Parceria
SIGMA CAMISETAS
Votação

Quem você quer entrevistar?

64% 64% [ 9 ]
36% 36% [ 5 ]

Total dos votos : 14


All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Gil Somerhalder Salvatore em Dom Out 16, 2011 7:35 pm

Vaany quando vc posta mais??

Por favor posta logo!
avatar
Gil Somerhalder Salvatore

Mensagens : 2313
Data de inscrição : 30/09/2011
Idade : 19
Localização : Geralmente em frente a um computador/LIXA

Ver perfil do usuário http://c-u-t-t-1-n-g.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Gil Somerhalder Salvatore em Dom Out 16, 2011 7:43 pm

Vaany quando vc posta mais??

Por favor posta logo!
avatar
Gil Somerhalder Salvatore

Mensagens : 2313
Data de inscrição : 30/09/2011
Idade : 19
Localização : Geralmente em frente a um computador/LIXA

Ver perfil do usuário http://c-u-t-t-1-n-g.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Vaanny em Dom Out 16, 2011 7:44 pm

Gil Somerhalder Salvatore escreveu:Vaany quando vc posta mais??

Por favor posta logo!

Amoor, assim que eu achar a Keroll on, vou falar com ela sobre isso.
a gnt realmente tá demorando Embarassed
sorry, mas o cap tá quase pronto. só falta o finalzinho Smile
avatar
Vaanny

Mensagens : 2024
Data de inscrição : 04/02/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por isabela c tonon em Seg Out 17, 2011 1:35 pm

awtzz vcs tão demorandoo pra postar em miguxa keroll e musa inspiradora vanyy cade vcs??
eu tô aqui querendo é +++
bjossss
avatar
isabela c tonon

Mensagens : 2789
Data de inscrição : 28/08/2011
Idade : 20
Localização : Entre lençois... Com Damon Salvatore XD

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002452519341

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Vaanny em Seg Out 17, 2011 2:01 pm

Embarassed
Isabela amor, vou tentar fazer o final do cap hoje e mando pra Keroll pra ver se ela aprova.
assim que ela der uma resposta, uma de nós duas vem aqui postar. Surprised
Acho que de hoje pra amanhã sai. Very Happy
Desculpa a demora linda Embarassed
avatar
Vaanny

Mensagens : 2024
Data de inscrição : 04/02/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por isabela c tonon em Seg Out 17, 2011 2:30 pm

ahhtzz eu tava bincano ñ fique com vergonha é que eu to mt loka hj... putzz eu quero ver o Damon rebolar pra Lena perdoar as criticas "nd amigaveis" da parte dele...
ñ fike com vergonha amr eu tava brincando só isso então esqueçe esse coment meu anterior ok??
avatar
isabela c tonon

Mensagens : 2789
Data de inscrição : 28/08/2011
Idade : 20
Localização : Entre lençois... Com Damon Salvatore XD

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002452519341

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Vaanny em Seg Out 17, 2011 2:46 pm

isabela c tonon escreveu:ahhtzz eu tava bincano ñ fique com vergonha é que eu to mt loka hj... putzz eu quero ver o Damon rebolar pra Lena perdoar as criticas "nd amigaveis" da parte dele...
ñ fike com vergonha amr eu tava brincando só isso então esqueçe esse coment meu anterior ok??

Owwnt amr, sem problema linda.
Eu amo ler esses coments assim, poorq isso mostra qe vc tá interessada na continuação.
Não tõo com vergonha não. (tõo sim) KKKKKK a gnt demorou mto linda, mas vou tentar apressar as coisas.
E sinta-se livre pra brigar com a gnt. KKKKKK (acho que a Keroll tb concorda comigo). Demoramos muito mesmo.
A ideia principal era de postar uma vez por semana, e já vai dar 3 semanas sem postagens (acho que é isso mesmo) kkkkkk
Sorry.
Smile
avatar
Vaanny

Mensagens : 2024
Data de inscrição : 04/02/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por isabela c tonon em Seg Out 17, 2011 2:49 pm

que nd... a espera vale á pena... kkkk''
bjimm
avatar
isabela c tonon

Mensagens : 2789
Data de inscrição : 28/08/2011
Idade : 20
Localização : Entre lençois... Com Damon Salvatore XD

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002452519341

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Vaanny em Seg Out 17, 2011 2:59 pm

KKKKKKK
tomara amor.
a gnt vai torcer por isso. Very Happy
beijoos
avatar
Vaanny

Mensagens : 2024
Data de inscrição : 04/02/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Keroll Salvatore em Seg Out 17, 2011 5:16 pm

Capítulo 2


Os olhos de Elena brilharam fortemente contra a luz das lâmpadas e o olhar sarcástico de Damon.

Andie se sobressaltou tanto que fez menção de sair da banheira, mas o vampiro a puxou novamente, fazendo a água espirrar para todo o lado.

- Eu te fiz uma pergunta Damon... - recomeçou Elena com a voz trêmula. - É isso mesmo que acha de mim?

Por um segundo Damon hesitou entre respondê-la ou correr e consolá-la, mas então um sorriso sarcástico se pendurou em seus lábios e ele inclinou as sobrancelhas.

- Falei alguma mentira Elena? - provocou frio. - E você também não devia me perguntar nada, se não ficasse se intrometendo no banheiro dos outros. - Sua voz saiu rude. - E eu estou meio ocupado agora... - Apontou a cabeça deliberadamente para Andie, aproximando-se em um átimo e beijando a jornalista bem na frente da morena.

Elena olhou tudo aquilo e sentiu algo borbulhar no peito. Apenas queria tacar uma panela cheia de água fervente ali e fazer com que tudo acabasse.

Ela mordeu o lábio com força, segurando o som de tristeza que lutava para escapar de sua boca. Não daria aquela satisfação para Damon... Não daria.

Então simplesmente deu as costas e saiu tropeçando nas coisas, derrubando vasos, jarros, flores e quadros pelo caminho. As lágrimas ameaçavam jorrar e ela queria estar longe quando isso acontecesse.

Damon escutou cada barulho que ela provocou em sua saída tempestuosa, mas não quis abrir os olhos e enxergar o tamanho do transtorno dela. Apertou os lábios de Andie com força, segurando-se para se manter ali, para não dar importância...

E foi a loura que o afastou.

- Vai Damon... Cuida logo do que verdadeiramente interessa. - Resmungou, colocando as mãos nos lábios inchados. - E não precisa me beijar com tanta força. - reclamou.

Mas o vampiro apenas olhava para a porta escancarada, onde segundos antes Elena estivera.

Não sabia o que fazer. Não sabia para onde olhar.

- Vai logo Damon! - Replicou Andie, impaciente e raivosa.

Odiava ser tratada como segundo plano, mas enquanto Damon pensasse em Elena, era isso que ela seria.

Damon se demorou mais um segundo antes de estender a mão e pegar uma toalha, enrolando-a na cintura e se adiantando para fora do banheiro, desviando-se dos cacos de vidro pelo chão.

- Elena... - Chamou, vendo a garota virar o corredor. - Qual é Elena? Voltou porquê?

A garota não se deu ao trabalho de virar, apenas continuou a correr, deixando-o passageiramente para trás.

Não conseguia parar de repetir palavras desconexas que diziam "Aquela vadia" ou "aquele idiota"...

- Andie amaria escutar elogios tão sinceros. - Comentou ele, aparecendo na frente dele em um piscar de olhos. - Não quer ir lá enumerá-los para nós?

Elena recuou três passos, confusa com a proximidade inesperada.

- Volta para ela... Quem mandou me seguir? NÃO PRECISA SE IMPORTAR COMIGO! - Gritou com raiva, sentindo as lágrimas escorrerem contra a vontade dela. - EU VOLTEI POR QUE ESQUECI A PORCARIA DA MINHA BOLSA, MAS QUEM SE INTERESSA, NÃO É? BASTOU EU SAIR POR ALGUNS MINUTOS E VOCÊ JÁ ARRANJOU OUTRA PRA JOGAR NA SUA BANHEIRA! QUE ÓTIMO! Então apenas não volte com aquele papinho de "Você ama Stefan, mas eu amo você." ISSO É BAITA DE UMA MENTIRA. VOCÊ QUE ESTÁ ME ENGANANDO AQUI.

Damon apertou os lábios por um momento antes de se adiantar os três passos que ela tinha dado para trás.

- Então vamos ser sinceros Elena... Vamos contar a verdade. A primeira pode ser esta: Você está louca para ocupar o lugar da Andie naquela banheira.

A garota ofegou antes de estralar a palma no rosto dele.

- Eu não qualquer uma seu imbecil. Não sou dessas que se esfregam em você e vão para a sua banheira sem nem pestanejar... Não sou igual aquela vaca que está lá dentro. - Cuspiu, apontando para o corredor que levava aos quartos.

- Hoje o dia está bom para mim apanhar. - Comentou Damon indiferente. - Não basta quase morrer... Isso é muito pouco, não é?

- VOCÊ SÓ FICA USANDO ISSO. FALANDO DE MORRER E MORRER... JÁ PASSOU E AINDA SÓ FALA DISSO.

O vampiro fixou os olhos nos dela, com raiva.

- Por que será, não é mesmo? Duvido alguém querer ficar na mesma situação... Mas se eu estou repetindo o mesmo assunto, é por que me espelho em você que só fala do seu queridinho.

- NÃO FALA DO STEFAN!

- Eu falo sim. Por acaso ele deixou o endereço pregado na geladeira? Vocês vão se encontrar e curtir uma linda noite de amor? Já que o monstro aqui sou só eu mesmo.

Elena abriu a boca para replicar, mas Andie apareceu no meio da sala, interrompendo-os.

- Vou indo Damon. Quando resolver seus assuntos e tiver realmente tempo para mim, me ligue. - Disse com raiva, passando pelo vampiro de cara fechada e empurrando Elena antes de bater a porta.

Damon e Elena se encararam por alguns segundo antes dela sorrir e meio as lágrimas.

- Perdeu seu brinquedinho aquático idiota... Agora fica sozinho aí. - Disse, virando-se para sair também, mas o moreno se colocou na frente da porta, empatando a saída dela.

- Se eu perdi ela, arranjo outra, como sempre. - Ele levantou uma mão e estalou os dedos. - Fácil, fácil.

Elena ofegou escandalizada.

- Isso é tão... Monstruoso. - Falou com certa repulsa. - Mas faça o que bem entender. Tomara que isso te dê felicidade. - Ironizou.

- Como se você se importasse com isso. - Resmungou ele.

A garota fraquejou com aquelas palavras.

- Me deixa ir Damon! Não quero saber das suas garotinhas quando fizerem fila do lado de fora da porta.

Os olhos de Damon queimaram:

- VOCÊ ESTÁ LOUCA PARA SER UMA DESSAS MENININHAS! Só é covarde demais para falar que me quer... Covarde demais para assumir que quer os dois irmãos.

Ele recuou como se aquilo fosse o cúmulo da ofensa.

- Você não sabe o que diz. - Falou baixo.

- Mas você nunca vai saber quem realmente é o melhor Elena. - Continuou com a voz baixa. - Nunca vai saber se não tiver uma chance de conhecer os dois lados. Eu te mostro o lado certo, é só você deixar... - Disse, como se aquilo fosse um convite irrecusável. Aproximou-se com um sorriso malicioso nos lábios, provocando o alto controle da garota... E ela hesitou por alguns segundos até recobrar a consciência.

- VOCÊ É UM IDIOTA, IMBECIL, ORGULHOSO, ARROGANTE. - Acusou, empurrando-o para o lado com violência e batendo a porta enquanto corria para longe.

Damon sorriu consigo mesmo.

- TPM eterna. - Comentou baixo, tentando ignorar a estranha sensação que o compelia a ir atrás dela e abraçá-la com força, dizendo que ele não passava de um idiota louco por ela.

Elena ainda estava perto o suficiente para escutá-lo.

- SE AFOGUE NAQUELA BANHEIRA! - Gritou.

Damon riu amplamente.

- NÃO CONSEGUE PARAR DE PENSAR NA MINHA BANHEIRA, NÃO É ELENA? - Provocou.

Mas a garota já estava longe demais para gritar alguma resposta, então o vampiro simplesmente tentou bloquear tudo que o compelia a ir atrás dela e voltou para dentro, onde pegou mais uma dose de uísque.

***

- Idiota, pretensioso... Sem acha, mas não é coisa nenhuma... - Resmungava Elena enquanto entrava dentro da própria casa batendo a porta com força.

Jeremy a olhou de olhos arregalados, mas ela parecia tão furiosa que o garoto não se arriscou a chegar perto. Qualquer movimento em falso e ele tinha certeza que uma bomba explodiria e jogaria tudo pelos ares.

- Assassino, matador, vampiro cínico... - Continuava ela, sem um pingo de pena ao fazer acusações desconexas. - Retardado, aproveitador. - Gritou a última palavra, tirando a camiseta e jogando no chão, passando por cima como se fosse um tapete.

A raiva borbulhava dentro dela, junto com uma vontade louca de se estapear por ter beijado ele em um momento tão puro.

Damon não tinha essa coisa de pureza. Ele só queria ter... E não importavam as consequências.

E todos esses pensamentos acabaram distraindo a garota demais para que ela percebesse um rumorejar baixo de uma janela sendo aberta, enquanto o vidro tilintava levemente.

- Elena? - Soou a voz baixa e tranquila de Stefan. Mas aquela tonalidade parecia de uma pessoa doente e muito debilitada.

Elena se virou de um salto na direção do som:

- Stefan! - Soltou em um gritinho enquanto colocava a mão no peito. - Ah Stefan, eu sabia que você não ia me deixar. Tudo o que a Katherine disse era mentira, não era? - perguntou, adiantando dois passos para ele.

O vampiro recuou.

- Nem tanto. - Replicou baixo. - Mas eu precisava falar com você antes de ir. - Explicou.

Elena soltou um som baixo, como se fosse um animal ferido. Aquelas palavras entraram com violência na mente dela, assustando.

- Ir? - Repetiu debilmente, quase incapacitada. - Como assim ir?

- Ir Elena. - Respondeu como se aquilo lhe causasse dor. - Ir para sempre.

A garota se segurou na parede para não cair. Não podia estar escutando aquilo, não podia... E de repente, o mundo parecia girar ao contrário.

- Mas não... - Tentou argumentar. - O idiota do seu irmão está bem... Bem até demais. - Falou com acidez na voz. - Não precisa Stefan... Tudo já passou.

Stefan abanou a cabeça, com uma expressão chateada no rosto.

- Ora Elena, para ele estar bem... Um preço foi necessário. - Disse. - Eu não posso ficar.

- Mas o Damon está bem. - repetiu ela, como se aquilo resolvesse a questão.

- Está bem porque eu me comprometi com o Klaus. Se eu não cumprir, tem ideia do que ele capaz? Ele mata o Damon de outra maneira. Ou morde ele novamente... Não dá para brincar com isso Elena.

A garota abanou a cabeça, não querendo aceitar nenhuma daquelas palavras.

Tudo soava tão... Errado.

Ela adiantou dois passos apresados, tentando agir antes que Stefan a detivesse. Mas quase por instinto, o vampiro avançou para trás, fugindo dela.

- Não Elena. - Falou num tom de consolação. - Não chegue perto. Eu estou perdendo o controle... Me perdendo dentro de mim mesmo. - A voz dele falhou.

A garota ergueu um braço, tentando tocá-lo, mas automaticamente as presas saltaram da boca dele, enquanto veias se sobressaltavam sob sua pele ao redor dos olhos.

Ele tremeu com tamanha ameaça.

- Stefan! - Falou horrorizada.

- FIQUE LONGE DE MIM. - Gritou ele, acuado contra a parede. Tremendo mais do que ela. - Eu não consigo Elena... Eu não consigo segurar.

Os olhos dela inundaram-se de lágrimas. Vê-lo tão fragilizado e tão ameaçador ao mesmo tempo... A feria profundamente.

- O que fizeram com você? - Perguntou entre soluços contidos. - O que fizeram?

A expressão dele ficou amena ao ver claramente os sentimentos que giravam pelo rosto dela.

Não queria magoá-la.

- Me arrancaram da fachada em que me escondia. Eu simplesmente estou me tornando quem sempre fui. - Falou docilmente, apenas para ela.

- Não Stefan... Você não é assim. Você é aquele garoto meigo que conversava comigo sobre a morte dos meus pais. Aquele que me abraçava e cuidava de mim... Que sempre me deu força. Aquele que um dia me levou até o alto de uma roda gigante e me beijou. Esse é você.

Uma lágrima escorreu pelo rosto dele.

- Não Elena. Esse foi quem eu tentei ser.

Elena se aproximou dele mais lentamente, ainda insistindo em tocá-lo.

- Eu posso te ajudar. Posso cuidar de você... Eu faço isso...

Stefan quase sorriu com a proposta.

- Eu amaria aceitar a oferta amor, se isso não fosse sugar toda a sua vida apenas para mim. Mas eu tenho um acordo e vou cumprir minha palavra. Vou passar 10 anos afastado... - Ele hesitou. - Então tente não me deixar ser sua sombra.

- Mas... - recomeçou ela.

- Não Elena. Desista. - Interrompeu, dessa vez mais apressado. - Eu consegui uma brecha com você, mas apenas para me despedir. Nada mais do que isso.

- Não vá! - Exclamou ela, inclinando a cabeça de lado. - Não vá... Eu estou te pedindo... O Damon está bem.

Stefan apertou os lábios, olhando par o chão atentamente.

- Odeio não fazer o que você me pede, mas isso não refere-se mais ao Damon. Isso só foi o primeiro grão da bola de neve. Agora refere-se a mim e ao que sou. Eu lutei muito tempo Elena, mas estou cansado. - Ele suspirou, dando ênfase a declaração. Parecia exausto.

- Onde quer chegar com isso Stefan? - Perguntou ela, se fingindo de desentendida, enquanto se aproximava cada vez mais, aproveitando que o vampiro não estava olhando.

Ele suspirou novamente.

- Eu quero chegar ao ponto em que a minha sede descontrolada se sobrepõe ao nosso relacionamento. - Soltou de uma vez só, como se aquilo o torturasse. - Acabou Elena. Nós acabamos.

Elena ofegou, estagnando próxima a ele.

- Você não está falando sério. - Soltou em um cochicho abafado.

Então subitamente o vampiro a fixou, aproximando-se dela e cobrindo a distância que os separava.

Encarou-a nos olhos e falou lentamente:

- Nesse instante eu quero te matar Elena. E estou falando sério... Não vou ser nobre e falar que posso vencer isso. E-U N-Ã-O C-O-N-S-I-G-O! - terminou de forma ameaçadora, sentindo as veias saltarem de seus olhos novamente.

Elena não recuou sob a investida dele. Manteve-se impassível, parada.

- Então me mata Stefan! Me mata! - Desafiou brava. - Só o fato de não me matar, prova que me ama. Que ainda continua sendo o meu Stefan.

Stefan dobrou o controle ao sentí-la tão próxima. Cada partícula de seu corpo estava atenta ao calor que emanava dela, mas outra parte muito maior estava intimamente ligada ao som de seus batimentos cardíacos e o sangue ribombando em suas veias... Um sangue quente, saboroso...

- Você duvida do meu amor? - Sussurrou, meio perdido em um conflito de sede e proteção.

Não queria ferí-la. Não podia ferí-la...

Então deliberadamente Elena se colocou na ponta dos pés e o beijou com vontade, pouco se importando com o restante do mundo.

Ela queria que ele voltasse a si... Queria que ele dissesse que ficar com ela era mais importante do que ir embora. Queria... Queria muito.

No começo do beijo Stefan retribuiu quase que inconscientemente, mas então o sabor dos lábios dela começou a se perder ao calor e a vontade de mordê-la...

Ele recuou, assustado, afastando-a bruscamente.

- Eu não consigo Elena. - Grunhiu frustrado. - Não consigo mais.

- Não consegue me beijar? - Ela ainda parecia chocada demais com a súbita rejeição.

- Me esqueça Elena! - Pediu triste. - Eu me segurei agora, mas em breve o controle vai sumir de mim. Não vai durar para sempre. Conforme-se... Porque o Stefan que você ama está morto. Eu o matei.

Elena cambaleou para trás como se estivesse bêbada.

- Não tem esse direito. - Disse com a voz presa. - Não pode tirar você de mim. - Ela sentou na cama e escondeu o rosto nos braços. - Não tem esse direito. - Repetiu descontrolada.

- Elena...

- TUDO VAI FICAR BEM! - gritou ela, quase como se falando aquilo as coisas pudessem voltar ao lugar.

- Isso não é um conto de fadas com final feliz. - Retrucou ele, com uma voz mais rude e grosseira. - Eu não quero estragar a sua vida.

- Você não está estragando...

- AINDA. - Completou. - Siga com sua vida, esqueça de mim e aja como se eu nunca houvesse feito parte da sua história. Faça isso por mim.

Elena se balançou, agarrada as próprias pernas.

- Tem ideia de como isso soou Edward Cullen? Me senti Bella Swan agora. - Disse enquanto levantava a cabeça.

Ela sorria, desvairada.

Stefan riu baixo, contrariado.

- Eu bem que queria que meus motivos fossem nobres e até clichês. Ficaria feliz com isso. Mas não estou sendo altruísta com você Elena... Estou sendo egoísta comigo. - Ele inclina a cabeça, confusa. - Estou fazendo isso porque quero fazer. Eu quero Elena... Eu gosto. - Terminou, antes de saltar pela janela e deixá-la sozinha, remoendo-se.

A garota levantou de um salto, correu até o máximo que podia, se pendurou com metade do corpo para fora e gritou por Stefan, mas ele não respondeu.

As lágrimas a dominaram mais violentamente e a única coisa que enxergou no embaçado que tudo tinha se tornado, foi o celular.

Ela correu até ele e discou um dos números da discagem rápida.

Apertou o pequeno aparelho com força, querendo desesperadamente que uma determinada voz ecoasse do outro lado.

***

Damon estava de pé, parado em sua sala de estar. O vampiro estava com um copo quase cheio de uísque em sua mão direita, olhando para o fogo da lareira sem realmente vê-lo.

Estava emerso em seus próprios pensamentos, perdido numa confusão que pertencia somente á ele. Uma situação que ele sabia que ninguém poderia ajudá-lo. Que ninguém poderia estender a mão.

Dentre todos os pensamentos, apenas um nome se repetia constantemente e isso fazia com que o vampiro sentir-se que estava ficando idiota. Por que ela não saia de sua mente? Por que mesmo quando ele tentava esquecê-la com outras mulheres ainda pensava nela? Por que ele se via acordado á noite, imaginando o rosto delicado dela, seus olhos castanhos, sua fala doce?

As coisas realmente iam de mal a pior. Não dava para acreditar que tudo estivesse piorando daquela forma. Ele tinha sido realmente um tolo por ter se... Declarado para ela. Do quê isso adiantou afinal? Se ele tivesse morrido, não teria que conviver ao lado dela sabendo que ela sabia do que ele sentia e ainda assim amava outro. Mas agora era tarde. Seu irmão tinha dado uma de defensor dos pobres e mordidos, e agora deixava para trás uma Elena revoltada e chorona.

Mas por mais que Damon quisesse repudiá-la, afastá-la o máximo que conseguisse de si, simplesmente não conseguia fazer aquilo. Queria ficar ao lado dela, mesmo sabendo que ela pertencia ao irmão dele. Queria cuidar dela, mesmo sabendo que ela jamais sentiria algo maior por ele. Queria apenas... Ela.

Ao mesmo tempo em que pensava nisso, não conseguia esquecer as palavras dela. Monstro. Isso era perfeito. Só faltava esse insulto para sua lista. E ele tinha saído exatamente da boca da mulher que ele amava. Aquilo tinha doído mais do que a mordida de lobisomem em si.

O celular do vampiro vibrou em cima da mesinha onde ficavam algumas bebidas. Ele olhou para o pequeno aparelho e fez uma enorme careta ao ver o nome que aparecia no visor do celular.

A tela piscava enquanto Damon ficava parado olhando. Então era assim? Ela o xingava, falava que ele não prestava, que não valia nada, que só sabia se aproveitar dos outros, e ainda ligava para ele? Pra quê? Tinha esquecido algum xingamento novo e ligou para reparar esse erro terrível?

Damon pegou o celular e encerrou a ligação sem sequer atender. Não queria ouvir mais nada. Estava cansado de ser o culpado por tudo, por ter que ser o bode expiatório dela.

Ele tomou um grande gole do uísque, deixando o copo quase vazio enquanto jogava o celular em cima do sofá sem gentileza alguma.

O vampiro continuou olhando para o fogo, pensando em coisas sem sentido, até que ouviu um estranho rumorejar do lado de fora, atraindo instantaneamente sua atenção.

Uma voz ecoou pelo silêncio sepulcral da casa.

- Melhor irmão?

Damon virou-se lentamente contorcendo o belo rosto numa careta.

- Stefan.

O vampiro viu quando seu irmão surgiu de repente da escuridão, entrando na luz fraca da casa e dando um meio sorriso quase sem humor nenhum.

- Só estou fazendo as despedidas oficiais. Estou indo. –disse simplesmente encarando o irmão mais velho.

Damon revirou os olhos enquanto voltava a encher seu copo com mais uísque.

- Ah, por favor, pare de fazer drama e fingir que se importa. Pode correr pra sua namoradinha topetuda. –Damon o encarou friamente. –Se está esperando por uma ceninha melodramática de “obrigado por ter sido um besta e pegado a droga da cura”, pode ir tirando seu esquilinho da chuva porque caso não saiba eu não sou do tipo sentimentalista. Não vou cair de joelhos aos seus pés e agradecer por uma cura que eu nem pedi.

Stefan o encarou, olhando-o como se não desse a mínima para a opinião do irmão.

-Não venho te pedir agradecimento. – deu uma risada sem humor. - E a novidade oficial é que acabei de ficar solteiro.

Damon parou por um momento, sem conseguir processar o que tinha acabado de ouvir. Elena e Stefan... Terminaram?

O vampiro sorriu debochado em seguida, balançando a cabeça negativamente.

- Ah tá. Sei. Conta outra Stefan. Não vou cair nessa.

O outro apenas abanou a cabeça em resposta, dizendo simplesmente:

- Vai dizer que não estava louco pra ver a Elena livre? Desimpedida só pra você dar o bote nela?

Damon deu um longo suspiro. Por que Stefan não parava com aquela brincadeirinha idiota e ia ao que interessava?

- Ah, qual é Stefan! Daqui a pouco o Coelhinho da Páscoa vai entrar pela porta vestido de Papai Noel e... –ele voltou a ficar sério. – Sério Stefan. Conta outra.

O irmão caçula revirou os olhos para o outro. Como ele podia ser tão cabeça dura?

- Não tenho mais paciência para aturar suas piadinhas ridículas e bestas. – Stefan o encara com seriedade. – Adeus irmão. Fique longe de cães, não vou estar aqui para salvar seu pescoço de novo. E... Cuide dela.

Damon ficou parado completamente sem reação enquanto o irmão caçula ia embora. No começo, ele apenas andou para trás, escondendo-se na escuridão, mas depois Damon pôde ouvir o silvo do vento quando ele possivelmente tinha corrido em sua velocidade vampiresca.

O moreno olhou de relance para o celular jogado em cima do sofá. Ele praticamente correu até o aparelho, pegando-o sem jeito em sua pressa.

Idiota, idiota, idiota! Se xingava mentalmente enquanto discava o número dois da discagem rápida. Ótimo, seria muito provável que ela desse o troco e desligasse na cara dele. Típico de mulher.

O vampiro estava impaciente enquanto esperava que a garota atendesse. Um, dois, três toques. Por que diabos ela não atendia? Você desligou na cara dela seu imbecil. O que mais você quer? Damon suspirou no exato momento em que viu que ela tinha atendido.

Ela falava coisas desconexas e ele teve que usar toda a sua habilidade para entender alguma coisa entre gritos e soluços de choro.

- Ah, agora você quer saber de mim? – falou num misto de grito e choro. – Precisava desligar na minha cara? Eu já levei duas patadas daqueles que eu achava que me amavam. Muito obrigada Damon.

Ele sequer conseguiu responder. O bip mudo do celular indicou que ela tinha desligado. Ótimo! Grande idéia Salvatore!

- Já vi que por telefone não vai dar. – resmungou tomando o restante do uísque com um só gole.

O vampiro saiu da casa rapidamente, correndo em sua velocidade anormal sem parar até chegar á casa da garota. Todo o trajeto não durou mais do que cinco minutos, e isso era ótimo para ele. Não queria que ela trancasse a janela prevendo uma visitinha futura.

Ele pulou até a janela do quarto de Elena, entrando sem cerimônia alguma. Não foi difícil encontra-la. Lá estava ela, deitada em sua cama, com a cara enfiada no travesseiro enquanto chorava e soluçava. Damon não conseguia lembrar-se de quando havia visto alguém chorar daquela forma. Como ela ainda tinha fôlego?

Damon se aproximou lentamente da cama da garota. O que ele ia fazer afinal? O que ele devia fazer?

O moreno passou a mão direita nos cabelos negros, nervoso de certa forma, sem saber como reagir, o que dizer, o que fazer. Ela estava ali, chorando, precisando dele... Mas ele não podia se aproximar e simplesmente envolvê-la em seus braços. Não podia chegar e abraça-la com força dizendo que tudo ficaria bem. Que ele nunca a deixaria. Aquilo soava Stefan demais. E ele naturalmente não era Stefan.

Ele tocou o ombro da garota gentilmente, com cautela. Tão suave fora seu toque que a garota mal o sentiu contra sua pele.

-Vá embora Jeremy! –gritou com a voz abafada sem sequer ver quem era. –Quero ficar sozinha!

Damon deu um leve sorriso.

- Poxa, magoou! Estou decaindo e muito, me comparar com o moleque é dureza.

Elena fez uma careta contra o travesseiro ao constatar de quem ela aquela voz. Ela afastou o travesseiro brevemente, olhando-o de relance, até que voltou a cobrir o rosto com o travesseiro e gritou com a voz abafada:

- Vá para o inferno e me deixe em paz! Volte para a droga da sua banheira com as suas vadias atiradas. Me deixe em paz! Suma daqui!

Damon passou as mãos nos cabelos sedosos novamente, olhando-a de cima, sem saber o que fazer.

-Bem... Vocês não podiam viver olhando as estrelas para sempre. Isso não é um conto de fadas, embora tenha bruxas com mania de queimar as coisas e híbridos com um cabelo esquisito... O fato Elena, é que você não é uma princesinha encantada e muito menos uma donzela em perigo, e certamente o cabeçudo do meu irmão não é um príncipe encantado montado num cavalo branco... Até porque seria bem capaz de que ele comesse o cavalo no café-da-manhã...

O vampiro riu consigo mesmo imaginando a cena. Ele tentou se aproximar dela, mas viu quando ela se afastou de seu toque.

-Você é péssimo dando conselhos amorosos. –afirmou com uma risada sem humor e abafada.

-Eu não estava tentando. –rebateu com um sorriso corrompido. –Só estava querendo investir um pouco do meu charme.

Ele ouviu quando a garota riu brevemente, um riso sincero, de quem achava graça. Mas durou apenas um breve minuto antes que ela voltasse a ficar séria e murmurasse:

-O que você faz aqui afinal? Não arrumou outra pequena-sereia pra sua banheira? Sinto muito. –a voz dela saiu num sarcasmo ácido.

O vampiro sorriu, retorcendo seus lábios num sorriso torto perfeito. Ele sabia que se ela visse aquilo certamente babaria.

- Prefiro ficar na sua praia. –piscou.

Elena se moveu incomodada pela mudança de assunto.

- Arrume piadinhas novas que as suas já são do século passado.

- Caso não saiba... –a voz do vampiro soou muito próxima dela, causando-lhe um arrepio. – Eu sou do século passado. Uma perfeita mistura de bad boy com os bons modos que só existiam em outro século. Isso me torna... Irresistível.

- E com um ego inchado que dói. –rebateu ácida.

- Adoro quando você fica de mau humor. Fica tão... –ele se aproximou do ouvido dela ao sussurrar roucamente: - sexy.

A garota levantou-se da cama num pulo. Ela estava triste por ter perdido Stefan! Triste! E não, ela não se arrepiou ao ouvir a voz de Damon contra seu ouvido, ao sentir o hálito de menta dele contra seu rosto... Não!

-Aproveitador.

Damon levantou as mãos como se rendesse.

- Eu confesso meus crimes. Mas por onde devo começar? –fez uma carinha de inocência. –Sou um homem vil e cruel. Odeio bichos de estimação porque meu irmão sempre os comeu. Não gosto de bruxas porque todas elas sempre tentam me matar! É um trauma terrível! E eu confesso que dormi com todas as mulheres bonitas que encontrei na rua recentemente...

Elena abriu a boca num O enquanto encarava o vampiro furiosamente.

- Como é que é?

Damon sorriu, abaixando as mãos e cruzando-as no peito.

- Ciúmes?

Elena fraquejou, piscando rapidamente enquanto secava as lágrimas de seus olhos.

- Não, tenho mais a fazer. Tipo salvar meu namorado.

Damon fez uma careta antes de sorrir debochado.

- Novidade Elena: Você não tem mais namorado. –deu uma piscadela para ela. –O que te deixa livre para conhecer escolhas melhores, mais atraentes, e... Com talentos especiais por assim dizer.

Elena revirou os olhos antes de dar um sorriso.

- Conheceria alguém com todas essas qualidades disponível á essa hora?

Damon deu um sorriso corrompido nos lábios enquanto se aproximava lentamente.

- Deu sorte lindinha, estou fazendo hora extra hoje. –deu de ombros. –Perdi meu peixinho dourado e decidi afogar minhas tristezas com uma nova... Aquisição.

- Ah, mas quem sou eu para fazer você trabalhar até mais tarde? –replicou dando as costas á ele. –Tenho certeza de que o buldogue do vizinho estará de bom tamanho.

Damon parou, encarando-a como se duvidasse de sua sanidade.

- Buldogue? -perguntou cético.

- Sim. Você disse que eu estava livre para conhecer escolhas melhores, mais atraentes e com talentos especiais. O buldogue do Sr.Peterson sabe rolar e fingir de morto. Isso é que é talento não acha?

- Eu tinha outros tipos de talento em mente, mas já que você prefere afogar suas lágrimas na baba de um cão velho... Quem sou eu para falar das manias de encalhadas?

Elena piscou, encarando-o.

- Encalhada nada! –gritou se aproximando e estapeando o peito do vampiro com força. –Eu tenho namorado!

- Que te largou por alguém com um corte de cabelo mais estiloso. –rebateu.

- Andou prestando atenção no corte do cabelo do Klaus, Damon? –Elena riu maliciosa. –Quem diria que logo você jogaria no outro time... No caso no time das garotas. Diz aí Damon, quanto você acha que o Klaus levanta de peso? –provocou.

Damon a encarou com um sorriso pendurado nos lábios.

- O Klaus eu não sei, mas eu... –ele a puxou para si, fazendo-a bater contra seu corpo.

Elena o olhou, na verdade, olhou para seus músculos fortes. Só podia estar louca! Ou... Carente por um corpo como aquele.

- Você é um babaca. –afastou-se dele.

- E você adora. –replicou.

Elena o fitou novamente, mas sem achar graça, sem se irritar.

- Como faz isso?

- Isso o quê? –Damon caminhou despreocupadamente até a gaveta da garota.

- Me fazer rir quando tudo está tão ruim. Fazer com que eu me sinta bem, feliz... Segura. –ele percebeu o tom confuso da voz dela. –Quando o mundo parece que vai desabar sob a minha cabeça, você me aparece com seu jeito e simplesmente me faz acreditar que não é de fato o fim do mundo. Como faz isso?

Damon abriu a gaveta, fingindo não estar prestando muita atenção, mas na verdade, estava ouvindo cada palavra. Até a sutil mudança nos batimentos do coração dela.

- Meu charminho é irresistível, já falei. –ele pegou um sutiã preto com detalhes em rosa e ficou olhando-o e avaliando com um sorriso pervertido nos lábios. –Tenho mil e uma utilidades. E diferente do buldogue do seu vizinho, tem uma coisa em especial que eu sou muito, muito, muito bom. Eu diria até especialista nesse quesito. Quem provou sempre pediu bis. Dou aula nas horas vagas. Se quiser... Ainda tem uma vaga.

Elena corou ao ter noção do que ele falava. Cafajeste! Ela se aproximou, ainda corada e tomou o sutiã da mão dele, vendo-o pegar um lilás.

- Não cabe em você Damon. –sorriu debochada.

- Isso é verdade. –o vampiro a encarou. –Se você dividisse os seus entre nós dois, você ainda ficaria com mais.

Elena ficou ainda mais vermelha, enfiando os sutiãs lá dentro e fechando-a com força.

Damon gritou, puxando a mão com força para trás quando sentiu que seus dedos ficaram presos na gaveta.

- Quer decepar meus dedos como Katherine fez com John? Use uma faca, é mais rápido.

- Desculpe por isso. –segurou o riso. –Mas você praticamente me chamou de vaca.

- Por quê? Você por um acaso muge nas horas vagas?

Elena não conseguiu conter o riso enquanto via o vampiro chupando o dedo que tinha ficado preso na gaveta.

- Você me entendeu.

- Na verdade não. Adoraria que matasse minha ignorância.

- Esquece! –disse por fim passando as mãos nos cabelos emaranhados.

Damon a encarou. Ela parecia melhor. E aparentemente não o odiava. Será que aquilo era só uma fachada? Que ela só estava tentando livrar-se dele?

- Você está bem?

Elena suspirou, pensando bem antes de responder. Estava bem? Certamente não. Doía, e doía muito. Cada palavra que Stefan dissera á ela estava ferindo-a profundamente, como se facas fossem enfiadas nela, fundo, cada vez mais mundo. Mas também não estava completamente mal. Ela tinha rido, se divertido, e por um momento breve, esquecido seus problemas. Como ela estava afinal?

- Não sei. –disse por fim com um suspiro.

- Eu sei. –o vampiro se aproximou, tocando muito levemente o rosto dela. –Está se curando. Eu sei que as feridas doem. Mas você vai ver. Amanhã vai parar de chorar e tomar uma decisão. E não importa qual seja, eu estarei sempre aqui. Com minhas piadas e meu charme na bagagem. Boa noite Elena.

A garota se perdeu por um momento naqueles olhos.

- Como sabe? – murmurou. – Da dor?

- Dois motivos. – O vampiro abriu um sorriso carinhoso. –Eu a conheço melhor do que você imagina. E... Sua dor é minha dor. Eu já a senti. Eu sei como é. E eu sei que forte como você é, amanhã vai me ligar me xingando e com uma ideia idiota na cabeça.

- E se eu não fizer isso? –desafiou rindo levemente.

- Você é Elena não é? – riu. – Com certeza vai ter algo estúpido para me mandar fazer amanhã, é só esperar.

Elena revirou os olhos. Parecia bem melhor depois de uma dose de "Damon e suas besteiras".

- Você me coloca em alta conta, não é? Se eu te mandar pular de uma ponte, você toparia?

O vampiro piscou na direção dela. Amava ser desafiado.

- Peça e observe. - Respondeu provocativo.

Elena empalideceu.

- Ah não, não faça isso. - Fingiu um falso desespero, fazendo-o sorrir torto. Amava vê-la brincando... Especialmente com ele.

- Ah, vou me esforçar para não me jogar em qualquer lugar por aí e te fazer perder a minha preciosa companhia.

A simples menção da palavra "perder" fez com que ela fechasse a expressão. Ainda era recente sua perda dolorosa...

Damon viu a mudança de clima. Suspirou. Realmente, nem se colocasse uma capa vermelha, vestisse a cueca por cima da calça e escrevesse um grande "S" no peito, Elena deixaria a depressão de lado por alguns instantes.

- Ok Eleninha, vou indo. - Anunciou em um tom direto e quase distante. - Qualquer coisa, já sabe meu número. Garanto que não desligo na sua cara da próxima vez... Mas só da próxima vez.

A garota foi tomada pelo impulso de pedir que ele ficasse. Mas para quê? Para nada? Para ficar falando de um assunto que ele não queria tratar? Para saber que aquilo não teria a mesma importância para ele que tinha para ela?

- Ok Damon. Qualquer coisa, vou torcer para conseguir ter a capacidade de discar o seu número. Se eu lembrar... Ainda tem isso...

O vampiro revirou os olhos.

- Para de tentar me enganar. Tenho certeza que estou na sua discagem rápida. Afinal, você não vive sem a minha voz.

E dito isso ele se foi, deixando-a boquiaberta. A garota nem chegou a ver o movimento.

E quase no mesmo instante em que ele saiu, ela escutou um grito alto e muito forte vindo do andar de baixo.


{Continua}


Última edição por Keroll Salvatore em Dom Jan 08, 2012 8:01 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 20
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Den!se ;D em Seg Out 17, 2011 5:40 pm

Eu vo choraaaaaaaaaaaaa eu queroooo ler Sad
mas nem que eu volte meia noite eu venho direto pra cá
bjos familia que amo
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 21
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Den!se ;D em Seg Out 17, 2011 10:46 pm

Familia eu chegueiiiiiiiiiiii, e lá vai eu com um dos meus coments que são sempre minusculos lalalalalalala bounce kkkkk
Poxa Damon fracasso beijando a Andie na frente da Elena hemmm?? tadinha da Lena
Ate que enfim a Andie se ligo e fez alguma coisa que preste kkkk
Nossaa Shocked affraid q tenso o Damon e a Elena brigando, esses dois hemmm rummm nunca deixam de ser teiomosos
kkk ainda bem q o Damon sabe q é perigoso chegar perto da Elena naquele estado kkkkk
Tadinha da Elena ter que ouvir tudo aquilo do Stefan, e saber q vai se separar dele (pula elenaaa vc tem o Damon)
Tadinho do Damon, fiquei com dó dele Sad
OMG kkkk Damon o caminho tá livre kkkk
wommmmmmmm que momento delena mais que PERFEITO, LINDO, LINDO, LINDO e tenho que citar essa parte
-Bem... Vocês não podiam viver olhando as estrelas para sempre. Isso não é um conto de fadas, embora tenha bruxas com mania de queimar as coisas e híbridos com um cabelo esquisito... O fato Elena, é que você não é uma princesinha encantada e muito menos uma donzela em perigo, e certamente o cabeçudo do meu irmão não é um príncipe encantado montado num cavalo branco... Até porque seria bem capaz de que ele comesse o cavalo no café-da-manhã...
Eu ri d++++ kkkkkkkk muito OTIMA
CAPS SIMPLESMENTE PERFEITO, LINDO E MARAVILHOSO
quero mais minha familia super talentosa, entoa nao demorem ok
Spoiler:
Mamy mana ficou um coment completamente vago, mas é que eu realmente tenho que ir dormir e to meio que quebrada de canseira kkk, mas vcs sabem eu realmente amei o caps e nao pensem q so pq o coment foi pessimo q eu nao gostei. EU ADOREI TUDO DE VERDADE
Bjos amo muito vcs
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 21
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por NandaSalvatore em Ter Out 18, 2011 5:59 am

Ah!!
Finalmente!!
Vou ler aí comento!
avatar
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por isabela c tonon em Ter Out 18, 2011 2:58 pm

putzz eu dise q valia a pena esperar ñ disee?
amei totalllmentee.. simpelsmente to loka por ++++++++++
Vanny e Keroll eu quero ++ tá eu quero super hiper mega ultra sucesso pra vcs e mt Damon nos sonhos..
bjosss silent
avatar
isabela c tonon

Mensagens : 2789
Data de inscrição : 28/08/2011
Idade : 20
Localização : Entre lençois... Com Damon Salvatore XD

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002452519341

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Doxc em Ter Out 18, 2011 6:41 pm

Amei!!!
A briga d Damon com Elena!!!!
Foi simplesmente d+!!!
Valeu a pena esperar!!!
Ainda bem que o capitulo foi grande(saciou um poko minha curisidade)
Posta mais to doida apara saber o q vai acontecer!!!
ñ demora ñ!!!
Bjssss
avatar
Doxc

Mensagens : 508
Data de inscrição : 16/09/2011
Idade : 19
Localização : Conselheiro Lafaite-MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Gil Somerhalder Salvatore em Qua Out 19, 2011 2:55 pm

Meu Deus!!
Q capitulo foi esse Vaanny e Kerolll
Damon e Elena brigando#tenso
Fazendo as pazes#pulandodealegrianafrentedopc
Mt fofo
Eleninha pq vc naum pediu pra ele ficar????
eu pediria(e acho q a maioria aki do forum tb)
vcs escrevem mt bem , parabens meninas!!!!!
Quando tem mais??#carinhadecachorrinhopidaosemdonocomosolhosbrilhando
avatar
Gil Somerhalder Salvatore

Mensagens : 2313
Data de inscrição : 30/09/2011
Idade : 19
Localização : Geralmente em frente a um computador/LIXA

Ver perfil do usuário http://c-u-t-t-1-n-g.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por JúhSalvatore:) em Qui Out 20, 2011 10:33 pm

Ahh meninas to chocada aki
AMEI esse cap!!!
O Damon foi um idiota assim como a Elena...
O Stefan foi embora ,já foi tarde!!!
O Damon faz piadinhas para animar a Elena,Ahhh isso foi mtmtmtmtmt hilario ri demais (minha dor de cabeça piorou mas valeu a pena) nossa foi perfeito ,o Damon fikou tao real!!!Ahh fikou muito bom!!!
Meu Deus to sem palavras aki

TA PERFEITO ESSE CAPITULO ,EU AMEI
Fikei uns 15 minutos lendo pq fikou mtmtmt grande vcs se empolgaram em?Mas valeu a pena
Qndo tem o proximo?
Bjokass gatass
avatar
JúhSalvatore:)

Mensagens : 1443
Data de inscrição : 27/08/2011
Idade : 18
Localização : Goiânia,GO

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Vaanny em Sex Nov 18, 2011 7:55 pm

Embarassed
AMOORES, A FIC NÃO TÁ ESQUECIDA, OK?
kkkkkk'
logo vai sair mais.
Eu e a Keroll estamos planejando a continuação. Surprised
beijoos lindas
avatar
Vaanny

Mensagens : 2024
Data de inscrição : 04/02/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Doxc em Sex Nov 18, 2011 8:20 pm

ñ demora ñ viu to esperando!!!!!
Bjsss
avatar
Doxc

Mensagens : 508
Data de inscrição : 16/09/2011
Idade : 19
Localização : Conselheiro Lafaite-MG

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por isabela c tonon em Sex Nov 18, 2011 9:46 pm

Eu tb, essa fic eu acompanho nem que eu tenha que roubar o pc do vizinho... kkkk'
bjoos minha amigas lindas, Keroll, Vanny. Amo vcs d+++
avatar
isabela c tonon

Mensagens : 2789
Data de inscrição : 28/08/2011
Idade : 20
Localização : Entre lençois... Com Damon Salvatore XD

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002452519341

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Keroll Salvatore em Sab Nov 19, 2011 1:27 pm

Own, obg pelo carinho meninas!
Como a mamy disse, estamos planejando, e a demora tb é pelo fato de estarmos topadas de coisas para fzer (principalmente eu), mas não esquecemos d vcs tá? Estamos fzendo de td para postarmos assim q der!
Bjins!
avatar
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 20
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Gil Somerhalder Salvatore em Sab Nov 19, 2011 4:43 pm

Q bom q a fic nn ta esquecida!!
Jurei q vcs nunka mais fossem postar!!
Bjss
avatar
Gil Somerhalder Salvatore

Mensagens : 2313
Data de inscrição : 30/09/2011
Idade : 19
Localização : Geralmente em frente a um computador/LIXA

Ver perfil do usuário http://c-u-t-t-1-n-g.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Gil Somerhalder Salvatore em Qua Jan 25, 2012 9:26 pm

Lindas, to com saudade de caps akki
avatar
Gil Somerhalder Salvatore

Mensagens : 2313
Data de inscrição : 30/09/2011
Idade : 19
Localização : Geralmente em frente a um computador/LIXA

Ver perfil do usuário http://c-u-t-t-1-n-g.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por IHopeDelena em Dom Jan 29, 2012 1:10 pm

Oi, já li sua fic! Very Happy
Sou uma grande fã, mas gostaria de saber quando vão postar mais.
Bjss.
avatar
IHopeDelena

Mensagens : 90
Data de inscrição : 09/01/2012
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Vaanny em Dom Jan 29, 2012 5:36 pm

Embarassed
Amooores, eu nem sei mais como me desculpar com vcs pela demooooooora prolongada da fic.
mas vou continuar tentando:
desculpem mesmo minhas lindas.
não é que a fic foi esquecida.
eu a minha filhoota linda Keroll falamos dela alguma vezes e até digitei um pouco do próximo cap Embarassed
ainda tá pequeno e tal, mas sei qe exageramos na demora.
desculpem mais uma vez amrs, eu tava dando mais atenção a minha outra fic qe tá na reta final e deixei essa meio qe de lado.
espero qe vcs não denham desistido da história. *-*
e se desistiram, voltem amors. kkkk '
tem espaço pra toodo mundo. Very Happy
vou falar com a Keroll pra gnt dar um jeito nessa demora da fic, tá?
desculpem meeesmo amors. Embarassed
logo tem mais. kkk '
beijoos minhas lindas
avatar
Vaanny

Mensagens : 2024
Data de inscrição : 04/02/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All I need to hear‏ [Dedicado p/ Laala] | Por: Vaanny & Keroll

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum