Parceria
SIGMA CAMISETAS
Votação

Quem você quer entrevistar?

64% 64% [ 9 ]
36% 36% [ 5 ]

Total dos votos : 14


If Happy Ever After Did Exist

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

If Happy Ever After Did Exist

Mensagem por Delena Dobreholic em Dom Ago 12, 2012 8:26 pm

[Primeiro Capitulo] Fanfic Nian

Finalmente estou voltando para o lugar de onde eu nunca deveria ter saído New York, há dois anos minha família teve que se mudar para o Canadá devido ao meu pai ter arrumado um emprego por lá, arquiteto de um shopping center, foi os dois piores anos da minha vida, nada acontecia, era sempre a mesma rotina, há duas semanas meu pai recebeu a noticia de que foi promovido e que voltaria a NY, e olha para mim, aqui estou eu novamente e agora voltei para ficar. O carro de meu pai estacionou em frente a nossa antiga casa, tudo estava perfeito como da ultima vez que eu tinha visto, Candice estava lá na frente toda sorridente me esperando, ai minha amiga que saudades eu sentia dela, na verdade eu sentia saudades de tudo naquele lugar, até o ar daqui é diferente.

- Ninaaaa. –Candice correu em minha direção e me abraçou forte.
- Candy que saudades senti de você minha Barbie. –Falei abraçando ela com ainda mais força.
- NY não é a mesma coisa sem você. –Ela sorria, mas lágrimas escorriam de seus olhos azuis.
- E eu não sou a mesma coisa sem NY. –Falei secando as lágrimas teimosas que escorriam de meu rosto.
- Temos tantas coisas para conversar, mas temos todo o tempo do mundo já que estudaremos na mesma escola. – Candice não parava de pular e de sorrir ela realmente sentiu a minha falta.
- Pois é, estou nervosa por que tudo deve ter mudado por lá. –Abri um sorriso torto.
- Isso você terá que ver com seus próprios olhos daqui a dois dias. –Ela sorriu meiga e me guiou para dentro da casa.
Sim daqui a dois dias eu começaria novamente a estudar em minha antiga escola, é chato ter que voltar a estudar mas eu quero rever os meus antigos colegas, professores e tudo, bom mais vou deixar para me preocupar com escola depois, hoje só quero aproveitar o resto do dia ao lado das pessoas que eu amo para matar a saudade, chamamos Zach um ex-namorado meu super fofo, namoramos por um ano, só que depois de um tempo decidimos que nós dois éramos mais amigos do que namorados, e hoje em dia ele é o melhor amigo desse mundo, chamamos o Michael também, bom, ele ama a Candy, e ela ama ele, porque ainda não rolou? só Deus sabe. Vamos fazer uma espécie de cinema aqui, pipoca, chocolate e todas as guloseimas que você pensar

- Na boa, vocês duas não estão achando que eu vou assistir a esse filme de romance né? - falou Michael tacando uma almofada em nós duas.
- A ok então, o que você quer? - falei jogando a mesma almofada nele
- Quero ir para o Bar do Zoye, vai ter show ao vivo e tudo mais, vamos ninoca, vamos curtir NY- O bar do Zoye era um dos bares mais famosos de NY, e eu estava afim mesmo de sair
- Então borá, vamos Candy, precisamos arranjar uma roupa adequada, acho que não ficaria legal chegarmos lá de pijamas e pantufas. - falei e todos caíram na risada
- Tem certeza? acho que ficaríamos super sexy de pijama - Candice falou brincando enquanto íamos em direção ao quarto.

Depois de uma hora e meia no máximo saímos dali, o transito estava horrível, mais tudo é festa com nós quatro juntos, aumentamos o som do carro e começamos a cantar "Payphone" dávamos várias risadas dos agudos do Zach, era simplesmente horrível, Candice era a que de todos nós se destacava pelo seu modo de cantar, ela cantava perfeitamente, sua voz era perfeita, mais também né, Barbie não tem defeitos. Enfim chegamos, já estava cansada de ficar tanto tempo sentada, mas agora poderia dançar e aproveitar bastante a noite com meus amigos. Ao entrar no bar me senti sufocada, todas aquelas pessoas, aquele ar abafado, e ainda por cima aquele maldito calor insuportável, acho que eu estava desacostumada com essas coisas de festa por que para falar a verdade só aqui em NY eu consigo me divertir em festas. Ignorando todas as coisas pouco agradáveis desse lugar, fui em direção ao balcão de bebidas, que estava praticamente vazio e com certeza lá estava muito mais tranqüilo do que naquela pista de dança.

- Um Uísque, por favor. –Falei para o garçom.

Comecei a bater minhas unhas na madeira do balcão causando um barulho que me agradava muito, minutos depois o garçom chegou com meu Uísque, de uma vez só ingeri o liquido, senti meu corpo se arrepiar com o efeito da bebida.
Comecei a passar os olhos pelo bar procurando Candice, mas não achei então decidi ficar mais uns minutos ali no balcão. Começou a tocar Payphone e rapidamente me lembrei do momento horas atrás em que nós quatro estávamos desafinando tentando cantar essa musica.

- If happy ever after did exist I would still be holding you like this. – Cantarolei enquanto meu olhar rodava pela pista de dança, vendo aquelas pessoas estranhas se divertirem.
- Gosta dessa musica? – Um homem alto, com olhos azuis e cabelo escuro me perguntou.
- Uhum é da minha banda favorita. – Concordei ainda com meu olhar fixado na pista.
- É uma das minhas bandas favoritas também. – Ele sorriu.

Ficamos em silencio, pensei que ele iria embora, mas não ao invés disso ele perguntou:

- Quer dançar?
- Eu...sou uma péssima dançarina. – Eu disse fazendo uma careta.
- Duvido, venha vamos aproveitar a musica da sua banda favorita então. – Ele disse estendendo a mão para mim.

Só agora eu tinha percebido o quanto o homem era bonito, tudo nele era perfeito, seus olhos,boca,nariz,sorriso, tudo nele era convidativo, não poderia negar esse pedido a ele, peguei na sua mão e ele me guiou até o centro da pista de dança, dançamos por alguns minutos, mais acho que ele percebeu que eu realmente sou um desastre quando o assunto é dançar

- Ei se solta, deixa a musica te levar, você vai ver assim tudo fica mais fácil, qual o seu nome?
- Nina Dobrev e o seu?
- Que nome lindo, o meu é Ian Somerhalder, bom agora faz o que eu te falei, se solta..
- Eu...vou tentar! - falei e depois de alguns minutos já estava dançando razoavelmente bem
- Viu, falei que você ia conseguir - falou me fitando
- Já tá podendo dar aulas de dança - falei dando um sorriso amarelo
- Só exclusivamente para minha nova e única aluna - falou me puxando pela cintura, fiquei tão perto dele que pude sentir a sua respiração, meu corpo estremeceu, e por mais que eu não quisesse me envolver, era impossível negar que eu queria tanto quanto ele aquele beijo, mas fomos interrompidos por um celular tocando, jurei que se fosse o meu eu quebraria ele em mil pedacinhos, mais era o dele, me pediu licença meio sem graça e logo se distanciou de mim, fiquei meio perdida, sem entender o que tinha acontecido, dei de ombros e voltei para os meus velhos e bons drinks, sentei-me na mesa do bar e continuei fitando a pista de dança para achar a Candice ou um dos meninos, mais até agora nada.

- Um uísque, por favor - falei ainda olhando para a pista de dança
- Aqui está - o gentil garçom me entregou, virei de uma só vez, e sem pensar duas vezes pedi outro.
- Ei vai com calma - falou o homem lindo que me deixou sozinha na pista de dança
- Acho que seu telefone tá tocando, vai lá atender ele de novo vai - falei enquanto virava o copo que havia acabado de pedir.
- Desculpa, era minha esposa, disse que minha filha está chamando por mim.. - falou me fitando
- Ai meu Deus, que canalha, eu não acredito que... - antes que eu pudesse terminar de falar ele selou nossos lábios, pedindo brecha para sua língua entrar, eu estava bêbada demais e carente demais para negar um beijo daquele, então cedi, começamos com uma batalha entre as nossas línguas, sua língua era quente e me proporcionava as melhores sensações do mundo, quando o ar foi necessário nós dois nos separamos e colamos nossas testas.
- Eu estava brincando, não tenho esposa e nem filha, fica tranquila - falou me dando um selinho, era tudo o que eu precisava ouvir, o beijei novamente, só que agora com mais urgência, eu precisava dele, queria sentir de novo aquele beijo, precisa dele para mim, o nosso beijo foi esquentando e quando eu percebi estávamos dentro do banheiro feminino em cima da pia, trancamos a porta e começamos a nos despir, subi minhas mãos pelas suas costas deixando alguns rastros de minhas unhas, arranquei a sua blusa e ele rapidamente fez o mesmo com a minha, em momento algum desgrudamos nossas bocas, ele arrancou meu sutiã de uma só vez e o jogando longe, soltou nossas bocas e começou a fazer um caminho da minha boca até meus seios e abocanhou um deles me fazendo soltar uma gemido alto e agudo, eu estava no céu, como aquele homem conseguia me deixar assim? já estávamos sem roupa alguma, estávamos quase finalizando, quando para minha má sorte o meu celular toca.

- Nina Dobrev onde você está? to te procurando faz meia hora, vem logo aqui para saída, eu quero ir embora mulher - Candice falou com uma voz alterada, deveria estar muito bêbada.
- To chegando ai, me espera - falei desligando o telefone.
- Me desculpa mais eu tenho que ir - falei levantando e me vestindo
- Tudo bem, me passa o seu numero do celular? - falou sorrindo de lado, por Deus ele era muito perfeito
- Claro - Passei o numero para ele e sai dali correndo, antes que Candice me abandonasse, foi uma noite longa, na minha opinião, não podia ter comemorado melhor a minha volta para NY.



avatar
Delena Dobreholic

Mensagens : 1
Data de inscrição : 12/08/2012
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum