Parceria
SIGMA CAMISETAS
Votação

Quem você quer entrevistar?

64% 64% [ 9 ]
36% 36% [ 5 ]

Total dos votos : 14


A Estrela Mais Brilhante ~ Dedicado à Pri. Feliz Aniversário.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Estrela Mais Brilhante ~ Dedicado à Pri. Feliz Aniversário.

Mensagem por SweetDream em Seg Fev 20, 2012 3:56 pm

Ela vestiu-se de maneira simples, com um vestido branco apertado até a cintura, com um caimento perfeito até os joelhos. Era, definitivamente, um bom vestido para um jantar na praia. Seus cabelos escuros, presos em um rabo por uma fita vermelha, caiam perfeitamente, cobrindo parte de suas costas de pele bronzeada.

De pés descalços, a garota saiu de casa, em direção à areia da praia.

Caminhou lentamente. Andar pela beira do mar a fazia lembrar de o quão azul era o oceano caribenho durante o dia, e, principalmente, como aquele azul assimilava-se ao azul dos olhos de Ian.

Novamente, sua confusão mental voltou. Era seu aniversário, e tudo o que ela menos queria era encontrar-se novamente pensando em como ela amava seu melhor amigo. Ironicamente, era com ele que ela estaria jantando em poucos instantes.

Desde que topou com Ian Somerhalder em uma livraria no Caribe, durante suas férias, ela sabia que algo aconteceria. Eles conversaram durante alguns instantes, sendo interrompidos inúmeras vezes para fotos, autógrafos ou surtos de fãs histéricas, histeria essa que a invadia por completo mas que, com muita dificuldade, ela evitava demonstrar. Não queria ser apenas mais uma fã maluca.

Ou, pelo menos, queria que ele pensasse que ela não era.

"- Olá, você sabe onde eu posso encontrar o livro O Símbolo Perdido, do Dan Brown? - perguntou Pri à um homem, virado de costas para ela. Mesmo de costas, ele parecia familiar.

- Você quer dizer este livro? - ele falou, sem virar-se para ela, apontando para a estante logo à frente deles.

Meu Deus, como ela não havia visto essa estante antes?

- Ah, obrigada senhor...

- Somerhalder. - respondeu ele, gentilmente, finalmente a olhando. Os olhos azuis não mentiam, mas mesmo assim ele sentiu-se na obrigação de confirmar. - Ian Somerhalder.

Ele pegou a mão dela e depositou lá um beijo simples, mas que fez seu coração disparar."


Aquele encontro... Priscila jamais esqueceria da primeira vez que falou com Ian. Ele nem sabia o quanto ela o amava. E agora eles eram melhores amigos. E era uma ironia que, inconvenientemente, tivessem encontrado-se em uma viagem para uma pequena prainha do Caribe.

Mesmo nas férias, ela seria obrigada a olhá-lo na face e fingir que não queria ser total e completamente dele, fingir que seu coração não batia descompassado em sua presença, fingir que não o amava incondicionalmente. Afinal, ele era um ator famoso, e ela... Bem, ela era ela, apenas a garota normal que sem querer deu a sorte de tê-lo como amigo. Nunca daria certo.

Faziam dois anos que eles se conheciam. Faziam dois anos que ela o amava incondicional e inexplicavelmente.

- Adivinha quem é? - disse uma voz, tampando-lhe os olhos pelas costas, tirando-a de seus pensamentos.

- Ah Ian, para vai. Tira as mãos dos meus olhos! - disse ela, um pouco sem fôlego graças ao toque do homem.

- Só depois que chegarmos lá. - disse ele, misterioso. Ela nem ao menos sabia onde era "lá".

Depois de caminharem um pouco, ele tampando os olhos claros da garota, eles pararam.

- Aqui está. - disse Ian, liberando a visão de Pri.

Uma toalha estava estendida no chão da varanda de uma pequena cabana com vista para o mar. A cabana dele. Velas espalhadas pelo chão e uma cesta de piquenique. Simples, bem do jeito que ele costumava fazer.

- Está tudo tão... lindo. - ela murmurou, mais para si do que para o moreno.

- Espere só para provar minha comida. - Gabou-se ele, enquanto sentava à frente da garota.

O piquenique fora maravilhoso, e estava tudo perfeito. Ela só queria que ele estivesse sentindo o mesmo que ela, por que, perto dele, Priscila sentia-se no paraíso, sentia ter encontrado seu lugar no mundo.

- Pri, eu tenho uma coisa para dizer. - disse ele, de repente, assustando-a. Ian não era de falar esse tipo de coisa, anunciar uma conversa, a não ser que fosse algo sério.

- Diga. - respondeu.

- Não aqui. - ele a pegou pela mão e levou-a para a praia, onde duas esteiras já estavam estendidas, a espera de duas pessoas para deitarem-se nelas.

Ian a conduziu até as esteiras, e ela deitou-se em uma, enquanto ele posicionou-se na outra.

- Feliz aniversário, Priscila. - ele falou, quando o silêncio permaneceu por pouco menos de dois minutos.

- Era isso? Você me trouxe até aqui para me dar feliz aniversário? Ian, podia ter feito isso lá! - ela disse, rindo em seguida. É claro que a garota esperava outro tipo de coisa, é claro que aquilo a havia levemente decepcionado, mas mesmo assim... era típico de Ian, e ela amava esse jeito dele.

- Não, não era isso. Eu queria entregar-te um presente, mas temo que você terá de se contentar apenas olhando.

- Como assim, Ian? - agora ele estava sério.

- Está vendo aquela estrela lá? - disse ele, apontando-a uma estrela muito brilhante, a mais brilhante que ela podia ver.

A garota estranhou pela mudança de assunto.

- Sim Ian, estou vendo.

- Ela tem o seu nome, sabia? Priscila.

- E desde quando a estrela tem o meu nome? - perguntou a garota, agora duvidando da seriedade do amigo.

- Desde que... - disse ele, revirando o bolso da sua camisa e tirando de lá um papel. - eu a comprei para você. - ele complementou. - É seu presente de aniversário.

- O que? - ela disse descrente, olhando para o papel que ele agora havia lhe entregado. Desdobrou e deparou-se com o certificado de compra. - Ian, é... magnífico.

- Mas... - ele hesitou um pouco, parecendo escolher as palavras. - essa estrela tem um significado.

- Tem?

[N/A: música para acompanhar o momento: http://letras.terra.com.br/maroon-5/81992/traducao.html ]

- Aham, ela tem. - ele apoiou-se em um só braço, ficando de frente para o local onde a garota estava deitada. Ela estava linda banhada pela luz da lua. - Pri, eu comprei essa estrela para você por que, para mim, você é a estrela mais brilhante. Você ilumina a minha vida mesmo na escuridão mais profunda... você sempre está aqui, olhando por mim, mesmo que a distância me impeça de tocá-la. - ele passou os dedos no rosto dela, logo depois retirando a fita de seus cabelos.

A garota também se apoiou no braço, ficando de frente para ele, visivelmente abalada, os cachos perfeitos contornando-lhe a face delicada e feminina.

- O que você...

- Eu te amo, Priscila. - ele a interrompeu, olhando-a tão intensamente que pareceu assustá-la. - Na verdade, eu te amei desde o princípio. E você não sabe como foi difícil fingir por todo esse tempo. Mas eu estou cansado de mentir, minha estrela. Estou cansado de fingir que você não provoca efeito nenhum em mim, quando, na verdade, você me deixa insano, me deixa histérico, me deixa eufórico... Não quero mais mentir, e não importa o que aconteça daqui pra frente, não importa o fato de você não querer mais me ver, não importa o fato de eu ter estragado tudo... por que se você der qualquer sinal, se der qualquer aviso de que existe reciprocidade, se por acaso você sentir pelo menos um terço do que eu sinto, tudo isso terá valido a pena. Os riscos que corro de te perder são muito menores do que a pequena centelha de esperança de te ter. E se você disser que me ama, que sente o mesmo por mim, eu serei a pessoa mais feliz desse mundo.

A garota chorava agora, um choro de felicidade, de emoção... de amor.

- Ian...

- Olha Pri... - ele a interrompeu, temendo por sua resposta. Não queria ouvir um não, e ela estava chorando... era difícil não demonstrar fraqueza naquele momento. - Se você não sentir o mesmo, eu entendo. Levante-se e pode ir embora, pode sair daqui e nunca mais me olhar na cara. Pode passar por mim e fingir que nada aconteceu, apenas ignorar tudo o que te disse. Mas eu sei o que faz você ser quem é, sei das coisas que você gosta, sei das suas manias, sei dos seus defeitos... e de maneira inexplicável, tudo isso me faz te amar ainda mais. Por favor, se for para dizer-me não, apenas não diga nada, apenas vá embora agora e eu entenderei. Mas, por favor, não me faça passar por sua rejeição de maneira tão... clara. Doeria demais.

A garota levantou-se da esteira, e ele tremeu. Pri puxou a mão dele, fazendo-o levantar-se também. Estavam se encarando tão de perto, suas respirações unindo-se...

- Eu te amo, Ian Somerhalder. Eu te amo, I love you, yo te amo, ich liebe dich, ti amo, je t'aime... quantas vezes mais e em quantos idiomas mais precisarei dizer para você entender que eu amo você?

Um lindo sorriso surgiu nos lábios do rapaz, mas ela não pode observar atentamente o sorriso que tanto amava, pois em um segundo o mesmo já havia sido desmanchado, os lábios dele docemente de encontro aos dela.

Aquele foi o beijo mais perfeito de toda a vida deles. Talvez por todo o tempo em que ansiaram pelo mesmo, ou talvez fosse apenas graças ao amor verdadeiro, mas, de maneira inexplicável, aquele beijo foi mágico.

- Você é a MINHA estrela mais brilhante. - disse ele, aninhando-a em seus braços.

- Para sempre sua. - ela completou, segurando-se firmemente àquela sensação;

E assim ficaram, por algum tempo, observando a estrela que deu início ao amor dos dois.

E eles sabiam que, não importava onde estivessem, não importava que algum dia a distância pudesse ser tanta ao ponto de não tocarem-se mais, ela estaria lá, sempre presente, guiando seu caminho. E ele a estaria vigiando atentamente, velando-a. Por que, estivessem onde estivessem, haveria um céu os unindo e uma estrela mostrando-os que o brilho de seu amor jamais apagaria-se.


***



ctrl+c/ctrl+v no agradecimento do outro fórum:
então gente, esse foi meu presente atrasado para a minha linda Pri, minha amiga, metade da minha Priana, minha xodózinho, mas mais do que isso, minha irmã.
é incrível como a distância pode ser apenas um fato quando a gente encontra uma amizade verdadeira... e essa menininha, essa linda, doce e meiga Pri, mostrou-me mais uma vez que a amizade verdadeira pode vir de qualquer lugar, não importa a distância.
Mozzie da minha vida, eu não tenho palavras para descrever o quanto sou grata por tudo, o quanto meu carinho e admiração por você é grande, o quanto você me faz feliz. Simplesmente serei grata para o resto da vida.
E lembre-se sempre, que não importa a distância, sempre haverá o céu que nos une e uma pequena mas brilhante estrela, aquela que simboliza o brilho de nossa amizade, brilho esse que só vai se apagar quando apagarem-se também todas as estrelas do céu.
Amo você amiga, hoje, amanhã e sempre.
Obrigada por tudo, e mais uma vez, feliz aniversário.

Beijos, minha estrela mais brilhante.
Com amor, a outra metade de Priana
Juh
avatar
SweetDream

Mensagens : 1311
Data de inscrição : 08/07/2011
Idade : 22
Localização : Caxias do Sul, RS

Ver perfil do usuário http://booklies.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Estrela Mais Brilhante ~ Dedicado à Pri. Feliz Aniversário.

Mensagem por Pri em Ter Fev 21, 2012 4:27 pm

Nossa Juh, não estava esperando por isso, sério.
Algumas lágrimas escorrem pelo meu rosto agora.
Estou super feliz e emocionada por esse presente, que sem dúvida alguma é o melhor que eu ganhei.

Amei a comparação que fez do presente que ganhei do Ian com a nossa amizade. Tenho a certeza de que em algum lugarzinho nesse imenso céu, exite uma estrela que simboliza a nossa amizade, que brilha por nós.

Ohh " She Will Be Loved", do Maroon 5, sério? Já te falei que AMO INCONDICIONALMENTE Maroon 5!?
Sua malvada, deve ter pesquisado sobre mim por ai! kkk
Estou chocada com algumas coincidências, primeiro essa que você acertou uma das minhas bandas favoritas. A segunda delas, o Caribe é o lugar que eu mais sonho conhecer, e terceiro, você me chamou de " mozzie", e eu costumo chamar o meu irmão as vezes assim (isso comprova que você é minha irmãzinha!). Viu, pois tenho certeza de que nunca te contei essas coisas.

Encontrar com o Ian numa livraria no Caribe deve ser um fato totalmente inusitado, mas também especial demais... Adorei nossa amizade e a maneira que isso se tornou amor.
Que sorte a minha, ter todo o amor do Ian!

Owwn, eu sou a estrela mais brilhante dele! Isso é um prazer imenso e uma honra pra mim, porque sei que usou dessa metáfora pra dizer o quanto gosta de mim, meu xodózinho! Você também é muito especial pra mim e agradeço todos os dias por ter encontrado uma amiga como você, pois agora comprovei que a distância não é páreo para nós.

Muito obrigada mesmo, por tudo isso. Você é incrível, não só por todo esse talento pra escrever coisas lindas (isso todo mundo já sabe), mas por ser essa amiga/irmã que eu nunca tive, mas que hoje sei o que significa.

Minha outra metade de mim, minha estrela mais brilhante...
Amucê por tudo o que faz por mim e por mostrar que ao seu lado posso ser alguém cada vez melhor!
Obrigada mesmo!

Beijão




avatar
Pri

Mensagens : 4334
Data de inscrição : 09/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum