Parceria
SIGMA CAMISETAS
Votação

Quem você quer entrevistar?

64% 64% [ 9 ]
36% 36% [ 5 ]

Total dos votos : 14


FOI POR NÃO QUERER AMAR.QUE EU TE AMEI!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

FOI POR NÃO QUERER AMAR.QUE EU TE AMEI!

Mensagem por GS em Seg Set 17, 2012 6:40 pm

Nome da fanfic: FOI POR NÃO QUERER AMAR,QUE EU TE AMEI!
Autora: Susanne(GS)
Classificação:16+
Tipo:Romance/song fic
Shipper: Damon/Serena,Stefan/Elena.
Restrições:bebida,sexo.
Resumo:Klaus retornou depois do sacrifício e Elena e seus amigos temiam o que o híbrido estivesse planejando.
Damon ama Elena,mais pra ela sempre sera Stefan.Mas com há chegada de uma desconhecida Damon vai perceber
que o amor aparece quando menos esperamos.
Serena sofreu por amor e se fechou para o mundo,mais sera que a dor da ilusão é maior que o AMOR VERDADEIRO?

Capitulos:
Capitulo 1:Problemas
Capitulo 2: A vida continua
Capitulo 3: Serena?


Última edição por GS em Qua Out 10, 2012 9:57 pm, editado 4 vez(es)
avatar
GS

Mensagens : 93
Data de inscrição : 15/01/2012
Idade : 20
Localização : BUCACOLÂNDIA (NEM QUEIRA SABER AONDE É!)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FOI POR NÃO QUERER AMAR.QUE EU TE AMEI!

Mensagem por GS em Ter Set 25, 2012 4:55 pm

CAPITULO 1: Problemas

Todos estavam reunidos na mansão Salvatore discutindo o por que do retorno de Klaus,eles estavam preocupados e com os nervos a flor da pele pois ali ninguém sabia o que Klaus pretendia fazer,todos temiam que Klaus tivesse voltado pra se vingar já que Elena havia sobrevivido ao sacrifícioNa verdade ninguém sabia direito nada sobre a volta de Klaus,eles aguardam Damon chegar e lhes contar com mais detalhes essa historia de Klaus ter voltado.

Damon ficou sabendo que Klaus pretendia voltar a Mystic Falls atráves de Katherine,a vampira desde que fugirá de Klaus estava seguindo os rastros dele e de Stefan e como Damon também estava tentando achar o irmão pra Elena ele acabou achando a vampira no meio do caminho e ela lhe contou tudo o que sabia sobre os planos do híbrido.

Elena passará há morar na mansão com Damon depois do sacrifício, mas ele passava a maioria do tempo atrás de pistas de Stefan então eles quase nem se viam. Na maior parte do tempo Elena ficava na casa de Bonnie e Caroline ou as amigas ficavam na mansão com ela, Jeremy meio que se mudará pra mansão nesse tempo já que Damon a maioria das vezes estava fora da cidade e chegava tarde da noite e eles não queriam deixar Elena sozinha naquela casa enorme. As vezes Caroline e Bonnie dormiam na mansão com Elena e Jeremy mais poucas vezes.Agora Damon estava voltando de Londres onde encontrou Katherine e os rastros de Klaus e Stefan,quando a vampira lhe contará que Klaus estava voltando pra Mystic Falls ele veio correndo pra casa mas antes ligou pra todos e pediu que se reunissem na mansão e que não deixassem Elena sozinha até ele chegar.

Na hora em que Damon ligará avisando pra todos irem imediatamente pra mansão, Elena, Bonnie e Jeremy tinham acabado de chegar da escola e estavam fazendo um trabalho que Alaric havia passado sobre os anos de 1.500, ninguém entendeu nada do que Damon disse na ligação mas eles ficaram alertas e esperaram Alaric chegar.Enquanto eles estavam esperando Damon e Alaric chegar, Jeremy e Bonnie conversavam sobre coisas fúteis com Elena tentando deixa-la o mais tranquila possível o que estava sendo difícil.

Logo eles ouviram a porta sendo aberta e viram a figura de Alaric atravessa-la e vir na direção da sala de entrada da mansão onde eles estavam sentados com expressões tensas, Alaric se sentou ao lado de Jeremy no sofá que estava de frente para Elena e Bonnie que estavam sentadas no chão em cima do tapete.

_Então, alguém sabe me dizer por que Damon me ligou dizendo pra vir correndo pra cá?_perguntou Alaric preocupado, ele sabia que tinha alguma coisa a ver com Klaus pois Damon estava muito apreensivo no telefone.

_Na verdade ele não explicou direito, ele só pediu pra que a gente viesse pra mansão e não deixasse a Elena sair e nem convidar ninguém pra entrar._respondeu Bonnie tensa,Damon estava demorando demais o que estava a deixando cada vez mais nervosa.

_É, foi tudo o que ele disse. A gente tinha acabado de chegar na mansão quando ele ligou,no telefone ele me pareceu nervoso.O que será que houve?_se pronunciou Jeremy pela primeira vez, ele estava imaginando mil e uma coisas sobre o porque da ligação de Damon e estava tão nervoso quanto Bonnie com a demora de Damon pois eles sabiam que a ligação tinha a ver com Klaus.Mas a pergunta que não saia da cabeça do jovem Gilbert era ‘’o que será que aconteceu? Será que Klaus descobriu que Damon estava seguindo os rastros deles?’’.Muitas perguntas que só Damon poderia responder.

_Eu não sei o que houve, mas eu sei que logo vamos descobrir._respondeu Alaric dando um longo suspiro, ele achou que depois daquele maldito sacrifício as coisas iriam melhorar,na verdade todos pensavam a mesma coisa,mas o pesadelo pelo jeito estava de volta.

_É vamos descobrir sim.Mas eu já imagino o que seja._disse Elena triste,estava sendo difícil ter que viver sem Stefan e com Damon viajando sempre atrás de novas pistas.Mas parece que não bastava os problemas que ela tinha ainda teria que lidar com as novidades sobre Klaus,o que ela tinha certeza pelo jeito que Damon falará no telefone que não seriam nada boas.

_Klaus,não é?_perguntou Alaric há Elena que tinha se levantado do tapete em que estava sentada ao lado de Bonnie _ Você esta com medo, lena?_continuou Alaric observando atentamente Elena que agora se encontrava em pé há sua frente com os olhos embargados por grossas lágrimas que teimavam em descer.

_Estou. É se Klaus descobriu que Damon estava seguindo os rastros dele?E se Klaus tentar matar o Damon?_perguntou Elena agora deixando as lágrimas caírem a vontade de seus olhos castanhos,que ganharam um tom triste.

Alaric ao vê-la daquele jeito abriu os braços e ela veio correndo chorando e o abraçou chorando mais ainda. Desde que Jenna havia morrido no sacrifício Alaric se tornara o que de mais próximo Elena e Jeremy poderiam chamar de família, ele passará a dormir na casa dos Gilberts e a cuidar dos dois como se fossem seus filhos.Mas com todas as viagens que Damon estava fazendo atrás de pistas de seu irmão,Elena passou a morar na mansão e Jeremy passava a maior parte do tempo ali com a irmã,o que fez com que Alaric voltasse a dormir em seu apartamento que Klaus havia ocupado quando estava na cidade.

Enquanto Elena chorava ali nos braços de seu tutor,Bonnie e Jeremy olhavam do outro sofá e com a penas um olhar diziam que entendiam a dor que ela estava sentindo,era pressão demais a que todos ali naquela sala estavam vivendo,Alaric perderá Jenna a mulher que ele amava,Elena perderá a tia,quase morreu,perdeu Stefan para o lado estripador dele,e agora se ela perdesse Damon não saberia o que fazer.

Não era amor de homem e mulher o que ela sentia por Damon,era amor de amigos, de irmãos.Mas muitas vezes ele não entendia isso,ele achava que ela não se importava com ele ou algo do tipo mas a verdade era que o amor que ele queria que ela sentisse por ele ela sentira apenas por Stefan.Ela se importava com ele,mas se sentia muito mal por saber que ele jamais compreenderia os seu sentimentos por ele,mas imaginar que algo tivesse acontecido com ele a deixava desesperada seria como perder Jeremy ou Bonnie.Todos naquela sala eram as pessoas mais importantes na vida de Elena e ela os amava da mesma forma,que amava Damon,ele era seu melhor amigo.

_Calma!Elena se acalma.Olha o Damon está bem, você vai ver._disse Alaric tentando acalma-la em seus braços ele não gostava de vê-la chorando,Elena era sua garotinha,a filha que nunca teve.

_É lena,daqui á pouco o Damon vai entrar por aquela porta e vai começar a me chamar de macumbeirinha,catimbozeira como ele sempre faz ._disse Bonnie se sentando no braço do sofá ao lado de Elena e Alaric,numa tentativa de fazer a amiga rir dos apelidinhos carinhosos que Damon inventava pra ela,os quais ela odiava.Toda vez que Damon chamava Bonnie por um desses apelidos ela quase colocava fogo na casa inteira com o vampiro dentro.

_É verdade, desde que nós assistimos o sherk 1 ele não para de me chamar de burrinho do sherk.Qual é?Eu me pareço com aquele burro?_disse Jeremy com cara de indignação se sentando ao lado da irmã e do tutor no sofá,arrancando uma risada de Elena que já estava mais calma,só permanecia com os olhos inchados.

_Claro que parece. Você deve ser irmão gêmeo daquele burrinho,garoto!_respondeu uma voz da soleira da porta carregada de ironia,fazendo todos pararem o que estavam fazendo e olhar na direção da porta.Nesse instante Elena levantou a cabeça e olhou também na mesma direção que os outros e lá estava ele,o motivo pelo qual Elena estava chorando,ele estava com uma calça preta,camisa preta de manga curta e sua inseparavel jaqueta de couro preta,com um sorriso torto nos lábios e de óculos escuro Damon abriu os braços e disse:

_Eu voltei eleninha.Não vai me dar um abraço?

Nesse momento Elena levantou dos braços de Alaric e saiu em disparate e abraçou Damon, que se espantou com tal ação já que ele só estava brincado.Mas logo retribuiu o abraço, quando eles pararam de se abraçar Damon a olhou e viu que os olhos dela estavam inchados sua expressão que estava irônica passou para preocupação.

_Elena você estava chorando?_perguntou Damon com um pouco de raiva implantada na voz, será que aquele híbrido tinha feito algo pra ela?Se ele tivesse feito Damon ia fazer uma visitinha pra ele.

_Eu estava preocupada._respondeu Elena com uma voz um pouco envergonhada, ela não tinha medo de demonstrar seus sentimentos, só era tímida de mais pra falar sobre todos eles. _Com você!_continuou ela num tom de voz mais baixo, que se Damon não fosse um vampiro ele não teria escutado.Com essa reposta a expressão raivosa de Damon se suavizou, ele que estava um pouco longe de Elena tirou os óculos e olhou nos olhos dela que agora tinha ganhado brilho de novo e perguntou:

_Por que estava preocupada comigo?

_Fiquei com medo que Klaus fizesse algo com você!_respondeu Elena olhando nos olhos de Damon.

Damon tentava disfarçar seus sentimentos, mas não podia negar que ficará surpreso com tais declarações vindas da mulher que ele amava.Desde a época em que ele amara Katherine,ele não tivera olhos pra nenhuma outra mulher.Quando ele conhecerá Elena ele pretendia apenas usa-la para irritar Stefan mas não foi assim que aconteceu com o passar do tempo ele aprendeu a ama-la do jeito que ela era,e com Stefan longe Damon achou que poderia conquista-la mas Elena só pensava em Stefan e fez ele prometer que traria Stefan de volta pra ela,com isso Damon perdeu as esperanças de conquista-la mas agora ouvindo da boca dela que ela estava preocupada ele até pode jurar que sentiu seu coração morto bater de novo.

Mas logo a expressão de surpresa e alegria foi substituida pela expressão irônica de sempre e com um sorriso zombeteiro nos lábios Damon falou:

_Ah eleninha! Você deveria saber que é bem difícil alguém conseguir me matar. Eu sou mais rápido e mais esperto que os outros vampiros,não sabia não?

_Idiota!Como é que você passou na porta?Seu ego não te fez ficar entalado não?_respondeu Elena dando um tapa no braço de Damon, com uma falsa raiva estampada em seu rosto, Elena começou a bater nele mas foi interrompida pela voz de Alaric que ecoou pela sala:

_Então Damon, o que aconteceu em Londres?

O sorriso de Damon desapareceu com a pergunta de Alaric dando lugar a expressão séria e indecifrável que sempre estava estampada em seu rosto.Damon se afastou de Elena e foi em direção ao meio da sala onde estava Alaric, Bonnie e Jeremy sentados no sofá o encarando esperando uma resposta. Parando em pé de frente para Alaric, Damon dando um grande suspiro respondeu:

_Klaus está de volta. Ele veio para Mystic Falls , e eu não sei o que ele pretende fazer.

Todos que estavam na sala ao ouvir isso pararam de respirar, Elena arregalara os olhos, Bonnie apertou mais ainda a mão de Jeremy que estava segurando e ele retribuiu o aperto mostrando o quanto ficará nervoso com tal notícia, já Alaric dera um pulo no sofá alarmado:

_O quê? Klaus esta aqui?

_É ric foi isso que eu disse. Eu tenho uma fonte segura de que ele veio pra cá ontem a noite. Foi por isso que pedi pra que todo mundo se reunisse aqui, precisamos de um plano!_respondeu Damon com total seriedade, ele nunca gostará de Klaus mas agora naquele instante ele daria qualquer coisa pra poder matar aquele híbrido filho da mãe.

_Claro, mas qual vai ser o plano?Ninguém aqui sabe como se mata um híbrido. _disse Bonnie com sua voz carregada de sarcasmo.

_É bruxinha isso é verdade. Por tanto em quanto não temos um plano o melhor é que você Elena não saia dessa casa_ respondeu Damon a pergunta de Bonnie e continuou a falar se referindo a Elena.

_Ah! E enquanto isso eu vou ficar aqui feito prisioneira, e vocês vão estar por ai se arriscando por mim?_perguntou Elena indignada com o fato de todos que ela ama estarem querendo se arriscar por ela,enquanto ela fica parada sem fazer nada pra ajudar.

_É eleninha.Tem um plano melhor?_disse Damon sarcástico,parando de frente para Elena que estava em pé perto da mesa de bebidas.As vezes a teimosia de Elena era muito irritante, ela parecia uma criança mimada que quando recebe um não fica emburrada num canto.

_E quem é a sua fonte segura, que te falou que Klaus estava vindo pra cá?_perguntou Alaric tentando tirar a atenção de Damon que estava em Elena, eles estavam cara a cara, e Damon há olhava tão aborrecido quanto ela.
Alaric já sabia que aqueles dois se ficassem muito tempo daquele jeito se encarando acabavam discutindo, e tudo o que eles não precisavam agora era um briga.Ao ouvir a voz de Alaric, Damon se aproximara mais de Elena,e ela achou que ele ia tentar alguma coisa mais ele se esquivou do corpo dela e pegou a primeira garrafa de wiscky que viu e encheu um copo, engoliu tudo de uma só vez e se virando pra Alaric ele respondeu:

_Katherine.Ela é a minha fonte de informações.

_Katherine,Damon? Você fez todo esse circo e nos deixou preocupados por isso? Por acaso ela é confiável?_disse Elena com a voz alterada.Será que ele ainda amava katherine?Por que ele achou que ela diria a verdade?Katherine só se importa com si mesma, como ela estaria dizendo a verdade.Provavelmente ela mentiu pra que Damon voltasse e perdesse o rastro de Klaus era isso que Elena pensava.Mas ela estava errada, pois Katherine dissera a verdade. Damon bufou alto e revirou os olhos,demonstrando o quanto toda aquela conversa estava entediante ,mas respondeu:

_Sim eu já sei de tudo isso elena! Só que se você esperar eu posso explicar com mais detalhes. Posso?

_Claro Damon,fala como a Katherine virou sua informante._disse Alaric evitando mais uma futura discussão.
Damon olhou para Elena pra ver se ela ia falar mais alguma coisa e interrompe-lo,mas ela ficou calada em pé no mesmo lugar perto da mesa de bebidas,enquanto ele estava em pé no meio da sala de frente para Alaric que estava também em pé só que em frente ao sofá a onde bonnie e jeremy se encontravam sentados.

_Bem,eu estava seguindo os rastros de Klaus pelas redondezas de Londres...


Flackback:

Damon narrando:

O cheiro estava cada vez mais forte, vinha de um bar ali pelas redondezas. Era cheiro de sangue,meu irmãozinho nem se prezou a limpar a sua própria sujeira,ultimamente era só dessa forma que eu conseguia seguir os rastros deles,pelos mortos que meu caro irmão e seu parceiro matavam e nem se preocupavam em esconder. Deixavam a mostra pra todas as pessoas verem,dois loucos,era isso que eu pensava deles.Não que eu nunca tivesse sido assim só que quando eu matava eu apagava todas as pistas.Mas continuando,eu avistei o bar e entrei estava o maior caos,tudo fora do lugar e mais de dez mortos.

Mas os dois já deveriam estar longe pelo cheiro do sangue que já estava ficando duro eu poderia dizer que eles haviam saído daqui a quase duas horas.‘’Droga’’ pensei comigo,ia ter que continuar procurando, estava tão perto.

Ao sair do bar fui caminhando em direção há um beco não muito longe do bar, pude sentir mais cheiro de sangue, só que esse sangue era fresco. Me aproximei mais do beco, e pude sentir a presença de outro vampiro,talvez fosse o meu irmãozinho querido.
Aumentei minha velocidade e cheguei no beco,mas me surpreendi com a cena que vi,não era Stefan quem estava sugando até a ultima gota de sangue daquele homem,era nada mais nada menos que a minha ex-namorada.

_Katherine Pierce!Matando um pobre bêbado?Antigamente você sabia se divertir.

Ela parou de sugar o sangue do bêbado e olhou pra mim, e em um segundo depois eu estava sendo enforcado na parede daquele beco imundo. Mas eu sou DAMON SALVATORE e por tanto não deixei por menos, dei um chute em sua barriga e enfiei uma estaca em seu tórax, eu sempre tenho uma guardada,fazendo com que ela caísse no chão gemendo de dor.

_Por que estava me seguindo?_ela me perguntou entre um gemido de dor, já que ela tinha acabado de arrancar a estaca de seu tórax.

_Não estava te seguindo querida, estava seguindo meu irmãozinho e o parceiro dele o lobo mau_ respondi revirando os olhos,Katherine sempre achando que o mundo gira ao redor dela,tadinha,deve ser a idade né?Deixou ela paranoica!

_Klaus?Por que estava seguindo ele?_me perguntou ela, já recuperada.

_Não o Michey Mouse!_respondi sem muita paciência, ela estava me atrasando.

_Oh!Essa doeu, credo Damon.Você era mais educado em 1864._falou ela me deixando cada vez com menos paciência.

_Mas como eu sou legal vou te contar o que eu sei sobre Klaus.Ele vai voltar pra Mystic Falls essa noite._disse Katherine,eu olhei pra ela com cara de quem estava muito acreditando no que ela me falou.

_É verdade. Eu também estava seguindo Klaus,aprendi que o melhor jeito dele não me encontrar e saber onde ele está._continuou ela dando de ombros.

_É o que me garante que você não esta mentindo?

_Você vai me dever um favor Damon,e você sabe que eu sempre cobro o que me devem._me respondeu ela numa voz que ela deveria achar que era sensual,o que apenas me fez bufar e concordar com ela.

Flackback


_Depois disso eu me informei, e descobri que a Katherine estava falando a verdade.Daí eu liguei pra vocês no outro dia e vim correndo pra cá.

_Mas por que Klaus voltou pra Mystic Falls?_perguntou Bonnie com uma ruga formada em sua testa.

_É isso eu não sei.Só sei que ele esta de volta e nos precisamos tomar cuidado._disse Damon um pouco mais tranquilo por estar em casa,assim ele poderia garantir que Elena ficaria segura.
Depois de ouvir tudo o que Damon contará Elena ficou mais calma,mas mesmo assim não confiava em Katherine.

Já havia anoitecido em Mystic Falls,e todos decidiram passar a noite na mansão,tanto pela segurança de Elena como de todos ali.Já estava tarde quando Elena foi dormir, a preocupação não a deixou em paz. Mas agora ali deitada em sua cama no quarto de Stefan,ela se permitiu chorar,sua vida sempre seria assim tão complicada?

Naquela noite a única dúvida que rondava os pensamentos era’’Porque Klaus voltou?’’ e foi assim que todos dormiram mais uma noite com mais um problema nas mãos para ser resolvido.

''A vida tem momentos difíceis e momentos fáceis.Com o amor os difíceis se tornam os mais fáceis!

CONTINUA..
avatar
GS

Mensagens : 93
Data de inscrição : 15/01/2012
Idade : 20
Localização : BUCACOLÂNDIA (NEM QUEIRA SABER AONDE É!)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FOI POR NÃO QUERER AMAR.QUE EU TE AMEI!

Mensagem por GS em Qua Out 03, 2012 10:07 pm

Capitulo 2: A vida continua

Havia amanhecido em Mystic Falls,o vento estava um pouco mais gelado sinal que o verão já estava indo embora e dando lugar ao inverno.

Na época de inverno a cidade ficava cheia de neve,mas a neve só iria começar a cair lá pra perto do natal.

Naquela manhã Elena se encontrava dormindo enrolada em seus edredons da cabeça aos pés,não conseguirá dormir direito a noite, rolou na cama o tempo todo e só agora mais cedo ela conseguiu dormir um pouco.Mas o barulho do seu despertador a fez acordar,levantando só um braço ela deu um tapa que fez o relógio cair no chão se desligando.

Logo ela voltou a dormir mais foi acordada por duas mãos que estavam a balançando e chamando seu nome:

`_Elena,acorda! lena hoje tem aula,acorda.

_Não,só mais cinco minutinhos._resmungou ela levantando apenas a cabeça sem abrir os olhos.

_Vai Elena,levanta.Hoje é sexta feira,ultimo dia de aula antes do feriado de ação de graças.Larga de ser preguiçosa!

_Ah bon,por que não me deixou dormir só mais um pouquinho?

Elena ficou sentada na cama com metade de seu corpo coberto pelo edredom,e começou a se espreguiçar bocejando de sono. Olhou para Bonnie e reparou que ela já estava vestida pra ir para escola,ela usava shorts jeans,uma blusa branca regata e uma jaquetinha de couro marrom e botas marrom sem salto.Estava de cabelos soltos e com uma bolsa também marrom,de braços cruzados encarando a amiga ainda na cama de pijama.

_Não deixei,por que hoje tem prova.Esqueceu?

Na hora em que Bonnie falará isso Elena arregalou os olhos e levantou correndo em direção ao banheiro.

_São quantas horas agora?_gritou da porta do banheiro.

_Seis e quarenta e cinco,anda logo se não a gente vai chegar atrasada!

Elena estava com presa não daria tempo de tomar banho,ela só escovou os dentes,penteou o cabelo,e trocou seu pijama da sininho por uma calça jeans clara,botas sem salto,uma regata preta,jaqueta jeans escuro,cachecol roxo com branco e sua mochila.

As duas desceram as escadas da mansão Salvatore as pressas,Elena precisava comer alguma coisa pois Bonnie e Jeremy já tinham se alimentado e estavam prontos a horas.Ao entrar na cozinha com Bonnie em seus calcanhares,Elena viu Jeremy sentado na cadeira perto do balcão com um copo de leite,que ela tomou da mão dele e começou a beber enquanto pegava uma maçã.

_Hey!podia ter pedido._reclamou o jovem Gilbert indignado.

Nesse instante Damon entrou na cozinha já vestido pra sair,ele usava calça jeans preta,camisa social preta e jaqueta de couro preta com sapatos pretos. Estava com o seu sorriso irônico de sempre,e foi em direção a mesa da cozinha onde estava algumas frutas e pegou uma maçã. Olhou pra Elena e seu sorriso desapareceu,ela,Jeremy e Bonnie estavam se preparando para ir a escola,quando ele entrara na cozinha ele não reparou nisso.

‘’Mas que diabos!’’pensou ele,os três só poderiam estar malucos se achassem que Damon deixaria Elena sair daquela casa com Klaus a solta.

_A onde pensa que vai Elena?

_Vou para a escola Damon!_respondeu ela como se fosse obvio.

Com essa resposta Damon que estava perto da mesa de frutas assim como Elena,se aproximou mais dela e lhe falou como em um sussurro:

_E quem disse que você vai?

_Eu disse que eu vou.Por que algum problema?_respondeu ela de forma desafiante,olhando nos olhos dele. Nesse momento Damon iria falar alguma coisa mais foi interrompido por Bonnie que estava encostada na lateral da porta da cozinha.

_Eu vou com ela,Damon.O Jeremy e o Alaric também vão estar lá.

_É Damon,ela vai estar segura com a gente._disse Jeremy,tentando convencer Damon.
Damon pensou em protestar,mais eles tinham razão.Elena estaria segura,e ele também precisava tentar descobrir algo sobre Klaus.
Não poderia ficar o dia inteiro cuidando de Elena,apesar de odiar ser contrariado Damon aceitou,acenou concordando com a cabeça. O que deixou os outros mais aliviados.Só que ele reparou que de todas as pessoas que dormiram em sua casa,uma não estava na sala.

_Cadê o ric?_disse ele dando uma mordida em sua maçã,era estranho pois Alaric dormiu na mansão com eles.

_Ele foi trocar de roupa na casa dele,disse que a gente se encontra lá na escola._respondeu Jeremy dando de ombros.

Bonnie olhou no relógio e constatou que eles estavam atrasados,já era sete e dez.

_Gente estamos atrasados!

Todo mundo saiu as presas de onde estavam,e foram seguindo Bonnie.Damon aproveitou e também foi em direção a porta junto com os três.Damon esperou todos saírem e fechou a porta atrás de si,e foi em direção a garagem enquanto os outros esperavam na porta e bonnie estava atrás dele.

_Damon você dá uma carona pra gente?

Damon que já tinha entrado dentro de seu carro que era um bugatti veyron abriu o vidro do lado do motorista e olhou a bruxa do outro lado da porta que esperava uma resposta e com um sorriso irônico ele perguntou:

_O que foi?Botou fogo no seu próprio carro,bruxinha?

Bonnie não respondeu apenas entrou no carro na parte de trás revirando os olhos. Damon riu da ação da bruxa,mas não falou mais nada,apenas pegou seu óculos escuro que estava no porta-malas e colocou no rosto.Se ajeitou melhor no banco do motorista e saiu com o carro da garagem.

Elena e Jeremy esperavam no portão,só entraram no carro,ela na frente do lado do passageiro e ele atrás com Bonnie. O percurso até a escola foi quase todo o tempo em absoluto silêncio,até Damon quebrar aquele incomodo silêncio se virando para Elena que estava ao seu lado e perguntar:

_Então,como você está?

Por mais que Damon tentasse esconder os seus sentimentos e fazer de tudo para não demonstrar o que sentia,ele não podia esconder a preocupação implantada em sua voz.Por mais que ele negasse na verdade até uma unha quebrada de Elena o deixava preocupado,o amor que ele sentia por ela era assim calmo,sereno,atencioso generoso,doce e meigo.

Por mais que Elena não correspondesse esse amor,Damon não deixaria de protegê-la e ama-la.Ele já se acostumara com isso,amar e não ser retribuido,mas pelo menos ele estava fazendo de tudo pra que ela ficasse bem e tivesse Stefan de volta.
Damon era suficientemente egoísta e poderia muito bem ter parado de procurar Stefan,e usar esse tempo em que ele estava longe pra conquista-la. Mas ele aprendeu com o tempo,que quem ama não prende,liberta.E faz de tudo para o outro ser feliz,mesmo não sendo ele que proporcionara tal felicidade.

_E dormi,na base do possível._respondeu ela sem muitas delongas,dando um longo suspiro,estava preocupada com Stefan. Nas mãos daquele híbrido ela imaginava o que seu amor poderia estar sofrendo.

_Hum!_foi tudo o que Damon disse,ele sabia que ela não estava com aquela carinha triste por causa de Klaus ter voltado,e sim por causa de Stefan. Já fazia três meses que Stefan tinha ido embora com Klaus,e Damon estava seguindo os rastros deles.Desde quando Stefan foi embora Elena não havia esquecido dele nem por um instante e nunca pensou em dar uma chance a Damon.

O que o deixava decepcionado,pois estava fazendo de tudo pra agrada-la e protegê-la,ele ainda tinha esperanças claro mas não tantas quanto antes e ele não queria forçar a barra,então deixou que ela corresse atrás dele mas ela nunca fez nada a não ser trata-lo como amigo.

O resto do caminho ninguém falou mais nada,logo o carro parou em frente a escola e todos desceram cada qual pegando suas coisas.

_Lena agente vai na frente._avisou Bonnie indo em direção ao portão da escola sendo seguida por Jeremy.

Elena que já tinha saído do carro e estava pegando sua mochila no banco do passageiro apenas assentiu. Seu irmão e sua melhor amiga deixaram ela sozinha com Damon pra que eles pudessem conversar a sós. Eles sabiam que Damon não gostava do assunto ‘’Stefan’’ e que ele estava com aquela carranca no rosto por ciúmes de Elena ainda se importar com Stefan depois de três meses.
Depois de Bonnie e Jeremy terem desaparecido pelo portão da escola,Elena não aguentando perguntou:

_Por que você age assim?Qual é o seu problema?

A garota estava irritada com seu melhor amigo naquele momento,ela sabia que ele estava daquele jeito por saber que ela estava sofrendo por Stefan. Mas o que Elena não conseguia entender era por que ele agia daquele jeito,ele sabia que ela amava Stefan,e ela jamais lhe deu falsas esperanças.

_Ah!Você quer mesmo saber qual é o meu problema?_perguntou com raiva,retirando seu óculos escuros do rosto._Você!!_gritou alto,chamando a atenção das poucas pessoas que estavam chegando na escola.

_Fica sofrendo por um cara que não tá nem ligando se você está bem ou não,se está feliz ou triste,viva ou morta.Enquanto eu estou aqui fazendo de tudo pra te agradar e te ver bem ,Elena!_disse por fim deixando a raiva passar e a calma tomar posse de sua voz.

_Nunca pedi nada pra você e nem te prometi nada,Damon! Nada!!_resmungou incrédula por ele ter reagido daquela maneira,ela sempre deixou claro que sempre amaria Stefan e sempre seria ele.
Com tais palavras ele apenas abriu e fechou a boca sem dizer nada,e por fim assentiu com a cabeça.
Todo amor e carinho que estava estampado no fundo de seus olhos foi substituído pela expressão impenetravel de sempre,ele colocou os óculos no rosto sem nada dizer,e seguiu em direção ao seu bugatti veyron dando as costas a ela mas antes de entrar no carro ele disse pela ultima vez:

_Você pode até não ter me pedido nada,mas quem esta aqui com você sou eu,não Stefan!

E entrou no carro deu a partida e saiu deixando uma Elena com os olhos arregalados,cheios de lágrimas. Nisso Caroline estava chegando pois também estava atrasada,e viu a amiga naquela situação e foi correndo abraça-la pois tinha ouvido toda a conversa graças a seus sentidos mais aguçados.

_ah lena eu ouvi tudo!

As duas sentaram num banco que tinha em baixo de uma árvore em frente a escola e Elena se permitiu chorar no colo de Caroline.

_O que eu fiz pra ele?

_Nada lena,ele vai voltar atrás e vai perceber que foi infantil.Calma tá!_pediu a loira tentando tranquilizar Elena.

Depois de algum tempo Elena já estava mais tranquila,e as duas resolveram entrar na escola,elas já tinham perdido as duas primeiras aulas mesmo. Então não se importaram de demorar mais um pouco,para que Elena pudesse dar uma lavada em seu rosto e melhorar sua expressão.
A prova seria depois do recreio,e ela decidiu apenas fazer a prova e depois ir embora não estava com cabeça pra ficar na escola.
Quando as duas entraram na escola já estava na hora do recreio,então elas foram direto para a lanchonete e avistaram Bonnie conversando com Jeremy,os dois estavam sérios e com caras de ‘’ você bem que poderia ter avisado,que ia perder as duas primeiras aulas!’’ mas ao verem a cara de Elena ficaram preocupados na hora.

_O que foi lena?_Bonnie foi a primeira a perguntar,como se tivesse lido o pensamento de Jeremy.

Elena e Caroline se sentaram de frente para o casal,e ela dando um suspiro cansado respondeu:

_Eu e Damon brigamos!

Bonnie deu um sobressalto da cadeira e resmungou:

_Eu sabia!O que aquele sanguessuga fez?

Elena se assustou com a reação da amiga,mais Caroline respondeu por ela.A loira sabia que a amiga não estava bem na verdade ela se encontrava cansada de tantos problemas,já não bastava todos os que ela tinha ganhado com o retorno de Klaus,agora tinha essas brigas repentinas com Damon.

_Damon ficou com ciúmes de Stefan ou algo do tipo._respondeu a loira dando de ombros.

_É a gente percebeu quando saímos do carro._disse Jeremy concordando com Caroline,ele havia percebido que Damon não gostou de saber que Elena não havia conseguido dormir bem mais uma noite por causa de Stefan,na verdade ele odiava ver a mulher que ele amava sofrendo por um cara que estava matando por ai e nem se importava com ela.

_Eu não entendo por que ele age assim,eu nunca dei falsas esperanças pra ele._resmungou Elena com o coração apertado,brigar com Damon a essa altura do campeonato era horrível.

_Eu não sei por que ele fez isso,mas se você quiser eu coloco fofo nele e descubro!!_disse Bonnie com os lindos olhos verdes brilhando de esperança,mas essa resposta só fez Elena rir em meio a sua tristeza.

_Não bon,não precisa._foi tudo o que ela respondeu pra bruxa deixando Bonnie com um bico enorme.

_É logo ele vai pedir desculpas.Damon só agiu daquele jeito por que estava nervoso como todos nós aqui._disse Caroline defendendo Damon,ele era seu amigo e todos estavam sofrendo grande pressão mesmo.

Logo o sinal tocou e todos foram em direção a mesma sala fazer a prova de geografia,todos entraram na sala cada qual no seu lugar. Elena sentou na cadeira da frente na primeira fileira do lado da janela,Caroline era a primeira da fieira ao lado,atrás dela estava Bonnie e Jeremy.

Logo o professor entregou a prova e eles começaram a fazer,deixando para trás seus problemas e frustrações afinal a vida precisa continuar.


''Amar é sentir na felicidade do outro a própria felicidade.''

Continua..


avatar
GS

Mensagens : 93
Data de inscrição : 15/01/2012
Idade : 20
Localização : BUCACOLÂNDIA (NEM QUEIRA SABER AONDE É!)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FOI POR NÃO QUERER AMAR.QUE EU TE AMEI!

Mensagem por GS em Sex Out 05, 2012 3:40 pm

CARRO DO DAMON
Spoiler:
[img][/img]
avatar
GS

Mensagens : 93
Data de inscrição : 15/01/2012
Idade : 20
Localização : BUCACOLÂNDIA (NEM QUEIRA SABER AONDE É!)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FOI POR NÃO QUERER AMAR.QUE EU TE AMEI!

Mensagem por GS em Qua Out 10, 2012 3:39 pm

Capitulo 3: Serena?

Damon dirigia em direção a casa da prefeita em alta velocidade,o cronometro de seu carro já marcava mais de 200hs, mas ele não estava ligando afinal um vampiro não morre com uma batida de carro,e ele não comprou aquele carro pra andar no limite permitido mesmo.

A raiva estava o consumindo ele não entendia o por que de Elena ainda se importar tanto com Stefan,ela amava ele claro,Damon sabia disso.

Mas a sua raiva não era por ela ainda amar Stefan,mas sim por ela não fazer nada para esquecê-lo.
Só pensava em esperar por ele,procurar ele.E Damon?Não merecia ser amado e tão querido como Stefan?E tudo o que ele fez por ela?

A protegeu,cuidou,respeitou? E só ganhou isso ‘’ eu amo Stefan.Você é meu melhor amigo,apenas isso!! Promete que vai trazê-lo?’’ lembrou ele a vez em que ela fez ele prometer que traria Stefan de volta.

Há sempre um limite pra tudo,e Damon estava cansado de se importar,de se preocupar e ninguém ligar pra ele.Decidiu mudar a rota pra casa da prefeita e ir para o único lugar descente daquela cidade,o Mystic grill.Naquele dia ele decidiu esquecer tudo,Elena,Stefan,Klaus e todos os problemas de sua vida.

Seria apenas Damon e um bom copo de wisky,talvez beber o ajudasse a esquecer a dor de não se sentir amado,mas ele sabia que só o sangue o faria não sentir nada,apenas prazer.

Estacionou seu bugatti veyron em frente o grill e entrou pelas portas da frente sendo observado por todos que lá dentro estavam. Ele não ligou apenas se sentou no balcão e pediu seu amado wisky e tomou tudo num gole só,era um saco amar e não ser amado.

Pior era ter que ser amigo da pessoa amada,e não poder nem tentar ser amado por ela. Mas ele já estava cansado desse drama,cansado de Elena querer que ele fosse como Stefan, o herói da historia.

Ele decidiu naquele dia que voltaria a ser o antigo Damon,iria apenas se divertir,beber e quem sabe matar alguma garota que estivesse dando sopa por ai.

Decidiu voltar a ser o vilão,ele tentou ser o herói mas ele não conseguiu e se Elena não o amou quando ele tentou ser bom,agora era tarde de mais.

Desligar seus sentimentos e apenas curtir foi o que ele fez,virou seu corpo pra trás aonde ficava as mesas em frente ao balcão e viu uma garota que estava quase o engolindo com os olhos ela era loira,pele branca,olhos verdes,corpo curvinio,ela usava um vestido curto tomara que caia e saltos alto.

Ao perceber que Damon também estava a olhando ela veio em sua direção meio que se rebolando,ele por outro lado não achou nada sexy apenas queria matar sua sede. Mas fingiu gostar dando um sorrisinho torto,a garota parou em frente a ele e perguntou:

_Posso me sentar aqui?

_Claro!!_foi tudo o que ele respondeu num tom sedutor,ela era sua presa e ele queria sangue.

A garota deu um sorrisinho safado e se sentou ao lado dele cruzando as pernas,o que fez com que seu minúsculo vestido subisse um pouco mostrando suas coxas.Damon apenas revirou os olhos, ‘’será que ela achou que aquele gesto era sexy?’’ pensou o vampiro enquanto a olhava com cara de sedutor.

Logo o garçom apareceu fazendo Damon se desconcentrar de seu novo foco,as veias do pescoço dela.

_O que vão querer beber?_perguntou o garçom sem muito animo.

_Wisky.E pra você querida?_disse Damon se virando para o garçom e depois para a garota a sua frente.

_Anabelle.Eu quero licor,por favor._respondeu ela sem delongas dando um sorriso.

_Anabelle!Posso te chamar de Anna?_perguntou educadamente.

_claro! E você se chama?

_Damon,muito prazer!_respondeu ele pegando a mão dela e beijando como um cavalheiro.

Logo garçom voltou com as bebidas que eles haviam pedido.

_Então,Damon.O que faz aqui a essa hora da tarde?_disse a garota bebendo seu licor.

_Estou curtindo a minha liberdade!!Não quer me ajudar?_disse ele erguendo as duas sobrancelhas e rindo torto.

_Por que não?_disse a garota com um sorriso malicioso deixando seu copo em cima do balcão.

Com essa resposta Damon apenas assentiu com a cabeça,chamou o garçom, pagou a conta e se levantou sendo acompanhado pela garota que apenas pegou sua bolsa e saiu de mãos dadas com ele.Logo quando eles já estavam dentro do carro,Damon pensou em ataca-la mais estava de dia e alguém poderia ver,e ele queria se divertir não?Então iria se divertir!!Ligou o carro e saiu dando ré, e foi em direção ao centro de Mystic falls.

_Aonde você mora Anna?_perguntou só por curiosidade,queria um lugar pra se divertir e beber o sangue dela, mais que fosse discreto.

_Ah!Eu estou no Mystic palace hotel.

_Ah! Eu conheço,fica no centro da cidade._disse ele dirigindo pelo centro da cidade e parando em frente ao tal hotel.

Logo veio um dos atendentes pra pegar o carro e guardar na garagem do hotel enquanto os dois desceram e seguiram para a recepção.Ele esperou ela pegar a chave do quarto e eles foram para o elevador e subiram até o ultimo andar onde era o quarto dela.

Eles entraram e ela fechou a porta,logo ele observou que o quarto era bem grande possuía uma cama que estava com um lençol bege e cheia de travesseiros. Ao lado da cama havia um sofá na cor marrom e um abajur,a parede possuía dois quadros e era cor creme,na frente da cama havia uma pequena mesa com duas cadeiras.Logo a frente havia uma grande porta de correr que dava para a varanda que tinha mais uma pequena mesinha e duas cadeiras.Do outro lado da cama havia um guarda-roupa de madeira e na frente dele um frigobar.

Ele achou o quarto bonito,mais pequeno. Era só um quarto com varanda e banheiro ao qual ele nem entrou.
Tudo o que ele queria era matar a sua sede,se divertir mais principalmente esquecer.

F oi em direção a cama de casal e se jogou nela,e ficou observando a humana vindo em sua direção com umas garrafas de wisky,tequila,cerveja e vodca.

_Qual você prefere?_disse ela erguendo as quatro garrafas e mostrando pra ele.

_Eu prefiro você!!_respondeu ele a puxando pra cama fazendo ela cair em cima dele e derrubar todas as garrafas no chão.

_Ah! Você me fez derrubar tudo!_disse ela fazendo biquinho com uma voz manhosa,que quase estourou os tímpanos do vampiro.

Ele que já não estava com nenhuma paciência agarrou ela com força e a beijou ferozmente,logo ela correspondeu. Dai ele partiu para o pescoço dela o beijando e se aproximou da veia principal sem muito carinho ele cravou seus dentes na pele branca da garota e começou a sugar todo o sangue,fazendo ela gritar de dor.Ele só tampou a boca dela e sugou até a ultima gota de sangue que ela possuía.

(...)

A nova mansão de Klaus ficava um pouco afastada da cidade,mais era uma das mais grandes e caras. Era disso que o híbrido gostava,luxo poder.Fazia dois dias que eles haviam voltado de Londres,ele odiava Mystic falls preferia as cidades grandes e badaladas.

Mas era necessário voltar para aquela cidadezinha deplorável, seus planos de criar o seu exército de híbridos não estava dando certo.Nenhuma de suas bruxas estava conseguindo realizar nenhum feitiço que descobrisse o problema e nem que o resolvesse.

Isso o estava deixando muito irritado,tanto que a cada falha de uma de suas bruxas ele as matava.Na cabeça dele se não estava dando certo era por que nenhuma delas era uma bruxa boa o suficiente.

Com isso muitas das bruxas que serviam Klaus acabaram morrendo e ficou difícil encontrar uma bruxa eficiente e que estivesse viva.Dai ele começou uma espécie de caçada as bruxas,procurando em todas as partes.

O escritório dele tinha todas as paredes pintadas de branco exceto uma que era de um verde musgo,nessa parede havia uma estante feita de cerâmica branca em formato de um arco onde havia alguns livros e pequenas plantinhas,algumas estatuas pequenas.

Na frente dessa parede ficava uma mesa de madeira redonda com uma grande cadeira de couro preta,na qual Klaus estava sentado mexendo em seu notebook, do outro lado da mesa tinha outra cadeira menor e em frente a mesa tinha uma prateleira com bebidas de todos os tipos e uma televisão de tela plana no centro.

O híbrido se encontrava concentrado em seu computador,resolvendo alguns negócios sobre novas bruxas,seus subordinados estavam procurando em varias cidades e ele ficava de olho em cada passo.Mas não pode continuar pois ouviu duas batidas na porta.

_Posso entrar?

Klaus bufou fechando seu notebook e juntando as duas mãos.

_Entra!

A porta foi aberta e a figura de Stefan passou a fechando atrás de si.Ele estava com uma expressão de seriedade no rosto,trazia com ele um celular.

Klaus o olhava esperando para saber porque ele havia o atrapalhado.

_Madox ligou,ele encontrou uma alcateia de lobisomens.Vem pra cá daqui uma semana com eles!_respondeu Stefan já sabendo o que se passava na mente de Klaus,ele sabia que o híbrido não gostava de ser incomodado por ninguém.

_Que bom!!Diga pra ele me ligar avisando quando chegar aqui._disse Klaus esperando que fosse só isso,pelo menos uma boa notícia ele havia ganhado.Logo teria novos lobisomens para poder transformar em híbridos já que os outros haviam morrido devido a algo que ele estava tentando descobrir.

_Mas alguma coisa?

Stefan que estava parado na entrada da porta se aproximou da mesa onde Klaus estava sentado e se sentou em sua frente. Klaus que apenas o observava acenou com a cabeça pra que ele se sentasse na cadeira e voltou a juntar as mãos esperando o outro falar o que estava o incomodando.

_E então?

_O que viemos fazer em Mystic falls?_perguntou Stefan tentando descobrir o que se passava naquela mente,ele não sabia de nada dos planos de Klaus.

Eles eram parceiros apenas na hora de matar,nas outras horas Stefan não passava de mais um subordinado de Klaus.O híbrido não confiava em Stefan,ele sabia que se o loiro soubesse de todos os seus planos ele poderia muito bem traí-lo,Stefan não estava o servindo por respeito ou algo do tipo ele apenas fora obrigado a isso.Então o híbrido jamais arriscaria por seus planos em risco,contando a Stefan o que ele estava planejando.

Klaus deu uma risada fria e revirou os olhos,como se achasse que Stefan era um completo tolo. Era tão difícil de adivinhar o que ele queria em Mystic falls?

_Sabe aquele meu probleminha com a criação do meu exército de híbridos?

_Sim!_o loiro respondeu sem entender a onde o outro queria chegar.

_Então,eu coloquei todas as minhas bruxas para tentarem descobrir o que deu errado._continuou Klaus explicando devagar com um sorriso maldoso no rosto,ele adorava se divertir as custas dos outros e ele sabia que Stefan iria ficar aflito na hora em que soubesse o porque deles terem voltado para aquela cidade que Klaus tanto detestava.

_Mas até agora nenhuma delas descobriram nada._terminou Stefan o pensamento do outro.

_E você já deve ter aprendido que eu não gosto de falhas._disse Klaus com um sorriso irônico em seus lábios num tom de ameaça.

Stefan apenas concordou e o incentivou a continuar.

_Bem,como nenhuma delas estava me dando os resultados que eu queria acabei matando todas!_disse o híbrido normalmente como se estivesse falando sobre o tempo.

Mas Stefan já imaginava que isso tivesse acontecido com todas as bruxas subordinadas de Klaus, ele não era o ser mais paciente da terra.

_Só não entendo o que a morte das suas bruxas tem a ver com a nossa vinda pra Mystic falls?

Klaus riu fazendo sua risada ecoar pelo seu escritório,o que apenas deixou Stefan mais confuso.

_Tem tudo a ver,meu caro Stefan!

Stefan permaneceu com a testa franzida sem entender nada,fazendo Klaus revirar os olhos.

_Você ainda não entendeu né?

_Não,me explique!

_Bruxas não são fáceis de achar,muito menos bruxas eficientes.Por isso estamos aqui!_disse Klaus erguendo os dois braços e apontando ao redor.

_Ainda não entendi!Estamos atrás de novas bruxas?_perguntou o outro na esperança de que tivesse pelo menos conseguido adivinhar algo.

Klaus bateu palmas em sinal de que o outro havia acertado.

_Exatamente!!

_Mas em Mystic falls não tem bruxas pelo o que eu sei._concluiu Stefan mais confuso ainda._Eu não conheço nenhuma,a não ser..Bonnie!!_disse o loiro arregalando os olhos.

Klaus apenas acenou com a cabeça e deu um sorriso maldoso.Já imaginava que Stefan agiria assim,ele até podia dizer que havia desligado sua humanidade mais Klaus sabia que isso não era bem verdade se tratando dos amigos da cópia.

Stefan levantou da cadeira furioso,colocou as duas mãos sobre a mesa apoiando o peso de seu corpo e encarou Klaus.

_Por que não me disse que nós viemos aqui atrás dela?

_Porque não era necessário!_foi tudo o que o híbrido respondeu não dando a mínima pra forma ameaçadora em que o outro se encontrava.

_Como não?Eu achei que eu era seu parceiro!

_Você é meu parceiro!Mas não é por isso que eu vou te contar tudo o que eu planejo._disse Klaus dando de ombros,ele não estava nem ai para Stefan e muito menos pra o que ele pensava,ele não devia satisfações a ninguém.

Stefan bufou se rendendo e não disse mais nada,só que logo veio uma dúvida em sua cabeça,será que Klaus sabia que Elena havia sobrevivido ao sacrifício? Ele não havia falado nada com o loiro,mas e se ele estivesse mentindo? Ele mesmo havia acabado de dizer que não iria contar tudo o que planejava pra Stefan.

O loiro permaneceu com a cabeça cheia de dúvidas,e a preocupação tomou conta dele,afinal se tratava de Elena seu amor.Ele precisava descobrir algo sobre os planos de Klaus,permaneceu parado sendo observado por Klaus,que logo o interrogou:

_Algo o incomoda,Stefan?

Ele pareceu acordar de um transe,mas logo se recompôs e pensou rápido pois não podia demonstrar suas dúvidas e preocupações já que Klaus era muito esperto e poderia perceber.Foi em direção a prateleira que continha apenas bebidas e pegou a primeira garrafa de tequila que viu e encheu um copo,virou na direção em Klaus estava agora em pé e ergueu seu copo oferecendo ao híbrido que negou com a cabeça.

_Nada me incomoda,só estou curioso._disse Stefan virando todo o conteúdo do copo na boca.

_O que está te deixando curioso,meu caro?_perguntou Klaus sem muito interesse no assunto.

_Como pretende fazer com que Bonnie colabore?

O híbrido deu uma alta risada antes de responder o loiro.

_Até parece que você não conhece os meus métodos!_disse Klaus sarcástico.

_Conheço!Mas eu apenas quero saber qual é o plano,como seu parceiro._disse Stefan tentando o máximo possível parecer frio,não podia demonstrar que estava preocupado com Bonnie e Elena.Mas antes precisava ter certeza se Klaus já sabia ou não que Elena havia sobrevivido.

Klaus que estava o observando meio desconfiado pareceu deixar a desconfiança de lado,e apenas concordou.

_Por que não?

Stefan que ficará aflito por achar que Klaus poderia ter percebido algo se acalmou,acabou sentando de novo sendo acompanhando pelo outro. Ele que estava com uma garrafa de tequila na mão encheu seu copo de novo e tomou.

_Como vai fazer com que ela colabore?

_Vou obriga-la a isso,ou ela faz o que eu quero ou aquele namoradinho dela pode de repente sofrer um acidente,sabe?_disse Klaus dando uma risada maldosa e logo em seguida tomando o copo de Stefan e bebendo tudo de uma vez.

Stefan deu uma risada acompanhando Klaus,mas no fundo ele estava muito preocupado com Bonnie,pelo jeito Klaus ainda não sabia que Elena estava viva o que o deixava aliviado,mas se Bonnie não ajudasse Klaus a descobrir por que não estava dando certo a criação do híbridos ela poderia ser machucada ou pior Jeremy e Stefan sabia que Elena iria sofrer muito caso acontecesse algo com qualquer um deles.

(...)

Elena havia passado o resto da manhã e toda tarde comendo besteiras e conversando com Caroline sobre a sua briga com Damon.

Ela não ficou na escola depois da prova não estava se sentindo bem,não iria conseguir com tantos problemas rondando sua mente.

Passou o dia todo assistindo comédias românticas,pensando em como sua vida havia virado de cabeça para baixo,num dia ela era apenas Elena líder de torcida cheia de amigos e com uma família feliz de repente ela se torna namorada de um vampiro,suas melhores amigas são uma bruxa e uma vampira e ainda pra piorar a situação ela descobre que é parte excencial pra um sacrifício.

Mas depois do bendito sacrifício ela achou que as coisas iriam melhorar e que finalmente poderia viver seu amor vampiro com Stefan mas ela se enganou, com Damon morrendo por causa da mordida de lobisomem Stefan teve que pedir ajuda a Klaus e em consequência disso eles fizeram um acordo e Stefan voltou a ser o estripador de antes.

Só que além de ter que lidar com o fato de ter perdido o seu amor ela ainda tinha agora que se preocupar com Klaus já que ele havia voltado sabe se lá pra fazer o que,a única preocupação da morena era com seu irmão e seus amigos já não estava ligando muito pra sua própria segurança,porque caso Klaus tivesse voltado atrás de vingança ela se sacrificaria de novo pelas pessoas que ela amava.

Naquele momento ela se encontrava em seu quarto que era de Stefan assistindo um filme deitada de bruço,e ao seu lado Caroline se encontrava sentada com uma tigela de pipoca no colo, a loira totalmente focada no filme sem nem piscar já ela se encontrava perdida em seus pensamentos.Estava a horas daquele jeito mas nem mesmo uma tarde inteira assistindo filmes e comendo besteiras fizeram a dor em seu peito cessar.

Era difícil ter que viver com tantos problemas e ainda brigar com Damon,parecia que sua vida só iria piorar. Dando um longo suspiro a morena levantou da cama e foi em direção a porta do quarto,Caroline que estava absorta no filme acompanhou os movimentos de Elena com os olhos e quando a outra chegou na porta a loira perguntou:

_Vai a onde lena?

Virando em direção a cama a morena respondeu:

_Vou beber um copo de água,quer alguma coisa?

_Ah!Me trás uma coca-cola._respondeu a loira voltando sua atenção pra televisão enorme que tinha no quarto.

Elena apenas assentiu e saiu do quarto fechando a porta,desceu as escadas da mansão e foi em direção a cozinha encheu um copo de água e tomou tudo num gole só,foi em direção a geladeira e pegou a coca-cola de Caroline e foi voltando pro quarto mas quando estava na sala teve que parar pois a campainha estava tocando.

Deixou a coca-cola sobre a mesa e foi atender a porta resmungando sobre que não queria visitas e quem poderia ser.Damon não seria afinal ele não precisaria tocar a campainha,ela só torcia pra que não fosse mais problemas.

Abriu a porta e deu de cara com a pessoa que ela jamais imaginaria ver tão cedo,a morena arregalou os olhos e encarando a garota em sua porta ela perguntou sem acreditar:

_Serena?

A jovem na porta deu um lindo sorriso amigável e respondeu:

_Sim eu voltei!

''É duro chamar de amigo,quem um dia o coração chamou de amor.''

CONTINUA..
avatar
GS

Mensagens : 93
Data de inscrição : 15/01/2012
Idade : 20
Localização : BUCACOLÂNDIA (NEM QUEIRA SABER AONDE É!)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FOI POR NÃO QUERER AMAR.QUE EU TE AMEI!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum