Parceria
SIGMA CAMISETAS
Votação

Quem você quer entrevistar?

64% 64% [ 9 ]
36% 36% [ 5 ]

Total dos votos : 14


Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Página 10 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 9, 10, 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Qui Dez 01, 2011 6:09 pm

Bia Pierce escreveu:adorei o capt
mt emocionante e fofo
adoro suas descrições, elas passam mt sentimento
tomara q a Sammy seja forte pra continuar

Womm Bia me deixou super feliz aqui What a Face
minahs descriçoes passam sentimentos? wonnnn fiquei nas nuvens *--*
brigadão linda
e a Samy vai ser forte sim kkk e vai aparecer alguem pra ajudar ela =)
bjao
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Qui Dez 01, 2011 6:14 pm

Karool' escreveu:Oii, sou nova aqui, e assim que li o primeiro capitulo me apaixonei, você escreve muito bem a a estoria é ótima!! Adoreii os capitulos e to super curiosa para saber o que vai acontecer com a Samy e quando o Damon e o Setfan voltam a aparecer. Wink

Oie Karool seja super bem vinda por aqui amre
espero que se divirta muuuito =)
Wonnn fico super feliz por vc estar gostando What a Face
logo, logo eu posto mais e acho que no proximo ou no outro o Damon e o Stefan vão aparecer um pouquinho kkk
Brigadão pelo coment amre fiquei muito feliz mesmo por vc estar gostando
Bjao
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Clara Pierce Lockwood em Dom Dez 04, 2011 7:54 pm

Mamys olha a sua filha desnaturada aki
Essa sua fic é otima eu to amanda cada cap. Sei q tô atrasado mas ainda assim vou comentar os cap. q li hj.
Razz

Cap. da pág. 3 :

A kath chegou - minha diva - já to vendo q ela vai aprontar.


- Ei maninha esta com ciúmes?? Eu sou bom o bastante pra ser dividido
não se preocupe.

Eu tbem qro uma parte dessa divisão. Twisted Evil





-Alguém sabe onde se compra modéstia??
kkk' eu ri nessa parte.

Piquinique:

Brigas de todos os lados hehe'
A Samy nn leva desaforo p casa. Assim q se faz garota.





Não
sei mais o que fazer

Eu perdi o
único amor que valia apena lutar

Eu me afogo
em minhas lágrimas

Eles não
veêem?

Isso mostra
que

Que você
pode se machucar como eu



Tudo o
mesmo

Eu não
quero brincar de ser falsa

É uma
vergonha

Deixar você
ir embora



Existe
alguma chance?

Um
fragmento de luz no fim do tunel?

Uma razão
para lutar?

Existe uma
chance de você mudar de ideia?

Ou nós
somos cinzas e vinho?

































Essa parte foi mt linda, qse chorei. Tadinha dela.


Ser livre



- Então você preferiria que Katherine fosse sua filha do que eu? – Ela
perguntou diminuindo o tom da voz e analisando a expressão do pai.

Giuseppe a olhou firme e respondeu furioso:

-Sim.






Nossa esse cara nn sabe medir as palavras. Fiquei com pena da Samantha.

Bem mamys resumindo. Tá perfeita, vou ler todos os cap. que ainda nn li e comento mais tá. Minha mamys é uma otima escritora. Parabéns amr.

Spoiler:
Se eu der uma sumida é q começou as provas da escola,mas eu volto.
avatar
Clara Pierce Lockwood

Mensagens : 354
Data de inscrição : 30/09/2011
Idade : 21
Localização : Mistic Falls

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Qua Dez 07, 2011 5:12 pm

filhota linda da mamys *--*
fiquei tão feliz em ver vc por aqui =D
AMEI seu coment, fiquei toda boba aqui
muito, muito feliz mesmo por vc ter gostado
Bjao filhota mais linda do mundo
e nao tenha presa quando vc puder vc vai lendo Wink
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Gil Somerhalder Salvatore em Qui Dez 08, 2011 4:47 pm

Ah, Den!se comecei a ler sua fic agr
ainda to na pag 3 mas estou amando
logo logo eu termino
Bjss
avatar
Gil Somerhalder Salvatore

Mensagens : 2313
Data de inscrição : 30/09/2011
Idade : 19
Localização : Geralmente em frente a um computador/LIXA

Ver perfil do usuário http://c-u-t-t-1-n-g.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Sex Dez 09, 2011 4:03 pm

Gil Somerhalder Salvatore escreveu:Ah, Den!se comecei a ler sua fic agr
ainda to na pag 3 mas estou amando
logo logo eu termino
Bjss

Wonnn Gil super feliz que vc esteja gostando *--*
muito, muito obrigada mesmo adoro saber das opiniões Smile
bjao linda
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Gil Somerhalder Salvatore em Sex Dez 09, 2011 6:13 pm

Den!se ;D escreveu:
Gil Somerhalder Salvatore escreveu:Ah, Den!se comecei a ler sua fic agr
ainda to na pag 3 mas estou amando
logo logo eu termino
Bjss

Wonnn Gil super feliz que vc esteja gostando *--*
muito, muito obrigada mesmo adoro saber das opiniões Smile
bjao linda
Estou amando sua fic msm
D nd linda, eu q devia agradecer por vc escrever uma fic tão perfa
Bjss lindona
PS:amay a sing da sua ass *-*
avatar
Gil Somerhalder Salvatore

Mensagens : 2313
Data de inscrição : 30/09/2011
Idade : 19
Localização : Geralmente em frente a um computador/LIXA

Ver perfil do usuário http://c-u-t-t-1-n-g.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Vaanny em Sab Dez 10, 2011 1:53 pm

Filhoota linda da mamis o/
aqui estou eu amor. sua mãe sumida e desnaturada, qe permaneceu ausente por um longo tempo. /puf Embarassed
pode brigar comigo filhoota, eu mereço.

mas enfim amor, consegui ler tudo. bounce
e agora sim estou atualizada.

vamos aos coments, poorq vc está merecendo mto mais que isso amr.

Bem, a Katherine é uma... (pense num bom xingamente filha), ela foi terrível torturando a Samy. mordendo ela e todas aquelas coisas.
e a história dos Venator e tudo mais... Nossa, eu já comentei isso filhoota, mas ainda babo pela sua criatividade.

Enfim, o Greg foi um docinho salvando ela. drunken
qe coisa fofa ele é, não acha filha? lalalá

E ELE MORREU? Owwnt, meu Greg, volta pra mim amor. (Calma Damon, vc sabe qe é único na minha vida).
O Alex tb foi de uma valentia e tanto, neh filha?
ganhou meu respeito.u.u
além do que eu dou mta risada com ele e o Greg. Os dois são mto cômicos juntos. kkkkkkk '

Agora a Samy morrendo foi tipo assim filha > affraid
tadinha.
e o Greg fez ela sonhar qe estava tudo bem? Owwnt, qe lindo ele é. *---*

amei aquela parte que o vento começou a soprar em torno da Samy. u.u
mto bom. pensei que a Katherine ia virar churrasquinho. lol!

e então, voltando, a Samy reencontrando os pais.
filha, filha... quase chorei aqui. ficou muito lindo, muito emocionante.
nem sei d eonde vc tira aquelas ideias de que não conseguiu passar sentimento.
os pais da Samy são uns fofos. *---*

e a história da barata? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK'
Damon brincava antes de matar e assustava a Samy? KKKKKKKKKKKKKKKKKK
esse é o meu baby. kkkkk
*Damon Sempre Sensual* (lembro disso até hoje) KKKKKKKKKKKKKKKKKKK '

e então ela escolhendo voltar... foi mto lindo. ainda mais pela promessa qe fez pro Giuseppe. Surprised

amei filhoota. demais.

quero ver agora como vai ser essa história da Samy vampira. não quero qe os poderes dela fiquem adormecidos.
ainda espero o espeto de Katherine para muito em breve. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk '

então, aqui estou eu filhaa, esperando ansiosamente por mais.
não torture mto sua mãe.
e desculpa o sumiço, tá filhaa? Embarassed

mamis tá mto orgulhosa de vc.
arrasou nos capts. *---* Smile
beijoos
te amo filha linda

Ps: desculpa tb o tamanho do coment. Embarassed kkk '
avatar
Vaanny

Mensagens : 2024
Data de inscrição : 04/02/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Dom Dez 11, 2011 11:49 am

Gil Somerhalder Salvatore escreveu:
Den!se ;D escreveu:
Gil Somerhalder Salvatore escreveu:Ah, Den!se comecei a ler sua fic agr
ainda to na pag 3 mas estou amando
logo logo eu termino
Bjss

Wonnn Gil super feliz que vc esteja gostando *--*
muito, muito obrigada mesmo adoro saber das opiniões Smile
bjao linda
Estou amando sua fic msm
D nd linda, eu q devia agradecer por vc escrever uma fic tão perfa
Bjss lindona
PS:amay a sing da sua ass *-*

Vc conseguiu me deixar sem palavras aqui amre, minha fic perfa? que nada, e eu que tenho que agradecer a vcs pq sem os comentarios eu nao tinha saido nem do primeiro caps #fato sao eles que me animam pra continuar =)
kkk os creditos da sing sao todos da minha mamy Vaanny ela que inventou kkkk, eu só peguei emprestada kkkk
bjao linda
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Dom Dez 11, 2011 12:16 pm

Vaanny escreveu:Filhoota linda da mamis o/
aqui estou eu amor. sua mãe sumida e desnaturada, qe permaneceu ausente por um longo tempo. /puf Embarassed
pode brigar comigo filhoota, eu mereço.

mas enfim amor, consegui ler tudo. bounce
e agora sim estou atualizada.

vamos aos coments, poorq vc está merecendo mto mais que isso amr.

Bem, a Katherine é uma... (pense num bom xingamente filha), ela foi terrível torturando a Samy. mordendo ela e todas aquelas coisas.
e a história dos Venator e tudo mais... Nossa, eu já comentei isso filhoota, mas ainda babo pela sua criatividade.

Enfim, o Greg foi um docinho salvando ela. drunken
qe coisa fofa ele é, não acha filha? lalalá

E ELE MORREU? Owwnt, meu Greg, volta pra mim amor. (Calma Damon, vc sabe qe é único na minha vida).
O Alex tb foi de uma valentia e tanto, neh filha?
ganhou meu respeito.u.u
além do que eu dou mta risada com ele e o Greg. Os dois são mto cômicos juntos. kkkkkkk '

Agora a Samy morrendo foi tipo assim filha > affraid
tadinha.
e o Greg fez ela sonhar qe estava tudo bem? Owwnt, qe lindo ele é. *---*

amei aquela parte que o vento começou a soprar em torno da Samy. u.u
mto bom. pensei que a Katherine ia virar churrasquinho. lol!

e então, voltando, a Samy reencontrando os pais.
filha, filha... quase chorei aqui. ficou muito lindo, muito emocionante.
nem sei d eonde vc tira aquelas ideias de que não conseguiu passar sentimento.
os pais da Samy são uns fofos. *---*

e a história da barata? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK'
Damon brincava antes de matar e assustava a Samy? KKKKKKKKKKKKKKKKKK
esse é o meu baby. kkkkk
*Damon Sempre Sensual* (lembro disso até hoje) KKKKKKKKKKKKKKKKKKK '

e então ela escolhendo voltar... foi mto lindo. ainda mais pela promessa qe fez pro Giuseppe. Surprised

amei filhoota. demais.

quero ver agora como vai ser essa história da Samy vampira. não quero qe os poderes dela fiquem adormecidos.
ainda espero o espeto de Katherine para muito em breve. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk '

então, aqui estou eu filhaa, esperando ansiosamente por mais.
não torture mto sua mãe.
e desculpa o sumiço, tá filhaa? Embarassed

mamis tá mto orgulhosa de vc.
arrasou nos capts. *---* Smile
beijoos
te amo filha linda

Ps: desculpa tb o tamanho do coment. Embarassed kkk '
]

Mamyyyyyyyyyyy como vc pode falar que vc é uma mãe desnaturada? vc é a melhor mamy que eu poderia pedir #fato
Wonnn mamy eu nunca brigaria com vc, o importante e que vc esta aqui, e que sempre que possivel vc posta em EE pra mim ler e babar Very Happy
A Kath ta merecendo mesmo um bom xingamento e um espeto no coração ne mamy? rummm mas pode deixar mesmo que demore um pouco no final ela vai pagar pelo que fez Wink
Eu que babo pela sua criatividade mamy #fato, o dia que eu conseguir ter emtade da sua criatividade eu estou ans nuvens =D
KKKKKKKK o Greg foi um fofo mesmo mamy, e outro motivo pra nós odiarmos a Kath, ela nós tirou nosso Greg No
o Alex subiu no nosso conceito ne mamy? kkkk e os dois juntos formam uma bela dupla kkkk
Wonnn mamy eu ainda acho que a Smay com os pais deveria ser amis emocionante Embarassed
kkkkkkkkkkkkkkk nosso Baby nao deixa uma passar en mamy? kkkkkkkkkkkk ate da pobre da barata ele se aproveitava pra assustar a Samy kkkk
kkkk o Damon sempre sensual é a mais pura verdade ne mamy? kkkkk nem tentando ele deixa de ser tudo de bom kkk
Mamy vc me deixou babando aqui pelo seu coment Wink
wonnnn mamy eu que tenho um orgulho do tamanho doo mundo por ter uma mamys como vc, e adooooorei o tamanho do coment What a Face
bjao mamy mais linda e fofa do mundo
Amo vc I love you
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Dom Dez 11, 2011 12:55 pm


Capitulo 22- Monstro?

POV Samantha

Acordei de súbito, tendo a impressão de ter acabado de submergir do fundo d’ agua. Meus pulmões buscavam por ar desesperadamente.

Levei a mão à barriga enquanto puxava varias arfadas de ar uma seguida da outra.

Sentia meu corpo tremelico, a cabeça latejava, minha gengiva incomodava, meu coração batia acelerado.

Meus sentimentos estavam em confusão e mais intensos do que nunca. A dor era maior, o desespero, o desconforto, tudo era em dobro, aumentado a um nível mais intenso do que o normal. Insuportável demais, dolorido demais.

Levei as mãos à cabeça e apertei com força, enquanto me encolhia em posição fetal. Aquilo era sufocante. Uma mistura de sentimentos em que o medo levava a melhor. Dominava-me.

Acho que agora sei exatamente qual é o significado do ditado “Fazer tempestade em copo d’agua. Sinto que sou capaz de chorar só ao ver uma flor perdendo uma pétala”.

Santa ironia do destino como se não bastasse ter virado um monstro ainda tem isso, ser sufocada pelos próprios sentimentos. Diabo de vida, morte, ah sei lá o que é, na vez de melhorar cada vez piora.

Então era isso que Alex queria dizer ao falar que meus sentimentos seriam meus piores inimigos e melhores aliados. Acho que consigo entender só a parte dos piores inimigos.

E pra completar a cerejinha do bolo tem a sede. A sede arrebatadora. Eu sinto o cheiro de sangue de cada animal a quilômetros daqui, o coração batendo, o sangue pulsando nas veias, só de pensar...

-Espere alguns minutos pirralha que mandei trazerem um prato especial pra você. – Katherine saia do meio das árvores sorrindo só pela minha expressão ela deveria imaginar o que eu estava pensando.

Em um segundo eu já estava de pé, e sem perceber estava rosnando.

Minhas veias do rosto dilataram, podia sentir as presas encostarem-se a meu lábio inferior.

-Wonn papai não ia gostar de te ver assim. – Katherine riu fazendo biquinho.

Rosnei novamente.

-Guarde sua falta de autocontrole pra mais tarde garota. Falta pouco para amanhecer e preciso que você faça o favorzinho de escrever uma cartinha para deixar de lembrança para o papai.

Agora era o ódio que levava a melhor, sentia ele me possuindo.

Katherine só sentiu o impacto quando me joguei contra ela. Nós duas colidimos contra uma arvore. A arvore balançou e caiu derrubando outras em seu caminho.

Katherine impulsionou com as pernas e me jogou para longe.

Usei as mãos como freio para não colidir com outra arvore, e parti pra cima de Katherine novamente.

Conseguia distinguir perfeitamente cada arvore mesmo com a escuridão.

Dessa vez Katherine estava preparada e ao me ver se aproximar me empurrou contra o chão.

-Quietinha pirralha. A brincadeira acabou. – ela me segurava firmemente contra o chão, eu me debatia, mas não conseguia me soltar - Agora você vai ser uma boa garotinha e vai me obedecer. Antes que sua transformação se complete você tem algo que preciso que faça. – ela deu um sorriso sínico olhando fixamente em meus olhos – pra não deixar seu papai preocupado e não sobrar suspeitas quero que você faça uma carta, você mesma vai escreve-la dizendo que se apaixonou por Greg, o cara com quem você estava dançando e que resolveu fugir com ele. Em hipótese alguma você dirá alguma coisa sobre mim, vampiros, lobisomens, Venators, bruxas ou qualquer coisa do tipo.

Katherine tirou um pedaço de folha do decote e uma caneta e entregou-me.

Sentia como se estivesse travando uma luta. Minha mente contra meu corpo. Eu estava ciente do que estava fazendo, mas não conseguia impedir meus próprios movimentos.



Katherine pegou a carta da minha mão e dobrou rapidamente.

Agradeci por ela não ter lido nada.

Um brilho meio prateado nas mãos de Katherine chamou minha atenção. Olhei melhor e reconheci. Não estava acreditando que ela chegou a tal ponto.

-Meu colar! Você pegou meu colar sua...

-Olha lá do que você vai me chamar garota. E sabe cada vez você me surpreende mais com sua tamanha lerdeza de raciocínio, como acha que consegui entrar na sua mente antes? E como iria te hipnotizar se você usasse verbena? A verbena não deixa hipnotizar pirralha, por isso arranquei o colar de você logo que a tirei da festa. Ele servira de prova para seu pai que foi você mesma que escreveu a carta. Não planejei isso tudo hoje pirralha, vim pra esse fim de mundo com o proposito de acabar com você e não quero deixar falhas. Hipnotizei a empregada dos Forbes pra retirar a verbena do garoto Edmundo e depois o hipnotizei pra te agarrar, era a logica que Damon estaria a vigiando e que iria partir pra cima do garoto, você não conseguiria separa-los sozinha e precisaria de ajuda e ai você sairia correndo feito uma bobinha e ficaria fácil, fácil pra mim terminar o que havia começado.

Olhei pra Katherine de boca aberta, minha mente já era só minha novamente:

-Como você consegue ser tão hipócrita? Qual é o gosto de fazer os outros de bonecos de fantoche? O que você tem Katherine? É uma infeliz e não aceita ver ninguém feliz? – balancei a cabeça com repulsa – você é tão mesquinha que me da nojo.

Katherine me encarou séria:

-Pirralha aprenda uma coisa: ou você é o caçador, ou vira a caça. Os fracos não tem vez em nenhum lugar, ou você aprende, ou você se ferra.

Sorri debochadamente:

-Uma pessoa não se torna forte ao pisar nos outros.

-Não sou uma simples pessoa há muito tempo pirralha, deixei minha humanidade de lado quando descobri que os sentimentos eram algo que não valia a pena, só trazia prejuízos. – ficou um momento em silencio se concentrando em alguma coisa depois voltou a falar – Parece que sua refeição esta chegando.

Eu já podia sentir o cheiro e também por incrível que parecesse escutava até mesmo o som da respiração.

Eram duas pessoas. Andavam em passos leves, mas rápidos.

-Quanto mais afinidade o vampiro tiver com o humano, mais forte será a atração pelo sangue.

Balancei a cabeça negativamente em desespero, e levei a mão ao nariz o tapando, dei alguns passos meio trôpegos para trás. Não poderia ser possível.

Eu sabia quem era.

Não queria acreditar.

-Para com isso Katherine, tire-a daqui. – minha voz saiu em desespero.

-Mas dai a brincadeira perderia a graça.

-ISSO NÃO É UMA BRINCADEIRA SUA hipócrita, os humanos não são meros objetos.

-Para nós eles não passam de uma boa refeição.

Grunhi, e logo em seguida Emily apareceu arrastando consigo Margareth.

Minha cabeça balançava de modo negativo cada vez mais freneticamente.

-TIRE-A DAQUI.

-Vai, eu sei que você esta com fome, aproveite pirralha.

-Samy? – Margareth chamou entre as lagrimas.

Eu não consegui responder nada. Precisava sair dali, mas não podia deixar Margareth com elas.

-Magg, olha que coisa boa você vai ser a primeira da lista do cardápio de Samantha. Isso não é uma honra? Vai pirralha não deixe a comida esperando, isso é falta de modos.

-Cala essa sua maldita boca desgraçada. –gritei entre os dentes, sem saber o que fazer.

-Será que vou ter que dar inicio ao banquete?

Katherine foi em direção a Margareth e empurrou Emily de perto dela. Seu rosto já não estava mais normal.

Ela levou a boca para o pescoço de Margareth a fazendo guinchar de medo.

-Humm parece ser bom.

Eu não estava mais suportando o cheiro de sangue. Minhas veias ardiam de sede.

-Katherine solte ela.

-Por quê? Acho melhor não, agora lembrei que estou com fome.

Katherine aproximou mais as presas do pescoço de Margareth, que gritou desesperada.

Olhei para Emily. Será que teria alguma chance se atacasse ela?

Era minha única alternativa.

O problema era que eu não estava muito adaptada a minha nova velocidade.

Mas não podia esperar.

Preparei-me para ir em direção a Emily, e então senti.

Meus olhos se dilataram ao sentir o cheiro de sangue fresco.

Em câmera lenta olhei para a direção de Katherine.

Ela estava sugando o sangue de Margareth, e não estava com cara de quem ia parar.

Por um segundo hesitei.

Mas eu não conseguiria ver Margareth daquela forma.

Saltei em direção a Katherine a empurrando e segurando Margareth antes que ela caísse.

Foi como se tudo tivesse parado. Passei a não escutar mais nenhum som, nenhum mínimo movimento, apenas o coração de Margareth batendo lentamente. Ao mesmo tempo em que o som me dava prazer também me dava repulsa por ter um domínio tão grande sobre mim.

Tentei trancar a respiração pra não sentir o cheiro do sangue, mas era impossível, o ar estava totalmente impregnado com seu cheiro, cada vez mais forte.

Fiquei imóvel, tentando me controlar, ainda segurava Magg nos braços, mas sentia meu autocontrole ruir.

Ela era Margareth, o mais perto que eu tive de uma mãe presente, eu não podia perder o controle sobre mim mesma, não podia me tornar um monstro.

Sentia o próprio compasso do meu coração acompanhar meu nervosismo.

Minhas mãos tremiam, e as presas me incomodavam, era como se fossem uma campainha de alarme me lembrando “Hey, você é uma vampira, e essa é sua refeição”.

Margareth gemeu baixinho em meus braços, sai de meus pensamentos para realmente olhar para ela.

Estava tão pálida quanto papel.

E coberta de sangue.

Sangue.

Maldito sangue.

Eu não era, mas eu.

Foi como uma muralha desmoronando, todo meu esforço esvaiu-se.

O desejo me dominou e perdi o controle.

Sem resistir abaixei a cabeça ate o pescoço de Margareth e finquei minhas presas.

Senti a carne se rasgando com facilidade contra elas e em seguida o gosto doce, denso e quente.

Era uma sensação de alivio e prazer ao mesmo tempo, mas no fundo sentia um peso comprimir meu estomago.

Eu queria parar, mas quanto mais eu tentava parar mais sangue eu sugava. Podia sentir a vida de Margareth a deixando, mas não conseguia parar, não conseguia vencer meu desejo, ele era muito mais forte.

Sentia o sangue passando pela minha garganta fazendo com que as veias se dilatassem e parecem com o ardume da fome.

Meu lado humano ainda estava presente observando tudo sem conseguir reagir, apenas transformando sua dor em lagrimas.

Margareth já estava morta. Seu corpo pendia sem vida em meus braços. Seco, sem uma gota de sangue sequer. Eu havia acabado com o sangue dela. Eu a havia matado. Havia me tornado um monstro.

Não sentia mais as presas a me arranhar o lábio inferior. Meu rosto estava voltando ao normal.

Ao longe podia ouvir as vozes de Emily e Katherine:

-Você deu um jeito de consumir com o corpo dos dois?

-Sim senhora.

-E fez os feitiços?

-Sim, ninguém vai perceber que a senhora não está em casa, vão pensar que esta dormindo em seus aposentos, e a garota não poderá mais entrar na cidade. Está tudo certo.

-Ok, então acho que está na hora de irmos.

Katherine deu alguns passos em minha direção. Eu apenas encarava Margareth.

-Ainda acha que sou um monstro pirralha?

Antes de ter tempo de responder senti minhas veias queimarem. Meus músculos não obedeciam, perdi o completo domínio sobre meu corpo, a dor queimava cada partícula de meu corpo.

-É pelo visto suas linhagens não estão aceitando sua transformação. – Katherine sorriu.

Aos poucos fui resvalando pra os lados e caindo. Parecia uma guerra sendo travada dentro de mim. Uma guerra para ver qual raça levaria a melhor e ganharia o domínio obre mim.

-Agora hora da despedida, não quero que MEUS Salvatores sintam minha falta. Tudo de pior pra você pirralha.

A raiva fez a dor aumentar quando me invadiu. Ela tinha a coragem de chama-los de dela.

-Se você encostar um dedo neles juro que você vai desejar nunca ter nascido, vai implorar pra ir pro inferno pra poder se livrar de mim. Vou achar todos os seus pontos fracos e usa-los da maneira mais dolorida contra você, assim como você fez comigo. Você vai me pagar, e vai ser caro. Nem que precise de séculos, um dia eu irei atrás de você e irei me vingar. Se eu não aguentar a transformação eu me transformo nem que seja em um demônio só pra vim te buscar se você encostar um dedinho sequer em Damon ou Stefan. – As palavras escaparam por entre meus dentes em tom fraco, mas meu tom de voz não deixava duvida que aquilo era uma ameaça que eu cumpriria. Pode ver que Katherine entendeu, pois vi um arrepio passar rapidamente por ela.

Ela deu um riso que saiu meio falho.

-Não tenho temo pra suas ameaças pirralha.

-A pirralha acabou de morrer Katherine. Você mesma a matou.

Katherine lançou uma ultima olhada para mim e foi em direção a Emily a puxando para longe dali.

Sentia minha consciência me abandonando e só pensava em uma coisa: esperava que meu pai entendesse a menção de meu diário que eu fiz na carta, e que compreendesse tudo, aquela havia sido minha única esperança de alerta-lo sobre Katherine, o único meio possível de avisa-lo, a única saída que encontrei.

Só tive tempo de ver o sol nascendo ao longe antes de ser possuída pela dor que me segou, deixando-me apenas ciente da guerra que ocorria dentro de mim. A guerra que determinaria o que eu seria.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Continua


Última edição por Den!se ;D em Seg Abr 30, 2012 10:40 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Dom Dez 11, 2011 12:58 pm

Mais um caps enorme e atrasado kkk
espero que vcs gostem
e no proximo vai ter um pedacinho com nossos irmaos preferidos: Damon e Stefan Wink
bjao lindas
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Bia Pierce em Ter Dez 13, 2011 5:05 pm

gostei mt do capt
foi triste
senti pena da sammy
nao quero q ela fique longe da "familia"
que doh ela matou a margareth
tudo por causa da katherine
avatar
Bia Pierce

Mensagens : 230
Data de inscrição : 04/11/2011
Idade : 22
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por NandaSalvatore em Ter Dez 13, 2011 6:18 pm

Denise,
Foi muito bom esse cap.
Coitada da Sammy, adorei a forma como descreveu os sentimentos dela, como eles estavam amplificados por causa da transformação.
A Kath é uma vaca mesmo, planejou tudo, ela quer mesmo tirar tudo da Sammy né?
Tomara que ela tenha conseguido alertar sobre o perigo que a Kath é.
Nossa, cada vez que eu leio mais acho a Kath uma vaca maior ainda.
Ela sabia que a Sammy gostava da Marg
E fez isso
Fez a Sammy matar ela
E agoa?
Espero que a Sammy fique bem, tenho medo dessa luta interna que tá acontecendo dentro dela.
avatar
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Bonn em Ter Dez 13, 2011 7:10 pm

Denise, amei o capitulo!
Fiquei com muita dó da Sammy, ainda mais por a Katherine ter feito aquilo com a Margareth.
Ela bem sabia que a Sammy gostava dela. E ainda fez a coitada matar ela.
Odeio a Katherine cada vez mais. E ainda ter a coragem de abandonar ela no final...
Eu realmente espero que a Sammy acabe com ela!
E também tenho medo dessa guerra interna, o que será que ela vai se tornar? :O

avatar
Bonn

Mensagens : 526
Data de inscrição : 01/12/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Seg Dez 19, 2011 7:05 pm

Bia Pierce escreveu:gostei mt do capt
foi triste
senti pena da sammy
nao quero q ela fique longe da "familia"
que doh ela matou a margareth
tudo por causa da katherine

Gotou Bia? alien super feliz aqui
ela vai ficar um tempo longe da familia
mas de agora pra frente ela nao vai sofrer tanto
vai chegar alguem pra ajudar ela silent kkkk
espero que continue gostando linda
bjao
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Seg Dez 19, 2011 7:12 pm

NandaSalvatore escreveu:Denise,
Foi muito bom esse cap.
Coitada da Sammy, adorei a forma como descreveu os sentimentos dela, como eles estavam amplificados por causa da transformação.
A Kath é uma vaca mesmo, planejou tudo, ela quer mesmo tirar tudo da Sammy né?
Tomara que ela tenha conseguido alertar sobre o perigo que a Kath é.
Nossa, cada vez que eu leio mais acho a Kath uma vaca maior ainda.
Ela sabia que a Sammy gostava da Marg
E fez isso
Fez a Sammy matar ela
E agoa?
Espero que a Sammy fique bem, tenho medo dessa luta interna que tá acontecendo dentro dela.

Wonnn Nanda fico mega feliz que vc tenha achado bom *--*
a Kath é uma bela de uam vaca mesmo kkkk fazendo tudo isso
essa luta interna vai servir pra resolver quem a Samy vai ser kkkk, mas no fiunal ela vai ficar bem Wink
bjao Nanda
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Vaanny em Seg Dez 19, 2011 7:43 pm

Filhoota linda da mamis.
qe capítulo foi esse? o.o
filhaa, tá tentando matar sua mãe de orgulho?
affraid
FICOU MTO MTO MTO MTO MTO (...) MARAVILHOSO! '
a Samy, tadinha filhaa. Sad
matou a Mag. qe pena.
eu sei qe foi mto triste, mas sei tb que ela não teve escolha.
owwnt, qe triste isso. elas eram tão apegadas.

e a carta filhoota?
na hora que ela falou do diário, eu já sorri pros meus botões.
kkkkkkk ' sabia que tinha alguma coisa ali.
que o Damon leia o diário.
do jeito que nosso baby é intrometido (no bom sentido, Damon amoor).

e além do que você arrasou nessa filha.
ficou linda. *--* (qe orgulho)

e essa da Katherine chamando os Salvatore's de DELA.
Shocked
COMO É KATHERINE?
Mad
(filhoota, pensa em outro xingamento bem ruim pra Katherine)

qe vampira idiota é ela, de olho nos Salvatore's.
No nosso baby ngm tasca, neh filhaa?
e eu não gosto dela o suficiente para nem abrir mão do Tefinha.
Nem o Tefinha eu deixo. /rum

não deixa tb, tá filhoota?
kkkkkkkkkkkk '

e por fim, esse final da Samy desmaiando enquanto uma luta está sendo travada dentro dela. Shocked
QUEM É QUE TEM CRIATIVIDADE AQUI FILHAA?
Voooocê, lógico. *---*
qe orgulho filhoota.
mto mto mto orgulhosa de vc.

quero mais logo, ein filhaa? (pedido de mãe)
tõo super curiosa e ansiosa por mais. *--*

amei filhaa.
capítulo fantástico. Surprised

AMEI FILHA!

te amo amoor. sz
beijooos
avatar
Vaanny

Mensagens : 2024
Data de inscrição : 04/02/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por NandaSalvatore em Sab Dez 24, 2011 10:22 am

De,

To com saudades da fic
Posta logo
Bjs
avatar
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Sab Dez 24, 2011 8:09 pm

Bonn escreveu:Denise, amei o capitulo!
Fiquei com muita dó da Sammy, ainda mais por a Katherine ter feito aquilo com a Margareth.
Ela bem sabia que a Sammy gostava dela. E ainda fez a coitada matar ela.
Odeio a Katherine cada vez mais. E ainda ter a coragem de abandonar ela no final...
Eu realmente espero que a Sammy acabe com ela!
E também tenho medo dessa guerra interna, o que será que ela vai se tornar? :O


Super feliz por voce ter gostado Bonn =)
A Kath não tem geito mesmo, mas a Samy vai conseguir superar Wink
Sem ser no proximo o outro vcs descobrem o que a Smy vai se tornar kkk
Obrigada pelo coment linda
espero que continue gostando
bjos
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Sab Dez 24, 2011 8:17 pm

Vaanny escreveu:Filhoota linda da mamis.
qe capítulo foi esse? o.o
filhaa, tá tentando matar sua mãe de orgulho?
affraid
FICOU MTO MTO MTO MTO MTO (...) MARAVILHOSO! '
a Samy, tadinha filhaa. Sad
matou a Mag. qe pena.
eu sei qe foi mto triste, mas sei tb que ela não teve escolha.
owwnt, qe triste isso. elas eram tão apegadas.

e a carta filhoota?
na hora que ela falou do diário, eu já sorri pros meus botões.
kkkkkkk ' sabia que tinha alguma coisa ali.
que o Damon leia o diário.
do jeito que nosso baby é intrometido (no bom sentido, Damon amoor).

e além do que você arrasou nessa filha.
ficou linda. *--* (qe orgulho)

e essa da Katherine chamando os Salvatore's de DELA.
Shocked
COMO É KATHERINE?
Mad
(filhoota, pensa em outro xingamento bem ruim pra Katherine)

qe vampira idiota é ela, de olho nos Salvatore's.
No nosso baby ngm tasca, neh filhaa?
e eu não gosto dela o suficiente para nem abrir mão do Tefinha.
Nem o Tefinha eu deixo. /rum

não deixa tb, tá filhoota?
kkkkkkkkkkkk '

e por fim, esse final da Samy desmaiando enquanto uma luta está sendo travada dentro dela. Shocked
QUEM É QUE TEM CRIATIVIDADE AQUI FILHAA?
Voooocê, lógico. *---*
qe orgulho filhoota.
mto mto mto orgulhosa de vc.

quero mais logo, ein filhaa? (pedido de mãe)
tõo super curiosa e ansiosa por mais. *--*

amei filhaa.
capítulo fantástico. Surprised

AMEI FILHA!

te amo amoor. sz
beijooos

Wonnn mamy vc que em mata de orgulho #fato
Wonnn mamy fico tão feliz que vc tenha achado bom, fico pulando aqui
A Samy não teve escolha mesmo mamy, o desejo pelo sangue foi mais forte Sad
kkkk no proximo vai ter uma cena com o nosso Baby mamy, não é exatamente ele que vai ler o diario, mas ele vai aparecer kkk
wonnn mamy orgulho de mim? Embarassed nananina eu que tenho um mega orgulho de vc
kkkkkkkkkkk vamos proteger nossos Salvatores ne mamy kkkk a Kath que tire os olhos rummm
vc que é a criativa mamy #fato
vou postar a cont na segunda mamy, espero que vc goste #torcendo
Mamy babei em cada palavra do coment
vc sabe como deixar sua filha feliz kkk
Bjao mamy
te amoo s2
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Sab Dez 24, 2011 8:23 pm

NandaSalvatore escreveu:De,

To com saudades da fic
Posta logo
Bjs

Wonn Nanda fico tão feliz que vc sinta falta dela *------------*
vou deixar pra postar segunda, pq dai as festas de natal ja acabaram dai fica melhor kkk
entoa segunda eu posto sem falta =)
bjos linda
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Sab Dez 24, 2011 8:42 pm

Meninas o proximo capitulo sai segunda
e queria desejar a vcs um
OTIMO NATAL
e dizer que foi um prazer conhecer vcs
e agradecer por todo o apoio que vcs me dao para fazer a fic
sem vcs ela nao teria nem saido do primeiro caps
muito obrigada mesmo I love you
bjao lindas e mais uma vez:
Feliz Natal a todas vcs
santa
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Seg Dez 26, 2011 2:43 pm


Capitulo 23 - Lagrima

O que é?
Clara e salgada,
Cabe em um olho e pesa uma tonelada.
Tem sabor de mar,
Pode ser discreta.
Inquilina da dor,
Morada predileta.
Na calada ela vem,
Refém da vingança,
Irmã do desespero,
Rival da esperança.


Samantha sentia como se estivesse sendo dilacerada por dentro. Seu corpo estava sendo rasgado de dentro para fora. Não restava um centímetro de sua pele sem marcas roxas e cortes.

Era angustiante. Tanto a dor física como a dor psíquica, eram insuportáveis. Era como se mãos de ferro puxassem seu coração para dois lados contrários. Um vazio dilacerava seu estomago.

Seus sentimentos estavam em erupção: revolta, ódio, repulsa, culpa, fúria. Tudo se misturava e se intensificava a um estado odioso.

Ela sentia tudo. Sua consciência não a abandonava. A obrigava a aguentar tudo, sem folga, sem um mínimo espaço de tempo para se aliviar da dor.

Pela nesga de vista que ela conseguia manter aberta ela via Margareth caída sem vida, mais pálida do que nunca, logo a sua frente.

Sua Magg. Sua preciosa e doce Magg. Sua amiga, mãe e irmã. Seu anjo.

Ela não sentiria mais o toque de sua mão macia. Não ouviria mais sua risada fininha. Margareth estava morta. Ela a havia matado.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

A cada segundo a dor se intensificava. Mas havia outro problema.

O sol.

Ele já estava se erguendo e Samantha sentia sua pele começar a queimar. Ela precisava sair dali, mas não podia deixar Margareth, não havia necessidade alguma para aumentar mais ainda o peso da culpa a abandonando ali. Ela precisava levar Margareth e fazer algo digno para ela. O mínimo que ela poderia fazer era enterrar seu corpo.

Mas Samantha precisava de forças para levantar e arranjar um lugar protegido do sol até que ela pudesse sair ao anoitecer, e forças era algo que estava em falta para ela naquele momento, algo que ela não possuía o suficiente nem para manter os olhos abertos direito.

Mas ela precisava. Precisava se manter viva para poder fazer algo mais digno para Margareth do que simplesmente deixa-la jogada para os próximos animais famintos que se aproximariam.

Ela precisava levantar.

Ela tinha que levantar.

E ela iria levantar.

Aos poucos começou a se arrastar para mais perto do corpo de Margareth, cerrou os dentes com a dor que se intensificou com seu movimento, mas continuou. Continuo se rastejando ate alcançar Margareth e a abraçou.

A abraçou fortemente, mas não era o mesmo abraço de sempre, era um abraço sem retribuição, um abraço frio, um abraço de dor.

Levemente e lentamente Samantha deitou a cabeça sobre o peito de Margareth. Ela queria poder fechar os olhos e acordar descobrindo que aquilo era apenas um terrível pesadelo. Queria acordar e voltar a ouvir o som do coração de Margareth. Por que tinha que ser tão difícil? Por que ela tinha que ser a assassina de Margareth?

-Desculpa Magg.- Sua voz não passava de um simples sussurro – Por favor me desculpe.

Seus olhos começaram a ter a ardência já reconhecível. O sinal de que mais lagrimas estavam a caminho. Por que elas tinham que aparecer sempre? Do que elas adiantavam? Nada. Elas não ajudavam em absolutamente nada. Elas não impediram Samantha de matar Margareth, não impediram a morte de Alex e Greg e muito menos a de seus pais. Elas não carregariam Samantha e o corpo de Margareth para um lugar longe do sol.

“Inúteis.” Era como Samantha as descrevia. Inúteis. Apenas um sinal de fraqueza.

Samantha serrou os olhos impedindo-as de sair e se apoiando lentamente no chão começou a se levantar. Na primeira tentativa caiu, e o mesmo ocorreu na segunda e na terceira, mas na quarta ela conseguiu sustentar o próprio peso.

Abaixou e ergueu o corpo de Margareth do chão. Ela não se impressionou ao descobrir que conseguia levantar Margareth sozinha, sua força era suficiente para erguer o peso dela, mas seu equilíbrio era precário, a dor não a abandonava de forma alguma apenas se tornava um obstáculo cada vez maior.

Seus passos estavam direcionados a um lugar: a caverna. A espécie de caverna que Greg a havia levado em seus sonhos.

Ela torcia para que aquele lugar fosse real.

Seus passos eram trôpegos, mas ela estava conseguindo, lentamente ela estava conseguindo.

Samantha não sabia qual era a espécie de monstro que o destino a empunharia ser, mas sabia de uma coisa: seu coração ainda batia, e enquanto ele batesse ela teria uma parte sensível, uma parte que se importava com o valor que cada vida possuía. Uma parte dominada por sentimentos, sendo esses, sua maior fraqueza e sua maior força. Seu abismo e a mão que a ajudaria sair desse mesmo abismo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Katherine estava praticamente dando saltos de alegria: ela finalmente havia acabado com a garota.

Depois que tudo acabou havia sido fácil para ela voltar para casa sem que ninguém percebesse e colocar a carta em cima da cama de Samantha juntamente com o colar que serviria como mais uma prova de que havia sido Samantha mesmo quem havia escrito a carta.

Ninguém desconfiaria dela. Para todos ela havia saído da festa mais cedo juntamente com Emily e voltado para casa indo direto para a cama. E por precaução ainda havia hipnotizado algumas pessoas para dizerem que viram Samantha saindo da festa com Greg.

Tudo havia saído perfeitamente.

Mas então por que ela estava com aquela sensação estranha? Aquela sensação de que não estava tudo acabado?

Katherine sentiu um arrepio se apossar de seu corpo.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Enfim ela existia. A caverna era real. Era igual a do sonho com apenas uma coisa de diferente: Greg não estava ali. Greg nunca mais estaria ali. Ela nunca mais o veria. Nem Alex, ele também não voltaria.

Samantha gostaria de ter convivido mais com eles. Ela não teve tempo nem de decifrar seus sentimentos por Greg. Ela não sabia o que sentia, era uma coisa estranha, como se um fogo morno envolvesse seu coração a cada vez que pensava nele. Ela não conhecia ao certo o amor. As únicas pessoas que ela tinha certeza que amava era sua família e Margareth, que para ela também estava inclusa no termo família, mas o que ela sentia por Greg era uma coisa diferente de que ela já havia sentido por qualquer outra pessoa e por esse motivo ela não sabia definir o que era.

Quanto a Alex, Samantha não podia deixar de admira-lo, era incrível o valor que ele dava a amizade. Samantha nunca havia tido muitos amigos, ela sempre escolhia passar a maior parte de seu tempo com Damon e Stefan do que fazer novas amizades. Mas ela gostaria de ter um amigo como Alex, alguém que não importasse o que acontecesse sempre valorizaria a amizade que tinha. Alguém que estivesse disposto a dar a própria vida em torno da felicidade do amigo.

Samantha colocou o corpo de Margareth delicadamente sobre o chão e foi se encolher em um dos cantos da caverna.

A dor estava chegando ao seu auge.

Primeiro Samantha sentia como se duas correntes elétricas se encontrassem dentro de si, depois sentia o impacto, e em seguida sentia a pele sendo rasgada de dentro para fora.

Só lhe restava torcer para aquilo acabar logo, pois ela ainda precisava tomar a decisão de que rumo daria a sua vida. O que ela se tornaria.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Giuseppe segurava entre os dedos o colar de prata que havia dado para Samantha. Sentia seus olhos arderem enquanto lia a carta. Mas ele não poderia se deixar dominar pelas lagrimas. Ele precisava tomar decisões rápidas, não poderia deixa que mais ninguém ganhasse o mesmo destino que sua filha.

Sua filha. A garota que ele aprendeu a amar como uma filha desde o primeiro momento que a viu. Como uma filha de seu próprio sangue. A garotinha que havia colocado novamente um sorriso no seu rosto e nos rostos de seus filhos.

Agora ele a havia perdido para aqueles monstros. Um monstro que ele próprio havia abrigado em sua casa. Um monstro que havia acabado com a sua vida e a de sua filha, fosse o que fosse que tivesse feito com ela.

Ele não queria imagina-la sendo um deles.

-Pai?

Giuseppe saiu de seus devaneios ao escutar a voz de Stefan.

Subitamente sentiu um vazio no estomago e seus lábios ficaram secos se transformando em uma fina linha rígida. Como ele diria a Damon e Stefan que Samantha não voltaria?

-Pai? –chamou Stefan mais uma vez se aproximando – está tudo bem?

-Stefan. –Giuseppe respondeu dando um suspiro.

Os olhos do filho se desviaram para as mãos de Giuseppe que seguravam o colar.

-O que o colar de Samantha está fazendo com o senhor? – Perguntou franzindo a testa.

Rapidamente rosto de Stefan foi perdendo a cor e ficando mais serio:

-Pai onde está Samantha? – sua voz saiu falha.

Giuseppe engoliu em seco. Piscou uma vez puxando o ar e começou a falar lentamente:

-Ela nos deixou. Foi embora. - sentiu um nó na garganta se apertando conforme falava.

Stefan pestanejou e deu um sorriso de quem não havia entendido:

-O que o senhor quer dizer com foi embora?

Giuseppe pegou a carta e entregou a Stefan.

Stefan estendeu a mão lentamente pegando a carta. Desviou os olhos do pai e começou a ler.

Seus olhos corriam pela carta de maneira frenética, a cada linha seu rosto ganhava uma expressão mais sombria.

-Que romântico Stef, recebendo cartinhas das pretendentes é? – Stefan se sobressaltou ao ouvir a voz do irmão tão próximo – mas por que essa cara de espanto maninho? Esta tão surpreso por ter recebido uma carta de uma admiradora que ficou com cara de bobo? –Stefan se virou e lançou um olhar feio pra o irmão, Damon fez cara de espanto e se virou para o pai falando em voz irônica – Won não me diga que você resolveu trazer a verdade a tona pai? Podia ao menos ter dado uma cadeira pro Tefinha sentar, não deve ser fácil descobrir que ele foi adotado.

Damon havia ficado com alguns roxos da briga com Edmundo.

-Damon...-Giuseppe chamou com voz cansada.

-Não pai não é pra mim que você deve pedir desculpas, é para o Stef, você foi muito insensível com ele.

-Damon. – dessa vez foi Stefan quem chamou estendendo a carta para Damon – Acho bom você ler.

Damon ergueu uma das sobrancelhas estranhando o tom de voz de Stefan e pegou a carta.

Lentamente começou a ler.

Não ocorria nenhuma mudança na expressão de Damon conforme lia a carta. Seu rosto continuava intacto.

Stefan e Giuseppe esperavam em silencio apenas o observando.

Quando seus olhos finalmente se desprenderam da carta ele sorriu.

Giuseppe e Stefan continuavam a observa-lo.

-Maninha acho que já chega, tá na hora de você aparecer. – sua voz saiu firme, mas despreocupada, fazendo com que seu pai e seu irmão o olhassem de forma assustada.

-Vamos Samantha já chega.

Fez uma pausa esperando resposta, mas nada.

Sua mão tremia quase imperceptivelmente.

-Samantha.

-Damon você sabe que ela não vai responder.

-Samantha. – continuou com a voz mais firme e alta. - Samantha você esta conseguindo me irritar.

Silencio.

Damon fechou os olhos para em seguida voltar a abri-los.

-SAMANTHA.

-Já basta Damon. Samantha não esta aqui. Ela não vai voltar.

-SAMANTHA NÃO IRIA EMBORA.

-Você a conhece, sabe como ela é.

-Por isso mesmo eu digo que ela não iria embora dessa forma. Onde está a porcaria do diário?

-Para que você iria querê-lo? Ela o deixou para mim. – Ele não poderia entregar o diário a Damon, a situação só ficaria pior.

-Não interessa. Eu quero o diário.

Damon avançou para Giuseppe com os punhos cerrados. Stefan o deteu antes de ele conseguir alcançar o pai.

-Já disse agora o diário é meu. Não tem nada de importante no diário, já olhei.

-Eu não acredito em você.

-Damon, por favor. – implorou Stefan baixinho.

-Será que você não enxerga Stefan? Ele não da à mínima para ninguém, pouco se importa se Samantha esta viva ou morta.

-Ninguém a encontrou Damon, mas varias pessoas afirmaram que a viram deixando a festa com o tal de Gregory. Enquanto você se engalfinhava com Edmundo. – Giuseppe respondeu ainda controlado.

-Quem é esse tal de Gregory?

-Ele era novo por aqui, havia chegado faz pouco tempo.

-Samantha não teria ido embora com ele.

-Pai o que o senhor quer dizer com “ninguém a encontrou”? – Stefan interrompeu a discussão.

Giuseppe respirou fundo antes de recomeçar:

-Quando vi que havia passado do horário de Samantha acordar resolvi ir chama-la. Como ontem não havia tido tempo de conversar com ela sobre tudo que aconteceu – ele lançou um olhar de esgueira para Damon - pensava que ela havia se assustado com a briga e vindo para casa e ido direto para a cama. Então subi ao quarto dela e encontre a carta. Logo que a li mandei vários dos nossos subordinados ir procura-la, mas ninguém a achou, e também não acharam Margareth.

Stefan e Damon arregalaram os olhos:

-Mas...

-Deixem-me terminar.

“Não posso falar para eles que eles vivem em uma cidade que esta infestada de vampiros. E muito menos que talvez a irmã deles possa ter virado uma também.”

-Samantha era muito apegada a Margareth e deve tela levado junto. – continuou enquanto seus olhos ficavam pregados no colar de Samantha.

-Eu vou atrás de Samantha.

-Você não vai a lugar nenhum Damon.

-Quem vai me impedir? – perguntou em tom de desafio.

-Se sair por aquela porta não ouse mais entrar aqui. Sua irmã a partir de hoje está morta. Ninguém vai atrás dela. E se for preciso prendo vocês dois em uma cela até vocês entenderem: Samantha não vai voltar.

Damon se soltou do aperto de Stefan e por um momento foi em direção ao pai, mas com um urro de raiva mudou de direção e começou a subir as escadas com passos firmes e rápidos.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Stefan ficou sem reação. Não sabia se seguia o irmão ou se ficava com o pai.

Decidiu que era melhor deixar Damon uns minutos sozinho.

-Pai quem sabe seria melhor você deixar eu e Damon procurar Samantha, ao menos pra não ficar com essa sensação de que não fizemos nada para impedi-la.

-Não. – Giuseppe respondeu curto e grosso.

-Mas pai...

-Já disse não. Se vocês começarem a procurar vai ser mais difícil esquece-la. Vocês vão ficar obcecados em querer encontra-la.

-Mas quem sabe a encontramos.

-Ela não quer ser encontrada.

-Mas isso tudo pode ser uma armadilha, ela pode estar machucada.

-O assunto esta encerrado Stefan. Minha decisão esta tomada. A partir de hoje Samantha será considerada morta nessa casa.

Antes mesmo de terminar de falar Giuseppe estava se virando e indo rumo à porta de seu escritório. Ele simplesmente não aguentava mais ter que contar aquelas mentiras para os filhos.

Stefan pareceu hesitar por um momento antes de perguntar:

-É...pai – Giuseppe se virou para encara-lo.

-Fale.

-Eu... posso... ficar com o colar de Samantha?

Giuseppe o encarou por um momento até que por fim concordou e seguiu seu caminho.

Stefan pegou o colar que Giuseppe havia deixado em cima da mesa de bebidas e segurou entre os dedos.

Os minutos se passavam sem que ele se desse conta. No momento Stefan só conseguia pensar em uma coisa: como conseguiria viver sem sua irmã?

Segurou firme o colar entre os dedos como se aquilo fosse o tesouro mais importante que possuísse.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Damon correu todo o corredor em direção ao quarto de Samantha derrubando tudo que via pela frente, mas chegando ao portal do quarto simplesmente parou.

A realidade veio à tona toda de uma vez.

Ele não veria Samantha.

O quarto estava vazio. A janela aberta fazendo a cortina branca balançar com o vento. Um silencio mortal.

Damon serrou os dentes sentindo um misto de sentimentos dentro de si.

Ele queria Samantha ali. Precisava de sua irmã.

Entrou vagarosamente no quarto franzindo o rosto. Era uma boa maneira de conter as lagrimas que ameaçavam sair.

Sentou-se na cama de Samantha sentindo o perfume dela espalhado por todo o quarto.

Subitamente uma lembrança lhe aflorou.

Flashback

Era um dia quente de verão. Ele devia ter por volta dos quinze anos e Samantha mais ou menos uns nove.

Estavam junto com Stefan deitados no gramado do jardim perto do lago, com os braços cruzados atrás da cabeça quando Samantha do nada veio com o assunto:

-Quando vocês se casarem vão ter que comprar uma casa grande pra morar todo mundo junto.

Stefan e Damon olharam pra ela sem entender.

-Traduza Samantha, sabe que não entendo direito seus pensamentos.

Samantha revirou os olhos e suspirou:

-Vocês são tão lentos, mas tudo bem vou explicar. Vocês vão ter que comprar uma casa grande para morarem todos na mesma casa, para mim poder morar junto com vocês e minhas cunhadas. Pois se vocês morarem separados não terei como tomar conta dos dois.

Tanto Stefan como Damon levantaram as sobrancelhas:

-Maninha está lembrada que nos somos os irmãos mais velhos? – Damon perguntou em tom sarcástico.

-Damon tem razão Samy, e também outra, você até lá nem vai mais querer saber de nós.

-Vocês são mais velhos, mas não cuidam de si mesmos como deveriam. Damon pode estar se roendo por dentro, mas sempre fica fingindo que está tudo bem. E você Stefan se preocupa muito com os outros. E o que você disse sobre eu não querer mais saber de vocês é uma calunia, em que mundo seria isso?

-Sabe maninha esse seu costume de ficar tentando descobrir como nós nos sentimos é irritante.

-Eu sei. –Samantha respondeu como se estivesse afirmando que um mais um são dois – Mas infelizmente vocês vão ter que aguentar a irritante aqui pelo resto de suas vidas.

-Samy não faça promessas desse nível, pois o tempo passa e as pessoas mudam.

-Eu sei disso também Stefan, mas o que eu disse não é uma promessa, é a realidade.

-É a realidade maninha que eu e Stefan precisamos de cuidados? - Damon perguntou inclinando a sobrancelha.

-Isso também é, mas eu estava me referindo ao fato de que é a realidade eu não poder ficar longe de vocês. Mesmo se eu quisesse eu não conseguiria. Vocês tem uma presença insuportavelmente irritante, mas.. – Samantha abaixou a cabeça corando e mordendo o lábio inferior – que eu necessito para ser feliz. – sua voz saiu quase em um sussurro.

Damon e Stefan a encararam

-Olha só Stef, nossa maninha deu pra filosofar.

Mesmo dizendo isso um sorriso de abriu no rosto de Damon, assim como no de Stefan.

Samantha olhou para eles e sorriu também. Ela gostava. Gostava muito do sorriso dos dois. Stefan geralmente era serio, e Damon a maioria das vezes que sorria era de forma irônica. E agora ali estavam eles sorrindo. Sorrindo para ela.

-Isso está virando melação. –Damon comentou alguns minutos depois – E conheço um bom método para acabar com isso. Não está de acordo Stef?

Stefan e Damon trocaram olhares significativos. Samantha olhou de um para outro já se levantando e esticando as mãos para frente como para se defender.

-Não, nem pensem nisso.

Mas já era tarde os dois já a haviam encurralado.

-Preparado Stef?

-Com certeza.

-Vocês dois parem com isso, não é justo ...- Samantha começou mas antes que conseguisse terminar ela já estava no chão com Damon e Stefan lhe fazendo cocegas.

Fim do Flashback

Damon fechou as mãos em punhos e começou a socar a cama. Jogou o travesseiro longe e derrubou os objetos que estavam em cima da penteadeira.

Baixando os olhos se deparou com a chave que Samantha havia quebrado. A pegou na mão apertando com força. Depois a lançou contra a parede.

A chave fez um barulho com o impacto para depois cair no chão.

Damon desmoronou.

Suas pernas cederam fazendo com que caísse de joelhos no meio do quarto segurando a cabeça entre as mãos e fechando os dedos firmemente em seus cabelos.

Por quê? Por que ela havia de deixa-los?

Por quê?

-Damon.

Stefan se aproximou lentamente do irmão e colocou suas mãos no ombro dele.

Damon não deu sinal de reconhecimento algum. Stefan se sentou no chão ao seu lado.

-Ela vai fazer falta.

-O que você esta fazendo aqui Stefan? – Damon perguntou secamente.

-Você acreditou nessa historia dela ter fugido? – Stefan ignorou a pergunta de Damon fazendo outra pergunta.

-Não.

Os dois ficaram em silencio.

-Ela sentia que algo de ruim ia acontecer. – Stefan Continuou. – E me fez prometer que cuidaria de você.

Damon revirou os olhos.

Ela nunca perdia essa mania.

-O que ela te disse?

-Simplesmente isso. Você sabe como ela consegue ser mais teimosa até mesmo que você.

Damon não falou nada.

-Você vai me ajudar a procura-la? – Stefan perguntou de maneira firme.

Damon o encarou surpreso.

-Você vai desobedecer a uma ordem de nosso pai?

Stefan deu de ombros:

-O pai não precisa saber. E afinal de contas ela é nossa irmã. – falou como se aquilo explicasse tudo. – E então vai me ajudar ou não?

Damon o encarou por um momento para depois dizer:

-E você ainda tem duvidas?

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Continua


Última edição por Den!se ;D em Ter Maio 01, 2012 3:37 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Seg Dez 26, 2011 2:45 pm

Ai esta mais um caps meninas, espero que gostem
bjos
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 10 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 9, 10, 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum