Parceria
SIGMA CAMISETAS
Votação

Quem você quer entrevistar?

She'd Dream of Paradise I_vote_lcap64%She'd Dream of Paradise I_vote_rcap 64% [ 9 ]
She'd Dream of Paradise I_vote_lcap36%She'd Dream of Paradise I_vote_rcap 36% [ 5 ]

Total dos votos : 14


She'd Dream of Paradise

Ir em baixo

She'd Dream of Paradise Empty She'd Dream of Paradise

Mensagem por Carol Bernard em Sex Mar 23, 2012 9:03 pm


She'd Dream of Paradise Tumblr_lz7u6hRG5j1qdi5c7o1_r1_500

Nome da fanfic: Paradise
Classificação: NC – 13
Tipo: Romance
Shipper: Caroline/Klaus
Restrições: Spoilers da segunda temporada!
Resumo: Caroline está intrigada com a repentina aproximação de Klaus, e não consegue acreditar no seu envolvimento emocional, enquanto ele, sente-se cada vez mais atraído. Tyler e Matt passam a monitorar Caroline, a fim de tentarem evitar um possível envolvimento da loira com o original.
Nota: O título da fanfic é uma música do Coldplay, que me lembra muito Klaroline, mas outras músicas podem ser escutadas ao lerem... por exemplo It's all coming back to me now, da Celine Dion, ou a Iris do GoGo Dolls.

______________________________________________________________________________________________________

Rebekah estava impaciente naquela tarde. Andava de um lado ao outro pensativa, Klaus por sua vez estava pensativo ao mesmo nível, porém imóvel, sentado na poltrona, encarando à sua frente cinzas de uma lareira apagada.
-Precisamos pensar em alguma coisa... - Disse Rebekah, enquanto caminhava. - Sage está de volta, Nik, e presumo que esteja planejando algo...
-Sage ? Ora, mas o que ela estaria planejando ? Não me envolva nos seus desentendimentos pessoais Rebekah, estou ocupado demais para isso. - Klaus riu da ironia do seu próprio tom de voz.
Rebekah parou de caminhar jogando um olhar fuzilador para o irmão:
-Ocupado com o que ? Desenhando ela? -Klaus retribuiu o olhar. -Ah, vamos lá Klaus... você não está realmente interessado naquela … Na filha da xerife ? -Klaus parou para pensar, unindo as sobrancelhas.
-Cale a boca Rebekah. Interessado ? Me conhece o bastante para não dizer isso... -Percebendo sua expressão, Rebekah achou um ponto fraco em Klaus como maneira de deboche.
-Então porque deu aquela pulseira que você nunca me deixou encostar ? Porque a convidou ao nosso baile e lhe deu um vestido ? Porque não pára de desenhá-la ? -Ela ergueu as sobrancelha e enquanto falava, caminhava em sua direção de braços cruzados.
Klaus agarrou seus braços num movimento brusco, sacudindo todo seu corpo.
-Eu disse para calar a sua estúpida boca. -Rebekah ainda riu dele.
-Está desiludido Nik ? Não fica bem para um homem da sua idade. -Ela disse com ironia. E após um movimento brusco se livrou dele. Ele apenas a encarou, de maneira odiosa. -Enquanto você fica aqui com essa cara de apaixonado ridículo, eu vou tentar salvar minha pele... -Disse antes de sair.

Elena e Caroline estavam em um papo extrovertido, na residência dos Gilbert.
-Elena, - Interrompeu Caroline por um segundo.
-Diga.
-Existe uma coisa que está me intrigando... Claro que é um absurdo eu estar intrigada com isto, mas me parece muito estranho, e eu não sei até que ponto eu devo guardar isto pra mim mesma.
-O que foi ?
-Eu sei como nossas cabeças estão ocupadas em relação às coisas que estão acontecendo, principalmente em relação ao... Klaus. Elena eu não sei o porque, mas ele está se aproximando.
-Caroline, não fique com medo, estamos todos aqui... Stefan e Damon estão sempre próximos, fique tranquila.
-Não, não Elena. Não estou com medo, pois quando eu digo se aproximar, é se aproximar... no sentido sentimental... eu não sei.
Elena franziu a sobrancelha sem entender.
-Como assim, sentimental ?
-Primeiro, ele salva minha vida, me jogando um discurso que saísse da boca do Tyler, juro que me jogaria nos braços dele sem pensar... Depois me dá uma pulseira linda e de diamantes... Depois me convida para o baile me dando um vestido da minha cor preferida... faz desenhos com meu rosto, me faz elogios e me pede para tentar conhecê-lo... -Caroline respirou fundo. - Eu não sei até que ponto isso pode nos ser prejudicial, ele me jurou que não tinha más intenções, disse que gostava de mim, pela minha maneira de ser.
-Você acredita ?
-Não! -Disse meio insegura, porém tentando passar convicção. Elena ergueu a sobrancelha agora.
-Tem certeza ? - Caroline abaixou a cabeça. Elena sentou a sua frente, pegando nas suas mãos. -Eu sei de tudo o que você vem passando, das suas desilusões e dos seus probleminhas com Tyler e Matt, eu te conheço bem... você se faz de forte, mas quando você ganha atenção e carinho quando mais está precisando, você se derrete. Eu não sou ninguém para mandar na sua vida, mas o Klaus é um vampiro poderoso, vivido e nos provou ser maléfico e frio... ele pode estar blefando para nos atingir através de você, eu não posso ter certeza porque eu não sou a dona da verdade, mas por favor, tome cuidado, e seja esperta.
Carol Bernard
Carol Bernard

Mensagens : 14
Data de inscrição : 17/03/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

She'd Dream of Paradise Empty Re: She'd Dream of Paradise

Mensagem por Carol Bernard em Ter Mar 27, 2012 10:49 pm

Bom gente, quem ler e gostar, comenta Wink pelo menos um up para motivar, rs
é um casal ainda novo por isso presumo nao ter quase ninguem por enquanto !
em breve posto mais !
Carol Bernard
Carol Bernard

Mensagens : 14
Data de inscrição : 17/03/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

She'd Dream of Paradise Empty Re: She'd Dream of Paradise

Mensagem por Gláucia em Qua Mar 28, 2012 4:11 pm

AHhhhhhhhhhhhhhhhhh Ameiiiiiii... 1ª Fanzona aqui..........
Amo esse casal, na vdd fico meio dividida, gosto muito do Tyler, mas o Klaus, sem comentários néh... então vale a pena sonhar um pouco.kkkkkkkkkkkk... seria legal se o Tyler encontrasse alguém e ela pudesse ficar com ele... mesmo gostando muito dela com o Tyler .....ah não sei... to dividida kkkkkkkkkkkkk............... mas a idéia da fic é muito boa... se ela com o Tyler pega fogo imagina ela com o Klaus... uiiiii.........


Quando tem mais??????? To ansiosissima aqui kkkkkkkkkkkkkk.........
Gláucia
Gláucia

Mensagens : 290
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 29
Localização : Barueri, SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

She'd Dream of Paradise Empty Re: She'd Dream of Paradise

Mensagem por anuah em Qui Mar 29, 2012 9:53 pm

anuah
anuah

Mensagens : 63
Data de inscrição : 03/03/2012

Ver perfil do usuário http://fanfictions.forumeiros.com/t687-my-heart-on-will-go#27986

Voltar ao Topo Ir em baixo

She'd Dream of Paradise Empty Re: She'd Dream of Paradise

Mensagem por Carol Bernard em Seg Abr 02, 2012 11:40 am

PARTE 2 - O REENCONTRO


She'd Dream of Paradise Tumblr_m1mmciU4pE1rrnohwo1_500

A noite começava a se aproximar, Caroline ainda estava com Elena.
-Elena, preciso ir... já fazem horas que eu estou aqui, -Ela sorriu.
-Mas já ? A conversa estava tão boa...
-Ah sim... já é noite, não gosto muito de deixar minha mãe sozinha ...
-Tudo bem... -Caroline caminhou até a porta seguida por Elena.
-Amanhã agente se vê.
-Se cuida...

Elena acompanhou com o olhar, Caroline entrar no carro e se distanciar. Imaginando se o que Caroline havia lhe falado mais cedo, teria sentido. Preocupada com os sentimentos que Caroline poderia desenvolver por Klaus, Elena pegou o celular para telefonar para Stefan, para lhe contar sobre a possível aproximação.
Caroline estacionou seu carro tranquilamente, agora o céu já estava completamente negro, não se via a lua, muito menos as estrelas.
A primeira coisa que Caroline procurou ao entrar em casa foi sua mãe. E a encontrou, dormindo calmamente no sofá da sala. Ela lhe deu um suave beijo na cabeça e lhe cobriu.
Antes que pudesse chegar ao seu quarto, ouviu alguém bater na porta.
Olhando pelo corredor esticando somente a cabeça, viu Klaus, imóvel a sua porta encarando seu rosto. Caroline bufou. Jogou a bolsa sobre o armário e se aproximou da porta, sem intensão alguma de abri-la.

Klaus sorriu esperando que ela abrisse. Caroline fez que não com o dedo, e virou as costas.
Ele bateu novamente, Caroline revirou os olhos e olhou para ele, ele fez um gesto de por favor. Ela o encarou por alguns instantes, temendo por estar possivelmente caindo em mais um plano dele.
Ela respirou fundo e girou a maçaneta, puxando a porta devagar.
-O que foi Klaus ? -Disse baixo com medo de acordar a mãe. Suas pernas ficaram um pouco bambas.
-Como vai Caroline ? -Ele sorriu novamente para ela, aquilo a fez tremer mais ainda, aquele sorrio tinha tom de ironia.
-Klaus, eu...
-Calma garota, só quero conversar. -Ele a interrompeu.
-Não temos nada sobre o que conversar... Eu já te pedi para me deixar em paz ! -Ela tentou fechar a porta, mas ele a impediu.
-Sabe que eu não vou desistir. -Ele agora olhou no fundo dos olhos dela. -Não costumo ser rejeitado Caroline...
-E porque comigo? Existem muitas aqui que não te rejeitariam! Você não vai conseguir comigo Klaus.
-Seus amiguinhos vão te impedir? A propósito eu te perdoo por ter planejado minha morte com eles...
-Eu não planejei nada !
-Tudo bem, eu já esqueci. Vai me deixar entrar ?
-O... po... Não! -Ela o olhou dos pés a cabeça.
-Deixe-a em paz. -Disse uma voz aveludada que se aproximou aos poucos.
-Tyler ! -Caroline disse empolgada, Klaus se virou para olhá-lo, Caroline correu e pulou nos seus braços. Ele riu, seu abraço tirou-a do chão. Caroline ficou radiante por vê-lo, ainda mais naquela situação em que Klaus a deixava sem saída. Klaus explodiu em uma gargalhada.
-Pobre Tyler... Chegou no momento errado... -Disse, sob o olhar fuzilador de Caroline. -Cuidado com o tom que fala comigo garoto... e seja mais educado ao atrapalhar a conversa das pessoas.

Ele foi se aproximando dos dois, que temeram.
-Aproveite seu tempo com ela... este será curto, garoto... -Disse, saindo devagar.
Tyler apenas o encarou.
-O que ele estava fazendo aqui?
-Eu não sei ! Ele me persegue, me dá presentes, não sei o que ele realmente quer...
-Assassino ridículo...
-Esqueça ele. Me diga, por onde esteve, estava preocupada com você. -Ele baixou o olhar para ela.
-Estive me estabilizando. Desculpe. -Ao perceber estar de mãos dadas com ele, Caroline retirou, constrangida. E após um momento de tensão, Tyler tentou descontrair.
-E então, o que tem feito ?
-Ah, o mesmo de sempre, quer entrar ?
-Sim, claro.
Carol Bernard
Carol Bernard

Mensagens : 14
Data de inscrição : 17/03/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

She'd Dream of Paradise Empty Re: She'd Dream of Paradise

Mensagem por Alice_Petrova em Seg Abr 02, 2012 12:27 pm

amei amei amei
a ideia é d+++++++
fique com pena do klaus
depois de tantos anos obcecado
por quebrar a maldiçâo
perdeu o jeito de paquerar
muito grosso mais mesmo assim
muito fofo amei
Alice_Petrova
Alice_Petrova

Mensagens : 81
Data de inscrição : 12/12/2011
Idade : 25

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

She'd Dream of Paradise Empty Re: She'd Dream of Paradise

Mensagem por Carol Bernard em Qua Abr 04, 2012 11:50 am

PARTE 3

She'd Dream of Paradise Tumblr_lyqferJE1O1r2vjmuo1_r1_500

Depois de mais um tempo de conversa, agora com Tyler, Caroline resolveu descansar. Mas ao deitar a cabeça no travesseiro, começou a pensar em tudo de repente.
Tyler parecia tão próximo a ela, mas também tão longe... por um momento ela desejou que tudo fosse como era antes, especialmente com Tyler. Que ele fosse o mesmo, e que nunca tivessem se afastado. Eliminou seu pensamento, buscando um outro pensamento que não fosse tão deprimente. Sem querer pensou em Klaus.

Ela estava cada vez mais intrigada com ele, olhou sobre seu criado-mudo o desenho ganhado por ele. Ela tomou o desenho nas mãos, e pela primeira vez olhou de uma maneira diferente, prestou atenção em cada traço, desenhado exatamente como se ela estivesse olhando para o espelho, o cavalo, uma das maiores paixões de sua vida, bem posicionado, logo abaixo a frase: “Obrigado pela sua honestidade.” Caroline começou a pensar, é claro que ela não acreditava nele, de forma alguma. Mas alguma coisa ele estava buscando, alguma coisa Klaus pretendia com aquilo.

O céu agora, assumia um tom cinza claro. Caroline acordou com o som das trovoadas, altas e fortes.
Já era dia, ela olhou no relógio, e percebeu que faltava ainda uma hora para que tocasse seu despertador, mesmo assim ela levantou e foi tomar banho.
Agora começava uma chuva que parecia aumentar a cada minuto, sem previsão de acabar.
Enquanto tomava banho, Caroline apenas escutava o barulho da chuva, pretendendo nem sair de casa.

Ela saiu enrolada na toalha, e foi direto ao seu guarda-roupa.
Caroline havia amadurecido muito, aliás o bastante para lidar com a sua situação. Deixando de ser somente a filha fútil da xerife, a garota mimada e popular. Caroline agora, não era apenas uma vampira, era uma nova mulher, uma mulher forte. E ao olhar seu armário, repleto de roupas, de todas as marcas e cores, ela refletiu sobre isto, tudo aquilo fazia parte da Caroline fútil, e sem conteúdo que ela deixou para trás.

Mas a vaidade dela não acabaria por conta disso, ela evoluiu sim, mas a combinação de roupas era até certo ponto fundamental, ela escolheu uma blusa simples, estava frio, um jeans, talvez se fosse sair, selecionou uma linda jaqueta de couro marrom, e jogou sobre a cama desarrumada. Mas ao jogar, havia algo ali, que não estava antes dela sair. Um livro, grande e não tão grosso, médio. Sua capa era preta, e colado sobre ela um bilhete dobrado.

Caroline tomou o livro nas mãos, descolando o bilhete. Ela o abriu.
-De novo? Que droga! -Era mais um dos desenhos de Klaus. Dessa vez, ela estava no desenho, dormindo, cada traço do seu rosto bem desenhado. Abaixo uma frase que dessa vez dizia: “Este livro me ensinou muitos valores, nele estão todas as suas perguntas respondidas. Klaus”.
Caroline bufou. Jogando o livro e o desenho sobre a cama, ela agora resolveu sair. Ela começava a ficar perturbada com ele, dessa vez ela descobriria o que está por trás de tudo isso.

Ela vestiu sua roupa, pegou sua bolsa, e seguiu para a mansão dos Mikaelson, sem saber o que encontraria.
Ela parou o carro, em frente a mansão, e ficou horas encarando a frente da casa, provavelmente não tinha ninguém ali.
Ela resolveu entrar. Abriu a porta devagar, a sala estava deserta, a primeira coisa que ela veria seria o quarto dele. Em passos leves, e devagar, ela subiu as escadas, a procura do quarto dele. Por um momento ela pensou “Mas que diabos estou fazendo aqui???” que loucura! Ignorou o pensamento e continuou procurando.
Carol Bernard
Carol Bernard

Mensagens : 14
Data de inscrição : 17/03/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

She'd Dream of Paradise Empty Re: She'd Dream of Paradise

Mensagem por Gláucia em Qua Abr 04, 2012 11:56 am

Hummmm no quarto kkkkk......
Imagina só.... o que pode acontecer se ele estiver lá.....
Dormindo, tomando banho não importa.... kkkkkk
Curiosissima aqui .... quando tem mais Carol kkkkkkkkkkkk
Gláucia
Gláucia

Mensagens : 290
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 29
Localização : Barueri, SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

She'd Dream of Paradise Empty Re: She'd Dream of Paradise

Mensagem por Carol Bernard em Dom Abr 08, 2012 6:01 pm

Olha, eu acho que é melhor ele não estar lá, kkk
Carol Bernard
Carol Bernard

Mensagens : 14
Data de inscrição : 17/03/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

She'd Dream of Paradise Empty Re: She'd Dream of Paradise

Mensagem por Carol Bernard em Qua Abr 18, 2012 9:28 am

PARTE 4

She'd Dream of Paradise Tumblr_m00mu8RBrS1qdj6bbo1_500

Caroline seguiu o corredor que tinha no fim, uma janela, através desta ela pôde ver a forte chuva que ainda caía. As portas dos quartos, pareciam estar abertas, do início do corredor, ela via três quartos à direita, e quatro à esquerda, ela caminhou, os quartos estavam bem arrumados, eram formados por móveis sofisticados, as colchas nas camas, pareciam ser algodão exportado, tudo perfeito como deveria ser.

Ela não fez ideia de qual quarto seria o dele, a menos que ela checasse cada guarda-roupa, mas ela não chegaria a tanto... os quartos pareciam todos iguais, mas um... apenas um, o último do corredor à esquerda, estava com a porta fechada, ela com certeza não sabia se ali era um quarto ou, outro tipo de cômodo, mas dessa vez, ela checaria.
Sim, era um quarto. Mas este era um pouco diferente dos outros. Era uma suíte. A cama era de casal como as outros, porém maior. O guarda-roupas era maior, ela imaginou que o quarto fosse de Rebekah devido o exagero.


Mas no canto direito do quarto, havia uma escrivaninha. Caroline se aproximou. Eram desenhos. Ela havia matado a charada... se eram desenhos ela estava no lugar certo, o quarto de Klaus. Eram centenas de desenhos empilhados, e outros dentro de uma pasta que mais parecia um livro.
O livro estava intitulado de “E no final, o amor é a base de todas as coisas...” Caroline bufou.

-Desde quando você ama... -Sussurrou consigo mesma. Mas ao abrir o livro, se deparou com desenhos que lhe prenderam a atenção, eram desenhos de sua família. Kol, Rebekah, Finn, Ster e...ela mesma... Ela franziu o cenho, procurando uma explicação para estar envolvida em desenhos que lhe representam amor. Dela, tinham variedades, todos os tipos... eram a maioria.
Fixada nos desenhos, Caroline despertou ao ouvir passos, mas pareciam passos próximos, ela correu para o armário, mesmo sabendo que qualquer um que fosse poderia senti-la, ela entrou no closet, e se encolheu. E pelo fecho viu que era ele.

Ele estava encharcado, começou a se despir, Caroline não sabia o que fazer, tentou controlar até mesmo a respiração. Apenas de calça, ele entrou no banheiro. Era a sua chance de sair correndo ! Mas a porta do armário, era barulhenta demais, aquilo significava que ela teria de esperar mais algum tempo, até que ele saísse.
Ela escutou ele ligar o chuveiro, sentou no closet, encostou as costas, e fechou os olhos, rezando para que ele não escolhesse roupas daquele lado.

Quando ele desligou o chuveiro, ela voltou a olhar no fecho da porta, ele saiu do banheiro com apenas uma toalha amarrada na cintura, rezou mais ainda para que ele não tirasse a toalha ali. Riu com o pensamento. Mas ao ir em direção ao armário, ele parou. Alguma coisa chamou sua atenção... a bagunça na escrivaninha. Desconfiou, nenhum dos seus irmãos jamais mexeu nas suas coisas, principalmente nos seus desenhos... ele olhou em volta, Caroline fechou os olhos, com força. Ele abriu a porta do closet, e lá estava ela, sentada e encolhida. Não adiantava ela se esconder, ele estava anos luz a sua frente!
Carol Bernard
Carol Bernard

Mensagens : 14
Data de inscrição : 17/03/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

She'd Dream of Paradise Empty Re: She'd Dream of Paradise

Mensagem por Gláucia em Qua Abr 18, 2012 5:53 pm

Ameiiii o capitulo kkk.... muito bom....
Klaus só de toalha.... uhuuuuu.....
A ultima coisa q eu ia fazer ia ser ficar parada.... se bem que ficar só admirando deve ser muito bom tbm....kkkkkk
Eh Carol de sorte viu...
Quando tem mais???????
Gláucia
Gláucia

Mensagens : 290
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 29
Localização : Barueri, SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

She'd Dream of Paradise Empty Re: She'd Dream of Paradise

Mensagem por Carol Bernard em Qui Abr 19, 2012 12:34 pm

Imagina ? Sério que você corria até ele ? estando no quarto dele escondida ? hahahaha
Ele é gato, mas é do maaau, rs
logo tem mais Wink
Carol Bernard
Carol Bernard

Mensagens : 14
Data de inscrição : 17/03/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

She'd Dream of Paradise Empty Parte 5

Mensagem por Carol Bernard em Sex Abr 27, 2012 9:47 am

She'd Dream of Paradise Tumblr_m34meyE2A51r23joco1_500

-O que você está fazendo... ai ?! -Perguntou, sem levantar o tom de voz. Caroline fez um movimento rápido, se deslocando para o outro lado do quarto.
-Eu estava... estava...
-Mexendo nas minhas coisas ? -Ele também se movimentou, parando a sua frente.
-Não!

-Sim, estava ! -Ele gritou mais alto, olhando nos seus olhos. Ela não iria discutir porque estava errada, mas não pôde evitar de olhar seu corpo, quase nu, na sua frente, por mais assassino que ele fosse, ela não poderia negar que estava a frente de um dos caras mais bonitos que ela já havia visto na vida.
-Não resistiu não foi ? Quis saber o que me faz te seguir ?
Ela abaixou a cabeça.
-Responde ! -Ela apertou seus braços.
-Me solta! Eu achei que uma coisa estivesse aqui!
-O que seu poderia estar aqui ? -Ela olhou em volta.
-Uma... uma...olha se você não me deixar sair, eu...
-O que ? Sabe o que uma pequena mordida minha pode fazer com a sua vida não sabe ?
-Você a salvou, porque a tiraria de mim? -Ele apertou mais seus braço, e fixou no seu olhar com fúria, depois enfim ele largou seus braços.

Depois de um tempo em silêncio, Caroline não sabia se saía correndo uma vez que não sabia também o que ele faria. Mas aquela cena estava ficando constrangedora.
-Tudo bem, eu lhe darei o que veio procurar aqui...se me prometer que vai me esperar na sala. -Seus olhos se arregalaram, Caroline achava incrível a maneira como Klaus parecia saber de tudo. Inclusive o que ela fora fazer ali, uma vez que ela mesma não sabia bem. Ela saiu do quarto desnorteada, desceu as escadas, ela tinha agora a opção de correr, mas não o fez. Ela ficou curiosa, resolveu esperar.

Klaus desceu as escadas, agora vestido, ela o esperava na sala, como o combinado.
Klaus tinha nas mãos algumas malas.
-Estou deixando essa cidade. -Ele disse soltando as malas. Ela só o olhou intrigada. -Aqui não é exatamente o tipo de lugar que eu estava procurando, é pouco demais... encontrei o que estava procurando, agora posso ir embora em paz...
-Você quer dizer Elena ? O que você pretende ?
Klaus riu dela.
-Você não precisa saber. Agora respondendo suas perguntas. Eu queria que fosse comigo.

Ela bufou.
-Eu gosto da minha vida aqui.
-Você pensa pequeno. Eu te vejo grande por dentro Caroline, vejo você crescendo, vejo você vivendo sua imortalidade, e eu posso te dar tudo isso. -Ele se aproximou, olhando no fundo dos seus olhos. Ela achava tudo aquilo um absurdo. Mas ficou calada.
-Olha Klaus, eu não sei o que você pretende, mas eu não vou participar. Eu vou para casa.
Ela virou, mas antes que pudesse chegar até a porta ele a pegou pelo braço. Mas antes que ele pudesse falar, ela falou:
-Não insista por favor, eu não sou isso que você vê em mim, eu não posso nem quero ser Klaus, você está destinado a grandeza, eu não. -Ela disse se livrando dele.
Ao sair, algo lhe assustou, Alaric apareceu em sua frente.
-Alaric ? -Ela perguntou assustada, não sabendo se aquele era o bom ou o mau.
-Temos algo a esclarecer. -Ele deu-lhe uma pancada, fazendo-a apagar e levando-a consigo no carro.
Carol Bernard
Carol Bernard

Mensagens : 14
Data de inscrição : 17/03/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

She'd Dream of Paradise Empty Re: She'd Dream of Paradise

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum