequeno afago na mão de Elena e saiu em busca de Bonnie.

Elena estava chocada. Bonnie havia gritado com ela e se aborrecido, Já Meredith tinha se mantido calma, mas as palavras dela feriram Elena profundamente. Quando ela acordar? Era como se ela estivesse dizendo que esse sonho estivesse fadado ao fim...

-Elena?

A loira olhou para frente, se deparando com os olhos castanhos de Juliana. A garota sorria para ela, e não parecia estar julgando-a. Nem ao menos parecia afetada com o fato de Bonnie ter dito que o homem que ela amava era um assassino. Ela não estava com medo, e não achava que Elena era louca.

-Não fique triste pelo o que elas disseram. Elas amam você, são suas amigas. Só querem o seu bem.

-você não vai sair dizendo pra todo mundo que meu namorado pode ser um assassino? –Elena riu sem humor.

-é claro que não!- a garota pareceu um pouco ofendida. –não sou desse tipo. Pra mim, se você tem certeza do que sente por esse tal de Damon, tem que ir á luta! Se você gosta mesmo dele, não deve desistir. O verdadeiro amor só bate na nossa porta uma vez Elena.

Elena riu, sentindo-se um pouco melhor. Ela queria que Meredith e Bonnie estivessem dizendo aquilo, mas já que não estavam ela se contentava com alguém gentil como Juliana.

-quer saber mais sobre ele? –Elena riu.

-oh, claro! Tenho certeza de que ele é muito interessante... –a menina riu maliciosa.

***
De dentro da floresta os observava numa fúria intensa. Todos felizes, todos contentes com suas vidinhas medíocres, mas não ia ficar assim... Não ia mesmo!
O céu escureceu de súbito, trazendo um frio invernal consigo. Em breve aqueles que nunca repousam vão voltar. Vejamos como os traidores do coração lidam com isso...
Um sorriso cintilou na escuridão. A hora da vingança estava chegando...

Continua...

Notas da autora:Chato né? Eu sei. Só postei esse pra ñ deixar vcs no escuro por mt tempo. rsrsrs. Logo tem mais tá? E eu prometo que vai ser melhor!! Bjins


Última edição por Keroll Salvatore em Dom Out 09, 2011 6:33 pm, editado 1 vez(es)
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Laala saalvatore ;) em Ter Ago 02, 2011 7:09 pm

Poxaa neta linda, que pena que fiquei aqui do Stefan com remorso :/
"Ela podia ter fugido" HÃÃ? o Stefan bebeu mesmo neh, como que a garota ia fugir de um vampiro em fúria?!

Nossa, que reação exagerada da Bonnie eiin! (Já odeio ela nos livros mesmo!) Fizesse como a Meredith então, mas não precisava dar essa patada! Meredith sempre mais madura e sensata, Bonnie tem a mente de uma criança doente!

O.O e quem é que estava observando tudo isso? É a Katherine? (Como este livro ainda é o 2, a Kath ainda não morreu)

Curiosa aqui neta, mt bom o capítulo!
Laala saalvatore ;)
Laala saalvatore ;)

Mensagens : 716
Data de inscrição : 05/04/2011
Idade : 22
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Ter Ago 02, 2011 7:19 pm

Laala saalvatore Wink escreveu:
Poxaa neta linda, que pena que fiquei aqui do Stefan com remorso :/
"Ela podia ter fugido" HÃÃ? o Stefan bebeu mesmo neh, como que a garota ia fugir de um vampiro em fúria?!

Nossa, que reação exagerada da Bonnie eiin! (Já odeio ela nos livros mesmo!) Fizesse como a Meredith então, mas não precisava dar essa patada! Meredith sempre mais madura e sensata, Bonnie tem a mente de uma criança doente!

O.O e quem é que estava observando tudo isso? É a Katherine? (Como este livro ainda é o 2, a Kath ainda não morreu)

Curiosa aqui neta, mt bom o capítulo!

Rsrs, eu tb fiquei com peninha dele vovó. Tadinho completamente perdido, coberto de sangue, e ainda por cima procurando a garota que sumiu né? Ele ainda tem esperanças, pq ñ achou o corpo dela... Surprised
Pois é, a Bonnie foi exagerada mesmo!KKK. Pirou geral só pq a Elena se apaxonou pelo Damon! Eu queria trazer esse lado da Meredith, acho que deu certo!! Smile
Hm, pode ser q seja ela né? Ela ainda ñ apareceu...
Q bom q vc gostou!! Te amooooooo vovó linda!!
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por SweetDream em Ter Ago 02, 2011 8:14 pm

maninha do coração!
eu amei demais demais demais mesmo!
vc não faz idéia!
chato? bebeu é? cheirou canetinha? tá esplendido!
eu to morrendo aki!
a Juh é querida, gostei dela. e ela vai achar o namorado da Elena mto interessante! kk'
quando tem mais? ansiosa!
SweetDream
SweetDream

Mensagens : 1311
Data de inscrição : 08/07/2011
Idade : 23
Localização : Caxias do Sul, RS

Ver perfil do usuário http://booklies.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Ter Ago 02, 2011 8:48 pm

SweetDream escreveu:maninha do coração!
eu amei demais demais demais mesmo!
vc não faz idéia!
chato? bebeu é? cheirou canetinha? tá esplendido!
eu to morrendo aki!
a Juh é querida, gostei dela. e ela vai achar o namorado da Elena mto interessante! kk'
quando tem mais? ansiosa!

KKKK, Cheirei canetinha?? Não amr, só q achei meio chatinho...
Mas se vc gostou, não vou questionar!!
Q bom q vc gostou da Juh, eu amoo escrever momentos dela!!
Logo tem mais amr...Bjins
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por SweetDream em Ter Ago 02, 2011 8:58 pm

Keroll Salvatore escreveu:
SweetDream escreveu:maninha do coração!
eu amei demais demais demais mesmo!
vc não faz idéia!
chato? bebeu é? cheirou canetinha? tá esplendido!
eu to morrendo aki!
a Juh é querida, gostei dela. e ela vai achar o namorado da Elena mto interessante! kk'
quando tem mais? ansiosa!

KKKK, Cheirei canetinha?? Não amr, só q achei meio chatinho...
Mas se vc gostou, não vou questionar!!
Q bom q vc gostou da Juh, eu amoo escrever momentos dela!!
Logo tem mais amr...Bjins

sério q tem mais? morrida!
eu amei a Juh! ela parece ser uma ótima pessoa!
e o capítulo ta perfeito! não me questione! kk'
SweetDream
SweetDream

Mensagens : 1311
Data de inscrição : 08/07/2011
Idade : 23
Localização : Caxias do Sul, RS

Ver perfil do usuário http://booklies.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Ter Ago 02, 2011 9:04 pm

SweetDream escreveu:
Keroll Salvatore escreveu:
SweetDream escreveu:maninha do coração!
eu amei demais demais demais mesmo!
vc não faz idéia!
chato? bebeu é? cheirou canetinha? tá esplendido!
eu to morrendo aki!
a Juh é querida, gostei dela. e ela vai achar o namorado da Elena mto interessante! kk'
quando tem mais? ansiosa!

KKKK, Cheirei canetinha?? Não amr, só q achei meio chatinho...
Mas se vc gostou, não vou questionar!!
Q bom q vc gostou da Juh, eu amoo escrever momentos dela!!
Logo tem mais amr...Bjins

sério q tem mais? morrida!
eu amei a Juh! ela parece ser uma ótima pessoa!
e o capítulo ta perfeito! não me questione! kk'

Magina, ñ vou te questionar nunk!! Morro d medo dos seus esquilos! Vai q vc manda um deles vir me pegar?? Shocked
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por SweetDream em Ter Ago 02, 2011 9:15 pm

Keroll Salvatore escreveu:
SweetDream escreveu:
Keroll Salvatore escreveu:
SweetDream escreveu:maninha do coração!
eu amei demais demais demais mesmo!
vc não faz idéia!
chato? bebeu é? cheirou canetinha? tá esplendido!
eu to morrendo aki!
a Juh é querida, gostei dela. e ela vai achar o namorado da Elena mto interessante! kk'
quando tem mais? ansiosa!

KKKK, Cheirei canetinha?? Não amr, só q achei meio chatinho...
Mas se vc gostou, não vou questionar!!
Q bom q vc gostou da Juh, eu amoo escrever momentos dela!!
Logo tem mais amr...Bjins

sério q tem mais? morrida!
eu amei a Juh! ela parece ser uma ótima pessoa!
e o capítulo ta perfeito! não me questione! kk'

Magina, ñ vou te questionar nunk!! Morro d medo dos seus esquilos! Vai q vc manda um deles vir me pegar?? Shocked

só se vc me questionar...
e vc é má, tenho medo de vc!
vc maatou o velhinho, ainda não me esqueci disso não, ok? kk'
SweetDream
SweetDream

Mensagens : 1311
Data de inscrição : 08/07/2011
Idade : 23
Localização : Caxias do Sul, RS

Ver perfil do usuário http://booklies.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Ter Ago 02, 2011 9:25 pm

SweetDream escreveu:
Keroll Salvatore escreveu:
SweetDream escreveu:
Keroll Salvatore escreveu:
SweetDream escreveu:maninha do coração!
eu amei demais demais demais mesmo!
vc não faz idéia!
chato? bebeu é? cheirou canetinha? tá esplendido!
eu to morrendo aki!
a Juh é querida, gostei dela. e ela vai achar o namorado da Elena mto interessante! kk'
quando tem mais? ansiosa!

KKKK, Cheirei canetinha?? Não amr, só q achei meio chatinho...
Mas se vc gostou, não vou questionar!!
Q bom q vc gostou da Juh, eu amoo escrever momentos dela!!
Logo tem mais amr...Bjins

sério q tem mais? morrida!
eu amei a Juh! ela parece ser uma ótima pessoa!
e o capítulo ta perfeito! não me questione! kk'

Magina, ñ vou te questionar nunk!! Morro d medo dos seus esquilos! Vai q vc manda um deles vir me pegar?? Shocked

só se vc me questionar...
e vc é má, tenho medo de vc!
vc maatou o velhinho, ainda não me esqueci disso não, ok? kk'

KKK, é msm, matei o velhinho... E fiquei com a pipoca dele né? Twisted Evil kkkkkkkk
Tenha medo d mim ñ, amr. Não posso fzr nd contigo se ñ eu morro né? Quem vai escrever minhas maldades???
Bjin te amoooooo maninha do I love you
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por SweetDream em Ter Ago 02, 2011 9:36 pm

Keroll Salvatore escreveu:
SweetDream escreveu:
Keroll Salvatore escreveu:
SweetDream escreveu:
Keroll Salvatore escreveu:
SweetDream escreveu:maninha do coração!
eu amei demais demais demais mesmo!
vc não faz idéia!
chato? bebeu é? cheirou canetinha? tá esplendido!
eu to morrendo aki!
a Juh é querida, gostei dela. e ela vai achar o namorado da Elena mto interessante! kk'
quando tem mais? ansiosa!

KKKK, Cheirei canetinha?? Não amr, só q achei meio chatinho...
Mas se vc gostou, não vou questionar!!
Q bom q vc gostou da Juh, eu amoo escrever momentos dela!!
Logo tem mais amr...Bjins

sério q tem mais? morrida!
eu amei a Juh! ela parece ser uma ótima pessoa!
e o capítulo ta perfeito! não me questione! kk'

Magina, ñ vou te questionar nunk!! Morro d medo dos seus esquilos! Vai q vc manda um deles vir me pegar?? Shocked

só se vc me questionar...
e vc é má, tenho medo de vc!
vc maatou o velhinho, ainda não me esqueci disso não, ok? kk'

KKK, é msm, matei o velhinho... E fiquei com a pipoca dele né? Twisted Evil kkkkkkkk
Tenha medo d mim ñ, amr. Não posso fzr nd contigo se ñ eu morro né? Quem vai escrever minhas maldades???
Bjin te amoooooo maninha do I love you

psé... eu sou a única q tu e a Awa não podem fazer nada, pq né...
sem eu vcs não existem, então... kk'
vc ficou com a pipoca do Vovô, sua vilã malvada! kk'
amo vc mais, maninha do <3
SweetDream
SweetDream

Mensagens : 1311
Data de inscrição : 08/07/2011
Idade : 23
Localização : Caxias do Sul, RS

Ver perfil do usuário http://booklies.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Miriam Salvatore em Ter Ago 02, 2011 9:36 pm

OOOOOOOOOOO Stefan como tu me ataca e depois não sabe onde eu to? Evil or Very Mad
Corre me encontrar meuo Suspect
Bonnie não presisa dar tanto tiliquqe assim ela só quero Damon isso é inveja menina Rolling Eyes
Merediti coitada como smepre seca Rolling Eyes
Espero que a Juh tambm não de tilique ao saber que é Damon
Miriam Salvatore
Miriam Salvatore

Mensagens : 3362
Data de inscrição : 29/03/2011
Idade : 27
Localização : Caxias do Sul RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Ter Ago 02, 2011 9:51 pm

Miriam Salvatore escreveu:OOOOOOOOOOO Stefan como tu me ataca e depois não sabe onde eu to? Evil or Very Mad
Corre me encontrar meuo Suspect
Bonnie não presisa dar tanto tiliquqe assim ela só quero Damon isso é inveja menina Rolling Eyes
Merediti coitada como smepre seca Rolling Eyes
Espero que a Juh tambm não de tilique ao saber que é Damon

KKK, é msm amr! O tetefan nem sabe onde vc está!! Q Ó heim??
A Bonnie foi uma exagerada msm, ñ era pra tanto.
E a Meredith, como sempre mais paradona... rsrs
bjins amr...
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Vaanny em Qua Ago 03, 2011 1:43 pm

Fihaa, tenho que dizer que tá ótimo?
poorq isso já tá virando costume. KKKKKK
Mas mesmo assim eu digo: está ÓTIMO, EXCEPCIONALMENTE DEMAIS.
A Maredith e Bonnie dando ataque ¬¬
Liga não Elena... Você sabe quem é o Damon.
Ele mostrou como ele era somente para voce. Wink

E filhaa, estou precisada de um momento Delena pra hoje, ein? kkkkkkkkk
(folgada eu, néh?)
KKKKKKKK
beijos amor


Vaanny
Vaanny

Mensagens : 2024
Data de inscrição : 04/02/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Qua Ago 03, 2011 2:47 pm

Vaanny escreveu:Fihaa, tenho que dizer que tá ótimo?
poorq isso já tá virando costume. KKKKKK
Mas mesmo assim eu digo: está ÓTIMO, EXCEPCIONALMENTE DEMAIS.
A Maredith e Bonnie dando ataque ¬¬
Liga não Elena... Você sabe quem é o Damon.
Ele mostrou como ele era somente para voce. Wink

E filhaa, estou precisada de um momento Delena pra hoje, ein? kkkkkkkkk
(folgada eu, néh?)
KKKKKKKK
beijos amor



Ahhhh, q bom q vc gostou mamys!!
Pois é, a Bonnie e a Meredith foram meio incompreensivas com ela né? Mad
Hm, momento Delena? Pode deixar mamy!! Very Happy
Folgada? Magina! Vc é minha mãe! Tem suas vantagens!! KKK
bjins, te amooooooo
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Qua Ago 03, 2011 3:25 pm

Capítulo 7- Love and Desire

Love Never Dies - Página 3 Sem-amor-o-coracao-naum-respira

Eu costumava carregar esse mundo grande
Nos meus ombros e costas
Eu costumava mentir dentro do meu quarto
Imaginando onde eu estou

Eu sinto um arrepio correndo sobre as minhas veias
E pensava, eu seria salva?
Eu senti o gelo construindo em minha alma
Ele derreteria?

Ele é uma brisa quente
Soprando vida dentro de mim
Ele é o raio de sol
Que brilha sobre mim

Eu costumava me preocupar com a vida
Contando todas as moedas
Expulsando todos que amei
Nunca encontrando o tempo

E um dia eu dominei
Pela solidão e desespero
E profundamente dentro de mim eu pensei que ouvi
"Encoste em mim, estou aqui"

Ele é uma brisa quente
Soprando vida dentro de mim
Ele é o raio de sol
Que brilha sobre mim
Eu tirei o peso das minhas costas
E joguei ao vento
E estiquei meus braços em direção ao céu
E deixei minha vida recomeçar

E como uma árvore, eu tenho altura
Melhor que quando eu fui cortada
E como uma árvore, eu posso tocar o céu
Com meus pés no chão

Ele é uma brisa quente
Soprando vida dentro de mim
Ele é o raio de sol
Que brilha sobre mim

Ele é uma brisa quente
Soprando vida dentro de mim
Ele é o raio de sol
Que brilha sobre mim, yeah
Que brilha sobre mim
Que brilha sobre mim, Que brilha sobre mim
Que brilha sobre mim


A loira andava tranquilamente por entre as folhas mortas do cemitério. Ah, como ela adorava a paz e a tranquilidade mórbida daquele lugar! O cheiro de morte estava por todo lado, fazendo um belo contraste contra as formas curiosas daquelas velhas sepulturas.

A garota ruiva ainda estava desacordada. E um lindo e profundo corte estava em sua testa, fazendo o sangue cor de carmim pingar com abundância. Era delicioso o cheiro que exalava daquela garota. Um cheiro gostoso de sangue fresco.

A loira se inclinou para frente, até chegar ao pescoço da garota desmaiada. Sentiu a mudança em sua boca, sentiu seus lábios serem levemente separados pelas enormes presas. Ah, o delicioso néctar da vida... Como ela amava aquele doce sabor!

Ela mordeu o pescoço da ruiva com vontade, fazendo um estrago imenso na pele clara. O sangue escorria pelo ombro esquerdo da garota, enquanto esta mesmo inconsciente se retorcia de dor.

Enquanto se alimentava sentia a vida esvaziando-se das veias da garota e parou. Não estava na hora ainda. Ela queria ver como eles iam lidar com uma surpresinha extra. Mas para isso era preciso achar o lugar certo...

***
Elena chegou em casa extremamente cansada. Aquilo tinha sido sem sombra de dúvidas um dos dias mais difíceis de toda a sua vida. Como ela podia ter tantos problemas sendo tão jovem? Isso não era certo, era? Elena só tinha 17 anos de idade! Deveria se preocupar com compras, meninos, escola, festas.

Mas seus problemas iam muito além disso. A melhor amiga dela era uma bruxa, o ex-namorado um vampiro, e o homem pelo qual ela nutria uma paixão avassaladora, também era um vampiro.

-Elena, quer comer alguma coisa? –a voz de tia Judith chamou sua atenção.

Ela olhou para frente, dando de cara com sua tia com uma expressão gentil. E logo ali á frente, brincando no chão, estava Margaret. Com seus lindos cabelos loiros presos num rabo-de-cavalo, seus olhinhos inocentes, e seu rostinho de boneca. Elena sorriu para ela.

-não tia. Estou bem. –e para Margaret ela acrescentou: - hei minha princesinha, eu quero um abraço! Se você não me der, eu vou ficar muito chateada hein?

A menina riu, mostrando duas suaves covinhas. Largou a boneca com que brincava no chão, e levantou, correndo em direção á irmã mais velha.

Elena abaixou-se para abraçar Margaret. Um abraço apertado e aconchegante. Ah, como ela amava aquela criança! Ela era tudo o que restava para Elena. Sua doce e frágil irmãzinha. Ela precisava daquele abraço. Precisava da inocência que exalava de Margaret. Elena queria sentir aquela ingenuidade, que há muito tempo perdera. Num mundo tão perigoso e cheio de mistérios, que agora também era seu mundo, não tinha espaço para isso.

Você tinha que ser astuto ou acabaria sendo morto. Era assim naquele mundo sombrio sobre o qual ela estava aprendendo. Matar ou ser morto. Simples assim.

-hei Lena, olha minha boneca nova! Ela se parece com você! –a menina correu para pegar uma Barbie de longos cabelos loiros e olhos azuis.

-que linda. –Elena sorriu. –ela tem um nome?

-ela se chamava princesa, mas já que você é parecida com ela, o nome dela agora é Elena!

Elena riu enquanto via a menina correr até a cozinha gritando que queria cereal. Era bom ficar assim. Por alguns minutos ela se sentiu muito normal. Sentiu que não havia obstáculo grande o suficiente para detê-la.

A loira subiu as escadas rapidamente. Abriu a porta do seu quarto e a trancou. Olhou ao redor para ver se encontrava aquele par de olhos que ela tanto queria ver. Mas ele não estava ali. Não estava em lugar algum. Ela deu um suspiro pesado.

-onde ele se meteu? –resmungou. –eu preciso dele e ele some! Ah, muito gentil da parte dele não? Eu precisando contar tantas coisas, e ele está sabe-se lá onde. Ótimo!

-alguém conhecido?

Elena levou um susto ao ouvir aquela voz irônica e sexy. Ele estava encostado á janela como se já estivesse ali há muito tempo, mas ela sabia que não estava. Ela tinha acabado de chegar.

Toda a fúria que ela sentia se esvaziou ao ver aquele sorriso torto que ele dava para ela. Um sorriso que parecia dizer: bem-vinda ao lar. Sim, o lar dela, seu lugar de direito, era com ele. Onde quer que ele estivesse, Elena só se sentiria completa com ele por perto.

Ela atravessou o quarto indo em direção á ele, e o abraçou com força, agarrando-se á ele como se estivesse se agarrando á própria vida. Ele retribuiu o abraço da mesma forma, como se as horas em que ficaram separados fosse uma eternidade. Enterrou o rosto nos cabelos dela, que caíram sobre ele como uma cortina dourada.

-ah, Damon senti tanto a sua falta! –ela sussurrou contra o peito dele. –você não sabe o quanto
foi difícil hoje! Eu contei tudo ao Stefan... Ah, você não sabe o quanto ele está sofrendo com isso!
Eu sou uma pessoa horrível!

Damon afastou-a gentilmente e acariciou seu rosto. Como ela podia achar que era uma pessoa horrível? Elena era a pessoa mais doce, honesta e gentil que ele conhecia. Ela era forte e corajosa, ela fazia o que era certo. Elena era boa, e o fato de ela duvidar disso o irritava.

-amor, não fala assim. Eu vi o que aconteceu hoje. Eu jamais deixaria você sozinha com ele.

Elena piscou duas vezes. Amor. Não dava para acreditar que ele realmente a amava. Parecia algo irreal. Logo ela, uma garota qualquer, tinha conseguido domar o coração de Damon Salvatore. Ele a amava, e isso era fascinante para ela. Elena queria cantar, sair por aí pulando feito uma louca, dançar a noite inteira!

Era uma sensação tão boa, tão libertadora! Elena se sentia livre como um pássaro. Tão feliz e tão viva. E era Damon que fazia com que ela se sentisse assim.

-você estava lá? –ela sorriu. –estava comigo?

-eu fiquei com um pouco de receio pela reação dele. –Damon deu um sorrisinho tímido. –desculpe por isso. Tive medo de que ele pudesse machucar você.

Seu olhar se tornou intenso enquanto ele olhava para ela. E por um momento, Elena sentiu que não importava como, ele sempre a protegeria, sempre estaria ao lado dela. Nem que precisasse matar o mundo inteiro para isso. Ele sempre estaria lá para ela. Por ela. Porque a vida dos dois era uma só. Eles pertenciam um ao outro. E seria assim para sempre.

Elena então o beijou, passando seus braços em torno do pescoço dele, ficando meio suspensa. Ela sentiu quando as mãos de Damon envolveram sua cintura com força. Nenhum dos dois estava aguentando aquela distância insuportável entre seus corpos. Era como se seus corpos fossem imãs que se atraíam com uma força incontrolável.

Elena entrelaçou suas pernas ao redor do vampiro, enquanto ele subia suas mãos para as costas dela, puxando-a mais para si. Ela entrelaçou suas mãos nos cabelos sedosos dele, sentindo a maciez daqueles fios.

Ela não fazia idéia do quanto havia sentido falta daqueles lábios contra os dela. Daquele corpo, daquelas mãos exigentes percorrendo o corpo dela com desejo. O corpo de Damon era sua perdição, só podia ser. Como ela podia querer tanto uma pessoa? Como tudo isso cabia dentro dela?

Damon empurrou Elena contra a parede, ainda beijando-a daquela forma quase desesperada. Seu cheiro, a maciez daquela pele, o estava deixando completamente fora de si. Elena era sua droga. Ou talvez mais. Ele não conseguia resistir á ela. Tentar resistir ao que sentia por ela causava-lhe uma dor física torturante. Sem falar é claro, da dor que sentia dentro de si sempre que ela estava longe.

Ele parou o beijo, permitindo que ela respirasse, mas nem por isso seus lábios deixaram a pele dela. Ele desceu os lábios ao pescoço dela, dando beijos molhados, passando pelos ombros e voltando para os lábios vermelhos de Elena.

Ela colocou suas mãos por dentro da camisa dele, arranhando-o com as unhas, deixando marcas vermelhas que logo cicatrizavam. A respiração dos dois era alta e ofegante, tanto que o vampiro se perguntava como ninguém naquela casa tinha ouvido nada.

Elena não conseguia pensar direito, mal conseguia respirar. Damon era sua maior tentação. Tentação que ela não estava nem um pouco á fim de refrear. Ela nem percebeu quando as mãos exigentes do vampiro rasgaram sua blusa, revelando o sutiã preto que ela vestia.

-você é tão linda... –ele sussurrou meio rouco entre os lábios dela.

-você também não é nada mal. - ela sorriu, mordendo o lábio dele com força.

Damon riu pela audácia da garota. Nada mal? Ele sabia que era mais do que isso. Mais do que bonito, mais do que desejado. Não havia palavras para defini-lo. Ele era simplesmente... Damon. Certo, ele admitia. O ego dele ás vezes era bem inchado.

-nada mal é? –Ele a deitou na cama.

Elena nem se deu ao trabalho de responder, tirando a camisa do vampiro e passando suas mãos com vontade pelo peitoral definido dele. Damon voltou a beijá-la com vontade, até que ambos ouviram o barulho da porta sendo aberta e um par de olhos assustados e arregalados os fitando.

Continua...

Notas da autora: Taí amrs, mais um cap pra vcs. Espero realmente q gostem. E para as Delenas, não se preocupem, ainda vem muitas cenas do nosso casal predileto!! E para quem amaa o tetefan... Ele vai aparecer loguinho. Bjins amo vcss!! I love you


Última edição por Keroll Salvatore em Dom Out 09, 2011 6:37 pm, editado 2 vez(es)
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Vaanny em Qua Ago 03, 2011 3:40 pm

Ele sabia que era mais do que isso. Mais do que bonito, mais do que desejado. Não havia palavras para defini-lo. Ele era simplesmente... Damon.

KKKKKKKK
lembrei da nossa conversa no msn filhaa.
Damon é Damon. Não existe outra palavra que o defina melhor...

Ele desceu os lábios ao pescoço dela, dando beijos molhados, passando pelos ombros e voltando para os lábios vermelhos de Elena.

Filhaa, tá atentando contra vida da sua mãae, éeh?
KKKKKKKKKK #lindo demais

Eu amei.
e ele observando tudo de longe, com medo do Stefan machucá-la... aiai - que fofoo (eu preciso de um desses. Onde vende? KKKKKKKKKK)

aaaj filha.
amei, amei, amei...
Vaanny
Vaanny

Mensagens : 2024
Data de inscrição : 04/02/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Qua Ago 03, 2011 3:53 pm

Vaanny escreveu:
Ele sabia que era mais do que isso. Mais do que bonito, mais do que desejado. Não havia palavras para defini-lo. Ele era simplesmente... Damon.

KKKKKKKK
lembrei da nossa conversa no msn filhaa.
Damon é Damon. Não existe outra palavra que o defina melhor...

Ele desceu os lábios ao pescoço dela, dando beijos molhados, passando pelos ombros e voltando para os lábios vermelhos de Elena.

Filhaa, tá atentando contra vida da sua mãae, éeh?
KKKKKKKKKK #lindo demais

Eu amei.
e ele observando tudo de longe, com medo do Stefan machucá-la... aiai - que fofoo (eu preciso de um desses. Onde vende? KKKKKKKKKK)

aaaj filha.
amei, amei, amei...

Rsrsrs, é msm mãe. Tirei isso do MSN msm!! KKK
Tentando contra as sua vida? Shocked Magina mãe, eu não quero ficar orfã!!
Eu tb quero um Damon pra mim. Quando vc descobrir onde vende, me avisa tá? Wink
Q bom q vc gostou!!! Te amooooo, bjins.
Agora vou sair pq estou sendo expulsa do PC. Evil or Very Mad
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Laala saalvatore ;) em Qua Ago 03, 2011 4:35 pm

A loira atak de novoo, continuo a achar que é a Kath *--* Para gostar do cheiro de cemitériioo, só pode! CREDO#

A Margareth é mt fofa, nãoo? Pena que não tem ela na série, mas ao contrárioo, ela dá lugar a um Jeremy gostoso Very Happy

Aiiin que cena Delena super master, mas quem foi que apareceu na porta?? Tua Judith?! Curiosa aqui!
Laala saalvatore ;)
Laala saalvatore ;)

Mensagens : 716
Data de inscrição : 05/04/2011
Idade : 22
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 3 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 28 Anterior  1, 2, 3, 4 ... 15 ... 28  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum