Parceria
SIGMA CAMISETAS
Votação

Quem você quer entrevistar?

64% 64% [ 9 ]
36% 36% [ 5 ]

Total dos votos : 14


O fim pode ser apenas o começo.

Página 1 de 11 1, 2, 3 ... 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Bonn em Qui Dez 01, 2011 3:49 pm



Nome: O fim pode ser apenas o começo.
Classificação: Indefinida.
Tipo: Romance, Suspense, etc.
Shipper: Damon e Elena, Stefan e Elena, Bonnie e Jeremy, entre outros.
Restrições: Cenas de Sexo, Nudez, Consumo de drogas lícitas etc.
Resumo: Depois que tudo finalmente acabou Elena pensou que sua vida voltaria ao normal. Mas ao mesmo tempo em que um novo problema começa a rondar a sua vida, ela se vê presa entre os irmãos Salvatore e enfrenta as consequências por amar os dois irmãos ao mesmo tempo. E é em meio aos problemas que ela descobre a quem realmente pertence. A quem ela sempre pertenceu.

"O melhor lugar do mundo não precisa ser perfeito, apenas ter você e eu."


Espero que gostem! Beijos :*

Links em que estão os capítulos:
Capítulo um.
Capítulo dois e três.
Capítulo quatro.
Capítulo cinco.
Capítulo seis.
Capítulo sete.
Capítulo oito, nove e dez.
Capítulo onze - parte um.
Capítulo onze - parte dois e capítulo doze.
Capítulo treze.
Capítulo quatorze.
Capítulo quinze - parte um.
Capítulo quinze - parte dois.
Capítulo dezesseis.
Capítulo dezessete.
Capítulo dezoito.






Última edição por Bonn em Ter Abr 24, 2012 7:18 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Bonn

Mensagens : 526
Data de inscrição : 01/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Bonn em Qui Dez 01, 2011 3:57 pm

Capitulo 1.

Parecia apenas um dia normal. Mas não era.
Elena já estava tão acostumada com toda a rotina de “vampiros maus” que ela não conseguia acreditar que tudo aquilo havia acabado, mas ela apenas não conseguia ficar feliz com isso, por poder estar com Stefan, que agora já havia voltado à sua antiga alimentação. Mas não, algo faltava em sua vida.
Elena relutantemente levantou de sua cama, não queria ir para a escola naquele dia, mas ela deveria voltar à sua rotina, às coisas normais, ou ficaria presa nesse mundo das trevas sempre. Mas no fundo, era disso que ela gostava. Amava o perigo, a sensação de adrenalina correndo por suas veias. Talvez fosse disso que ela precisava, uma dose de adrenalina. Pegou seu iPhone que estava em cima do criado-mudo e resolveu ligar para a pessoa que mais a animava. Damon Salvatore. Como as coisas poderiam ter ficado tão estranhas? Ela deveria estar ligando para o seu namorado, que hora dessas já a esperava na escola. Mas hoje não, hoje seria um dia diferente. Talvez.
- Damon, está fazendo o que? – Elena perguntou relutante. Pois nesse exato momento ela podia ouvir uma música alta, Rock dos anos 70, ela reconheceu. Ela já podia imaginar Damon rodeado por garotas, e pensar nisso não a deixava muito animada.
- Hmmm, pode falar Elena. Do que precisa? – O vampiro respondeu do outro lado da linha.
- Poderíamos fazer algo diferente hoje, não acha? Não aguento mais essa rotina monótona. – Não aguento mais de saudades de você. Ela completou mentalmente.
- Com saudades de mim, cunhadinha? – Ele disse, como se pudesse ler os seus pensamentos.
- Damon! Cala boca! Eu estou namorando o seu irmão!
- Ok, ok. Não está mais aqui quem falou. Então quer fazer o que?
- Hmmm, vamos escalar a montanha! Faz tempo que não vou até lá...
- Beleza. Em 10 minutos estou aí.
Elena desligou o telefone. Talvez assim seria melhor. Fugir da escola, como uma garota adolescente. Mas afinal, aquilo não importava mais para ela. Ela se arrumou e desceu as escadas. Quando deu pela presença de mais alguém na casa.
- Jeremy? Jenna? Tem alguém aí? – Ela chamou e não obtendo resposta. Saiu de casa tranquilamente.
Encontrou Damon sentado da escada da varanda. E dessa vez, por algum milagre, estava sem a sua jaqueta de couro preta. Uau. Belos músculos. Mas rapidamente tratou de desviar esses pensamentos de si, antes que fizesse alguma besteira.
- Então, porque resolveu fazer isso hoje? Não acha que deveria estar na escola? – ele perguntou, como se isso fosse um simples ‘oi’.
- Hoje não, estou cansada de ir pra escola.
- Mas só faz três semanas desde que as aulas começaram! – ele disse rindo.
- Eu não me importo. Hoje eu não quero ir. – Ela disse, puxando-o para fora.
Depois de quase duas horas de caminhada, de conversas jogadas fora, de risadas e tropicões, eles chegaram ao topo. O relógio de Elena já marcava 10 horas da manhã, 35 ligações perdidas de Stefan e 5 mensagens preocupadas de Bonnie. Ela apenas ignorou, voltando a atenção para Damon, que a olhava atentamente.
- Então, o que vamos fazer aqui em cima, Elena? – Disse Damon, parecendo entediado.
- Logo ali tem uma pequena cachoeira... Eu costumava vir aqui quando criança. – Seu sorriso murchou. A saudade de seus pais a inundou e ela estava a ponto de chorar quando dois braços frios e pálidos a envolveram.
- Hoje eu não permitirei que você fique triste. Você será feliz. Ok? – Ele disse enquanto a pegava no colo e ia andando, na direção da cachoeira que ele também conhecia muito bem... Conhecia muito bem há mais de 150 anos atrás.
Ele jogou Elena na água e logo pulou em seguida, eles riram, brincaram, até que Damon percebeu que algo os observava.

---
Postei logo o primeiro capítulo. ><
Se alguém gostar, me fala. Beeijos!
avatar
Bonn

Mensagens : 526
Data de inscrição : 01/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Gláucia em Qui Dez 01, 2011 4:05 pm

OMG o que será este algo.........

Primeira Fãnzassa, adorei o começo....

Tô curiozissima e quero mais viu........... \o/

Aliás, nunca te vi por aqui, seja muito bem vinda........ Bjão.
avatar
Gláucia

Mensagens : 290
Data de inscrição : 21/11/2011
Idade : 27
Localização : Barueri, SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por NandaSalvatore em Qui Dez 01, 2011 4:08 pm

1a. fã.
Adorei o cap.
Poste mais logo
Bjinhos
avatar
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Bonn em Qui Dez 01, 2011 4:20 pm

Gláucia, obriigada pelas boas-vindas e que bom que está gostando *---*
Beeijos !

--
NandaSalvatore, Que bom que gostou ! ><
Hoje à noite tem mais! Beeijos :*
avatar
Bonn

Mensagens : 526
Data de inscrição : 01/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Gil Somerhalder Salvatore em Qui Dez 01, 2011 4:29 pm

Ah, arranjou outra f~maluquete aki
Amay msm, quem será q ta observando os dois??

Ah, bem vinda ao fórum amr
Hey, vc eh Delena ou Stelena?
BJsss
avatar
Gil Somerhalder Salvatore

Mensagens : 2313
Data de inscrição : 30/09/2011
Idade : 19
Localização : Geralmente em frente a um computador/LIXA

Ver perfil do usuário http://c-u-t-t-1-n-g.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Bonn em Qui Dez 01, 2011 4:38 pm

Eiii Gil! Logo logo vão descobrir. kkk

Obrigada pelas boas vindas!
Ahh, e respondendo a perguntinha, com certeza sou Delena!! Sempre. Very Happy

Beeijoos!
avatar
Bonn

Mensagens : 526
Data de inscrição : 01/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por NandaSalvatore em Qui Dez 01, 2011 4:45 pm

Bonn,
Tem msn?
Posso te add?
avatar
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Bonn em Qui Dez 01, 2011 4:56 pm

Ei Nanda. tenho sim >< posso te mandar por mensagem privada? Beijos
avatar
Bonn

Mensagens : 526
Data de inscrição : 01/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por NandaSalvatore em Qui Dez 01, 2011 4:57 pm

Manda sim
Bjinhos
avatar
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Vaanny em Qui Dez 01, 2011 5:03 pm

Oi Bonn.
Bem vinda amr.
amei sua fic. Smile
e se é Delena, meu ânimo dá uma volta em torno do planeta. KKKKKKK

" o relógio de Elena já marcava 10 horas da manhã, 35 ligações perdidas de Stefan"
35 LIGAÇÕES? kkkkkkkkkkk' eu ri amr.
ah, rachei. Surprised
mto bom mesmo.
bem cara do Stefan. Very Happy
beijos linda
avatar
Vaanny

Mensagens : 2024
Data de inscrição : 04/02/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Bonn em Qui Dez 01, 2011 5:08 pm

Vaanny, Obrigada!
E que bom que está gostando! Fico muuuito feliz!
Beeijos ;**


Última edição por Bonn em Seg Dez 05, 2011 8:22 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Bonn

Mensagens : 526
Data de inscrição : 01/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Poli Canassa em Qui Dez 01, 2011 5:18 pm

Muito bom, realmente gostei. Acho que o fato de eu ser Delena ajudou um pouco, mas enfim...
Tá muito bom.
Vou acompanhar.
Posso te add no msn tambem? Eu sei que eu sou oferecida mesmo. HAHAHA'

Poli Canassa

Mensagens : 6239
Data de inscrição : 22/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Bonn em Qui Dez 01, 2011 5:26 pm

Ei Poli!
Que bom está gostando, fico muuito feliz ><
Pode adicionar sim! kk
Beeeijos
avatar
Bonn

Mensagens : 526
Data de inscrição : 01/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Poli Canassa em Qui Dez 01, 2011 5:31 pm

Já te adicionei Very Happy

Poli Canassa

Mensagens : 6239
Data de inscrição : 22/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Bonn em Qui Dez 01, 2011 6:02 pm

Capitulo 2.
Elena rapidamente percebeu o olhar preocupado de Damon, e não recebendo resposta, ela começou a lhe perguntar o que estava acontecendo. Rapidamente os dois saíram da água. Talvez a rotina “normal” volte.
- Vamos Elena, é melhor sairmos logo daqui. Você pode estar em perigo. – ele disse, tentando parecer calmo. Mas por dentro, estava muito preocupado.
- Não! Vamos ver o que é, se está nos seguindo, só pode estar querendo alguma coisa. – disse ela pegando sua bolsa. Procurou seu celular, mas ele não estava lá. Ela congelou. – Damon! Aquilo pegou meu celular, ele não está mais na bolsa.
Ele pegou sua bolsa, revirou, e não achou.
- Porque anda com sprays de pimenta e granada de verbena? - Damon estava surpreso. Desde quando Elena era tão precavida?
- Para situações como essa!

Algo se mexeu atrás de uma pedra que havia ali. E antes que pudessem perceber, braços espinhosos lhes arranhavam. A ultima coisa que Elena percebeu, foi Damon chamando o seu nome.
--
Elena acordou amarrada em um porão escuro. E ela podia sentir alguém do seu lado. Damon?
- Damon? É você? – Ela sussurrou.
- Elena. Não consigo respirar. Tem verbena nessas cordas, não estou aguentando mais. – A verbena entrava pelas feridas que aqueles braços espinhosos haviam feito em Damon. Quanto tempo ele ainda aguentaria? Uma hora? Duas? Algo precisava ser feito. Mas ela não podia fazer absolutamente nada. As cordas que a amarravam eram mais fortes do que ela.
- Me desculpe – disse ele fraco – por ter quebrado a promessa.
- Que promessa? – A garota perguntou.
- Que hoje seria um dia feliz. – Antes que Elena pudesse dizer alguma coisa uma luz entrou pela porta do porão quando uma pessoa entrou acendendo a luz.
- Q-Quem é você? – perguntou ela, hesitante, com seus olhos tentando se acostumar à claridade.
- Provavelmente não lembra mais de mim, não é? Mas consegue lembrar de você tentando salvar a vida do Damon, em Geórgia. Enquanto eu queria atiçar fogo nele...?
- Você era o namorado da Lexi. – disse ela perplexa – O que você quer comigo e ele?
- Um dom que você possui. Uma herança de família, por assim dizer. Mas por hoje chega. Amanhã volto para ver vocês. Já mandei desamarra-los, trarão comida também. Apenas se comporte. E ah, não adianta procurar seu celular, Elena.
Foi quando aquelas criaturas de braços espinhosos voltaram trazendo comida para humanos, e para vampiros. Eles possuíam pernas finas e com braços longos e ásperos, fora aqueles espinhos que tinham cerca de 1 cm. A cabeça deles era oval e eles tinham olhos grandes, com pupilas parecidas com as de cobras. Elena quase os classificou como ETs. Embora ela nunca tivesse acreditado nisso, a essa altura, ela teve a certeza de que tudo que ensinam nas aulas de Folclore, infelizmente é verdade.
Uma semana se passou. Damon e Elena eram visitados uma vez por dia e depois ficavam à luz de uma janela com grades de titânio e um pequeno banheiro. Eles não entendiam nada do que estava acontecendo e o vampiro parecia estar mais irritado a cada dia. Ele simplesmente odiava estar inferior a alguém, alguém o mantendo preso era pior ainda. Eles acabaram por descobrir o nome do vampiro. Brian. Brian Fell. Ele era um dos fundadores de Mystic Falls.
- Mas o que um dos fundadores iria querer com você, Elena? Você não tem sangue dos Gilbert correndo nas veias.
- Eu também não sei Damon. Mas Katherine tem algo a ver com isso, eu aposto.
- Acho que não, Elena. Kath já teve a chance de conseguir o que queria várias vezes. E ela nunca mencionou seres com espinhos. Eu nem se quer sei o nome da espécie deles.
- Hmm. Pode ser também. – E desde quando você chama aquela vadia pelo apelido? Ela completou mentalmente.
Uma onde de ciúmes atingiu Elena, que Damon logo percebeu. Ela se juntou mais a ele, e deitou sua cabeça em seu ombro. Eles estavam passando por tanta coisa juntos... E viram que estavam errados ao pensar que Klaus era a pior coisa que iriam ver. Damon se assustou com essa repentina mudança de comportamento de Elena. Ela costumava ficar a um metro de distância... O que teria levado a essa mudança de comportamento?

---

Mais um capítulo >< Espero que gostem! Beijos :*
avatar
Bonn

Mensagens : 526
Data de inscrição : 01/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Poli Canassa em Qui Dez 01, 2011 6:18 pm

Hum... Namorado da Lexi mau.
Mas manda o Damonzito pra mim que eu cuido direitinho dele.
hahahahaha'
Agr sério, acho que o Tefinha vira corno logo... Adoro.

Poli Canassa

Mensagens : 6239
Data de inscrição : 22/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por isabela c tonon em Sex Dez 02, 2011 2:44 pm

Bonn.. consegui mais uma fã (doida por sinal)
amei a fic.. vou acompanha tb
Bam vinda ao forum amr..
espero que goste.. aqui é minha segunda casa...
bjosss
avatar
isabela c tonon

Mensagens : 2789
Data de inscrição : 28/08/2011
Idade : 20
Localização : Entre lençois... Com Damon Salvatore XD

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002452519341

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Gil Somerhalder Salvatore em Sex Dez 02, 2011 2:55 pm

Namorado da Lexi mt mau
Nn gostei dele Evil or Very Mad
Amay o capitulo Bonn
Quero mais logo
avatar
Gil Somerhalder Salvatore

Mensagens : 2313
Data de inscrição : 30/09/2011
Idade : 19
Localização : Geralmente em frente a um computador/LIXA

Ver perfil do usuário http://c-u-t-t-1-n-g.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Bonn em Sex Dez 02, 2011 4:39 pm

Poli Canassa, pode deixar que eu mando! kkkkkkkk
Quem sabe ele não vira nér, quem sabe. uhaushuah

---
Isabela, que bom que gostou! Obrigada pelas boas-vindas >< *---*
Já estou amando isso aqui! kkk
Beijos

---
Gil! que bom que está gostando, você não sabe como fico feliiiz >< uuhaushau
Acho que hoje a noite posto mais, :B

Beiijos *-*
avatar
Bonn

Mensagens : 526
Data de inscrição : 01/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por isabela c tonon em Sex Dez 02, 2011 4:41 pm

Pergunta básica amr?
vc já tm familia aqui no forum???
avatar
isabela c tonon

Mensagens : 2789
Data de inscrição : 28/08/2011
Idade : 20
Localização : Entre lençois... Com Damon Salvatore XD

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002452519341

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por NandaSalvatore em Sex Dez 02, 2011 4:48 pm

Adorei o cap
Ain, não gostei desse namo não Twisted Evil
Eleninha já tá com ciumes do Damon
Logo eles se pegam Evil or Very Mad
avatar
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Bonn em Sex Dez 02, 2011 5:40 pm

Isabela, não tenho não! Sou orfã aiinda UAHSUHAUSHAU.
Beeijos

----

NandaSalvatore, que bom que está gostando. *----*
Quem sabe eles não se pegam né? UAHUSHAU
Beeijos
avatar
Bonn

Mensagens : 526
Data de inscrição : 01/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Bonn em Sex Dez 02, 2011 6:42 pm

Eii, mais um capítulo pra vocês Very Happy espero que gostem... Ficou um pouco grande, mas hoje eu estava inspirada! kkk
Beeijos e ótima noite/fim de semana pra vocês, lindas ! Até mais!

Capitulo 3 – Tão diferentemente iguais.

Mais um dia havia se passado. Os dois prisioneiros acordaram abraçados, para Elena, era uma droga só ter um colchão naquele maldito porão... Enquanto Damon não lamentava nada. No meio de toda essa confusão era divertido ver a cara que Elena fazia todas as manhãs. Mas hoje tudo estava diferente. Quando ambos acordaram, eles não tiveram vontade de se levantar. A garota se via com a cabeça apoiada no peito largo do vampiro, que havia passado um braço atrás dela. Ele só se sentia bem assim, com ela segura em seus braços. Para tentar aliviar a tensão, Elena murmurou:
- Será que sairemos vivos dessa?
- Eu não vou deixar nada te machucar Elena, eu prometo.
Ela se sentiu bem, mesmo sabendo que em parte aquilo era mentira, porque havia sim, criaturas mais fortes que o vampiro que estava ao seu lado, criaturas que podiam o matar facilmente. Ela estremeceu no pensamento de viver sem aquelas piadas e o estilo sarcástico de Damon, de viver sem ele. Se fosse para morrer, morreriam juntos. Se fosse para viver, viveriam juntos. Naquele momento a porta se abriu, enquanto o próprio Brian trazia uma caixa de comida para o dia. Ele lançou um olhar significativo para Elena. Que por hora ela não entendeu.
Ao meio dia três daquelas criaturas entraram no porão, lhes ordenando que saíssem, Damon sentiu uma súbita vontade de apertar a mão de Elena, que tremia violentamente. Larga de ser idiota, Damon! Ela não gosta de você. O que aconteceu hoje cedo não foi nada. Esquece. Esquece.
Chegaram em uma grande sala, onde no meio se encontrava uma bruxa, uma das criaturas e um lobo.
- Finalmente. – Brian os saudou. - poderemos dar inicio à sessão de transformação.
- Que transformação? – Elena perguntou.
- Você não sabe? Os Petrova vem de uma linhagem de lobos, onde os genes são passados aos seus filhos mais velhos a cada lua de sangue, que só aparece uma vez a cada 13 anos. É só nesse período que novos lobos podem ser criados.
- Mas ela não tem nada a ver com isso! Afinal, Katherine é uma vampira! - Damon gritou, quase voando para cima daquele vampiro que os encarava de forma divertida.
- Veja bem, quando ela engravidou e fugiu de casa, faltavam apenas 8 dias para a Lua de Sangue. Em uma lua cheia normal, a mordida de um lobo pode matar. Mas na Lua de Sangue, uma mordida contamina sua alma, te transformando para sempre.
A linhagem deveria ter continuado com Katherine, mas vocês já sabem o que ocorreu. Leonora, que é uma bruxa muito doce e amigável, me disse que a linhagem poderia voltar, 10 vezes mais forte e imortal. Pois você ainda possui genes de lobo você, eles só estão inativos. E para isso, precisaríamos de sangue de lobo e vampiro. Inseridos em você. Juntamente com o poder do diamante negro. – ele mostrou uma pequena pedra que estava em sua mão. - A mistura do sangue dos três não cria um híbrido, como vocês poderiam pensar. Porque como eu já disse o seu sangue possui um DNA diferente dos outros. Você não é normal, Elena.

A esse ponto, a garota já estava chorando. Se agarrando a Damon, morrendo de medo.
- Eu não vou te abandonar, princesa! Vai dar tudo certo.
Foi quando ele viu um bilhete agarrado à blusa de Elena. Enquanto todos os outros estavam concentrados preparando o feitiço, ele o abriu e olhou. Era uma mensagem de Bonnie, como no dia em que Rose e Trevor a haviam capturado.
“Estamos chegando aí. Fiquem quietos e façam o que eles mandarem. Bonnie.”
Cerca de 5 minutos depois, uma ventania muito forte invadiu o local, que não possuía janelas. O livro que Leonora estava usando foi jogado para longe e um forte nevoeiro invadiu o local. Antes que os outros pudessem se dar conta, os dois prisioneiros não estavam mais ali.
---
- Você imagina o quão preocupados todos nós ficamos, Elena? Se você simplesmente não tivesse inventado de subir aquela montanha, nada disso teria acontecido. – Bonnie tagarelava enquanto Damon e Elena já dormiam no banco de trás com Stefan os encarando pelo retrovisor do banco do passageiro.
15 minutos depois eles chegaram à mansão dos Salvatore. Elena tomou um banho, no quarto de hospedes, o que Stefan estranhou. Pois ela costumava usar o seu quarto. Quando ela saiu do quarto, todos estavam reunidos na grande sala no andar de baixo, e Bonnie tentava explicar a eles o que realmente estava acontecendo.
- Escute! O sangue de um lobisomem inseridos em uma doppelganger pode formar um novo lobo. Mas misturado com o sangue de um vampiro. Pode criar uma espécie de híbrido muito mais forte, só que ele não assume mais a forma humana. Ele vira um ser com características de um vampiro e um lobo. Entenderam?
- Mas Bonnie, porque eles querem que Elena vire essa criatura? – Perguntou Stefan indignado.
- Para poderem continuar a linhagem que vem dos Petrova. Só que com novas características e uma força extremamente maior. Nos livros da minha família existem muitos relatos sobre essa criatura. Que não pode se misturar com os outros e que na maioria das vezes vive solitário no mundo das sombras.
- E o diamante negro? Qual a sua função? - Damon perguntou.
- Ele só concretiza a transformação, para que nenhuma bruxa possa fazer a reversão do feitiço.
- Mas abandonar Elena? Nunca! – Damon praticamente gritou. – Não vou deixar que façam nada com ela. Irei protegê-la, enquanto todos vocês assistem o fim dela parados.
- Mas Damon... Espera, eu nunca disse que iriamos ficar parados assistindo ao fim dela! – Bonnie tentou pará-lo, mas não adiantou. Ele praticamente voou escada acima.
Ao chega ao topo da escadaria, o vampiro viu Elena sentada na porta do seu novo quarto chorando.
Um monstro. Era assim que se sentia. Como poderia deixar seu irmão, sua tia, se ela simplesmente dependia deles para viver? Eles eram os únicos que sobrara de sua família, e ela era egoísta demais, os amava demais, para sair da vida deles, viver isolada, no mundo das sombras para sempre. Agora ela vivia com medo de que Brian a raptasse novamente para dar inicio à transformação. Só o pensamento de viver sedente por sangue e carne já a assombrava. Naquele momento, Elena percebeu uma presença silenciosa ao seu lado. Virou a cabeça lentamente e ela viu Damon lá sentado, com a cabeça baixa, parecendo pensativo. Em outro momento ela teria achado graça... Mas hoje não.
- Porque você está aqui do meu lado, Damon? – ela perguntou.
- Apenas me certificando que ninguém está te tirando de mim. – Ele disse com a voz baixa.
Alguns minutos se passaram enquanto eles apenas se encaravam. Um arrepio percorreu a espinha de Elena ao perceber o que estava para acontecer.
- Elena... – Damon disse com a voz rouca, sua boca se inclinando para a da garota. Ela simplesmente não conseguia formular nenhuma resposta coerente pra falar, ela parecia estar entrando em transe enquanto entreabria os lábios, já sentindo o hálito do vampiro em seu rosto. Damon se perguntava se ela realmente deixaria que isso acontecesse. Mas a resposta nunca foi dada. No lugar disso, houve uma colisão. Uma colisão de sentimentos. De emoções. Uma colisão de dois mundos diferentes, eles eram tão diferentemente iguais. Era um beijo diferente, diferente de todos que o vampiro já havia experimentado. Nada poderia se comparar. Elena sentia sua cabeça leve, como uma pluma em uma ventania forte. Nenhum pensamento coerente poderia ser formado. Não havia mais duvidas... Eles se completavam.
Minutos depois, pode-se ouvir passos na escada. Eles nem perceberam, mas Damon já estava deitado sobre Elena no chão do corredor. Ambos congelaram. Eles não tinham noção do tempo em que estavam ali, poderia ser uma eternidade, poucos minutos, para eles, nada disso mais importava. Damon rapidamente empurrou Elena para dentro de seu novo quarto, onde continuou o que eles haviam parado há segundos atrás.
Alguém bateu na porta de seu quarto.
- Vá Damon! Embaixo da cama! Rápido. – Elena disse, acenando frenéticamente.
- Eleeeena abre a porta! É a Bonnie.
Depois que a bruxa entrou no quarto, ela se sentou na cama. Fazendo com que Elena ficasse tensa de repente.
- O que está acontecendo?
- Nada Bonn.. Porque a pergunta?
- Hmm, só estou notando um clima diferente entre você e o Damon. – Ela disse.
O vampiro não conseguiu segurar uma risada, que Elena tentou disfarçar com um falso acesso de tosse. No final, ela só respondeu:
- Não está acontecendo nada, absolutamente nada.
- Tomara, né Elena. Porque eu só digo uma coisa, ele não é boa companhia pra você... Pra você e pra ninguém melhor dizendo. Stefan sim, ele se importa com você. Damon só está tentando se aproveitar de sua fragilidade.
- É mentira! Você não conhece nada sobre ele! Não sabe o que passamos naquela semana enquanto estávamos presos naquele porão! Mas eu ainda amo o Stefan... – ela engasgou – Damon é como meu irmão caçula gay.
- Ta bom então, não está mais aqui quem falou! E a propósito, vou para casa. E você, trate de ir ficar um pouco com seu namorado, ele estava muito preocupado com você.
Como se ficar preocupado resolvesse alguma coisa. Elena disse para si mesma.
Bonnie deu um abraço na amiga e saiu. Elena esperou que Damon saísse de baixo de sua cama. Mas ele não saiu. Ela se abaixo levantando os lençóis para vê-lo.
Ele simplesmente continuava lá, encarando o nada.
- Damon! Já pode sair daí. – Ela disse com um sorriso no rosto.
- Pra quê? Pra você me beijar e depois falar que sempre será o Stefan? Me diz, eu tenho cara de idiota Elena? – Ele se levantou e foi andando até a porta.
- Você sabe que é mentira! Eu só não queria que Bonnie ficasse pegando no meu pé poxa! – A garota tentou se controlar, pois ameaçava chorar a qualquer momento. Só pode ser TPM. Ela pensou consigo mesma.
- Claro, você não tem nem coragem de admitir seus sentimentos para sua melhor amiga! Até parece né Elena. Agora pode ir lá ficar com seu namoradinho, que o seu irmão caçula gay não se importa.
- Quer saber? Você é mesmo um idiota! – Ela gritou.
- Não precisa me apresentar fatos já conhecidos. – Ele disse sarcástico.
- Que bom. Assim não preciso ficar gastando meu tempo com você.
Ela passou por ele e saiu, batendo a porta atrás dela. Porque sua vida era tão complicada?




avatar
Bonn

Mensagens : 526
Data de inscrição : 01/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por NandaSalvatore em Sex Dez 02, 2011 6:59 pm

Adorei o cap.
Muito bom!
Algumas partes que eu mais gostei:

A garota se via com a cabeça apoiada no peito largo do vampiro, que havia passado um braço atrás dela.

Damon sempre tirando vantagem.

Se fosse para morrer, morreriam juntos. Se fosse para viver, viveriam juntos.

Ain que lindinho *.*

Veja bem, quando ela engravidou e fugiu de casa, faltavam apenas 8 dias para a Lua de Sangue. Em uma lua cheia normal, a mordida de um lobo pode matar. Mas na Lua de Sangue, uma mordida contamina sua alma, te transformando para sempre.
A linhagem deveria ter continuado com Katherine, mas vocês já sabem o que ocorreu. Leonora, que é uma bruxa muito doce e amigável, me disse que a linhagem poderia voltar, 10 vezes mais forte e imortal. Pois você ainda possui genes de lobo você, eles só estão inativos. E para isso, precisaríamos de sangue de lobo e vampiro. Inseridos em você. Juntamente com o poder do diamante negro

Choquei aqui affraid

- Mas abandonar Elena? Nunca! – Damon praticamente gritou. – Não vou deixar que façam nada com ela. Irei protegê-la, enquanto todos vocês assistem o fim dela parados.

Damon, seu fofo!

Uma colisão de sentimentos. De emoções. Uma colisão de dois mundos diferentes, eles eram tão diferentemente iguais. Era um beijo diferente, diferente de todos que o vampiro já havia experimentado

Ain *.*
avatar
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O fim pode ser apenas o começo.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 11 1, 2, 3 ... 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum