Diários do Vampiro
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Parceria
SIGMA CAMISETAS
Votação

Quem você quer entrevistar?

Love Never Dies - Página 15 I_vote_lcap64%Love Never Dies - Página 15 I_vote_rcap 64% [ 9 ]
Love Never Dies - Página 15 I_vote_lcap36%Love Never Dies - Página 15 I_vote_rcap 36% [ 5 ]

Total dos votos : 14


Love Never Dies

Página 15 de 28 Anterior  1 ... 9 ... 14, 15, 16 ... 21 ... 28  Seguinte

Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Qui Set 29, 2011 6:32 pm

Miriam Salvatore escreveu:Kerol Devorei esses dois caps ...
Estavam otimos ...
Damon achou a Margaret? E agora?????

Devorou os capts? Kkkk, ri aq Miriam!
Achou ótimos? Awn q bom amr!
No próximo cap vc vai saber!
Bjins!
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Dany_Salvatore em Qui Set 29, 2011 9:35 pm

Ainnn Mammy... quando voce posta mais???? Tô morrendo de tristesa e ansiedade aki...é3
Não demora por que si nao eu morro O.o
beijos Wink
Dany_Salvatore
Dany_Salvatore

Mensagens : 121
Data de inscrição : 14/08/2011
Idade : 27
Localização : Senador Canedo - GO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Qui Set 29, 2011 9:52 pm

Dany_Salvatore escreveu:Ainnn Mammy... quando voce posta mais???? Tô morrendo de tristesa e ansiedade aki...é3
Não demora por que si nao eu morro O.o
beijos Wink

Own filha linda, amanhã tem mais amr! E não morra ñ hein? Minha filhota ñ pode morrer!
Amanhã eu posto com certeza Ñ quero perder minha filha!
Bjão amr, mamys te ama! Te cuida!
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por NandaSalvatore em Sex Set 30, 2011 9:41 am

Ain....eu já disse que eu amo a sua fic, né?
Eu to um pouquinho (Muito) atrasada nos capítulos! XDD

Mas ainda assim:
Ain....vou confessar eu adorei a Elena terminando com o Stefan, como eu queria que isso acontecesse nos livros de uma vez por todas! Eu sou 10000% Delena nos livros!
Depois eu fiquei com muito dó do Stefan....e depois...adorei ele querendo se vingar beijando outra! No inicio eu pensei que ele ia atacar a Mirian, mas ele a beijou....aí sim a atacou!! Adorei depois o remorso dele.
Ain....depois a Elena se sentindo culpada por ter terminado. Meu deus! Vc escreve muito bem, parece mesmo que eu estou lendo os livros *.*
NandaSalvatore
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Vaanny em Sex Set 30, 2011 2:44 pm

Filhooota Wink
Eu já tinha lido tudo amor, mas não comentei antes. (me castigue depois). Embarassed KKKKKKKKKKKK
Sem ser um dia sem fotos do Damon, poorq assim não dá. rsrsrs

Mas com relação aos capítulos, bem... Eu nem sei o que dizer filhaa.
Me surpreendeu a tal ponto que deixou sua mãe, toda boba (e orgulhosa, como sempre).
Não sei me conter de orgulho com as minhas filhootas super talentosas. Surprised
Fico me achando. KKKKKKKKK

Eu fiquei boquiaberta ao ler as reações do Damon quando a mãe dele morreu.
E ficou uma coisa tão sombria, mas nem mesmo assim eu consegui deixar de entender ele.
Foi estranhamente bonito saber que ele ficou com a mãe tanto tempo, mesmo depois da morte dela.
E o Stefan, bem... Tadinho dele. Deve ter sofrido demais.

Agora essa peça dele de fingir que se afogou e tal... KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
"Damon, Damon... Como vc consegue me conquistar cada vez mais amor? "

E essa do corvo ser ligado ao Damon e tudo... Uau.
Filhoota, vc me surpreende demais cada vez. Como consegue?
Achei estranhamente fofo ele ficar monitorando a Elena via corvo. KKKKKKKKKK
E no final, o que me encanta é saber que ele continua cuidando dela, querendo saber se está bem...

AAAAH FILHA, ME DÁ UM DAMON DE PRESENTE?

Love Never Dies - Página 15 Images?q=tbn:ANd9GcTKzMy4EBODAr4Fucn4Xp9hiQRoC2YdLH6u-kH4Y2TCFGGI4XoN
(Dany, roubei sua foto kkk)

KKKKKKKKKKKK

e enfim, esse bate boca com a Kath foi ótimo.
Só o Damon pra colocar ordem naquilo ali.
E a força dele vem do sangue da Elena, néh? scratch
Em todo o caso, amei demais tudo filhaa.
Sua fic, meu Damousse (Damon + Mousse) *eu amo mousse*

quero mais amoor.
beijooos
mamis te ama sz
Vaanny
Vaanny

Mensagens : 2024
Data de inscrição : 04/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por isabela c tonon em Sex Set 30, 2011 2:48 pm

my god, e agr oq vai acontecer?...
ahh kerolll mata minha curiosidade...

Aviso: Querida Keroll, eu estou escrevendo uma fik e keria seber se vc ker participar??
se sim, me manda uma MP com nome, atriz e se vc ker ser boa ou má?? então pronto tu já tá dentro...
isabela c tonon
isabela c tonon

Mensagens : 2789
Data de inscrição : 28/08/2011
Idade : 23
Localização : Entre lençois... Com Damon Salvatore XD

https://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002452519341

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Sex Set 30, 2011 5:07 pm

Capítulo 28- The Past What´s Own Past Unknown
Um Passado do Qual o Próprio Passado Desconhece
Love Never Dies - Página 15 Corra-tempo

Continuação...


Damon largou a loira no chão ao ouvir aquela voz fininha e delicada. O vampiro virou-se lentamente, seguindo o som da voz.

-Margaret? –ele olhou para a menina descabelada.

A garota sorriu, mostrando seus dentinhos de leite e duas delicadas covinhas.

-tio, do que você e a Lena estão brincando? Posso brincar também?

Damon não pôde evitar de dar um meio sorriso ao ver que a menina estava bem. Ele sabia que o que quer que tivesse levado a menina, tinha alguma relação –mesmo indistinta- com Katherine. De alguma forma, ele sabia que ela não estava fazendo nada de bom.

E então ele viu, atrás de Margaret. Um garoto estranho de olhos negros. Estranho porque ele o encarava. Sequer piscava ou desviava o olhar. Parecia curioso ao mesmo tempo em que curtia uma piada particular já que tinha um meio sorriso pendurado nos lábios pálidos.

Quem era aquele? E o que fazia com Margaret? Damon estendeu a mão para a criança, chamando-a gentilmente.

-Margaret? Que tal irmos para casa? Sua irmã está muito preocupada com você.

A menina fez uma careta.

-mas a Lena está bem atrás de você tio Dam. –retrucou.

-essa? Ah, por favor, Margaret! Sua irmã é melhor do que esse espantalho. Vamos combinar. Essa é uma... Bem, acorde pra realidade! Está no meio de um conflito enorme entre vampiros e um fedelho sequestrador.

Margaret olhou para Aodh com desconfiança. Ele não era um garoto qualquer, e ela sabia disso. Sabia que ele não tinha nada de bom dentro de si. Talvez tivesse algum dia, mas no momento tudo o que emanava dele era uma frieza assustadora.

Ela se inclinou para frente, tentando alcançar a mão estendida de Damon. Sabia que se conseguisse alcançá-lo, ela estaria completamente segura. Mas ao tentar se aproximar de Damon, ela sentiu que seus pés não se moviam. Que ela estava presa ao chão.

-não dá! –ela o encarou, apavorada. –meus pés! Não se mexem!

Damon arqueou a sobrancelha negra enquanto ouvia Katherine gargalhar.

-Katherine... –começou de uma forma ameaçadora.

-está me ofendendo. –uma voz infantil e grossa atraiu a atenção do vampiro. –quando essa vassoura ambulante conseguiria exercer um poder mental de paralisação?

Damon olhou para o garoto com um sorrisinho cínico nos lábios. Ele o olhou de verdade. Tinha algo estranhamente familiar naqueles olhos negros. Como uma lembrança aconchegante que ele tinha esquecido. E o cabelo pingando sangue... Era um quadro familiar para ele. Como uma pintura há muito esquecida.

-o quê é você? –foi direto ao ponto.

-isso não vem ao caso, e tenho plena certeza de que não é da sua conta. –o garoto sorriu. –eu quero muito um chaveiro novo, e a cabeça dessa vampira vai ser muito útil, então faça o favor de não arrancá-la ainda. Eu prefiro do meu jeito.

Damon ficou ereto, olhando com cuidado ao redor.

-do seu jeito?

O garoto deu uma risada lenta, preguiçosa, enquanto fechava levemente os olhos e seu corpo se mexia com o movimento.

-não se meta no que não conhece sanguessuga. –voltou a ficar sério. –quer manter sua cabeça no lugar dela e seu coraçãozinho batendo? Então cale a boca e saia da minha frente.

Damon semicerrou os olhos pela audácia do garoto. Quem ele pensava que era para falar daquela forma com ele?

-escuta aqui seu fedelho...

-escute aqui você seu vampiro insignificante! Não me provoque, meu humor não está dos melhores hoje. Não se engane com minha aparência, eu posso fazer você virar poeira do deserto com um sopro. Então cale-se você e me escute: A culpa é toda sua de ter perdido a menina. Se não tivesse inventado aquele jogo estúpido, quem sabe não teriam ficado em casa e nada disso teria acontecido? Culpe a si mesmo pela sua evidente idiotice.

Damon o encarou com assombro.

-como sabe disso fedelho?

O garoto riu sinistramente enquanto dava de ombros.

-eu sei mais de você do que você mesmo.

***

-Ele não responde? -Elena encarava Stefan.

Stefan apenas negou com a cabeça lentamente, umedecendo os lábios com a ponta da língua.

-por quê? Oh meu Deus, Stefan será que aconteceu alguma coisa? –a garota estava praticamente gritando.

-eu não faço ideia Elena. Sei que poderia dizer que está tudo bem, mas esse pássaro está inquieto demais. –Stefan fechou os olhos enquanto massageava a cabeça. –ele está ligado com Damon. Algo está acontecendo.

Stefan percebeu que tinha falado besteira. Como queria manter Elena dentro daquela casa dizendo á ela que alguma coisa estava acontecendo com seu... Namorado?

O vampiro fez uma careta. Nunca se acostumaria com aquela situação. Jamais a aceitaria. Em sua mente, Elena era dele. Ela sempre seria dele. Não importava se ela tinha pertencido á seu irmão. Ela era dele, e nada mudaria aquilo.

-eu vou atrás dele. –a garota andou em direção á porta.

Stefan suspirou e num instante apareceu em frente á ela, ficando entre ela e a porta. Não ia deixar que ela saísse. Não podia deixar que ela se machucasse. Se Damon morresse, ele pouco se importava. Se apanhasse, também. Só queria manter Elena segura.

-não vai não. A única coisa que você vai fazer é deitar naquela cama e dormir.

Elena o encarou sem acreditar no que ouvia.

-não pode me obrigar.

-posso sim, e o farei se for preciso. –rebateu.

-eu ouvi o que Damon disse. Você está fraco demais para usar seus poderes mentais em mim, portanto não pode me obrigar á nada.

Stefan semicerrou os olhos para ela.

-por isso mesmo você deveria ficar quietinha naquela cama sem mover um músculo e sem dar nem um pio.

-por isso o quê?

O vampiro deu um sorriso cansado.

-estou faminto Elena. Controlando-me para não avançar na veia pulsante do seu pescoço, e você ainda me força a me mover? Sério, quer se matar garota?

Ele viu quando ela abaixou os olhos, envergonhada. A sede que Stefan estava sentindo era torturante. Queimava sua garganta, fazia seus olhos doerem, sua boca ficar seca, seu corpo ficar tenso. Precisava de sangue urgentemente, mas não podia simplesmente ir caçar e deixar a garota sozinha.

-sinto muito Stefan. –murmurou. –sei o quanto é difícil para você. Também está sendo pra mim. É complicado tentar entender porque tudo acabou.

Stefan sabia do que ela falava. Seus olhos verdes tornaram-se frios, sombrios.

-você acabou com tudo.

Elena o fitou cuidadosamente, com medo de deixa-lo pior do que já estava.

-eu sei... Mas... Eu amo você, e você sabe disso. –a voz dela era suplicante. –mas eu também amo seu irmão. E amo muito.

-se ama os dois, por que escolheu á ele e não á mim? O que ele tem que eu não tenho? Eu amei você mais do que qualquer um poderia amar outra pessoa um dia... E ainda amo. Mas ainda assim você o escolheu. Você escolheu destruir tudo o que existiu entre nós.

-eu não sabia o que fazer! –confessou com lágrimas nos olhos. –eu não podia enganar os dois como Katherine fez! Não podia jogar com os sentimentos dos dois! Damon nunca disse para que eu terminasse com você! Mas eu sabia que quando cedi á ele teria de erguer com as consequências. E tomar a decisão mais difícil da minha vida: Escolher entre os dois. Lados tão opostos da moeda, pedaços de mim!

-Elena... –Stefan começou a falar, tentando fazê-la parar com aquilo.

-não Stefan! Nunca conseguimos falar sobre isso e não haverá outra chance. Damon nunca deixaria que nós dois tivéssemos essa conversa. Então agora é o momento. Esse corvo vai nos ouvir se eu fechar a janela ou sei lá?

O vampiro olhou para o pássaro negro que o encarava de volta.

-vai ouvir sim. Mas você pode pedir para conversar comigo. Quem sabe ele...

O corvo grasnou altamente em resposta enquanto batia as enormes asas repetidas vezes e fazia estranhos movimentos para frente. Como se estivesse dizendo que não sairia dali.

-Damon deve ter feito alguma coisa, sei lá. Um tipo de controle mental.

-quero conversar com você. Resolver isso de uma vez por todas. Se esse pássaro quer ouvir, que ouça então, mas quero que você escute bem Stefan: Escolher entre os dois nunca foi uma opção pra mim. Amo vocês dois, e isso é egoísta até demais. Mas cada um é um lado de mim, pedaços cruciais. Você desperta em mim o meu lado bom, o mais carinhoso, o gentil, o alegre, o delicado. Ficar com você é como uma manhã de primavera. Tão perfeito e tão delicado que encanta. –Stefan não conseguia desviar os olhos dos dela. –você é como uma praia de águas mansas, o crepúsculo delicado de uma tarde de verão. Com você, era como se o Sol brilhasse sempre, esquentasse minha pele e invadisse meu corpo. Cada vez que você sorria, eu pensava que meu coração ia explodir de felicidade, e olhar nos seus olhos... Sempre tão lindos, tão cheios de amor... Eu ficava completamente boba olhando para você.

Stefan não entendia porque ela estava falando aquelas coisas. Para tornar as coisas piores do que já estavam? Para que ele sofresse ainda mais com tudo aquilo? Será que ela realmente não entendia que aquilo só estava fazendo com que ele se sentisse ainda pior do que antes? Que aquelas palavras estavam criando esperanças impiedosas no coração dele?

-e Damon. Meu lado mais obscuro, louco, divertido, despreocupado. –ela deu um meio sorriso. –Estar com ele é como viver ao extremo. Não há estação que o defina. Damon é indefinível. Ás vezes ele é quente como uma tarde de verão, ás vezes é frio como uma noite brumosa de inverno. Damon tem aquele meio sorriso perfeito que faz meu coração bater tão rápido que parece que vai parar, e quando ele me beija... Meu coração pula no meu peito. E os olhos dele... Sempre insondáveis e tão escuros como um céu sem estrelas. Eu nunca sei o que ele vai fazer, e como vai fazer. Numa hora ele é calmo e delicado, e na outra ele é impulsivo e com um desejo incontrolável.

-aonde quer chegar afinal? Dizendo essas coisas que não estão mudando nada?

-não entende Stefan? Imagina o quanto foi difícil deixar você? Deixar o que sentia por você para trás? Você sempre foi o caminho mais fácil, o mais seguro para mim e para toda a minha família. Viver com você seria fácil. Tão fácil como respirar. Entende como foi difícil para mim escolher ele? Escolher seu caminho perigoso e arriscado? Escolher talvez nunca mais ser normal de novo?

Stefan manteve uma expressão indecifrável enquanto ouvia pacientemente tudo aquilo.

-então por que escolheu o lado complicado?

A garota deu uma risada baixa e sem humor enquanto dava de ombros.

-loucura? Desejo? Amor? Eu não sei te responder isso Stefan. Eu me pergunto todos os dias quando foi que entre nós dois... Acabou.

-acabou quando você decidiu se entregar á ele. –Stefan saiu da frente da garota, indo em direção á janela.

Ele não queria ouvir mais nem uma única palavra. O que ela estava tentando fazer com ele? Prendê-lo para sempre ao seu lado? Amando-a incondicionalmente até o fim enquanto ela aproveitava a vida ao lado de Damon? Fazê-lo como seu escravo para o resto da eternidade e seu estepe quando precisasse de um ombro para chorar? Quando precisasse de um coração para despedaçar?

-você me culpa, mas a culpa é de nós dois. Eu nunca soube se você me amava de verdade. Você via Katherine em mim. Tentava achar o fantasma dela dentro de mim. Não era nós dois Stefan, erámos três: Eu, você, e o fantasma de Katherine. Assombrando seus pensamentos e impedindo que você fosse realmente meu.

-isso não é verdade! Eu nunca procurei Katherine em você! –rebateu de mau humor.

-sabe que procurou sim, Stefan. Sabe que fugia de mim pela minha semelhança física com ela. E depois ficou comigo pelo mesmo motivo. O fato Stefan, é que nunca fomos um do outro de verdade. Você procurava uma lembrança morta dentro de mim.

-se serve de consolo... Já aprendi as diferenças.

-talvez... Há um tempo, isso adiantasse e muito na nossa relação. Mas não hoje. Damon nunca procurou por ela em mim. Ele sempre soube quem eu sou, sempre viu as diferenças evidentes em nós duas. Então como posso ficar com alguém que procura a imagem de outra em mim?

-não é o ponto-chave, Elena. O fato de eu perceber a semelhança entre as duas não me fazia confundi-las. Sempre soube quem era uma e quem era a outra. Sim, evidentemente eu ás vezes a via em você, mas nunca confundi uma com a outra.

O vampiro encarou a garota, a respiração rápida enquanto ele se forçava a resolver aquele maldito assunto.

-mas do que adianta conversamos sobre isso? Você já fez a sua escolha, e ela foi Damon. O tempo não vai voltar atrás, as coisas não vão mudar. Ninguém vai voltar.

-Stefan, só quero esclarecer as coisas. Não quero que você me odeie... –a voz da garota era baixa e suplicante.

-eu não odeio. Eu jamais poderia. –Stefan a encarou carinhosamente. –mas dói, Elena. Dói muito te ver com ele. Olhar nos teus olhos e ver o carinho e o amor que sente por ele. Aí eu me pergunto como eu pude perder você...

Elena sentiu quando as lágrimas invadiram seus olhos. Como ela podia ter feito aquilo? Magoado Stefan daquela forma?

-eu amo você Stefan... Mas...

-eu sei. –disse de forma amarga. –você também o ama. Isso é estúpido Elena, quer mesmo que eu coloque tudo o que estou sentindo pra fora? Quer que diga de uma vez por todas o quê sinto por Damon? –ele a encarou irritado e respondeu sem esperar por uma resposta. –ódio! É isso o que eu sinto! Ódio, nojo, amargura! Ele nunca mereceu nada! Ele não merece nada! Como quer que eu supere isso? Eu fiz de tudo para mudar de verdade, me tornar alguém melhor, que mereça perdão... E ele? Ele mata com prazer, ilude, mente. Mas ainda assim ele tem absolutamente tudo! Onde está a justiça nisso tudo? Se isso é justiça, então eu quero que se dane!

Elena se assustou com a atitude agressiva do vampiro.

-Stefan, a vida de Damon não foram só rosas! Ele sofreu muito! –ela se sentiu enfurecida com a atitude dele. –sim, ele não luta contra quem ele é, mas se eu quisesse alguém perfeito certamente não estaria com ele. Eu estaria namorando com o boneco do Ken que a Margaret tem. Ele pode não ser perfeito Stefan, mas é ele que está lá fora procurando pela minha família! Foi ele quem me abraçou forte e cuidou de mim! É ele quem eu amo! Eu posso amar os dois, não sei como, mas amo. Isso soa egoísta, e eu sei bem disso, mas eu fiz o que tinha de ser feito para não magoar ninguém!

Stefan se aproximou, batendo palmas enquanto dava um sorriso cínico.

-novidades para você Elena: seu plano de sair sem sofrimentos não funcionou! EU ESTOU SOFRENDO COM ISSO! EU FICO ME MARTIRIZANDO DIA APÓS DIA POR VOCÊ TER SE ENTREGADO Á ELE! POR TER MACHUCADO PESSOAS! EU, ELENA! NÃO VOCÊ E NEM DAMON! MAS EU! SOU EU QUEM SAÍ PERDENDO EM TODA ESSA HISTÓRIA! –os olhos de Stefan escureceram. –E O QUÊ VOCÊ FAZ ENQUANTO A DROGA DA MINHA VIDA SE TORNA PIOR? TOMA AULAS DE COMO SE TORNAR UMA COMPLETA VADIA COM O DAMON!

Ele sentiu quando Elena deu um tabefe em seu rosto. O impacto foi tão forte que o rosto de Stefan virou para o lado oposto.

-eu não vou mais ser o fraco... –sussurrou tão baixo que a garota não pôde ouvir. –se ele quer jogar assim, é assim que vamos jogar. No jogo do poder só há duas opções: Ganhar ou morrer.

Elena viu quando Stefan virou a cabeça lentamente, encarando-a com um tipo de fúria assassina em seus olhos. Um arrepio passou pelo corpo dela.

-Stefan? –ela tentou falar, mas sua voz saiu um sussurro fraco de medo. –sabe que Damon vai saber caso você faça alguma coisa...

Stefan olhou de relance para o corvo de olhos negros que tinha avançado um pouco para dentro do quarto. Os olhares dos dois se cruzaram, e então Stefan sorriu.

-Damon não está o controlando mais. Está muito ocupado para manter o poder mental sobre o pássaro. Então não pode ouvir. E se puder... Está longe demais para fazer alguma coisa.

-o que acha que vai fazer? – a loira se afastava à medida que Stefan avançava.

-eu não acho nada, eu vou. Estou faminto... Não quer me alimentar como antes Elena? Não quer cuidar de mim?

Elena nem teve tempo de responder, quando deu por si estava encostada á parede, com Stefan segurando-a com força. Ela não conseguia se mover, não conseguia gritar.

Não estava reconhecendo Stefan. Ele nunca havia sido tão bruto daquela forma com ela antes. Era como se ele estivesse possuído. O barulho de tecido sendo rasgado atraiu a atenção de Elena. Ela pôde sentir o tecido das roupas de Stefan contra sua pele, e constatou que sua blusa devia ter sido rasgada.

-Eu quero você pra mim... –a voz do vampiro soou rouca e perigosa ao ouvido de Elena.

-o quê você vai fazer? –ela segurou a vontade de chorar. –me obrigar? Diz Stefan, teria coragem?

O vampiro riu, passando seus lábios pelo pescoço da garota repetidas vezes antes de responder numa voz fria e indecifrável:

-só quero o que me pertence, e você vai ser minha Elena, por bem ou por mal. Então não resista.

-eu nunca vou ser sua! –Elena ainda tentava não chorar. Não queria que ele a visse chorar. –pode ter meu corpo Stefan, mas nunca vai ser amor!

-não precisa ser amor Elena. Isso eu perdi há muito tempo. –ele voltou seus lábios ao rosto dela, enquanto a garota tentava se desviar.

-Damon vai acabar com você se fizer algo! Pense bem! Eu não quero te ver ferido Stefan! Esse não é você! Pare com isso!

Elena se contorcia nos braços do vampiro, tentando se livrar dele. Ela chutava, esperneava, tentava soca-lo, mas ele era centenas de vezes mais forte que ela.

-Damon? Depois que conseguir o que quero e tomar bastante do seu sangue não vou ter que me preocupar com ele! Vai ser moleza me livrar de Damon! E mais, um pequeno lembrete... –Stefan sussurrou impiedoso no ouvido da garota: - esqueceu-se de tomar seu chazinho mágico...

A garota arregalou os olhos ao perceber que ele estava certo. Ela não tinha tomado verbena... Sua mente, seu sangue... Estavam completamente expostos. Sem verbena, a mente de Elena podia ser controlada por Stefan... E ele podia tomar seu sangue sem restrições... O que ele podia fazer com ela?

-Stefan... Por favor... –pediu num fiozinho de voz enquanto percebia as lágrimas escapando se seus olhos.

Ele ergueu seus olhos para ela, enquanto Elena tentava desviar o olhar, mas não conseguia. Ela sentiu o hálito quente dela contra sua orelha, e sua voz sedosa.

-você vai se esquecer de que ama Damon... Você o odeia. Ele sequestrou sua irmã... E você é minha...

A mente de Elena estava envolta numa névoa vermelha que tentava tirar dela lembranças preciosas... Mas estavam ficando difusas para que ela pudesse se lembrar... Mas ao mesmo tempo em que sentia tais coisas saindo de si, uma coisa mais forte a impedia de esquecer uma única coisa... Um par de olhos negros e uma única frase: Eu amo você Elena. E amo pra sempre. Enquanto eu viver eu sempre vou amar você...

Continua...


Última edição por Keroll Salvatore em Ter Abr 24, 2012 4:21 pm, editado 2 vez(es)
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por isabela c tonon em Sex Set 30, 2011 5:21 pm

ahhh, primeira a ler
o cap tá mt bom + no final, bom agr eu odeio o stefan... seu fdp
ahh querida pq sempre tem q ter alguem pra atrapalhar???
ñ me conformo
isabela c tonon
isabela c tonon

Mensagens : 2789
Data de inscrição : 28/08/2011
Idade : 23
Localização : Entre lençois... Com Damon Salvatore XD

https://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002452519341

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Den!se ;D em Sex Set 30, 2011 5:56 pm

Mana ri muito nessa parte
essa? Ah, por favor, Margaret! Sua irmã é melhor do que esse espantalho. Vamos combinar. Essa é uma... Bem, acorde pra realidade! Está no meio de um conflito enorme entre vampiros e um fedelho sequestrador.
shuuhsusu Adorei o Damon chamando a Kath de espantalho Twisted Evil
usuhsus e q jeito delicado do Damonzito de mostrar a realidade pra Margareth,só ele mesmo kkkkkk
Fiquei com uma peninha da Margareth quando ela tentou alcançar a mao do damon e n conseguiu Sad
Aodh seu garoto malvado runn Evil or Very Mad quem vc pensa q é pra fazer isso com uma criancinha indefesa e ainda ameaçar meu Damon, to de olho em vc viu runnn so n vo atraz de vc agora pq vc falou q ia fazer um chaverinho com a cabeça da Kath ( deixa eu te ajudar?? Very Happy kkkk)
Mana pq no fundo mesmo eu sabendo q o Aodh n vale nada eu ainda tenho esperança q existe algo de bom nele?? Neutral sempre suspeitei q eu tivesse uns parafusos soltos mas ate eu to me admirando agora kkkkkk
Eu to com dó e raiva do Stefan ao mesmo tempo Sad dó pq ele nao pode ter a elena e raiva pelo q ele fez no final
Que isso Stefan vc n é assim, vc sabe disso. Vc é um vampiro gentil e cavalheiro n pode fazer isso com a elena, ela vai te odiar pra todo o sempre e o Damon ainda vai fazer da sua vida um inferno pq tenho certeza q nem te matar ele vai quere pq ele vai achar q v merece sofrer mais. Coloca a cabeça no lugar Stefan pensa melhor no que vc esta fazendo.
Mana foi tão linda a explicação q a Elena deu pro Stefan pena q ele n entendeu Sad
Que caps mil vezes DAMONLATEDEAN me fala mana como vc consegue fazer isso?? se superar a cada caps, é impressionante cada vez vc me deixa mais viciada na sua fic, amo ela de paixão Razz
Então ve se n demora com a cont ta?? quero mais, mais e mais mega curiosa pra saber oq o Aodh vai aprontar e quero q o damon vai salvar a elena do stefan logo, tadinha Crying or Very sad
Bjão mana Te Amo minha escritora super hiper mega talentosa I love you
Den!se ;D
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 24
Localização : Paraná

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por JúhSalvatore:) em Sex Set 30, 2011 8:05 pm

Eu n acredito q o Stefan fez isso...q fdp
Eu odeio o Stefan!!!
O Damon tentando salvar a menininha e o Stefan fazendo uma burrada dessas....
Nossa o q vai acontecer agr???
To mt ansiosa aki!!!
Qndo tem++++???
Bjokasss lindona
JúhSalvatore:)
JúhSalvatore:)

Mensagens : 1443
Data de inscrição : 27/08/2011
Idade : 21
Localização : Goiânia,GO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Dany_Salvatore em Sex Set 30, 2011 8:36 pm

Wonn Mammy... to chorando aki com o final do capitulo...
Foi tão.... tão... emocionante.
Eu quero matar o Stefan, como ele faz isso com a Elena??? OMG Mammy eu posso bater nele? Por favor!!!! Como ele ficou retardado desse jeito oO?? Bebeu sangue estragado, vencido??? Sera que a Elena vai esquecer o Damon? Espero que nao...
Como vc consegue escrever tao bem heim Mammy linda??? Eu estou completamente viciada na sua fic....
Nossa tbm gostei do começo... de quando a Margareth encontro o Tio Dam. Fiquei com dó dela pq ela nao conseguiu alcançar a mao dele...
O Aodh é mau... mais eu gosto dele rsrsrs. Eu ainda tenho a esperança de que ele seja bom (algum dia).... Eu posso ajudar o Aodh a fazer chaveiro da cabeça da Kath bitch?

Aunt Mammy posta mais.... nao demora nao se nao eu vou ter um treco... quero saber se o Stefan vai conseguir fazer a Elena esquecer do Damon...
Só tenho uma coisa pra dizer pro infeliz do Stefan: BOA MORTE...
Beijos Mammy´s lindah... e mega talentosa Wink

Dany_Salvatore
Dany_Salvatore

Mensagens : 121
Data de inscrição : 14/08/2011
Idade : 27
Localização : Senador Canedo - GO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Miriam Salvatore em Sex Set 30, 2011 11:32 pm

OMG Kerol
Ainda bm que o Damom achou a Margaret mas o Aodh é perigoso e o Damon ta chando que pode com a criança OMG
Que deu no MEU Stefan ..OMG e agora sera que ele hipnotizou ela mesmo ?
Miriam Salvatore
Miriam Salvatore

Mensagens : 3362
Data de inscrição : 29/03/2011
Idade : 28
Localização : Caxias do Sul RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por SweetDream em Sab Out 01, 2011 11:14 am

eu só não acredito que Stefan foi capaz de uma coisa dessas!
ele só podia estar sendo possuido, controlado... não tem outra explicação!
o Stefan não faria isso com Elena! ele a ama demais para fazer uma coisa dessas... ou não?
eu sinceramente não odeio o Stefan! primeiro pq o amor pode deixar a gente louco (não a esse ponto, mas mesmo assim) e segundo pq eu ainda acho que tem alguma coisa nessa história que ainda não foi contada.

o meu Damon dizendo pra Margaret acordar pra realidade foi demais! ele quer mesmo contar pra uma criança sobre a existência de vampiros?
eu acho que isso não é uma coisa mto boa pra se fazer!

mesmo assim, o que mais chamou a atenção no cap. foi a atitude idiota do Stefan.
Ele ta ciente de que, mesmo se ele beber o sangue de Elena, Damon continuará sendo mais forte, e por isso Damon pode matá-lo sem pensar duas vezes?
por que né... Damon tem anos de sangue humano no corpo dele! o sangue de Elena, apesar de ajudar, não vai ter uma cura milagrosa...
aiaiai... é agora que o Stefan morre! deixa só o Damon chegar e ver ele se aproveitando de Elena...

ah, antes que eu esqueça: Damon pode fazer Elena lembrar de tudo quando ele bem entender! isso não é nenhum problema pra ele! e outra: Elena ama Damon demais pra esquecer definitivamente de tudo, mesmo sob controle... não é? kk'

maninha, amei demais mesmo! vc não faz ideia!
mtooo bom!
não demora pra postar não!
te amo, maninha!
SweetDream
SweetDream

Mensagens : 1311
Data de inscrição : 08/07/2011
Idade : 24
Localização : Caxias do Sul, RS

http://booklies.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por NandaSalvatore em Sab Out 01, 2011 12:23 pm

Ain...
*atrasada*
Li os caps 7 e 8 *.*
Amei!!

Meu Deus, o que foi aquele Stefan?
Ele tá louco de ódio!
Foi grosso até com a Elena! Não acredito!!

Muito boa a sua fic, linda! To adorando!
NandaSalvatore
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Sab Out 01, 2011 3:24 pm

NandaSalvatore escreveu:Ain....eu já disse que eu amo a sua fic, né?
Eu to um pouquinho (Muito) atrasada nos capítulos! XDD

Mas ainda assim:
Ain....vou confessar eu adorei a Elena terminando com o Stefan, como eu queria que isso acontecesse nos livros de uma vez por todas! Eu sou 10000% Delena nos livros!
Depois eu fiquei com muito dó do Stefan....e depois...adorei ele querendo se vingar beijando outra! No inicio eu pensei que ele ia atacar a Mirian, mas ele a beijou....aí sim a atacou!! Adorei depois o remorso dele.
Ain....depois a Elena se sentindo culpada por ter terminado. Meu deus! Vc escreve muito bem, parece mesmo que eu estou lendo os livros *.*

Heheheh, disse q ama muitas vzs Nanda, e em tds eu fico boba...
Não tem problema em estar atrasada amr, relaxa!

Gostou da Elena terminando com o Stefan? Kkkk. Tb sou 100000000000000000000...% Delena.
Nossa quantas emoções hein?
Uau, obg pelo elogio amr! Fiquei super feliz aq!
Bjão!

Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Seg Out 03, 2011 4:01 pm

Capítulo 29- The Sacrifices They Do For Love
Os Sacrificios Que Fazemos Por Amor

Love Never Dies - Página 15 Abra%25C3%25A7o

Continuação...

Damon encarou o garoto á sua frente por um breve momento até sentir algo forte e intenso chocar-se contra si.

Algo tão forte que fez com que o vampiro colocasse as mãos na cabeça. Era um chamado quase desesperado de socorro. Não, era um grito. Um grito que ecoava na mente dele fazendo-o sentir o forte impulso de deixar aquela confusão e correr em direção á ele.

O vampiro sentia como se não devesse resistir, então ele se deixou levar por um momento, ficando a deriva em seu próprio subconsciente.

Não dava para ver direito. O chamado embora fosse forte, era indistinto. Uma maldita confusão de imagens, sons, nomes, sentimentos. Não dava para saber exatamente o que significava, só dava para sentir o medo, a angústia e o desespero.

-a menina vem comigo. –disse por fim tentando manter a voz estável.

-o que há com você? Pensamentos confusos? –Aodh riu. –deixe que eu os traduza: Corra antes que seja tarde babaca. Tem uma escolha meu caro sanguessuga: Ficar e lutar pela criança, ou ir atrás de um chamado estranho cujo significado você desconhece. Qual deles vai escolher?

Damon olhou para a menina. Tão assustada, tão pequenina e indefesa... Ela precisava de ajuda. E ele sabia que podia ajuda-la. De alguma forma, mas podia. Sabia que se não fizesse algo naquele momento talvez nunca mais visse aqueles olhinhos azuis novamente.

Por outro lado, aquele chamado de certa forma o havia deixado inquieto demais. Ele queria correr e ajudar, mas como fazer isso se era tão fraco e misterioso? Não havia titular, apenas um sinal fraco o puxando.

-que tal você me dar a menina, e vamos ver o quê é isso? –avançou um passo.

-o tempo está passando meu caro Salvatore. Qual dos dois vai escolher? A menina dourada, ou a sua preciosa princesa do coração?

Damon encarou o garoto por um instante quase infinito. O que ele estava querendo dizer com...

-Elena... –balbuciou o vampiro num tom quase inaudível.

Ele queria correr, queria largar tudo aquilo e ir salvar aquela que realmente interessava á ele. Mas como deixar aqueles olhinhos para trás? Aquela vozinha doce? Aquela criança indefesa?

-o que você quer por ela? –disse por fim, apressando-se.

Aodh o encarou como se duvidasse de sua sanidade mental.

-tenho tudo o que quero, e o que você poderia me oferecer? –desafiou.

-eu não sei seu maldito fedelho dos infernos! –explodiu irritado. –só sei que estou perdendo a porcaria do meu tempo falando baboseiras com um garoto mimado que acha que pode ser o dono do mundo! Eu tenho que ir ajudar a mulher que eu amo, mas um demoniozinho de quinta como você sequer deve saber o que é isso! Então me dá essa menina antes que eu vá até aí e tire ela de você por conta própria!

Damon respirava com dificuldade enquanto ficava cada vez mais furioso.

-não tenho medo de você, já disse isso. Então ameaças... Nem pensar.

-nem eu! –a vozinha da menina ecoou. –vai tio! Salva minha mana Lena! Eu vou ficar bem, prometo.

Damon a encarou com um sorriso fraco nos lábios. Uma criança tão pequena fazendo um sacrifício tão grande... Ele se sentiu tentado a aceitar, mas sabia que não devia. Ela estava com medo, mas estava se fazendo de forte.

-não vou deixar você. –disse convicto enquanto voltava a encarar Aodh.

-e vai deixar minha irmã morrer? –Margaret encarava Damon. –vá tio Dam! Mas me prometa que vai voltar para me salvar depois. Só depois. Enquanto isso salve minha mana. Cuide do Felpudo e dê um beijo na tia Judith. Diga pra ela que sinto muito ter perdido os brincos de pérolas dela. Prometa tio. Prometa que fará isso.

Damon se negava a acreditar que estava realmente pensando em fazer aquilo. Ela era uma criança! Pelo amor de Deus! Ele não podia fazer aquilo!

-o tempo está correndo Damon... –a voz debochada de Katherine o irritou ainda mais.

-cala essa maldita matraca Katherine! A conversa ainda não chegou ao milharal.

-milharal? –a loira o encarou realmente confusa.

-é sua anta. Espantalho lembra? Os espantalhos ficam no milharal.

O risinho fraco de Margaret ecoou. Ela era a única que achava graça.

-prometa tio! –voltou a repetir.

Damon fechou os olhos, vendo-se cercado por Katherine e o garoto esquisito.

-não posso Margaret. Não posso deixar você... – a voz dele era suplicante.

-mas deve. Elena precisa de você. –disse convicta. –e você precisa ajuda-la. Você a ama tio Dam? Ama?

-sabe que sim. –a voz de Damon saiu seca. –mas...

-então me prove. –tornou a menina. –salve-a. Salve-a e seja feliz com ela. Faça minha mana feliz. Eu vou ficar bem. Eu não tenho mais medo de monstros tio. Eu tenho meu super-herói particular, e ele nunca, nunca, nunca, me deixa na mão. O meu Supertio-Dam.

Damon não sabia o que falar. Não sabia como agir. Nunca tinha visto tamanha demonstração de nobreza, coragem e afeto em alguém tão pequenina. Ele se abaixou, dando um abraço leve na menina e beijando-lhe gentilmente sua testa.

-nossa! Ganhei um beijo! Elena que se cuide! –brincou rindo.

-eu prometo pequenina. –sussurrou solenemente. –ninguém vai ferir você.

-vai logo tio! –empurrou-o gentilmente. –salve sua princesa do malvado ogro, case-se com ela e seja feliz para sempre!

-esqueceu-se da princesinha corajosa. –brincou sentindo um aperto no peito ao levantar-se.

-a princesinha corajosa ainda tem que enfrentar a bruxa. –sussurrou. –depois ela pode viver feliz para sempre.

Damon se forçou a correr o mais rápido possível dali, em direção á Elena. Não estava acreditando que tinha realmente feito aquilo. Que tinha deixado aquela criança para trás. Tão pequena, tão delicada, mas tão corajosa...

Não queria pensar no que tinha acabado de fazer. Não queria pensar no que aquele garoto e Katherine fariam á ela. Torcia para que nada acontecesse. Para que ele pudesse realmente salvá-la.

Tudo o que ele mais queria era estar com ela protegida em seus braços. Dormindo calmamente em sua caminha cor-de-rosa, abraçada á seu ursinho Felpudo.

Mas ele tinha que salvar Elena. De qualquer forma, de qualquer jeito. Já tinha perdido demais naquele maldito dia. Não estava mais a fim de perder ninguém mais que... Amava.

***

Vanessa sentia a tensão na Terra das Sombras. Todas as suas queridas criancinhas dos sussurros estavam inquietas e irritadas.

Sentia como eles queriam sair e simplesmente matar. Sentia como sentiam sede de dor e de sofrimento, e isso a deixava da mesma forma. Estava ligada á Terra das Sombras, ligada á Aodh. Desde que ele havia mostrado á ela como se tornar cada vez mais forte, mais poderosa.

-olha isso é tão ridículo. –Miriam se abaixou até a beira do riacho e tomou um grande gole de água. –você não teria um copo por aí?

-toma logo e cala a boca. –disse a outra simplesmente enquanto encostava-se á uma árvore.

-não sou mal agradecida se é o que acha. –murmurou. –agradeço pela água e tal, mas caso não tenha visto... Essa calça é nova! E minhas botas então? Tem ideia do quanto custaram?

-não e não quero saber.

-sério, tudo bem que lá onde você mora ninguém sorri, mas tem mesmo que fazer essa cara de cão chupando limão?

Vanessa a encarou e forçou um sorriso a aparecer em seus lábios. Não deu certo.

-feliz? Agora bebe isso logo e vamos esperar pela anta da Katherine.

Miriam revirou os olhos bebendo mais água.

-TPM. –murmurou.

-caso queira saber, não sou humana há muito, muito, muito tempo.

Isso sim atraiu a atenção de Miriam. Ela olhou para Vanessa. Olhou bem. De fato, a beleza dela era inumana. Seus olhos mudavam de cor e isso era realmente esquisito. Mas não ser humana? Então o que ela era?

-vampira? –chutou fazendo uma careta.

-não.

-fada?

Vanessa a encarou como se a achasse realmente louca.

-fada? Poupe-me ruivinha!

-ué, você não fala, eu tenho que chutar! –ponderou por um breve momento. –gnomo?

A outra revirou os olhos jogando um pouco de água no rosto de Miriam com a ponta da bota. A ruiva fechou os olhos e se arrepiou pelo contato da água gelada em seu rosto.

-tenho cara de gnomo? –resmungou a loira.

-eu não sei. –Miriam limpou a água de seu rosto com a mão. –nunca vi um.

-acredite, nem tudo o que você lê em livros são reais.

-então gnomos não existem?

-e eu lá vou saber? Agora bebe isso antes que eu te afogue.

Miriam deu um risinho.

-precisa de mim viva. Não vai me matar.

-não tenho que exatamente manter você viva. Tenho q manter sua alma intacta. É diferente.

-então por que me mantêm viva?

Vanessa deu de ombros.

-carregar um peso morto é um saco.

A ruiva a encarou de mau humor.

-então só estou viva para andar eu mesma até o lugar onde vou morrer? É isso mesmo?

A outra apenas assentiu.

-isso soa... Sádico. –disse por fim Miriam.

-tanto faz. Eu não ia te carregar, e duvido que Katherine queira carregar dois pesos mortos. Já basta a outra que ela foi buscar.

-pra quê precisa da minha... Alma?

Vanessa moveu-se incomodada.

-quer mesmo saber como vai ser sua real morte?

Miriam engoliu em seco. Se ia morrer, que diferença fazia mesmo?

-real morte?

Vaanny riu, mostrando seus dentes perfeitos na escuridão da floresta.

-você é curiosa... Algumas pessoas acham que a morte tem a ver com o corpo. Ele para, você morre. Mas o caso é bem mais amplo. Morte? Só quando sua alma morre. Só quando ela é destruída. Antes disso há muitas maneiras de voltar á vida corporal. A alma é a chave, e não o corpo.

-então eu vou morrer... Morrer mesmo? Sem volta? Sem paraíso ou inferno? –Miriam levantou-se com uma ira imensa. –isso não é justo! Eu não fiz nada! Eu não mereço isso! Certo, tentei afogar meu primo uma vez na piscina, mas ele quebrou meu celular! Mas morrer? Sem chance nem de ir pra um lugar melhor?

Vanessa viu a garota colocar o dedo em seu rosto, e a encarou despreocupadamente.

-em teoria... Sim. Você não vai para um lugar melhor. Sua alma patética vai sumir. Simples assim. Não me interessa o que você acha ou deixa de achar. É assim que vai ser. Você estava no lugar errado na hora errada. Ou melhor, no século errado. Não é só você quem vai se dar mal. A humanidade toda vai.

-como assim? Chega dessa droga de mistério! Eu quero saber a verdade, e quero agora!

-querer não é poder. Já ouviu essa frase antes? Agora se me dá licença eu...

-peso morto.

Miriam viu quando Katherine jogou uma garota pálida aos pés de Vanessa.

-até que enfim! Eu jurava que você tinha entrado numa casa e estavam te usando como vassoura! Que maldita demora!

-tive uns contratempos. Um amiguinho seu me assustou, Stefan me desafiou e Damon quase me matou. Tá bom ou quer mais?

Stefan! Miriam sentiu um carinho enorme ao ouvir o nome de Stefan. Embora soubesse que talvez ela tivesse sido só mais uma para ele, estava contente por saber que ele tinha desafiado aquela loira burra. Estava feliz, pois algo a dizia que ele não tinha desistido dela ainda.

-Damon sempre impecavelmente lindo, sexy e perigoso. –Vanessa riu. –um dia ainda pego pra mim.

Katherine grunhiu, mostrando as presas.

-se eu precisar de um abridor de latas eu peço Katherine. Por enquanto guarde suas presinhas para si...

-não vou com você seu fedelho metido a sequestrador!

Uma vozinha fininha invadiu a campina onde estavam.

-pelo amor de Deus! Faça essa menina calar a boca! –Katherine resmungou. –ainda não entendi porque ela veio junto!

Um menino entrou na campina com uma menina jogada em suas costas como se fosse um saco de batatas. Ela chutava e esperneava tentando fazê-lo soltá-la, mas o garoto sequer parecia sentir os golpes.

-o idiota do Dragon sequestrou essa criança. O curioso é que ela é irmã de Elena Gilbert. Pode ser útil.

Miriam viu quando ele jogou a pequena menina fazendo-a cair no chão. Os pequenos olhinhos azuis encheram-se de lágrimas, mas nenhuma gota caiu. Ela ergueu o pequenino queixo que tinha uma raladura e mordeu os pequenos lábios rosados.

-pode mesmo. –Vanessa se aproximou da criança e deu um breve sorriso. –qual o seu nome pequenina?

Ela a encarou com seus olhos azuis num tom quase de violeta e virou o rosto para o outro lado, ignorando completamente a pergunta de Vanessa.

-xi Vanessa, você foi ignorada por um bebê! –Katherine riu descontroladamente.

-não sou bebê! –a menina encarou Katherine. –e vamos ver só quem vai rir por último quando vocês perderem a cabeça.

Dito isso, ela voltou a virar o pequenino rosto para longe de todos os outros, como se estivesse alheia á eles.

-ah me deixa matar essa pirralha! –Katherine se aproximou.

-quieta! –Vanessa a jogou para trás, fazendo com que a vampira batesse numa árvore. –acho melhor cooperar minha doce criança, ou...

-ou o quê? –a menina a encarou com os olhos estreitos. –vai me matar? Olha moça, não sou boba. Se quisesse me matar, o fedelho já teria feito. E não é por nada, mas não tenho nem um pingo de medo de você. Dele talvez, porque eu tenho medo de fogo, mas de você? –riu altamente.

-qual é a graça? –Vanessa pela primeira vez esboçou alguma reação: raiva.

-ouvir mortos falando. –disse a pequena menina por fim.

Miriam sentiu um estranho afeto pela menina. Uma sensação de que talvez, só talvez, aquilo tudo não fosse tão ruim. Ela a fazia rir. Ela era decidida e corajosa. Ela não tinha desistido. E talvez ainda não fosse a hora de Miriam desistir também.

Continua...


Última edição por Keroll Salvatore em Ter Abr 24, 2012 4:24 pm, editado 2 vez(es)
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Seg Out 03, 2011 4:06 pm

Bem meninas, eu sei q ñ é oq vcs queriam ver! Kkkk
Eu sei q queria ver o Damon matando o Stefan ou algo do tipo, mas como eu sou má (brincadeira) eu deixei esse pro próximo ok?
Primeiro motivo, assim vcs ñ me matam, foi que eu queria mostrar a escolha do Damon e a coragem da Margaret.
Segundo motivo é que senti sdd da Miriam e da mamys nos meus cpts e decidi voltar á elas. Vendo um pouco da Margaret pelo olhar da Miriam. Que já estava cansada de lutar e sempre chegar num beco sem saída. Quem sabe agora ela não decide agir?
Grande bj, e espero q gostem.
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Den!se ;D em Seg Out 03, 2011 5:02 pm

Mana caps tão fofo, a Margareth foi tão corajosa
-e vai deixar minha irmã morrer? –Margaret encarava Damon. –vá tio Dam! Mas me prometa que vai voltar para me salvar depois. Só depois. Enquanto isso salve minha mana. Cuide do Felpudo e dê um beijo na tia Judith. Diga pra ela que sinto muito ter perdido os brincos de pérolas dela. Prometa tio. Prometa que fará isso.
wooon que coisa mais linda e fofa mana, ela mesmo sabendo o perigo que esta correndo mando o Damon ir salvar a elena e deixar ela.
Supertio-Dam: amei, amei e babei kkkkkkwonnnnnnnnn mana muito linda Razz
Kakakakakak eu adoro as piadas sobre a Kath shuuhsuhs espantalho e vassoura shusuhushuhs ri mmuuuitooo
A Miriam tentando adivinhar oq a mamy era ta parecendo eu tentando roubar spoilers de vc mana husuhsuhshusuhsuh
A mamy me assusta aqui mana pale ainda bem q com nos ela é boazinha senao nos tava frita kkkkkkk credo alem de quererem roubar a alma da Miriam ainda fazem ela andar um monte antes de morrer Suspect povo aproveitador No
kkk a Margareth enfrentou ate a mamys?? o loco´ai sim henn kkk isso ai Margareth bota pra quebra e coloca todo mundo na linha runnnn
Coisinha mas fofa da tia otiotioti, vontade de apertar as buchechinhase nao larga mais, mostra pra eles que o tio Dam te ensinou direitinho a se virar sozinha e a se defender
VAMOS LA MARGARETH
mana sua fic é DAMON É DAMON É DAMON DAMONDEIRO E DAMON É DAMON É DAMONDEIRODEAN Razz
viu ate musiquinha eu fiz mana Razz
ADOREIIIIIIII e por favor nao demore pq quero ver a o Damon colocando o Stefan na linha e a Margareth a mostrar que o Damon já pode ter orgulho dela Very Happy
Bjão manaaa
Den!se ;D
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 24
Localização : Paraná

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Miriam Salvatore em Seg Out 03, 2011 8:37 pm

Kerol ..
A Margaret é uma fofura de criança e muito corajosa pra idade dela ..
Encarou a Vanny e a Kath e mais o Aodh ...
OMG não deixa o Damon matar o MEU Stefan viu ..
Adorei minha participação principalemte a parte que lembrei do Stefa faz ele vir me salvar viu kkkk
Ainda bm que nem tudo ta perdido pra mim nessa fic ...
Posta loguinhuuu
Miriam Salvatore
Miriam Salvatore

Mensagens : 3362
Data de inscrição : 29/03/2011
Idade : 28
Localização : Caxias do Sul RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por isabela c tonon em Ter Out 04, 2011 4:00 pm

keroll miguxa amei esse cap me deixou super impaciente pro prox. mas fikei com pena do Damon ele teve q ecolher entre a Elena e a Margaret.. fikei com peninhaaahh
e to com medo pela magareth sozinha rodeado por um monti d capetas... e o Stef eu odeio ele agr.. bom sempre fui delena ++ achava q ele marecia ser feliz... + ag q ele apagou a memory da elena eu odeio ele...
putzz a histori ta mt boa... miguxaah posta +++
isabela c tonon
isabela c tonon

Mensagens : 2789
Data de inscrição : 28/08/2011
Idade : 23
Localização : Entre lençois... Com Damon Salvatore XD

https://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002452519341

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por JúhSalvatore:) em Ter Out 04, 2011 7:58 pm

Keroll esse capitulo foi...foi...foi...to sem palavras aki p descreve-lo.....
A escolha do Damon ,a coragem da Margaret ao pedir pro Damon salvar a Elena e ao desafiar a Vanessa.....Foi mtmtmt bom!!!
Agr eu to loka p ver o Damon matando ,batendo ,espancando ,fzendo o q for c o Stefan!!!
Poste a continuaçao pf ,se n vc vai ter um fã morta aki....#brinksss
Bjokass lindona!!!
JúhSalvatore:)
JúhSalvatore:)

Mensagens : 1443
Data de inscrição : 27/08/2011
Idade : 21
Localização : Goiânia,GO

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por SweetDream em Qua Out 05, 2011 12:08 am

maninha, to sem tempo pra coment, mas meso assim: amei!
prometo q quando der, faço um big coment pra vc, ok?
amucê demais!
SweetDream
SweetDream

Mensagens : 1311
Data de inscrição : 08/07/2011
Idade : 24
Localização : Caxias do Sul, RS

http://booklies.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Vaanny em Qua Out 05, 2011 3:35 pm

Filhaaaa o/
vou comentar rapidinho amoor.
Eu amei tudo. amei amei amei amei...
Como sempre, vc arrasando nos capítulos. Wink
Só essa do Stefan que me revoltou.
quero só ver o Damon chegar e ver o irmão se aproveitando da namoraada. ai ai...
(Daaamon amor, resolve a situação). KKKKKKKK

-Damon sempre impecavelmente lindo, sexy e perigoso. –Vanessa riu. –um dia ainda pego pra mim.
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
eita filhaa, até na sua fic e babo pelo Damon. (não me aguento)
rsrsrs...
E promessa é dívida, ein filhoota? hahaha
beijoos amor
quero mais, viu?
mamiis super orgulhoosa (como sempre)
Very Happy
Vaanny
Vaanny

Mensagens : 2024
Data de inscrição : 04/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Qua Out 05, 2011 5:23 pm

Den!se ;D escreveu:Mana caps tão fofo, a Margareth foi tão corajosa
-e vai deixar minha irmã morrer? –Margaret encarava Damon. –vá tio Dam! Mas me prometa que vai voltar para me salvar depois. Só depois. Enquanto isso salve minha mana. Cuide do Felpudo e dê um beijo na tia Judith. Diga pra ela que sinto muito ter perdido os brincos de pérolas dela. Prometa tio. Prometa que fará isso.
wooon que coisa mais linda e fofa mana, ela mesmo sabendo o perigo que esta correndo mando o Damon ir salvar a elena e deixar ela.
Supertio-Dam: amei, amei e babei kkkkkkwonnnnnnnnn mana muito linda Razz
Kakakakakak eu adoro as piadas sobre a Kath shuuhsuhs espantalho e vassoura shusuhushuhs ri mmuuuitooo
A Miriam tentando adivinhar oq a mamy era ta parecendo eu tentando roubar spoilers de vc mana husuhsuhshusuhsuh
A mamy me assusta aqui mana pale ainda bem q com nos ela é boazinha senao nos tava frita kkkkkkk credo alem de quererem roubar a alma da Miriam ainda fazem ela andar um monte antes de morrer Suspect povo aproveitador No
kkk a Margareth enfrentou ate a mamys?? o loco´ai sim henn kkk isso ai Margareth bota pra quebra e coloca todo mundo na linha runnnn
Coisinha mas fofa da tia otiotioti, vontade de apertar as buchechinhase nao larga mais, mostra pra eles que o tio Dam te ensinou direitinho a se virar sozinha e a se defender
VAMOS LA MARGARETH
mana sua fic é DAMON É DAMON É DAMON DAMONDEIRO E DAMON É DAMON É DAMONDEIRODEAN Razz
viu ate musiquinha eu fiz mana Razz
ADOREIIIIIIII e por favor nao demore pq quero ver a o Damon colocando o Stefan na linha e a Margareth a mostrar que o Damon já pode ter orgulho dela Very Happy
Bjão manaaa

Own mana, a Marg foi realmente mt corajosa.
Supertio-Dam? Hahaha, Eu quero esse super-herói pra mim...lalala
Hahaha, os apelidos da Kath são realmente esquisitos né?
Sério mana? Nem tinha percebido, mas é msm! Parece msm quando vc tenta roubar spoilers... Razz
Pois é, ainda bem q nossa mamy de vdd é do bem! E que maldade com a Miriam! Fazer a coitada andar... Vixe.
Margaret td corajosa! ISSO AÍ MARG!
É isso aí, o Damon ensinou direitinho. #fatoo
Amei sua musiquinha hein? Nota 10000000000000000000000000000000000000000000000000+
Eu ia postar hj lembra mana, mas adivinha? Fiquei o dia inteiro sem pc pq ñ me deixaram usar. Entrei agora só pra responder os coments e só. #aff
Com certeza amanhã tem ok mana?
Bjão pra vc tb mana!
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Keroll Salvatore em Qua Out 05, 2011 5:26 pm

Miriam Salvatore escreveu:Kerol ..
A Margaret é uma fofura de criança e muito corajosa pra idade dela ..
Encarou a Vanny e a Kath e mais o Aodh ...
OMG não deixa o Damon matar o MEU Stefan viu ..
Adorei minha participação principalemte a parte que lembrei do Stefa faz ele vir me salvar viu kkkk
Ainda bm que nem tudo ta perdido pra mim nessa fic ...
Posta loguinhuuu

Vdd Miriam, a Marg é mt corajosa pra um quase-bebê.
Pois é, enfrentou td mundo! #palmas
Hahaha, acho q matar TALVEZ ele ñ mate ñ. Lalala
Kkkk, Stefan ainda ñ desistiu de provar q ñ é assassino.
Magina Miriam! Lógico q ñ está td perdido!
Amanhã tem pq como eu disse pra mana: Esse povo ñ me deixa digitar os capts em paz!
Bjins
Keroll Salvatore
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 22
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Voltar ao Topo Ir em baixo

Love Never Dies - Página 15 Empty Re: Love Never Dies

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 15 de 28 Anterior  1 ... 9 ... 14, 15, 16 ... 21 ... 28  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum