Parceria
SIGMA CAMISETAS
Votação

Quem você quer entrevistar?

64% 64% [ 9 ]
36% 36% [ 5 ]

Total dos votos : 14


Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Página 6 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 5, 6, 7 ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por NandaSalvatore em Sex Set 30, 2011 2:50 pm

Ain Denise!
Comecei a ler sua fic hoje.
Eu to meio atrasada em todas as fics do forum XDD
Eu adorei.
Nossa...a Samantha é uma fofa! Muito dó dela ter perdido os pais...por que será que isso aconteceu? /mortadecuriosidade.
Ain...muito linda ela com o Stef e o Damon *.*
E agora que a Kath chegou? Tomara que ela não judie da Samantha!
avatar
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Dany_Salvatore em Sex Set 30, 2011 5:20 pm

Uauuuu tia... vc me deixou de boca aberta com tanta perfeição
Nossa o capitulo ficou maravilhoso.... eu adorei, achei o maximo, perfeito... ^^ principalmente pq ja estava com saudade do Damon....
a Sammy tem razao em ficar brava com ele.... como ele ficou a tarde inteira com a Kath e so foi ver ela anoite???? Ele ta merecendo umas palmadas rsrsrs
Eu to enganada ou o Damon esta com ciume da Sammy com o Edmund Shocked ???
Eu adorei esse dialogo deles.... super descontraido. Se eu for colocar as partes que eu mais gostei vou ter que colocar o capitulo inteiro. é3
Que historia é essa de irmaos com beneficios??? Damon nao tem jeito....
Eu acho incrivel o fato do Damon sempre tentar esconder os sentimentos...
Resumindo: o capitulo foi.... foi... foi... (cade a palavra?) excepcional...
Vc sempre consegue me surpreender. Cada dia que passa a historia fica melhor e eu fico mais viciada
Beijos pra tia maislinda, talentosa e mais surpreendente que me deixa de boca aberta quando eu leio os capitulos....

avatar
Dany_Salvatore

Mensagens : 121
Data de inscrição : 14/08/2011
Idade : 24
Localização : Senador Canedo - GO

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por NandaSalvatore em Sab Out 01, 2011 12:36 pm

Ain...li até o capítulo do pick nick!

Ain....Adoro a Samantha!
Tem mesmo que atrapalhar a Kathbitch!
Adorei a birga das duas!
Eu ri muito!
XDDD

Ain...deu dó no final! Tadinha dela, tentando ajudar os dois e eles completamente enfeitiçados pela Kath!
Adorei!

Vou continuar lendo!
avatar
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Dom Out 02, 2011 10:41 am

Miriam Salvatore escreveu:Deny se amei
Essa conversa da Damon e a Samy foi bm de irmãos mesmo
Só fiquei horrorizada quando ele se ofereceu pra ela OMG tinha quer ser o Damon mesmo ..

Fico tão feliz que vc tenha gostado Miriam alien What a Face
kkk só o Damon pra dar em cima da propria ierma ne?? kkkk Damon, Damon respeite sua irma runnn
Bjão Miriam e obrigada por acompanhar minha fic Very Happy
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Dom Out 02, 2011 10:55 am

JúhSalvatore:) escreveu:Aiii Denise eu amei esse cap!!!
Como é q a Samy quebrou a chave??
Nossa o Damon tava mt safado....kkkk' A cara dele...
Nossa ri mt c a conversa dos dois!!!!
To loka p prox cap!!!
Qndo tem mais???
Bjokasss

Gostou mesmo Juh?? Razz Super feliz aqui What a Face
A Samy conseguindo quebrar a chave tem haver com oq ela é, logo vcs vao descobrir mais sobre isso
suhuhss o Damon não perdoa uma ne?? kkk ate a propria irma ele da em cima Surprised
hj eu posto mais Juh espero q vc goste Very Happy
Bjão linda
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Dom Out 02, 2011 11:34 am

Keroll Salvatore escreveu:Mana, sem palavras aq para comentar sobre esse cap!
Damoncrível, Damonxonante, Damontástico, Damonolate, Damonerfeito!
Sério mana, vc me deixou sem fala aq e babando na tela do pc.
Me enganou direitinho né? Malvada! Disse q o capt estava ruim, que estava sem criatividade... Sei...
Se vc fez isso sem criatividade, imagina quando vc está com criatividade? Poxa mana, me deixou boba aq! Muito Damonurgulhosa de ti aq!
O Damon foi mega convencido e mega fofo ao mesmo tempo. Se eu fosse a Sammy, esquecia na hora esse negócio de "irmãos" Kkkk, eu atacaria o Damon com td gosto!
Sério, eu ri naquela parte do "Damon Sempre Sensual" quero uma pulseira daquelas hein? Onde vende? Vem com um Damon de brinde???
Nossa, a Sammy quebrou a chave? Como foi isso? Fiquei mega curiosa aq! Ela é forte pra caramba, eu hein?
Damonzito só nos arrombamentos! Kkkk, invadindo o quarto de uma dama? Que coisa feia! (Invade o meu, o meu!)
Mana, no final o lance do pesadelo me deu medo! :/
Quero mais hein? E fiquei super orgulhosa de ti com esse cap. Aliás, com tds!
Grande bj mana, amoo muitooo vc!!

Mana vc me deixa babando por esse seu dicionario damonastico, mas pode ter certeza q sua fic sim que é tudo isso mana e me deixa cada vez mais viciada Razz
kkk enganei n mana eu realmente tava com medo de n conseguiir fazer as falas do Damonzito boas Embarassed
shushuuhs nos usaria com todo gosto uma pulseita dizendo "Damon Sempre Sensual" ne mana kkk ainda mais se vinhece com um Damon junto Twisted Evil
Esse negocio da Samy quebrar a chave ter haver com a linhagem sanguinea dela mana, um coisa q os pais delas (nesse caso é mais o pai) era
shuhusuhsuh se o Damon quiser nos ate abre a porta com gosto pra ele ne mana? nem precisa ter todo aquele trabalho husuhs
esse lance do pesadelo ja vai chegar ao final mana, o unico problema é que ele vai virar realidade pale
Ai mana vc que me deixa cada vez mais orgulhosa de vc e com um DAMONORGULHO enorme Very Happy
hj tem mais
Bjão mana linda q eu Amooo Maiss Ainda I love you
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Dom Out 02, 2011 11:39 am

NandaSalvatore escreveu:Ain Denise!
Comecei a ler sua fic hoje.
Eu to meio atrasada em todas as fics do forum XDD
Eu adorei.
Nossa...a Samantha é uma fofa! Muito dó dela ter perdido os pais...por que será que isso aconteceu? /mortadecuriosidade.
Ain...muito linda ela com o Stef e o Damon *.*
E agora que a Kath chegou? Tomara que ela não judie da Samantha!

Nanda seja super bem vinda a minha fic, fico super feliz que vc esteja gostando, muito obrigada Very Happy
kkk conforme vc vai lendo vc vai descobrindo um pouco oq aconteceu com eles e pq eels foram mortos pale
gostou dos tres juntos Nanda? eles formam um trio e tanto kkkk essa Kath sempre chegando pra estragar ne kkk
Bjão Nanda
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Dom Out 02, 2011 11:46 am

Dany_Salvatore escreveu:Uauuuu tia... vc me deixou de boca aberta com tanta perfeição
Nossa o capitulo ficou maravilhoso.... eu adorei, achei o maximo, perfeito... ^^ principalmente pq ja estava com saudade do Damon....
a Sammy tem razao em ficar brava com ele.... como ele ficou a tarde inteira com a Kath e so foi ver ela anoite???? Ele ta merecendo umas palmadas rsrsrs
Eu to enganada ou o Damon esta com ciume da Sammy com o Edmund Shocked ???
Eu adorei esse dialogo deles.... super descontraido. Se eu for colocar as partes que eu mais gostei vou ter que colocar o capitulo inteiro. é3
Que historia é essa de irmaos com beneficios??? Damon nao tem jeito....
Eu acho incrivel o fato do Damon sempre tentar esconder os sentimentos...
Resumindo: o capitulo foi.... foi... foi... (cade a palavra?) excepcional...
Vc sempre consegue me surpreender. Cada dia que passa a historia fica melhor e eu fico mais viciada
Beijos pra tia maislinda, talentosa e mais surpreendente que me deixa de boca aberta quando eu leio os capitulos....


Wonn sobrinha perfeição?? Embarassed que nada vc sim q faz uma fic perfeita e me deixa cada vez mais orgulhosa #fato
Runn esse Damon vive sumido e quando chega ainda abandona a Samy pra ficar com a Kath ne? kkkk Damon, Damon
Ele tava com ciumes mesmo sobrinha mas um ciumes de irmaos kkkk
hsuhushuuh essa de irmaos com beneficios é de mais ate pro Damon ne?? kkkkk nem a propria irma escapa dele Rolling Eyes
Vc sabe como me deixar flutuando de felicidades sobrinha com seus coments I love you What a Face Brigadão amre
Bjão sobrinha lindona que deixa a tia aqui cada vez mais orgulhosa s2
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Dom Out 02, 2011 11:50 am

NandaSalvatore escreveu:Ain...li até o capítulo do pick nick!

Ain....Adoro a Samantha!
Tem mesmo que atrapalhar a Kathbitch!
Adorei a birga das duas!
Eu ri muito!
XDDD

Ain...deu dó no final! Tadinha dela, tentando ajudar os dois e eles completamente enfeitiçados pela Kath!
Adorei!

Vou continuar lendo!

Já ta na briga das duas Nanda??
fico tão feliz que vc esteja gostando da Samantha Razz
shuhshsu as duas perderam completamente o controle sobre os proprios nervo kkkkk
Runn esses dois deveriam ao menos ter escutado a Samantha primeiro assim ela n se sentiria tao magoada No
Bjão
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Dom Out 02, 2011 4:47 pm

Bem Gente eu tinha falado que nesse caps ia ser o baile mas acabou ficando mais grande do que eu imaginei entao o baile ficou pro proximo Embarassed espero q vcs gostem do caps mesmo assim
bjão pra todas

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Capitulo 12 - Descobertas

Samantha estava de pé em cima de um banquinho com os braços esticados para cima, enquanto Margareth fazia os últimos ajustes no vestido que ela usaria no primeiro baile dos fundadores que ocorreria dali dois dias.

De todos os vestidos que Samantha já havia usado aquele era o mais lindo. Era de um vermelho vinho. As mangas eram caídas revelando seus ombros. A cintura era marcada, e a saia volumosa caia formando ondas, que com o mais simples movimento parecia uma linda cascata de vinho se derramando pelo chão. Do lado direito, havia uma abertura nas pernas que revelava uma renda preta com rosas bordadas. De cada manga também saiam pequenas rosas pretas bordadas que se encontravam na cintura, formando uma cinta de rosas.

-Esta apertando em algum lugar?- perguntou Margareth, com uma agulha na boca enquanto separava um pedaço de linha.

Samantha abaixou os braços, e fez alguns movimentos para ver se estava confortável.

-Está tudo certo Magg, perfeito, como você conseguiu fazer um vestido tão perfeito? Estou me sentindo uma princesa. – Respondeu Samantha descendo do banquinho e rodopiando pelo quarto feliz.

-A manequim me inspira. - respondeu Margareth, que já havia terminado de por a linha na agulha, puxando Samantha novamente para cima do banquinho – Agora tente ficar mais alguns minutos quietinha, que preciso terminar.

Samantha voltou a esticar os braços para cima, enquanto Margareth terminava de ajustar a cintura.

-Magg eu não entendo, porque você não vai ao baile também?

-Já lhe disse querida, sou uma criada, nem roupas descentes para um baile assim eu tenho.

-Nenhuma dessas desculpas vale Magg, primeiro você não é só uma criada você é minha amiga, e segundo você é a melhor costureira e poderia escolher um dos vários tecidos que tem guardado aqui em casa, ninguém reclamaria.

-Eu nem me sentiria bem no meio de tanta gente bem arrumada minha querida. – Respondeu Margareth abaixando os braços de Samantha e dando uma volta ao redor dela para verificar o resultado.

-Ai Magg e você acha que eu me sinto bem no meio daquele monte de gente chique? Está muito enganada, você sabe como eu só meio destrambelhada e eles são todos tão sérios que atá parece que a vida deles é feita só de espinhos.

Margareth parou de frente para Samantha, e do nada começou a chorar.

Samantha desceu correndo do banquinho e foi abraça-la perguntando:

-O que foi Magg? Eu rasguei alguma coisa? Ai falei que sou uma destrambelhada? Tai já estraguei o vestido.

-Wonn minha querida – respondeu Margareth abraçando Samantha fortemente – não é nada disso, é que você está tão linda, parece uma verdadeira princesa.

-Magg é por isso que você está chorando? – perguntou Samantha sem conseguir segurar o riso.

-Sua menina ingrata, claro que é por isso que estou chorando! Você acha que é fácil saber que logo, logo, minha menininha vai criar assas e voar para longe me abandonando?

-Magg – Samantha falou com a voz doce- eu sempre vou ser aquela menininha pestinha que vivia envolta de você na cozinha tentando aprender alguma coisa, e aproveitando pra roubar uns pedaços de bolo quentinho.

-Promete que nunca vai esquecer-se dessa chorona aqui? – Margareth pediu com a voz suplicante.

-Nem preciso prometer, não aguentaria viver uma semana longe de você.

As duas ficaram em silencio por um tempo, apenas abraçadas enquanto Margareth ficava mais calma.

-Você já está sabendo Samantha? – perguntou Margareth de repente.

-Sabendo do que?

-Que seu pai já esta vendo os papeis pra passar a terra que pertencia aos seus pais biológicos para você.

-O que? – perguntou ela franzindo a testa.

-É isso mesmo, quando o Sr. Giuseppe lhe adotou ele ficou como o responsável, e como você está prestes a completar 17 anos e entrar na idade adulta, ele resolveu que já estava na hora de passar para o seu nome. Hoje mais cedo vinheram entregar os papéis são aqueles ali – disse Margareth apontando pra uma pilha de papeis em cima da cama de Samantha. – tenho que levar pra ele.

Samantha foi em direção à cama e pegou os papeis. Começou a folheá-los.

-Magg eu posso ir entregar para ele? Estava mesmo querendo ir conversar com ele.

-Pode sim querida, mas acho que ele ainda esta reunido com o prefeito e com os outros.

-Vou lá ver qualquer coisa eu converso com ele mais tarde se eles ainda estiverem lá. O vestido já esta pronto Magg? Já posso tira-lo?

-Sim querida, deixe em cima da sua cama que mais tarde irei busca-lo para já deixa-lo passado.

-Ok Magg, obrigada.

-Por nada minha querida.

Margareth saiu do quarto e Samantha trocou de vestido, colocando um amarelo clarinho mais simples, e saiu do quarto em direção as escadas.

Desceu as escadas e foi em direção à porta do escritório. Quando levantou a mão para bater, parou de súbito com a mão ainda no ar.

-PRECISAMOS DAR UM BASTA NISSO. – vinha a voz alterada lá de dentro - NÃO PODEMOS DEIXAR QUE ESSES MONSTROS CONTINUEM.

-E o que espera que façamos? Porque a não ser que você tenha uma arma que pode acabar com todos eles de uma só vez escondida, prefeito, ainda não podemos fazer nada a mais do que já estamos fazendo.

-Não sabemos ao certo nem quantos e quem são. – Samantha reconheceu a voz de seu pai.

-O QUE IMPORTA É QUE SÃO MUITOS, E QUE ESTÁ OCORRENDO CADA VEZ MAIS MORTES. ENTÃO SE VOCÊS NÃO QUEREM VER TODA A CIDADE MORTA POR ESSES MALDITOS VAMPIROS ARRANJEM LOGO UM PLANO.

Samantha sentiu um choque ao ouvir a palavra “vampiros”, um arrepio percorreu sua espinha, seus olhos se arregalaram e sua respiração parou por um instante para depois voltar em arquejos.

“Não poderia ser verdade, vampiros não existem. Do que eles estão falando? Já não são grandinhos de mais para ficar inventando estorias mirabolantes?”

Mas por mais que ela duvidasse e não quisesse acreditar, ela sabia que aquela era a verdade: vampiros existiam e eram eles quem estavam provocando todas aquelas mortes.

-POR QUE VOCÊ TAMBEM NÃO FAZ ALGUMA COISA LOCKWOOD NA VEZ DE SÓ RECLAMAR? POIS QUE EU SAIBA VOCÊ ATÉ AGORA SÓ RECLAMOU, RECLAMOU E NÃO FEZ NADA. – era a voz de Jonathan Gilbert.

-Acalmem-se senhores – parecia ser a voz sempre tranquila do Sr. Forbes pai de Edmundo – Não é um bom momento para perderem o controle sobre seus nervos. Já estamos tentando proteger o máximo de pessoas possíveis sem que eles percebam. Seus familiares já estão todos usando verbena não é mesmo? Isso já é um grande passo.

“Verbena? Então esse é o motivo para o pai ter me dado esse colar” Samantha segurava o colar entre os dedos, “por que ele não me contou? por que eles não me falaram nada? Então quer dizer que um vampiro me atacou e ninguém me falou nada? Meus pais também podem ter sido mortos por isso também e mesmo assim ninguém me falou nada?” Sem pensar Samantha escancarou a porta entrando e indo sem nem olhar para os lados, direto ao seu pai. Todos ficaram parados sem reação ao vê-la aparecer ali do nada, gritando:

-POR QUE PAI? POR QUE VOCÊ NÃO ME DISSE NADA?

-Samantha. – Giuseppe e Edmundo falaram ao mesmo tempo surpresos.

-Era o melhor para você não saber – Giuseppe continuou, calmo e serio.

-É CLARO, “ERA O MELHOR PARA VOCÊ NÃO SABER SAMANTHA” POR QUE VOCES SEMPRE ME DIZEM ISSO? A ÚLTIMA PESSOA QUE ME DISSE ISSO MORREU EM SEGUIDA.

-Isso só prova que é melhor você sair daqui e fingir que não ouviu nada.

-POR QUE VOCÊS NÃO CONTAM TUDO LOGO PRA ELA? A FILHINHA DO PAPAI NÃO PODE AGUENTAR CONVIVER COM A IDÉIA DE QUE NÃO VIVE EM UM CONTOS DE FADAS, É ISSO? – Lockwood olhava para Samantha com ódio estampado nos olhos.

-Cale sua boca Lockwood. – Giuseppe falou baixo, mas venenosamente.

-VOCÊS NÃO VAO CONTAR? ENTÃO EU MESMO CONTO. SEUS QUERIDOS PAPAIZINHOS FORAM SIM MORTOS POR VAMPIROS, UM COISA QUE PESOALMENTE ACHEI MUITO BEM FEITO, E QUE MINHA ÚNICA LAMENTAÇÃO É VOCÊ NÃO TER MORRIDO JUNTO, VOCÊ É PIOR DO QUE QUALQUER VAMPIRO, VOCÊ É UMA ABERRAÇÃO IMULDA.

Aquelas palavras acertaram Samantha como um murro na boca do Estomago. Todos ficaram olhando de boca aberta sem saber oque fazer ou falar, e sem entender o motivo de tanto ódio.

-SUA SANGUE IMULDO TRAIDORA. FILHA DE DOIS LIXOS QUE SÓ SERVIRAM PRA ATRAPALHAR A HUMANIDADE.

-NÃO ABRE SUA BOCA IMULDA PRA FALAR MAL DELES SEU DESGRAÇADO – Samantha perdeu o controle e avançava para o homem com lágrimas nos olhos e, uma raiva enorme visível. –C-A-L-E-A-S-U-A-B-O-C-A – ela falou entredentes – QUEM É VOCÊ PRA FALAR QUALQUER COISA DELES?

Ele pegou o braço dela bem a tempo de impedir que ela lhe desse um tapa. E deu um sorriso sinistro enquanto a com a mão segurava seu rosto apertando-o com força.

-Não pense que você já tem força pra me fazer qualquer coisa.

-LARGUE MINHA FILHA LOCKWOOD SE VOCÊ QUER VOLTAR PARA SUA CASA VIVO. – Giseppe perdeu pela primeira vez o controle enquanto puxava o braço do outro pra que a soltasse.

O Sr. Forbes segurava o filho que batia o queixo de raiva tentando se desvencilhar do pai. Jonathan Gilbert e o Sr. Fell foram em direção ao Lockwood e começaram a puxa-lo para fora.

-Um dia você vai ter tanto nojo da sua querida filha quanto eu tenho Salvatore. – ele praguejou antes de se soltar dos dois homens que o puxavam e sair pisando duro.

Samantha fechou as mãos em punhos e saiu correndo e trancou seu caminho, ficando na ponta dos pés, o encarando e apertando seu pescoço com as unhas.

-Quem eu sou? Termine agora. Porque meu próprio pai vai ter nojo de mim? DIGA. – a única coisa que se via em seus olhos era ódio.

-Não sou obrigado a lhe dizer nada pirralha. – disse ele desviando seus olhos dos de Samantha se soltando e continuando seu caminho.

-SAMANTHA? – Giuseppe a chamou – VENHA JÁ AQUI.

Samantha lançou um ultimo olhar para o homem que saia rápido pela porta e voltou para o escritório.

-Acho que por hoje nós já iremos nos retirar, – Jonathan Gilbert falou indo em direção a Samantha e dando um beijo de despedida em sua mão – não de ouvidos a ele Samantha, só esta nervoso com os acontecimentos. – Samantha concordou com a cabeça, tentou dar um sorriso, mas não conseguiu. Jonathan percebeu deu um sorriso de entendimento e colocou a mão sobre a cabeça dela por um instante. – Sinto muito que tenha que passar por isso. –disse por fim indo se despedir de Giuseppe enquanto Sr. Fell se despedia de Samantha e em seguida Sr. Forbes todos dando um sorriso amigo. Por fim Edmundo pegou sua mão e levou carinhosamente aos lábios, seus olhos verdes ainda brilhavam de raiva pelo que havia visto.

-Ele vai acabar engolindo o que disse Samantha. E não se preocupe que nos vamos dar um jeito nos vampiros. –Samantha concordou impressionada com a seriedade que ele havia falado – Eu prometo. – completou beijando novamente a mão de Samantha enquanto ela percebia que todos olhavam e começava a corar. Edmundo deu um sorrisinho com o constrangimento dela e foi em direção a porta junto com seu pai.

Os três foram embora e Giuseppe se sentou na sua cadeira de espaldar alto que ficava de frente a escrivaninha. Enquanto Samantha se sentava defronte a ele.

-Não esperava que você descobrisse tudo dessa forma Samantha. Pensava que conseguiríamos acabar logo com tudo isso, mas está sendo mais complicado do que imaginávamos. E sim vampiros existem, e mesmo não tendo certeza achamos que a morte de seus pais foram provocadas por monstros como eles.

Samantha concordou com a cabeça:

-Há quanto tempo vocês sabem da existência deles?

-Eu desconfiava desde quando vi o jeito que seus pais foram encontrados que aquilo não poderia ser obra de humanos, mas sim de monstros sem coração. Então comecei a pesquisar, mas como seus pais foram os únicos mortos durante mais de dez anos, desisti pensando que era só imaginação minha. Quando seus irmãos a trouxeram pra casa com o pescoço ferido daquele jeito achei impossível ser um animal, mas ainda não podia comprovar nada, só fui ter certeza quando o primeiro corpo foi encontrado com o sangue completamente drenado. Jonathan, o Sr. Forbes Thomas e Honoria Fell também sabem. O Forbes confia muito no filho por isso falou para ele. – Giuseppe analisou a expressão de Samantha ao falar de Edmundo, ela percebeu e tentou não corar com o olhar que o pai lhe lançava, mas já estava sentindo as bochechas queimarem. – Tivemos que contar ao Lockwood por ele ser o prefeito, ficamos surpresos por ele não ter nos questionado falando que estávamos tendo alucinações.

-Pai posso lhe fazer uma pergunta?

-Faça.

-O Dr. Wiker disse que meu pai e o Sr. Lockwood – Samantha pronunciou o nome com o máximo de aversão que conseguiu colocar na voz –eles nunca se deram bem. O senhor sabe o motivo?

Giuseppe pensou por um momento. Samantha ficou surpresa por ele não reclamar do Dr. ter lhe contado aquilo.

-Bem Samantha, todos sabemos que eles nunca se deram bem, mas você sabe que o Lockwood gosta de desprezar as pessoas, não é surpresa que alguém não goste dele. E seu pai por mais que todos gostassem e se dava bem com todos, nunca ninguém soube muito sobre ele, nem de onde ele havia vindo, nem como havia chagado aqui nem por que. Sua mãe era a mesma coisa. Só sabíamos que da família deles só havia restado eles. Não sei lhe dizer se você tinha algum tio ou tia, mais provavelmente não, e seus avôs tanto materno como paterno até onde sei estavam mortos antes mesmo de seus pais se casarem. O que era muito estranho, pois seu pai vivia fazendo viagens que muitas vezes demorava até mesmo semanas.

“Quem eram meus pais? Por que todos sabem tão pouco sobre eles? E o que aconteceu para o Lockwood me odiar a tal ponto sem eu ter feito nada?”

-Não se pese pelo que o Lockwood falou Samantha, como Jonathan disse, ele esta apavorado, pois a cidade esta se enchendo cada vez mais de vampiros e ainda não sabemos o que fazer.

-Ele me odeia pai.

-Ele não te odeia Samantha, ele só achou você a pessoa mais adequada naquele momento para descontar a raiva.

-Então ele tem uma boa criatividade para inventar tudo aquilo de momento. – Samantha respondeu amargurada.

-Tudo aquilo o que?

-Aquilo que ele disse, que o senhor ainda vai ter nojo de mim, que eu sou uma aberração imunda, que a única lamentação era eu continuar viva na vez de estar morta junto com meus pais.

-Nunca repita isso Samantha, você nunca ira virar um monstro como esses que estão na cidade. Não permitirei.

-Pai, e se eu for uma vampira e nos não sabermos?

Giuseppe riu:

-Tenho certeza que você não é Samantha. Primeiro você se alimenta de comida e não de sangue. Segundo você anda na luz do dia. Terceiro você esta usando um colar que contem verbena, se você fosse vampira ele estaria lhe queimando.

-Vampiros sobrevivem mesmo só de sangue?

-Sim, eles podem comer outras comidas, mas sem sangue eles ficam sem forças, eles existem mas ficam incapazes até de se movimentar.

-Por que a verbena faz mal a eles? E como vocês sabem?

-Descobri durante minhas pesquisas. Não sei ao certo por que, mas sei que ela provoca queimaduras feias neles e também que impede a hipnose.

-Como assim hipnose?

-Eles têm a capacidade de mexer com seu cérebro fazendo você lembrar só o que eles querem. Sendo coisas que aconteceram mesmo, ou não.

-Então por isso que eu sinto um branco no dia que eu me perdi? Eles me hipnotizaram?

-Sim.

-Por que só eu sobrevivi?

Giuseppe respirou fundo:

-Não me pergunte até hoje não achei uma resposta para isso.

Samantha concordou fazendo que sim com a cabeça.

-Tem como saber quem são os vampiros aqui da cidade?

-Não, isso é o que mais dificulta tudo. Eles têm a aparência de um humano normal e sabem como se camuflarem para que ninguém perceba. Nós já matamos dois deles, mas não conseguimos arrancar nada antes de darmos um fim a eles.

-Como eles se transformam em vampiro?

-Não posso lhe responder, também não descobri ainda.

-Você disse que eles não podem andar a luz do sol?

-Isso, até onde eu saiba, o sol faz com que eles virem cinza. Por isso são considerados criaturas da noite.

-Como se mata um vampiro?

-Com uma estaca de madeira acertando em cheio o coração.

-Então essa parte da lenda é verdadeira?

-Sim.

-O Drácula existiu? – Samantha perguntou curiosa fazendo com que Giuseppe risse novamente.

-Até onde eu saiba não.

-Hunnn.

Ficaram um pouco em silencio ate Samantha falar novamente:

-Pai, desde criança eu tenho um pesadelo, ele começou logo depois que meus pais morreram, durou um tempão e parou e foi voltar só agora. Eu vejo uma moça de costas e quando ela percebe que eu estou lá ela se vira na minha direção e vira um monstro desfigurado.

Para surpresa de Samantha Giuseppe se mostrou incrivelmente interessado:

-Samantha você reconhece quem é essa moça?

-Não pai, - ela respondeu decepcionada consigo mesma – o rosto é borrado.

Os dois ficaram em silencio ate Giuseppe voltar a falar:

-Samantha, não precisa se preocupar, nós vamos achar um jeito de acabar com esses monstros.

Samantha concordou com a cabeça continuando calada.

-Agora me diga Samantha o que você estava fazendo escutando atrás da porta?

-Ann pai, não, não foi bem assim,– ela se levantou e foi para o canto do escritório que havia jogado as folhas ao entrar – é que eu vim te trazer essas folhas que estavam com a Magg e que ela tinha que entregar ao senhor. Eu disse que entregaria então estava vindo entregar quando ouvi tudo sem querer.

-Não faça mais isso. Não foi essa a educação que lhe dei. Não quero que fique ouvindo atrás das portas. Agora me deixe ver as folhas.

-Sim pai, – ela entregou as folhas a ele – são as folhas pra passar para o meu nome as terras que pertenciam aos meus pais biológicos e que estão no seu nome. E... Pai... eu não quero.- Samantha completou timidamente mais decidida fazendo com que Giuseppe desviasse os olhos em sua direção.

-O que?

-Eu quero que fique no seu nome. Que o senhor cuide. O senhor já fez de mais por mim pai então é o mínimo que posso fazer.

-Não Samantha, eu já tenho o suficiente, e não fiz nada além do que um pai faria por uma filha. E, além disso, logo você vai precisar de um lugar para construir uma casa.

-Por quê? – Samantha perguntou percebendo que havia algo que ela não sabia por trás daquela frase.

Giuseppe pigarreou e falou:

-Edmundo pediu sua mão em casamento.

Samantha sentiu o mundo girar em volta de si. E se afogou coma própria saliva, enquanto tentava firmar os pés no chão e se agarrar firme a cadeira pra não despencar com cadeira e tudo:

-O..O..o que? – perguntou de olhos arregalados.

-Calma, ele só me pediu para ver se eu concordava e se ele poderia seguir em frente. Na vez de ter um trabalhão para tentar te conquistar e depois ir tudo por agua abaixo.

-Mas pai...

-Samantha, ele é um bom homem, você deveria dar valor a ele.

-Eu dou valor a ele pai, mas não é por isso que quero me casar com ele.

-Isso pode mudar. Agora preciso sair pra resolver algumas coisas, – disse enquanto se levantava – e Samantha – ele olhou firme pra ela – o que conversamos aqui não deve ser dito a ninguém isso incluindo seus irmãos e Margareth.

Ele saiu deixando Samantha sentada sentindo a cabeça girar, completamente perdida.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Continua


Última edição por Den!se ;D em Seg Abr 30, 2012 6:17 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por JúhSalvatore:) em Dom Out 02, 2011 5:27 pm

Uau!!
Nossa a Samy descobriu td do pior jeito...E ainda levou td numa boa....Mas ela ja sabia neh??
VOCÊ É PIOR DO QUE QUALQUER VAMPIRO, VOCÊ É UMA ABERRAÇÃO IMULDA
Como é q é?
Aberraçao imunda?A Samy pode ser td menos isso...To mega curiosa aki p saber o q ela é....
O Edmundo vai pedir ela em casamento???Ela n pode aceitar....E o Damon??
Denise eu to mega curiosa aki!!!
Qndo vc vai postar mais?
Bjokass lindona
avatar
JúhSalvatore:)

Mensagens : 1443
Data de inscrição : 27/08/2011
Idade : 18
Localização : Goiânia,GO

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por NandaSalvatore em Dom Out 02, 2011 6:16 pm

Denise,
to amando sua fic
Li mais um cap, eu ainda to atrasada.
Li o cap Ser Livre

Ain que dó da Sammy. ...
Nem o pai acreditou nela...
Preferir a Kath vadia...nao acredito!!!
avatar
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Dom Out 02, 2011 6:21 pm

Juh ela desconfiava q tinha alguma coisa escondida mas n sabia ao certo oq era kkkk mas acho q ela ja teve q aguentar bastante coisa e ta meio acostumada a lidar com essas surpresa Smile
o Lockwood tem umas coisas contra a familia dela Juh por isso ele falou isso e tbm posso te dizer q ele tem umpouco de medo dela pois no futuro ela pode ser perigosa pra ele pale
kkk n vai dar tempo dele pedir ela em casamento pq vai ter um emprevisto, mas o Damon e a Samy tbm vao ficar so como irmaos kkk no futuro vai aparecer um novo na fic pra Samy kkk
bjão linda
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Dom Out 02, 2011 6:23 pm

NandaSalvatore escreveu:Denise,
to amando sua fic
Li mais um cap, eu ainda to atrasada.
Li o cap Ser Livre

Ain que dó da Sammy. ...
Nem o pai acreditou nela...
Preferir a Kath vadia...nao acredito!!!

Nanda fico ate sem palavras de tão feliz q vc me deixa dizendo q esta gostando Very Happy
O Giuseppe falou muita coisa q nao devia nesse cap mas mais pra frente ele vai se redmir kkk Very Happy
Bjão Nanda
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Miriam Salvatore em Dom Out 02, 2011 9:18 pm

Lindo cap Denise ...
Uau que boba que a Samy levou do Lokewood hem ..Ainda bm que Edmundo tentou defende-la...
Ela pode ser uma vampira? OMG
E o que ela vai fazer com relação ao pedido de casamento?
avatar
Miriam Salvatore

Mensagens : 3362
Data de inscrição : 29/03/2011
Idade : 25
Localização : Caxias do Sul RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Dom Out 02, 2011 9:28 pm

Miriam Salvatore escreveu:Lindo cap Denise ...
Uau que boba que a Samy levou do Lokewood hem ..Ainda bm que Edmundo tentou defende-la...
Ela pode ser uma vampira? OMG
E o que ela vai fazer com relação ao pedido de casamento?

Obrigada Miriam Very Happy
kkk ao menos dessa vez ela teve alguem pra defende-la ne e nao se viraram todos contra ela como na vez da Kath
no proximo caps vai começar a ficar tudo mais claro sobre quem a Samy é kkkk
vou dar um spoiler sobre o pedido de casamento Miriam, ele nao vai dar em nada, vai acontecer mais uma reviravolta na vida da Samantha logo vc descobre o porque kkkk
bjão
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Keroll Salvatore em Ter Out 04, 2011 4:43 pm

Mana, desculpa a demora aq tá?
Bem, eu na vdd estou em choque aq. Eu já tinha lido, mas ler d nv ñ faz mal pq sua fic é viciante!
Mana, eu estou msm em choque!
Que briga foi aquela? Poxa, que Lockwood idiota! Quem ele pensa q é pra falar assim com a Sammy? E ainda ofendê-la? MATA ELE SAMMY! Aquele cretino!
U.U Sammy sabe sobre os vampiros agora! OMG!
Quero só ver esse baile, ansiosa aq!
E q vestido foi aquele da Sammy? Lindo, lindo, lindo! Quero um pra mim!
Bjão mana linda! Quero maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaais!!
avatar
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 20
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por NandaSalvatore em Sex Out 07, 2011 8:27 am

Linda!!!

Sua leitora mais atrasada chegou. XDD

Li o cap Surpresas e Mistérios

Meu deus!!! Muito bom!!!
Tadinha da Sammy!!
Por que ela é tão especial?
E o Greg se apaixonou por ela com um bejio?
Quem quer se vingar da Sammy? É a Katherine?
avatar
NandaSalvatore

Mensagens : 5777
Data de inscrição : 16/04/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Keroll Salvatore em Sex Out 07, 2011 6:09 pm

Mana, entra no MSN se puder. Sdds de tc com vc!
avatar
Keroll Salvatore

Mensagens : 1194
Data de inscrição : 12/06/2011
Idade : 20
Localização : Banheira do Damon com o Damon, claro =D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Sex Out 07, 2011 8:52 pm

Keroll Salvatore escreveu:Mana, desculpa a demora aq tá?
Bem, eu na vdd estou em choque aq. Eu já tinha lido, mas ler d nv ñ faz mal pq sua fic é viciante!
Mana, eu estou msm em choque!
Que briga foi aquela? Poxa, que Lockwood idiota! Quem ele pensa q é pra falar assim com a Sammy? E ainda ofendê-la? MATA ELE SAMMY! Aquele cretino!
U.U Sammy sabe sobre os vampiros agora! OMG!
Quero só ver esse baile, ansiosa aq!
E q vestido foi aquele da Sammy? Lindo, lindo, lindo! Quero um pra mim!
Bjão mana linda! Quero maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaais!!

Mana nem precisa pedir desculpas o importante é que vc esta aqui
Woom mana viciante?? Embarassed que nada a sua que é viciante e me deixa em choque
o Lockwood esta com emdo da Samy mana pq ela no futuro pode ser perigosa para ele.
Finalmente a Samy descobriu mana.
E ja vou postar a primeira parte do baile kkkk
Gostou do vestido mana? ufa alivio aqui achei q descrevi mau ele kkkk
Bjão mana linda I love you
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Sex Out 07, 2011 8:58 pm

NandaSalvatore escreveu:Linda!!!

Sua leitora mais atrasada chegou. XDD

Li o cap Surpresas e Mistérios

Meu deus!!! Muito bom!!!
Tadinha da Sammy!!
Por que ela é tão especial?
E o Greg se apaixonou por ela com um bejio?
Quem quer se vingar da Sammy? É a Katherine?

Wonn Nanda fico nas nuvens aqui por vc ter gostado alien
Ela é especial pq os pais dela nao eram humanos comum amre mas pra frente eu vou esclarescendo aos poucos isso kkkk
O Greg pode se dizer que se apaixonou pelo sangue dela, ams ela tbm consegue chamar atenção por seu jeito de ser kkkk
A pessoa que quer se vingar é uma que ajudou a matar os pais da Samy pale
Bjão linda obg pelo coment Very Happy
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Sex Out 07, 2011 9:22 pm


Capitulo 13 - Baile (parte 1)

O vento uivava, tornando tudo pior e mais assustador do que já estava. Os galhos das árvores se debatiam anunciando que a tempestade estava prestem a chegar. Tudo estava escuro a não ser pela lua que banhava tudo com sua luz prateada, dando uma cor pálida ao lugar.

Samantha queria gritar, mas nem sua própria voz conseguia encontrar. Nem mesmo chorar conseguia. Ela só desejava uma coisa: ter uma morte rápida e se possível indolor.

A morte em si não devia ser tão ruim. Quem sabe ela poderia até encontrar seus pais, e ver novamente o sorriso deles e ouvir o som das vozes que ela tanto amava e que nunca havia esquecido. Quem sabe ela poderia dar um abraço apertado em cada um, e dizer o tanto que sentiu falta deles. Dizer o tanto que os ama. E ser feliz para sempre junto deles.

Também tinha aquela hipótese de que ela poderia simplesmente deixar de existir. De se apagar como uma vela quando chega ao fim. De deixar de sentir todo e qualquer sentimento, bons ou ruins, alegres ou tristes. Simplesmente virar um cadáver e deixar que o tempo o destruísse, enquanto seu coração não bateria mais e sua alma não existiria.

E é claro a ultima opção. Aquela que ela nem gostaria de pensar, pois era a pior de todas. A de ir pra um lugar pior do que o lugar em que se encontrava agora e de sofrer mais do que tudo que já havia sofrido.

Ela desejava profundamente que a primeira fosse à verdadeira.

Seu coração pulsava tão forte que ela estava achando que não demoraria muito até ele sair pela boca.

Ela olhou para frente e aquela que havia conseguido despertar um ódio em seu coração que nem ela imaginava possuir, estava cada vez mais perto, dando passos lentos, mesmo já tendo provado ser muito mais veloz que qualquer humano, seu rosto estampava um sorriso sádico, um sorriso de triunfo por finalmente ter ganho.

Quando estava a menos de dois passos de Samantha, seu rosto ficou completamente desfigurado. Seus olhos estavam vermelhos e as veias se salientavam por sobre a pele. E no seu sorriso se tornaram visíveis duas presas enormes.

Katherine deu uma ultima gargalhada antes de pular para cima de Samantha.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Samantha acordou de súbito sentando na cama, com um nó na garganta.

Era Katherine, durante todo esse tempo a culpada pelo seu pesadelo sempre foi Katherine. A culpada de sua vida ter se transformado em um inferno só podia ser Katherine. Ela havia matado seus pais, e ainda havia vindo novamente pra jogar sua nova família que havia conquistado contra ela. Katherine. Sempre Katherine. Se não fosse ela que outra explicação teria ela ter aquele pesadelo desde o ocorrido a mais de dez anos atrás?

Ela tentou deixar sua respiração mais uniforme, mas não conseguiu. Precisava fazer alguma coisa para colocar a cabeça no lugar e tirar aquele pesadelo horrendo dos pensamentos.

Levantou-se, e foi em direção a porta, destrancando a e saindo pelo corredor que levava a escada. Terminou de descer a escada e foi direto a cozinha. Precisava de uma água com açúcar.

Achou um copo, serviu água do jarro, e colocou três colheres de açúcar, mexeu um pouco e bebeu tudo de uma só vez. Em seguida preparou mais um copo de água doce e foi para a sala de jantar. Sentou-se de fronte a lareira, em uma cadeira no centro da mesa.

Katherine era uma vampira. E sempre esteve ali com um proposito: acabar com ela.

“Por quê? Qual o motivo dela matar meus pais e vim atrás de mim? Quem meus pais eram? Quem eu sou? Ou o que eu sou? Isso já basta. Cansei de ver pessoas me odiando sem nem saber qual o motivo. Por que meus pais não me falaram nada sobre tudo isso? Por que me deixaram sem saber de nada, como uma ignorante? Será que eles não perceberam que não me ajudaria em nada e, além disso, eu estaria colocando outras pessoas em perigo? Meu pai e meus irmãos podem morrer por minha culpa. Se eu soubesse que iriam vim atrás de mim eu nem teria procurado ninguém. Não quero ver ninguém morto por minha causa. Já basta ver Katherine enganando meus irmãos e agora saber que ela pode querer mata-los também. Eu não vou suportar. Mas se eu simplesmente chegar e dizer que Katherine é uma vampira ninguém vai acreditar em mim. E u preciso arranjar um jeito de ter certeza que estou certa em relação a ela e depois provar isso. E isso precisa ser o mais rápido possível.

Samantha olhou para fora e percebeu que faltava menos de uma hora para o sol nascer. Hoje seria o dia do baile, e a cidade estaria uma correria danada com todos arrumando os últimos preparativos.

Se levantou, voltou ao seu quarto e pegou seu diário de dentro do fundo falso da segunda gaveta de sua penteadeira.

Abriu e começou a escrever:

Di agora esta tudo claro. Katherine é a culpada de tudo. Ela é uma vampira, e sempre foi ela a moça que assombrava meus pesadelos. Meu pesadelo não pode estar errado. Eu tenho praticamente certeza.

Eu preciso arranjar um jeito de desmascara-la, pois não posso simplesmente sair dizendo por ai que ela é uma vampira. Ninguém acreditaria. Preciso de um plano.

Papai disse que a verbena causa ferimentos nos vampiros, acho que vou pegar um pouco escondido do escritório dele e preparar alguma coisa para ela beber. Mas tenho que arranjar alguém que entregue para ela, pois se ser eu ela vai desconfiar que estou aprontando alguma e não vai aceitar. Acho que o melhor momento vai ser no baile, posso colocar um pouco de verbena na bebida dela enquanto ela não estiver vendo e ficar de tocai pra ver o que acontece. Assim minhas duvidas serão comprovadas.

Assim que assim que tiver certeza, preciso ir atrás de papai para lhe dizer a verdade, e fazer com que ele acredite.

Agora Di preciso tentar dormir mais um pouco, pois será um dia cansativo.
Sua Samy

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Samantha já estava pronta. Havia passado boa parte do dia esperando seu pai sair de casa e deixar o escritório livre pra ela procurar a verbena.

Quando ele finalmente saiu e ela pode vasculhar o escritório, achou a dita cuja verbena e varias adagas de madeira juntamente com outros tipos de arma, tudo dentro de uma portinha escondida atrás dos livros.

Ela esperou Margareth terminar de ajuda-la a arrumar o cabelo, para enrolar o raminho em um lenço e colocar no decote do vestido.

Damon já estava gritando do pé da escada para ela se apressar se não quisesse chegar à festa só no nascer do sol do próximo dia quando todos já haveriam ido embora.

Stefan e Katherine já haviam saído, e Giuseppe havia saído ainda de tarde juntamente com Jonathan Gilbert e Thomas Fell.

Edmundo havia chegado a pouco mais de meia hora e estava esperando na sala juntamente com Damon. Samantha estava com medo de deixa-los sozinho, pois sabia que se amavam tanto como o gato ama o rato.

Ainda no topo da escada Samantha já podia ver Damon apoiado no corrimão com cara de tedio e Edmundo de pé um pouco mais a frente dele, com cara de quem havia acabado de ser alvo de uma das piadas de Damon. Ambos estavam belos, os dois de ternos pretos. Damon com os cabelos negros meio bagunçados e os olhos azuis cintilando. Edmundo havia arrumado o cabelo loiro deixando um mini topete na frente.

Eles a viram e mudaram de expressão na hora. Damon usou seu sorrisinho sensual e sua erguida de sobrancelhas pra mostrar que aprovava. Edmundo ficou estático com a boca meio aberta. Damon percebendo olhou para ele dizendo:

-O babaca, se babar no tapete você vai limpar.

Ele o ignorou e foi em direção à escada:

-Está linda até mesmo para seus padrões Samantha.

Samantha deu um sorriso.

Seu vestido caia pelo corpo esbelto, formando ondas de vermelho pelo chão. Seu cabelo loiro mel estava preso em um coque meio solto que deixava cair alguns cachos. Em seu pescoço ela havia colocado somente uma gargantilha e continuado com o colar de verbena e o que pertencera a sua mãe. Sua pele morena clara era destacada por seus olhos perfeitamente delineados e sua boca com um batom vermelho de um tom parecido ao do vestido.

Antes que Edmundo pudesse alcançar Samantha, Damon o empurrou para o lado e passou na sua frente pegando o braço de Samantha:

- Vamos maninha, já estamos atrasados.

-Peraí Damon, não sei se você esta lembrado, mas eu vou com o Edmundo. – disse ela se desvencilhando do braço dele e descendo até onde Edmundo estava.

Edmundo sorriu ao vê-la vindo até ele e a pegou pelo braço direito.

Damon foi novamente até ela e a pegou pelo braço esquerdo:

-Você vai com ele maninha, mas não se esqueça de que eu disse que seria pior do que sua sombra. Então você terá dois acompanhantes. Agora vamos.

Samantha olhava pra ele com cara de quem não estava acreditando que ele falava sério.

-Damon...

-Sem discussão.

-Damon

-Maninha sei que você ama meu nome tanto quanto me ama, mas já disse, estamos atrasados.

-Não se preocupe Damon, sei cuidar melhor da sua irmã até mesmo que você. E hoje quem vai com ela sou eu.

Os dois se encaravam. Edmundo era um pouco mais alto que Damon, mas Damon era mais velho e mais forte.

-O problema é que eu sei direitinho o jeito que você quer cuidar dela, seu babaca. – Samantha corou – e pode apostar que você vai com ela, mas eu vou junto a não ser que ela queira ficar em casa.

-Você não manda nela. – Edmundo estava prestes a pular em Damon.

-Dá para os dois pararem com isso? Achei que estávamos atrasados! Damon você vai com nós, mas assim que chegarmos à casa dos Lockwood você vai arranjar outra pessoa.

Damon deu um sorriso debochado para Edmundo que estava com cara de quem chupou limão azedo.

Os três saíram de casa em direção à carruagem que os esperava. Damon no braço esquerdo de Samantha e Edmundo no direito.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

A mansão dos Lockwood estava completamente lotada. Samantha agradeceu porque assim seria mais difícil dar de cara com o Lockwood em pessoa.

Samantha estava com vontade de achar um buraco pra poder se esconder. Todos encaravam os três e cochichavam. Edmundo estava tão constrangido quanto Samantha. Já Damon apenas dava seu sorrisinho de lado e uma piscadela para todas as mulheres que via.

Samantha olhou para o lado e viu Stefan e Katherine se aproximando, ela usava um vestido de um dourado claro, e Stefan um terno preto com camisa branca. Stefan exibia um sorriso no rosto, mas Katherine olhava para Samantha com a mesma expressão de ódio de sempre.

“Hoje eu descubro que é você Katherine”

-Samantha - Stefan falou enquanto beijava a mão dela – está mais bela do que nunca irmã.

Samantha sorriu, mas antes que tivesse tempo de falar qualquer coisa Damon a interrompeu:

- Ela teve sorte de puxar para mim maninho.

-Damon não era para o Edmundo ser o acompanhante da Samy hoje? O que você esta fazendo de braços dados com ela?

-Acontece Stefan, que diferente de você, eu não deixo minha irmãzinha andando sozinha por aí com caras mal intencionados.

Stefan olhou para Edmundo e fez cara de “Nem ligue pra o que ele diz”.

-Damon nós conhecemos Edmundo desde quando éramos crianças. Pensei que você gostasse dele.

-E eu lá sou homem de gostar de outro homem Stefan? Eu simplesmente não tinha nada contra ele. Isso antes dele começar a arrastar as asinhas pra cima da minha irmã.

Stefan, Samantha e Edmundo reviraram os olhos.

Damon viu e fez cara de ofendido:

-Mas já que vocês só me criticam por eu estar fazendo uma boa ação, vou aproveitar a festa. – jogou um pouco de charme para Katherine e foi em direção a uma loira com vestido bege, que o encarava fazia tempo. Katherine fez bico de emburrada e se voltou para Stefan:

-Adoro essa musica Stefan. Venha, vamos dançar.

-Já vai Kath, só um momento – ele se voltou para Edmundo – cuide bem da minha irmã Edmundo. Pois se você a fazer sofrer, não impedirei Damon de quebrar sua cara, irei ajuda-lo a fazer o serviço.

Edmundo sorriu:

-Não se preocupe Stefan, eu nunca faria Samantha sofrer. Ela é tão preciosa pra mim quanto é para vocês.

Katherine bufou:

-Se ela é tão preciosa assim, por que vocês não a trancam dentro de um cofre?

Edmundo arregalou os olhos. Ele não conhecia a verdadeira Katherine ainda.

Samantha riu:

-Deve ser pelo mesmo motivo de você não estar pastando Katherine.

Katherine fuzilou Samantha com os olhos. E Samantha só para irrita-la mais sorriu docemente.

-Está me chamando do que garota?

-Ainda não entendeu querida? Depois as loiras e que são burras. – Samantha se virou ignorando Katherine que espumava de ódio – Vamos Edmundo preciso de ar fresco. Nunca fui muito fã de vacas sabe?

Dizendo isso puxou um Edmundo assustado com tantos “elogios”.

-Acha que vai dizer isso e sair desse jeito pirralha? – Katherine estava indo atrás de Samantha, mas foi impedida por Stefan.

-Vamos Kath, você disse que gostava dessa música. Venha dançar.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

-Estou impressionado com o tanto que você Katherine se amam. – Edmundo ironizou enquanto os dois entravam no jardim iluminado e cheio de mesinhas com toalhas vermelhas em cima.

-Sim Katherine é um doce de pessoa. - Samantha ironizou mais ainda sorrindo e fazendo Edmundo sorrir também.

-E como você esta se sentindo depois de tudo que o Sr. Lockwood falou?

Ignorante por até um desconhecido saber quem eu sou e eu não saber nada sobre mim mesma.

-Como vocês mesmo disseram, ele estava nervoso com tudo o que tem ocorrido.

(http://www.youtube.com/watch?v=7p3XenEDepk&feature=related música do momento)

Edmundo concordou e deu um sorrisinho seus olhos incrivelmente verdes cintilavam.

-Vamos dançar?

-Não sou muito boa.

-Não faz mal, o importante e que estarei dançando com você. –Samantha sorriu sem jeito e aceitou.

-Não reclame se eu pisar em seu pé.

-Pode deixar. Mas confio em você.

Ele a levou para a pista que ficava no centro do jardim. Com uma mão pegou a cintura dela e com a outra segurou a mão dela. Samantha colocou a mão livre sobre o ombro dele. E sorrindo ele começou a conduzi-la.

Samantha sentia como se estivesse flutuando. Seu vestido arrastava pelo chão, seguindo a melodia.

A alegria de Edmundo dava para ser sentida de longe. Samantha sentia um peso no coração. Porque ela não podia ama-lo? Ele era tudo oque qualquer garota sonharia em ter para si. Lindo com seus cabelos loiros, olhos verdes e um sorriso magnifico. Educado, simpático, inteligente. Um verdadeiro cavalheiro. E o mais importante ele a amava de verdade.

O único problema era que ela não o amava. Ao menos não como marido. Ela o amava como irmão. Não de uma maneira tão forte como amava Damon e Stefan, mas ainda assim como irmão. Será que se ela desse uma chance a ele poderia acabar ao menos se apaixonando? Será que ela conseguiria. Não ela não poderia enganar a si mesmo. Ela não conseguiria. Mas como dizer a ele que ela o amava como um irmão? De que maneira dizer isso sem machuca-lo?

-Você e seus irmãos tem uma forte ligação, não é mesmo?

-Sim, eu os amo muito.

-E eles também a amam muito.

-Sinto muito pelo ataque de ciúmes de Damon, ele acha que somos algo a mais que amigos. – Samantha tentou disfarçar o nervosismo.

-Acho que ele tem um pouco de razão. Samantha...

“Não, não, e não, estava bom de mais para ser verdade, eu preciso fugir desse assunto, rápido”

-Wonnn Edmundo só um momento adoro aqueles bolinhos. – Samantha largou Edmundo e foi em direção ao garçom que passava ali perto. Pegou a bandeja da mão do garçom com um sorriso no rosto, deixando o pobre coitado sem reação.

“Ai meu Deus o que eu faço agora? Como eu escapo desse assunto? Eu ainda não sei como dizer que não quero ser nada mais além de amiga”.

-Quer um? – perguntou Samantha esticando a bandeja para ele enquanto colocava um bolinho na boca.

-É... Hunn... Acho que agora não. Obrigada. – respondeu meio perdido.

-Ok. Desculpa é que estou com uma fome. - disse ela arregalando os olhos castanhos intensos – Hunnn certeza que não quer? Está uma delicia.

-Acho que sim. Não estou com muita fome.

Samantha comeu mais três bolinhos demorando bastante para mastigar. Enquanto Edmundo olhava as pessoas que passavam e se sentava.

“Estou me sentindo ridícula comendo dessa maneira feito uma esfomeada. Como vou fazer para que Edmundo não entre no assunto do noivado?”

Ela colocou a bandeja sobre a mesa que Edmundo havia escolhido, limpou as mãos com um dos guardanapos que estavam sobre a mesa e se sentou também.

Os dois ficaram em silencio Edmundo parecia decepcionado e Samantha constrangida.

-E... Samantha voltando ao assunto. – Edmundo recomeçou - Seu pai deve ter lhe falado alguma coisa sobre...

“Ai Deus o que eu vou fazer? Eu não posso falar que o pai não me falou nada, mas também não vou conseguir dizer que não quero ficar noiva dele”.

Samantha viu o mesmo garçom que ela havia roubado a bandeja passar dessa vez com uma bandeja com taças de espumante.

-Edmundo desculpe, irei só pegar algo para beber, já volto. – quando o garçom a viu ele fez uma cara de assustado e sem pensar afastou um pouco a bandeja dela.

Samantha não conseguiu reprimir um sorriso:

Samantha pegou uma das taças e voltou para a mesa. O garçom pareceu aliviado por ela não ter tomado mais uma bandeja das mãos dele.

Ela se sentou novamente pensando:

“É agora.”

- Pronto agora pode falar Ed. O que você queria me dizer?

Antes de Edmundo falar qualquer coisa ela o viu. Ele estava vindo em direção à mesa dos dois com um sorriso travesso no rosto. Cabelos negros e olhos castanhos mel dando destaque sobre a pele branca.

Samantha se sentiu mais uma vez perdida. Ela tinha a impressão de que o conhecia, mas não conseguia lembrar-se nem de onde nem como. Ela engoliu em seco. Ele era lindo. Seu jeito de andar descontraído e seu sorriso maroto fazia com que seu coração acelerasse.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Continua


Última edição por Den!se ;D em Seg Abr 30, 2012 6:48 pm, editado 4 vez(es)
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Den!se ;D em Sex Out 07, 2011 9:25 pm

Gente ai esta outro caps, tive que dividir o baile em dois senao ia ficar muito cansativo
Espero que gostem
bjão
avatar
Den!se ;D

Mensagens : 1811
Data de inscrição : 26/07/2011
Idade : 22
Localização : Paraná

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Dany_Salvatore em Seg Out 10, 2011 8:30 pm

Wonnn Dinda... que capitulo MARAVILHOSO... PERFEITO... Eu ADOREI cada linha, cada frase, cada palavra... Nossa, como vc consegue fazer isso comigo? Estou mto viciada na sua fic.
Uou... entao era a Kath bitch que assombrava os sonhos da Sammy, e sera que foi ela que matou os pais dela? Essa parte foi muito tenso. ate fiquei com pena da Sammy. Espero que a Kath tenha logo o que merece... ela nao pode ficar impune.
O Damon é sensacional mesmo neh? kkkk tô rindo ate agora dele e do Edmundo. Eita irmaozinho ciumento rsrsrsrs
Mas a parte que eu morri de rir foi a dos "elogios" entre a Kath e a Sammy. Até parece eu e meu irmao kkkkk
Mais a Sammy querendo trocar de assunto foi mto bom... ri de mais quando ela pegou a bandeja do garçon aushaushaush. A Sammy é incomparavel mesmo.
E quem sera esse que apareceu quando a Sammy decidiu conversar com o Edmund??? Sera o amor dela?? ou so alguem sem mta importancia??? Suspect
Entao... quando vai ter mais em dinda??? Super ansiosa aki. Pelo amor de Deus, nao demora pra postar... se nao eu vou ter um treco.
Beijos para a tia mais talentosa que me deixa super orgulhosa... Wink

avatar
Dany_Salvatore

Mensagens : 121
Data de inscrição : 14/08/2011
Idade : 24
Localização : Senador Canedo - GO

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Vaanny em Seg Out 10, 2011 9:15 pm

Filhoota linda...
Eu sei que sumi Embarassed Não fique brava comigo.
KKK li tudinho amoor
devo dizer que esse Lockwood me irritou completamente.
falar tudo aquilo, de uma vez... Nem entendi os motivos dele.
a Samy acabou escutando as coisas sem nem saber de onde veio.
Tadinha.
Agora, o Baile... *---*
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Damon chamando o Edmundo de babaca. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK eu não me aguento filha.

-O babaca, se babar no tapete você vai limpar.

KkkKKKKKKKK rindo descontroladamente.


Antes que Edmundo pudesse alcançar Samantha Damon o empurrou para o lado e passou na sua frente pegando o braço de Samantha:

- Vamos maninha, já estamos atrasados.
KKKk posso rir mais um pouco?

Damon amor, como vc me conquista mais a cada dia?

-Mas já que vocês só me criticam por eu estar fazendo uma boa ação, vou aproveitar a festa. – jogou um pouco de charme para Katherine e foi em direção a uma loira com vestido bege, que o encarava fazia tempo.

RUM ... que que é isso Damon?
Indo dançar com QUEM?
eu já disse pra vc me convidar baby.
eu ia com vc amor.
KKKKKKKKKKKKKK
mto mto mto mto bom filha

E agora que a Samy sabe qe a Kath é vampira... Ou vai ter certeza ainda... Shocked
Tõo chocada.
quero mais

esse foi mais um cap qe me deixou sem fala amor.
mamis ficou tão orgulhosa.
eu ri tanto filhoota.
amei de verdade mesmo
quero mais desse baile.
mais Damon *---* kkkkk
beijoos filhoota mega talentosa.
amei meu Damondim. kkk Smile
avatar
Vaanny

Mensagens : 2024
Data de inscrição : 04/02/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brilho Eterno [Dedicada p/ Vaanny e Keroll]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 5, 6, 7 ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum